Posts em destaque

Cabelos lindos no inverno | 4 dicas para manter o loiro saudável durante o frio

Olá, pessoal! Estamos em agosto, no auge do frio, e quem mais sofre com esse clima? Ok, eu sei que é difícil, quase impossível, levantar da cama nesta época e que não é tão fácil assim sair por aí com camadas e camadas de roupa. Mas, na verdade, enquanto você está protegido com o seu look de inverno, seu cabelo fica lá, todo exposto e sofrendo horrores.

É mais do que normal perceber que os fios estão mais ressecados e opacos no inverno. Isso é ainda pior para quem, assim como eu, tem cabelo loiro. Nossos fios são mais frágeis por conta do excesso de processos químicos e têm uma tendência maior ao ressecamento. Imagine quando são expostos a fatores como vento, chuvinha fina, frio…pois é, a situação não é nada fácil, gente!

A boa notícia é que dá para resolver! Se você tem cabelo loiro, já sabe que precisa de muita paciência para mantê-los saudáveis, né? Pode até dar preguiça de cuidar, mas as dicas que eu vou dar abaixo me ajudam muito e – o melhor de tudo – são superfáceis de serem seguidas. Vamos conferir?

Fugir da água quente

Foto: Passaneura

Já vou começar logo pela dica mais difícil. Quem me acompanha aqui no blog, sabe que eu sempre recomendo evitar banhos quentes. Mas e quando tá aquele frio de doer, gente? Confesso que até eu tenho vontade de ligar só a água quente e me jogar. Acontece que a temperatura elevada da água remove a camada protetora dos fios e abre as cutículas, daí é um pulo para ficar com os cabelos mais ressecados e sem vida. Então, amiga, não tem jeito: tem que fazer um esforço e procurar tomar banho morno. Seu cabelo agradece!

Confira algumas dicas para não deixar sua pele ressecada no frio!

Investir em um bom protetor térmico

Meu protetor térmico favorito é o spray da linha Liso Leve and Solto da Lola

Como você tem o cabelo loiro, já deve saber que secador, chapinha, babyliss e outras ferramentas que a gente ama devem ser evitadas, pois amarelam os fios. Só que no frio a gente tem duas alternativas: secar com secador ou ficar doente por causa do cabelo molhado. Lógico que a primeira opção ganha, né? Então, para evitar que os fios fiquem amarelos e ressecados, você precisa ter um bom protetor térmico por perto. Pode usar no cabelo todo, mas em quantidade pequena para não deixar os fios pesados e oleosos.

Intensificar a hidratação

Foto: Cabelos de Rainha

Cabelo loiro e hidratação combinam, né? Por isso que eu sempre digo que para ser loira você precisa gostar muito de cuidar dos seus fios. Qual a melhor solução para fios ressecados e opacos? Investir em máscaras, com certeza. Como cada fio precisa de um cuidado específico, você pode perguntar para o seu cabeleireiro qual a melhor máscara para hidratar em casa e, de vez em quando, fazer uma hidratação no salão também. Ah, é fundamental respeitar o tempo de ação informado na embalagem do produto, ok?

Foco no leave-in

Eu adoro o leave-in da linha Banho de Verniz da Forever Liss

Nunca fui de ligar muito para o leave-in, mas desde que comecei a usar, percebi o quanto ele é maravilhoso. A primeira vantagem é que ele não precisa de enxague e vai cuidar do seu cabelo por muito mais tempo, inclusive quando você estiver na rua e os fios estiverem expostos ao vento e ao frio. O resultado disso é um cabelo muito mais saudável e sem frizz. Não sei vocês, mas eu sofria MUITO com frizz no frio e o leave-in ajuda muito a fazer com que esses fiozinhos fiquem no lugar.

 

E vocês, como fazem para cuidar do cabelo loiro no frio?

Um beijo e até o próximo post!

Como preparar a pele para o verão em 8 etapas

Olá, pessoal! Estamos na contagem regressiva para a chegada do verão e para aproveitar a estação mais quente do ano com saúde e beleza, é fundamental cuidar da pele. Para mim, um sinal de que os 30 anos estão chegando é que eu passei a prestar muito mais atenção nos cuidados com o rosto e o corpo. Eu ainda tenho um ano e meio para chegar aos 30 anos, mas vocês devem cuidar da pele o mais cedo possível, certo?

