Posts em destaque

De Repente 30 | 4 coisas que mudaram na minha vida com a chegada dos trinta anos

Olá, pessoal! AI MEU DEUS, HOJE EU COMPLETO 30 ANOS DE IDADE! Pois é, não dava para começar este post de outro jeito. Hoje é meu aniversário e, neste ano, é ainda mais especial porque eu entrei na casa dos trinta. É muito doido porque ter 30 anos parecia algo muito distante e páh, tá aqui!

Mas, na verdade, o que muda? Para ser bem sincera, nada. Todo mundo fala da famosa crise dos trinta, mas, para mim, os 30 anos chegaram com muitas coisas positivas. A gente costuma achar que está velha com 30 anos, mas a verdade é que a gente descobre justamente que ainda tem uma vida inteira pela frente. E, claro, com isso vem algumas outras coisinhas que eu separei para contar agora.

Maturidade

Eu sempre amei ler revistas e lembro de ler revistas de fofoca quando eu era mais nova e a famosa sempre dizia: não trocaria nunca os 30 anos pelos 20. Eu achava que era papo furado, de gente que queria se conformar com a idade, mas é isso mesmo. Eu sinto saudade todos os dias da época da escola e, principalmente, da época da faculdade. Brinco que eu adoraria voltar, mas só se fosse com a cabeça que eu tenho hoje.

É a tal da maturidade, a gente aprende a pensar muito antes de fazer qualquer coisa, não leva tudo pro pessoal, se relaciona melhor e aprende a ficar de bem com a gente mesma. E olha, ando me amando como nunca!

Confira a série de posts Diário dos 30, em que conto os bastidores da minha festa de 30 anos!

Mudança de foco

Alguém aí já viu o filme De Repente 30? Eu era igualzinha. Imaginava que com 30 anos eu estaria casada, com dois filhos, e seria ultra mega bem-sucedida. Vejam só a realidade: estou solteira (na verdade, minha vida amorosa daria um livro de terror rsrs), não sei nem se vou casar ou virar mãe e, bom, o sucesso profissional ainda não veio. E o que a gente faz? Senta e chora?

Mini Cami achando que estaria com a vida ganha aos 30… tadinha rs!

Tem gente que se desespera, sim. Mas o que mais percebo (entre minhas amigas que também trintaram) é que a gente aprende a aceitar. Ok, eu sempre quis me vestir de noiva e me casar, mas não aconteceu e não tem problema nenhum. A vida é muito maior que isso. Aliás, começamos a pensar no outro lado da coisa (Tipo: “será que eu quero mesmo ser mãe?”). Eu, por enquanto, tenho me dedicado muito a alcançar o sucesso profissional aqui com o blog e fazendo planos para viajar bastante – está aí uma coisa que eu amo!

Preocupação com a pele

Tenho muita vergonha de dizer isso para vocês, mas… sim, comecei a prestar mais atenção na minha pele agora, com 30 anos. Modéstia à parte, minha pele é boa (fiquei passada que outro dia fiz uma enquete no meu Stories e várias pessoas acharam que eu tinha 24 anos!) e eu passava só um creminho ou outro.

Conheça os erros de beleza que você precisa abandonar!

Só que agora a gente já começa a ver algumas linhas de expressão, manchinhas e aquele famoso pé de galinha quando sorri. Nunca tinha pensado em fazer limpeza de pele (é feio, eu sei), mas agora passo bastante tempo vendo meu rosto no espelho, realmente querendo usar cremes. Bem coisa de mãe, né? Mas que bom que a gente se cuida!

Viver como adulto

Não, não viramos adultos quando fazemos 30 anos. Não sei bem se existe um momento certo em que nos tornamos adultos, até porque muita gente precisa “crescer” cedo por conta de diversos fatores. O fato é que, nesta fase da vida, a gente começa a ter pensamentos de gente grande (claro, se a gente não teve que pensar nisso tudo antes).

