Posts em destaque

Testei: Máscara Morte Súbita – Lola Cosmetics

Olá, pessoal! Uma coisa é fato: desde que comecei com esse blog, passei a gostar ainda mais dos assuntos ligados ao universo da beleza e a conhecer muito mais marcas de cosméticos. Para terem uma ideia, ouvi falar da Lola Cosmetics há quase dois anos (mesmo tempo que tenho este humilde espaço). Desde então, morria de vontade de testar os produtos da marca, especialmente a máscara Morte Súbita, que todo mundo dizia que era maravilhosa.

Mas aí sabem como é, a vida é tão corrida que a gente vai adiando, adiando… e aí, quando vi, tinham se passado meses e a minha wishlist com produtos da marca só aumentava. Até que um dia resolvi que era hora de colocar a vontade em prática e comprei a máscara. E olha, ainda bem que não adiei mais porque o produto é bom de verdade!

Além das embalagens fofas, a Lola é conhecida pelos nomes engraçados e este aqui pode até assustar, mas foi usado porque promete um tratamento completo de hidratação para dar mais suavidade, leveza, brilho, enfim… uma restauração completa!

Como funciona?

Para chegar a esse resultado, a fórmula é composta por creatina, uma proteína que funciona como ativo reconstrutor e que age com melhor absorção na hora da aplicação. Além disso, tem mix de lipídeos (para fortalecer e hidratar) e duas vitaminas, Pantenol e Fitantriol, muito conhecidas pelo poder hidratante, que protegem os fios do calor e reduzem o frizz.

image2

Como o efeito é deixar o cabelo bonito e saudável, a ideia é usar toda semana. Não tem segredo na hora do uso: basta aplicar por todo o comprimento (nunca na raiz, tá gente?) e massagear os fios. Depois, é só aguardar por dez minutos para que o produto possa agir e enxaguar normalmente. O tempo de pausa é maior do que a média das outras marcas, então a dica é passar em dias mais tranquilos. Vale a pena esperar o tempo indicado porque o resultado é mara!

Minha opinião

Enquanto passava o produto, já consegui sentir meus fios mais macios. E depois de enxaguar e secar, percebi que eles estavam com mais volume, mais brilhantes e fortes. E olha que tudo isso aconteceu com apenas um uso. Fora o que rende: um punhado pequeno já deu conta de todo o meu cabelo (não que eu tenha muito, maaas…tá valendo!)

image3

Não é à toa que todo mundo fala tão bem da Morte Súbita. Virou meu xodó e com certeza vou ter estoque aqui em casa para não ficar sem. A minha tem 450 g e foi comprada no site da Ikesaki por R$ 60, valor até que justo se a gente considerar o tamanho do pote. Vale super a pena!

 

Quem mais aí já testou?

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥♥

Testei: Esfoliante Corporal Coconut Cream – The Beauty Box

Sempre amei maquiagem e produtos para o cabelo, mas demorei muito para usar cremes e hidratantes. Mas aí a gente passa dos 25 e percebe que precisa cuidar da pele. Tenho meu ritual, mas sempre passei batido por um item superimportante: a esfoliação.

Para quem não sabe, essa etapa é fundamental para remover as células mortas e hidratar a pele. Mesmo sabendo de tudo isso, passava batido por esfoliantes nas farmácias e lojas e nunca fazia, nem mesmo aquelas receitinhas caseiras que a gente vê por aí.

A situação só mudou quando a The Beauty Box, marca querida que mora no meu coração, lançou uma promo para divulgar os novos produtos da sua linha própria, a Produtinhos da Beauty. Era só comprar um item da linha para ganhar um sabonete em espuma de limão. Foi imperdível, afinal, promoção e cheirinho de limão são duas coisas que eu amo de verdade!

Essa divulgação rolou no fim do ano passado e eu estava tão ansiosa para conferir o produto que fui a primeira do dia a trocar na loja que eu escolhi (sério, as atendentes até pediram para tirar uma foto comigo e com as minhas compras). O problema é que tudo parecia tão bom que eu sofri um pouco para saber qual deles comprar.

IMG_2377[1]

Por fim, optei pelo Esfoliante Corporal Coconut Cream por ser algo de que eu realmente precisava e por ser à base de coco. Adoro qualquer coisa que leve coco, desde doces até produtos de beleza. Sabe o que é mais legal? Fiz a escolha certa porque esse creme é um dos melhores que eu já testei!!

Os esfoliantes vêm com aquelas substâncias mais ásperas que fazem a limpeza da pele. Mas, dependendo da fórmula, podem deixar a região machucada e sensível. Não é o caso deste aqui. A gente passa e sente a pele mais macia em questão de segundos. Fora o que rende, gente! É só aplicar uma dose que espalha para boa parte do local. E o cheirinho maravilhoso?