Como a gente sabe, o verão é uma época muito esperada porque inclui banhos de piscina, idas constantes à praia e (o mais legal): dar aquela renovada no bronzeado. Quem não ama esse combo, né? Mas a gente também sabe que esse ritual todo pode deixar nossa pele manchada e queimada de sol e é aí que mora o perigo. Para não correr o risco, aqui está o seu guia de cuidados para as próximas semanas:

Interromper tratamentos com ácidos e peelings

c702c850bb983eb3b404c1fcd384172a

Faz algum desses procedimentos? Então é hora de dar uma pausa. Isso porque os tratamentos à base de ácidos e peelings costumam ser mais agressivos e pedem justamente um tempo longe do sol para que a pele possa se recuperar. Passar o verão sem tomar sol é um pesadelo que a gente não quer viver, então se esse é o seu caso, converse com o seu dermatologista e reorganize seus tratamentos agora mesmo!

Beber água

8291096376240f5d4f5973469894a8b2

Repararam que todos os meus posts com cuidados de beleza incluem esta etapa? Não é à toa, já que beber água traz uma porção de benefícios para a saúde. Quando o assunto é verão, é importante lembrar que nós transpiramos mais por conta do calor, então é ainda mais necessário beber água para manter o corpo hidratado. Com isso, a gente ainda reduz as chances da pele ficar ressecada e seca. Viu só como vale a pena?

Escolher um hidratante para chamar de seu

32c9700350bec2feb4c1a445b6015681

Pois é, não adianta beber bastante água e esquecer de hidratar a pele, especialmente a do rosto, a que mais sofre durante o verão. Por isso, a dica é apostar no bom e velho hidratante, pode ser em creme, óleo ou loção. O importante é que ele seja próprio para o seu tipo de pele, ok? E vale passar depois do banho para que a pele consiga descansar e não ficar tão irritada e sensível.

Não se esquecer da esfoliação

0680a6a0133c8ffbd35be8167a1a8824

Assim como a hidratação, a esfoliação é outra etapa que deve fazer parte da sua rotina de cuidados pré-verão. Muita gente (tipo eu) passa batido por esse ritual, mas ele serve para remover as células mortas, estimular a renovação da pele e deixar a aparência mais uniforme e lisinha. O ideal é fazer uma esfoliação semanalmente, mas é legal conversar com o seu dermatologista para fazer certinho e não machucar a pele.

Tomar cuidado ao tomar sol

193fff304047afbc0ad658b25ce36373

Sim, eu sei que a gente espera por esse momento o ano inteiro e não vê a hora de tomar sol, mas ter calma é a melhor forma de se manter linda e bronzeada por todo o verão. Ou seja, não é para passar horas e horas debaixo de sol forte no primeiro dia de calor. Aliás, os especialistas recomendam tomar sol antes das 10 da manhã ou depois das 4 da tarde, quando a incidência solar é menor e os riscos de câncer de pele diminuem. Ninguém precisa ter pressa porque o calor vai continuar por muitos meses!

Intensificar o uso de protetor solar

64d0d0f9a1e6dc7d8a1132d99aa95e09

Como estamos falando sobre tomar sol, não tem como não lembrar do protetor solar. A gente já usa (deveria, pelo menos) nos outros meses do ano, mas durante o verão ele se torna indispensável. Vale aumentar o fator de proteção – eu, que sou muito branquinha, não uso menos que 30 – e usar em qualquer situação, mesmo quando ficar o dia todo dentro do escritório. É a certeza de que sua pele ficará livre de manchas e queimaduras e protegida contra o câncer de pele. É importantíssimo, ok?

Comer alimentos alaranjados e verde-escuros

3444dccbbcd931eeecf15c1b65be6257

Já ouvir falar em betacaroteno? É um pigmento natural presente em muitos alimentos de cores alaranjada e verde-escura que atua como refletor dos raios UVA e UVB, ajudando a prolongar o bronzeado e aquele efeito dourado que a gente tanto ama. A cenoura é o item mais lembrado, mas a substância também pode ser encontrada em manga, mamão, chicória, agrião, espinafre e muitos outros. Olha só que ótimo incentivo para melhorar a alimentação e ficar em forma para o verão.