Como falei antes, sou solteira e ainda moro com a minha mãe (sou jornalista né, mores? Não é uma área conhecida por pagar bem rsrs), mas fico sonhando com a minha futura casa, em como eu organizaria os ambientes e como seria o meu tão sonhado closet. Outro dia eu mesma me surpreendi quando disse justamente para a minha mãe que queria renovar meu guarda-roupa e comprar algumas peças “mais arrumadinhas” (falei assim mesmo, com essas palavras). O mais legal é que isso não é forçado, é algo que acontece naturalmente. E posso falar, é tão gostoso!

 

E vocês, já passaram pela chegada dos 30? O que acham que mais mudou na vida de vocês até agora?

Um beijo e até o próximo post!

5 filmes para levantar sua autoestima

Olá pessoal!! Este post vai exatamente para você que acabou de entrar para a vida adolescente, até mesmo serve para mim. Bem-vindo a vida sem tempo pra nada, era das notas vermelhas e pessoas querendo colocar sua autoestima em baixo do sapato delas, rs.

Sabemos que tudo isso não é fácil, é frustrante e desanimador, mas amigos, ergam essa cabeça e levantem esse nariz, afinal, nada é tão nosso quantos nossos sonhos. Resolvi fazer um top 5 com filmes para você recuperar totalmente sua autoestima e a vontade de viver, olha só:

Ele Não Está Tão a Fim de Você

ele não está tão afim de vc

Resolvi colocar esse filme aqui na minha lista exatamente porque na vida adolescente, jovem e ‘’antes do casamento’’ nós colocamos em nossas cabeça que temos que ter uma namoradinha(o), e é a fase em que a gente mais sofre pelas pessoas erradas e babacas. Tem sempre aquele ‘’amigo’’ que fica com algum dos nossos ex e o filme mostra isso de uma forma mais clara, óbvio, mas no final todo mundo consegue se dar bem e sempre vai ter alguém que realmente vale a pena correr atrás.

De Repente 30

de repente 30

Outro que não poderia faltar na minha lista, afinal, ele é uma lição e tanto em nossas vidas. Quantas vezes já não ignoramos ou simplesmente desfizemos daquele amigo verdadeiro só para andar com os populares e ser ‘’popular’’, ou simplesmente ignoramos família, amigos, somente para ter o emprego dos sonhos. Valorize mais suas amizades verdadeiras, famílias ou aquele emprego que você odeia. Aprenda a amar mais e deixar de pensar somente em você. O filme mostra exatamente isso!

Histórias Cruzadas

histórias cruzadas

Outro clássico das lições de vida e autoestima. O filme se passa nos 60 e uma mulher rica da sociedade começa a entrevistar mulheres negras para cuidar de sua filha, essas mulheres abandonaram tudo, inclusive suas vidas. Além de inspirador e muito lindo, há uma cena em que a mulher branca prepara um banquete para sua empregada, é emocionante por detectarmos finalmente sentimentos naturais a qualquer ser humano: solidariedade, compaixão, gratidão e respeito. 

O Diabo Veste Prada

o diabo veste prada

Não é por ser um dos meus filmes favoritos da vida, mas ele merecia estar aqui e todo mundo algum dia terá um chefe igual Miranda Priestly. Retrata exatamente o caso de nos matar, abandonar o amor de nossas vidas para simplesmente agradar alguém e ter aquele emprego dos sonhos.

O Lado Doce da Vida

o lado doce da visa

Neste filme conseguimos notar que as coisas mais valiosas estão nos pequenos momentos da vida. O filme começa quando uma mulher muito bem casada, bonita e rica é pedida em divórcio e não consegue lucrar com nenhum bens, ela volta a sua cidade natal e começa a trabalhar na padaria de seu pai. É demais!

 

E aí, gostaram? Me contem aqui nos comentários!

Um beijo e até o próximo post! 🙂

17662116_1290934147691503_7664532206735327232_a Postado por Leo Scarabel – visite meu blog clicando aqui

Top 5 – Filmes sobre aniversários

Normalmente, os Top 5 aqui do blog entram às sextas-feiras, justamente para entrar no clima do fim de semana. Só que este aqui foi postado em um dia diferente por um motivo muito especial: o meu aniversário. Pois é, gente, completei 28 anos ontem (31) e, em mais dois anos de blog, só percebi agora que nunca falei sobre filmes que retratam o tema. Nada melhor do que aproveitar a data mais linda do ano (sou suspeita, né?) para criar uma seleção de longas com aniversariantes. Vamos conferir?