IMG_2379[1]

Tenho passado uma vez por semana à noite e senti que a minha pele está muito mais hidratada e protegida. Sabe aquele produto que vicia e se torna indispensável?

O Esfoliante Corporal Coconut Cream é vendido nas lojas da The Beauty Box ou pelo site da marca por R$ 49,90, precinho que vale super a pena!

 

Espero que gostem porque eu amei!

 

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥♥

Eu vi: Como Eu Era Antes de Você – o filme

Contei algumas vezes aqui no blog que Como Eu Era Antes de Você é o livro mais lindo que eu já li na vida. Quando soube que ele viraria filme (lá em 2014), quase tive um treco de tanta emoção. E aí, o tempo ia passando, eu via fotos dos atores nas filmagens – aliás, AMEI a escolha da Emilia Clarke e do Sam Clafin para os papeis principais – e cadê que esse filme nunca ficava pronto, gente? Daí começou a tortura dos trailers, do “vazamento” de algumas cenas e finalmente a previsão de estreia: junho de 2016. Confesso que fiz uma contagem regressiva mental de tanta ansiedade e aí, quando vi, lá estava eu sentadinha na sala do cinema!!

A adaptação do livro da Jojo Moyes entrou em cartaz no dia 17 e eu combinei de assistir com duas amigas que também piram na história na sexta-feira (18). O auê era tanto com qualquer coisa que postavam sobre o filme que eu fui até o shopping na hora do meu almoço para comprar um dia antes. Vai que os lugares esgotassem quando fôssemos comprar… E olha, minha tática deu supercerto porque a sala estava lotadérrima. Não vi um lugar vazio!

294abab503d754a3a1e3201eb979f0e5

Para quem não faz ideia, a história fala sobre Lou, uma mulher de 26 anos que leva uma vida simples em uma cidadezinha e trabalha como garçonete de um café. Quando ela perde o emprego, se vê sem saída e não tem nem mais cara de procurar algo na agência de empregos, até que surge uma vaga para trabalhar como cuidadora de Will, um tetraplégico milionário por seis meses. Ela não tem experiência nenhuma com isso, mas consegue a vaga. É quase como a história do filme Intocáveis (outro que eu amoooo), só que é claro que ela acaba se apaixonando por Will. Problema: ele super curtia a vida que ele tinha antes do acidente e se odeia por estar naquela situação. Cabe a ela mostrar que a vida de hoje também pode ser boa mesmo em outras condições.

Realmente concordo com algumas críticas que vi por aí que o filme é muito fiel ao livro. A descrição de algumas cenas bate perfeito com a que eu tinha na minha cabeça, principalmente as roupas exageradas da Lou. Os diálogos mais lindos estão ali também e é quase como se eu tivesse voltado para 2013, quando levava o livro para cima e para baixo (quase perdi o ônibus do meu antigo trabalho algumas vezes porque ficava lendo no ponto…).

A meia listrada de abelinha é um clássico do armário da Lou

A meia listrada de abelinha é um clássico do armário da Lou

Senti falta, é claro, de algumas cenas importantes, como a tatuagem que a Lou faz na companhia do Will. A mãe dele, que é insuportável no livro, até que é boazinha no livro. E tem uma cena do final que não aparece no filme, mas não vou entrar em detalhes para não dar spoilers. Uma coisa é certa: assim como acontece no livro, é impossível não se acabar de tanto chorar. Aliás, chorei bem mais no filme do que no livro. Por mais clichê que possa ser, é uma história linda que faz a gente pensar em tanta coisa…

O que não gostei? Em primeiro lugar, da trilha sonora. Tem tanta coisa engraçada no livro que merecia uma musiquinha mais animada e ficou num lenga lenga com músicas tristes e devagar. O filme também é um pouco arrastado, às vezes até parado. Arrisco dizer que você pode até achar chato se não tiver lido antes. Mas, tirando tudo isso, eu gostei. Só que recomendo a leitura antes, se possível. Porque, como na maioria dos casos, o livro é um milhão de vezes melhor. De qualquer forma, Lou e Will moram no meu coração pra sempre!

Ah, nem todo mundo sabe, mas a história tem continuação. Falei dela neste post!

E você, já assistiu ao filme? O que achou?

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥

Testei: Body Splash Splish Splash – The Beauty Box

Quem me conhece sabe do meu amor pela The Beauty Box. Para quem não sabe, a empresa, que faz parte do Grupo Boticário, é uma multimarcas e revende produtos de 100 marcas nacionais e internacionais. Tudo é ótimo, mas o que eu gosto mesmo é da linha própria deles, a Produtinhos da Beauty. Já contei aqui sobre as maravilhas do shampoo e do condicionador e arrisco até a dizer que os itens estão entre os melhores do ramo capilar no Brasil.