Tomar banho com água fria

a942875882a6cd24a15df0b7518691ed

Essa é um pouco óbvia porque eu, pelo menos, AMO tomar banho frio no verão e parece meio surreal encarar um chuveiro quente naqueles dias de calorão intenso. Mas, se você não gosta muito da ideia, é bom rever seus conceitos, já que o banho de água fria promove uma série de benefícios. Anote aí: melhora a elasticidade da pele, relaxa os músculos, protege contra gripes e resfriados e ainda evita o acúmulo de gordura no corpo. Bom, né?

 

E vocês, o que mais fazem quando se preparam para o verão?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

6 dicas para não deixar a pele ressecada

Goste ou não do inverno, em uma coisa temos que concordar: a pele fica, sim, mais ressecada nos meses mais frios. A explicação para esse fato é simples: com as temperaturas mais baixas, a pele diminui a produção de sebo, fazendo com que perca água. Isso sem falar que transpiramos menos no inverno, o que contribui para a desidratação. Então, é comum que você sinta sua pele mais seca e até áspera.

Por mais que esse problema seja normal, não dá para abandonar os cuidados diários e aguardar pela chegada do calor. Deixar a pele ressecada favorece o aparecimento de problemas como alergias, coceiras e até mesmo a presença de fungos e bactérias (eca!). Claro que também tem uma questão de higiene, afinal, não é nem um pouco saudável sair por aí com a aparência de pele mal cuidada. Vamos ver o que deve fazer parte da sua rotina?

 

Hidratação

67c8dce321381ef085988cff2cd1f444

Não tem como começar esta lista de outra forma. Pele ressecada é sinal de que falta hidratação. Por isso, invista em cremes hidratantes duas vezes ao dia. Uma boa dica é a versão in shower, ou seja, para passar debaixo do chuveiro. Por falar nisso, o sabonete também deve ter ação hidratante para deixar a aparência renovada. Aproveite para reforçar o uso em regiões que costumam sofrer mais nesta época, como joelhos e cotovelos.

 

Beber água

ee9c70057e9b6a6660e354c723a6517a

Sim, eu sei que quase todo post aqui do blog com listas de cuidados de beleza inclui a parte de beber água, mas essa dica é tão importante que serve para tudo. Como falei aqui em cima, pele ressecada é sinal de falta de hidratação e qual é a forma mais rápida e simples de reverter esse quadro? Devolvendo água para a pele, claro! Acontece que a gente acaba se esquecendo de beber água no inverno por causa do frio, então encontre uma forma de sempre lembrar. Vale lembretes, aplicativos, alarmes no celular…

 

Evitar banhos quentes

Outra dica fundamental. Basta a temperatura cair para sentirmos aquela vontade de ligar a água quente e relaxar o corpo. Taí um erro gigante: a água quente remove as camadas protetoras da pele e a deixa mais suscetível para aqueles probleminhas que eu falei no começo do post (alergias, coceiras, micoses etc.). Com isso, aumenta também a chance do ressecamento. Resumindo: a água deve ser sempre morna, o banho deve ter duração máxima de cinco minutos e as buchas e as esponjas devem ser aposentadas, já que deixam a pele ainda mais sensível.

 

Cuidar da alimentação

a90db713cbd848a5a6b9dbb37a477496

Ok, a gente já sabe que a alimentação balanceada faz bem à saúde, prolonga a expectativa de vida, contribui para os cabelos e dá aquela forcinha na aparência. Só que esse cuidado ainda melhora a textura da pele. O que incluir no prato? Legumes, hortaliças e frutas, que são fontes de vitaminas e minerais que combatem o envelhecimento precoce. Fritas típicas da época, como morango e mexerica, são ótimas opções.

 

Atenção para os lábios

ba7473bf8432b8b770ef7d370e091126

Não é só a pele que sofre no inverno. Os lábios também ficam ressecados e, muitas vezes, chegam a rachar. Acontece que essa região é ultrassensível à temperatura baixa. Pior ainda para quem (assim como eu) tem o hábito de ficar mordendo e puxando “pele” do lábio, já que a saliva pode deixar a área ainda mais ressecada. O que fazer? A alimentação adequada é uma boa ajuda, assim como cremes específicos para a região – eu uso o do Bepantol e adoro!