 

Enrolados

Enrolados (1)

A versão Disney para o clássico conto da Rapunzel é uma das animações de maior sucesso da companhia na última década. A história é praticamente a mesma: uma garota (aqui ela é uma princesa) é sequestrada ainda bebê e passa a morar trancafiada em uma torre com uma velha bruxa. Até que um dia um ladrão – ninguém mais ninguém menos que Flynn Rider, um dos galãs mais amados pelas meninas – descobre o local e promete levar Rapunzel para ver as luzes flutuantes que o reino envia todos os anos no aniversário da princesa desaparecida na tentativa de encontrar a garota. Se você ainda não viu, a hora é essa. Se já viu, esta é a oportunidade perfeita para rever.

 

De Repente 30

de-repente-30-1

Tento não repetir os filmes dos Top 5 aqui no blog, mas realmente não me lembro se coloquei este aqui em outra lista. Mas é um clássico para quem, assim como eu, viveu a adolescência nos anos 2000. Durante seu aniversário de 13 anos, uma garota faz um pedido de chegar aos 30 anos com tudo aquilo que sempre sonhou. Logo depois, acorda e percebe que sua vontade foi atendida: ela mora em um apê luxuoso em Nova York e trabalha em uma revista feminina. Tudo parece maravilhoso, só que seus planos começam a dar errado e ela sente muita falta da infância. Será que ela vai ter uma nova chance? É superfofinho, uma delícia de ver e rever quantas vezes quiser.

 

Malévola

Este aqui eu sei que já entrou em outro Top 5, mas como deixar de fora um dos presentes de aniversário mais inusitados dos contos de fada? A maldição jogada pela vilã diz que a princesa Aurora vai tocar em uma roca no dia que completar 16 anos e (leia com voz dramática) dormirá profundamente. Na versão live action estrelada pela Angelina Jolie, ela meio que cria a menina e se arrepende do feitiço. A história deixa de ser pautada no romance da garota com um príncipe que ela conhece por acaso e fica muito mais entre a relação dela com a bruxa. É todo bonitinho, gente! Vale super!

 

Harry Potter e a Pedra Filosofal

Harry-Potter-e-a-pedra-filosofal

Sim, eu li todos os livros do Harry Potter. Não, não sou fanática. Na verdade, não me lembro de várias coisas (não me matem). Gostei mesmo do primeiro volume, lido quando eu tinha 12 anos. Naquela época, registrei uma mensagem: não tem presente mais legal de aniversário do que você descobrir que, na verdade, é um bruxo e que foi convidado a entrar em Hogwarts. A partir daí, a vida dele muda completamente, já que agora descobre um novo mundo. Nesta parte, sua maior aventura é destruir a tal da pedra filosofal, que tem o poder da imortalidade. Se você não manja nada de Harry Potter, não sei se o filme agradará. Mas as pré-adolescentes amam, então, taí uma prova de que é um clássico da literatura.

 

Hotel Transilvânia

47531

Sabe aquele desenho que, à primeira vista, não parece ter nada de especial? Pois é. Assisti em uma dia de puro tédio e, adivinhem só, descobri que ele é superdivertido. Resort cinco estrelas, o hotel do título é um refúgio exclusivo para monstros comandado pelo Conde Drácula. Ele decide convidar todos os seus amigos (que incluem figuras como Frankstein, Múmia, Lobisomens e enfim) para celebrar o 118º aniversário de sua filha. A menina, que na verdade é uma adolescente, vive toda aquela fase de rebeldia e aproveita a visita inesperada de um humano para tentar fugir daquele local. Claro que, nesse meio tempo, eles acabam se apaixonado. Vai por mim, é uma graça!

 

A dica é escolher o filme e caprichar na pipoca. Por aqui vai ter muito bolo, brigadeiro, parabéns e diversão!

 

Um beijo e até o próximo post!