A linha deu tão certo que foi ampliada e agora passa a contar com body splash. Eu, claro, queria testar na mesma hora, mas tenho que contar um segredinho: não sabia muito bem o que era um body splash. Ok, pensando no nome, eu sabia que era algo para usar no corpo, mas não um perfume. A diferença é que o body splash apresenta uma concentração mais leve da essência, fazendo com que a fixação saia mais rápido.

IMG_2094[1]

Cheguei na loja e já corri para ver os tais produtos. A Beauty levantou as fragrâncias mais queridas de seus produtos – bombom de baunilha, buquê de íris e jasmim e suspiro de pera e magnólia (amo os nomes!) – para que a gente pudesse ficar com esses cheirinhos maravilhosos por mais tempo. E aí, amigas, entra aquele dilema presente na vida de toda mulher geminiana: a gente não sabe escolher.

Fiquei super na dúvida, mesmo, mas acabei optando pelo bombom de baunilha por ter o mesmo cheirinho do shampoo que eu amo. É o que tem mais a ver comigo, já que a maioria dos meus perfumes é de aromas doces. Aliás, eu pensei um pouco antes de levar por achar que seria enjoativo, mas estou tão viciada que não consigo parar de usar!

IMG_2096[1] IMG_2097[1]

Não tem segredos na hora de aplicar, já que funciona igual a um perfume. Vem em spray, então, é só borrifar algumas gotinhas no pescoço e no pulso e pronto! Quanto ao fato de a fixação sair com mais rapidez ao longo do dia, eu, sinceramente, não notei. Sempre sinto que estou perfumada e, por isso, amei ainda mais essa maravilha!

As embalagens são fofinhas e seguem o mesmo estilo da linha Produtinhos da Beauty, só que as meninas ilustradas agora representam sereias, daí o nome Splish Splash. Achei uma graça! O valor é um pouquinho alto (R$ 54,90), mas compensa super, já que o rótulo vem com 200 ml e dura bastante!

 

Espero que vocês também gostem porque eu amei!

 

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥♥

Testei: Batom Mate Cetim – Quem Disse, Berenice?

Outro dia contei aqui no blog sobre a minha paixão enlouquecedora por batons. É só saber de algum lançamento que aquela vontadinha de testar começa a crescer dentro de mim. Foi exatamente o que aconteceu com os batons mate com acabamento cetim da Quem Disse, Berenice?

Conheço a Quem Disse, Berenice? desde que ela foi lançada, lá em 2012. Na época, minha primeira aquisição foi o batom cereja berê, um dos meus queridinhos até hoje. O que mais gosto na marca, além dos precinhos em conta, é o fato de estarem sempre atentos a todas as tendências de make no mundo.

Foto: Coisas de Diva

Foto: Coisas de Diva

Muitas de vocês já sabem que os batons mate até continuam em alta, mas agora dividem espaço com outras texturas. Os metálicos são as principais apostas do momento e daí surgiu a ideia desta linha: produtos com o efeito mate que a gente tanto ama, mas com acabamento em cetim, ou seja, que dá um brilho e um toque macio para os lábios.

No total, são 10 cores lindas que agradam a todos os gostos: rosetim, malvatim, nudetim, rosaltim, bordotim, roxotim, pinkotim, vinhetim, cerejetim e vermetim. Eu tenho a tendência de sempre gostar mais dos rosas clarinhos, mas desta vez resolvi arriscar. Testei quatro, mas acabei me apaixonando pelo bordotim. Incrível como ele combinou com o meu tom de pele, gente! (Aliás, vale um agradecimento ao vendedor que me atendeu, que super me convenceu a escolher o mais escuro)

IMG_9627

Saí da loja com o batom e me senti poderosa. Sabem como é, estou tão acostumada a passar batons clarinhos que me espanto quando uso um mais escuro. O legal é que não ficou forte ou pesado demais. Foi tudo na medida certa para eu me sentir bem com a minha própria make.

Por ser mate, a textura é mais sequinha do que os batons cremosos. No entanto, a aplicação é bem fácil e a gente logo nota a cor e o toque acetinado. Percebi também que o rendimento é outro destaque deste produto, com a incrível duração de 10 horas. Isso sem falar que a gente sente os lábios macios e hidratados.

IMG_9637[1]

Amei tanto o batom mate cetim que ele com certeza fará parte dos meus favoritos. Aliás, acho que vai ser bem difícil resistir e não aumentar meu estoque. Estou pensando seriamente em comprar mais um, o problema é escolher apenas uma cor entre tantas lindas!

Dá para comprar nas lojas físicas ou pelo site por R$ 31,90 cada. Para ser sincera, achei o preço justo por se tratar de um lançamento. O que vocês acham?

 

Espero que gostem!

 

Um beijo e até o próximo post!

 

Avaliação: ♥♥♥♥