 

Usar roupa leve

8b565bfdd9174b46a9223ed9088a4649

Não, você não leu errado: usar roupas de tecidos leves, como algodão, ajuda a proteger a pele, pois impede que ele fique irritada – o que, como você já deve saber a esta altura, favorece o risco de alergias e coceiras. Só que a gente costuma usar roupa mais pesada no frio (e devemos mesmo), então, o jeito é deixar o algodão para as roupas que ficam mais em contato com a pele, como camisetas e calças.

 

Gostaram das dicas? O que mais vocês fazem para evitar que a pele fique ressecada no inverno?

Um beijo e até o próximo post!

 

Fotos: Pinterest

6 dicas para cuidar da pele descascada de sol

Ah, o verão… Uma das melhores vantagens desta época do ano é aproveitar a praia ou a piscina e, de quebra, renovar o bronzeado. Além do efeito estético, tomar sol – de preferência, nas primeiras horas da manhã ou no fim da tarde – faz bem à saúde, já que estimula a produção de vitamina D, essencial para fortalecer os ossos e cuidar do sistema cardiovascular.

O problema é que essas horinhas expostas ao sol pedem uma atenção especial. Quem é branquinha, costuma ficar vermelha no maior estilo camarão. As morenas ficam com aquele tom bronzeado que a gente tanto sonha. As duas texturas têm uma coisa em comum: descascam depois de um tempo.

Essa fase de descamação é bem chatinha, mas acontece porque a camada superficial da pele (aquela que entrou em contato com o sol) está danificada e precisa se renovar. Nessa etapa, é fundamental seguir os seguintes cuidados:

 

Hidratação

7816774e072ff2ecb06af19e482e0dbd

Para que a renovação da pele seja completa, o uso de hidratantes é essencial. O primeiro passo é encontrar uma opção para o seu tipo de pele (sensível, seca, oleosa). Depois, vale procurar por componentes como aloe vera e camomila, que ajudam a tirar a sensação de ardência e coceira. Esse processo deve ser feito pelo menos uma vez por dia, combinado?

 

Beber água

woman-drinking-water

Para manter a pele bem hidratada, a dica é combinar o uso dos produtos com muita água. Você provavelmente está cansada de saber que ela ajuda a manter o equilíbrio do nosso organismo. Esse equilíbrio garante uma aparência mais saudável e evita o ressecamento e a textura seca e cansada, além de ajudar no processo de descamação. O ideal é beber, no mínimo, dois litros por dia.

 

Não puxar a pele que está se soltando

402246-Não-puxe-a-casquinha-que-esta-descascando-passe-um-creme-hidratante

Sim, amiga, eu sei que é horrível ficar com aqueles pedacinhos de pele se soltando, mas eles estão ali por uma função: garantir que a troca de pele seja feita com cuidado e proteção. Então, se ela ainda não se soltou, é sinal de que a pele nova ainda não está pronta. Então, por mais que a vontade de puxar seja grande, pense duas vezes e se controle. Como é fina e delicada, a pele nova mancha e queima com muita facilidade – e esses efeitos podem durar pelo resto da vida.

 

Cuidado com a temperatura do banho

banho-quente-no-inverno

Água quente faz mal em qualquer época do ano, mas é ainda mais prejudicial quando a pele está descascando. Ok, a gente ama um banho quentinho, mas a temperatura alta remove a camada protetora da pele (justamente a que está descascando e protegendo a pele nova) e deixa a região ainda mais ressecada e seca. A dica é sempre buscar uma temperatura morna.

 

Esqueça buchas e esfoliações

Germes no banheiro 5

 

A esfoliação é indicada para remover células mortas, mas deve ser deixada de lado durante o processo de descamação, assim como o uso de buchas e esponjas. O problema é que todos esses recursos podem machucar a pele, que está mais sensível, e ocasionar as tais manchas que eu falei lá em cima. O segredo é lavar o corpo de forma leve e com calma.

 

Filtro solar

protetor-solar-dermatologia1

Enquanto a pele estiver descascando, o ideal é não tomar sol. Se for exposta com frequência, a pele que está nascendo pode queimar e ressecar. Mas, se não tiver como evitar, prefira se bronzear nas horas de menor incidência solar e fique na sombra o máximo que puder. Mesmo protegida, não abra mão do filtro solar. Em peles descascadas, o fator deve ser bem alto (no mínimo 30).

 

Gostaram das dicas? Com elas, com certeza a gente consegue aproveitar melhor o carnaval, não é mesmo?

 

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest, Fooducate, Mundo das Tribos, Parabolica Brasil, Portal Vital e Mulher com Saúde

5 cuidados para cabelos loiros

e9956c2748f3e4a9f9dcba133f6cdf6b

Já contei aqui no blog que eu amo ser loira. Nasci com os fios bem clarinhos, mas eles foram escurecendo com o passar dos anos. Fiz minhas primeiras mechas com 14 anos e não parei mais. Ao longo desse tempo, já fui mais loira, escureci um pouco um tom, voltei e agora estou mais para platinada, além de estar com californianas.

É por isso que entendo muito bem quando dizem que ser loira dá trabalho. A gente precisa seguir uma série de cuidados e investir em um monte de produtos para manter a cor. Muitas de nós já sabem o que fazer, mas conheço algumas pessoas que ainda ficam em dúvida ou então que acabaram de entrar nesse mundo e não sabem por onde começar. Está em algum desses grupos? Então vamos lá:

 

1. Sim, você precisa de um matizador

Mascara-Eico-240g-Matizador-33399.05

O nome pode até parecer estranho, mas o matizador – também conhecido como shampoo roxo – é o melhor amigo das loiras. Ele serve justamente para tirar o efeito amarelado que surge com o tempo e manter o platinado. A tendência é que o fio fique mais amarelo, então não dá para fugir do tratamento. O ideal é aplicar pelo menos uma vez por semana para prolongar a cor da tinta. Funciona? MUITO! Uso o matizador da Eico e sou completamente viciada. Meu cabelo parece até gritar quando deixo de passar.

 

2. Hidratação, MUITA hidratação

91dxrhiX4jL._SY355_

 

Descolorir os cabelos e pintá-los de loiro é um processo extremamente forte e é normal que eles fiquem mais secos nos meses seguintes. Para manter os fios saudáveis, a dica é realizar hidratações quinzenais com máscaras próprias para cabelos claros. Eu gosto muito de usar o Silicon Mix ou misturar algumas gotinhas de Bepantol (o líquido, tá gente?) com cremes e máscaras e deixar agir por pelo menos 5 minutos. Desde que comecei esse ritual, meu cabelo cresceu mais rápido e eu consegui ficar mais tempo sem cortar.

 

3. Evite os excessos de chapinha e secador

images

Ok, sei que é difícil e eu também tenho problemas para me livrar dessa dupla tão milagrosa no nosso dia a dia. Mas também percebo que meus fios seriam mais saudáveis se eu não abusasse tanto deles. Acontece que esse hábito também deixa os fios secos e quebradiços, dando origem a duas palavrinhas tenebrosas: pontas duplas. Pois bem, o segredo é maneirar e sempre, sempre mesmo, aplicar um protetor térmico antes. Estou seguindo esse detalhe e as pontas estão demorando mais para aparecer.

 

4. Proteção extra no verão

bcb

No começo do ano, contei aqui que entrei em pânico durante a minha viagem de Ano Novo porque meus fios, recém-pintados na época, ficaram verdes por causa da piscina. Esse é outro terror das loiras e, ao contrário do que muita gente pensa, não acontece devido ao cloro. O responsável é o sulfato de cobre, usado como algicida no tratamento da água da piscina, que realça o tom esverdeado quando se fixa aos fios loiros. Como resolver? Com a aplicação de protetor solar e leave-in próprios para os fios e lavando muito bem depois – de preferência com água potável.

 

5. Esqueça a água quente

Woman shampoo

Por falar em água, é comum que a gente tome banho com uma temperatura mais quente, especialmente no inverno. O problema é que esse hábito resseca os cabelos e deixa-os mais secos, tirando a hidratação natural do couro cabeludo. Para resolver, basta deixar a água em uma temperatura morna. Experimente fazer isso um dia para comprovar o resultado. Eu testei e me surpreendi com o que vi. Meus fios ficaram mais macios e brilhantes. Dá até para sair com eles ao natural – coisa que AMO no verão!

 

Com esses cuidados, fica muito mais fácil manter o loiro por mais tempo!