Posts em destaque

Dia Internacional da Mulher | Filmes sobre empoderamento feminino que comprovam a força das mulheres

 

Olá, pessoal! Chega março e a gente logo lembra do Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março. Claro que nós sabemos (ou, pelo menos, deveríamos) que a mulher precisa ser lembrada todos os dias, já que a gente ainda vive em uma desigualdade enorme de gêneros, mas a questão aqui neste post não é esta rs…

Na verdade, o cinema vem mostrando ao longo dos anos o quanto as mulheres sofreram e ainda sofrem. Por isso, uma das maneiras de começar a entender um pouco mais sobre empoderamento feminino é vendo alguns desses filmes. Ah, é importante assistir com esse foco mesmo, de se colocar no lugar da mulher, para entender mais sobre essa nossa luta contínua e diária.

Confira aqui outra lista de filmes para comemorar o Dia Internacional da Mulher!

Preciosa – Uma História de Esperança

preciosa-cena-do-filme

Um dos destaques do Oscar de 2010, este filme continua muito atual. Isso porque conta a história de Preciosa, uma adolescente de 16 anos que vive no bairro do Harlem, em Nova York, e leva uma vida bem diferente da maioria das mulheres de sua idade. Vejam bem: ela é agredida de todos os jeitos pela própria mãe, abusada pelo pai e tem um filho com Síndrome de Down. Para piorar, ela é gorda, está grávida pela segunda vez e foi expulsa da escola. A situação só melhora quando ela vai para uma escola alternativa e encontra um jeito de fugir de sua realidade.

Lembro que o que mais me deixou chocada foi o tratamento recebido pela mãe, já que a relação entre filha e mãe costuma ser forte e sagrada. Daí a gente lembra que existem muitas mulheres que enfrentam essas situações todos os dias e começa a cair a ficha do quanto a mulher ainda sofre. O filme é incrível e, por sinal, a atriz Mo’Nique, que interpreta a mãe de Preciosa, saiu vitoriosa do Oscar como melhor atriz coadjuvante.

Moana – Um Mar de Aventuras

 

filme-moana-um-mar-de-aventuras

O filme da Disney estreou por aqui em janeiro de 2017 e causou o maior auê justamente por quebrar um padrão entre as famosas princesas da Disney. Eu cresci nos anos 90 acostumada a ver princesas esperando um príncipe ou lutando por causa dele, mas essa ideia não faz o menor sentido e não combina com as mulheres de hoje, certo?

Bom, Moana nem se define como princesa, para começar, e fica irritada quando a chamam assim. Ela sabe que tem seus deveres onde mora, mas resolve partir sozinha em busca de novas soluções para o seu povo. No meio do caminho, ela enfrenta diversas dificuldades, mas nada a faz desistir. Mulher guerreira, né mores?

Confira algumas dicas para cuidar de cabelos mistos!

Que Horas Ela Volta?

que-horas-ela-volta-filme

Contei aqui algumas vezes que eu não sou muito chegada em filmes nacionais. Na verdade, eu detesto aquelas comédias com atores que fazem sucesso no humor. Sou mais de filmes que fazem a gente pensar e nós temos ótimos representantes nacionais nesse quesito. Um deles é Que Horas Ela Volta?, um dos maiores sucessos no cinema brasileiro de 2015, e que retrata bem a realidade de muitas mulheres.

O filme conta a história de Val, uma pernambucana que se muda para São Paulo para trabalhar como babá de Fabinho e morar na casa dos patrões. Treze anos depois, ele vai prestar vestibular e ela recebe um telefonema de sua filha, que pede ajuda para ir a São Paulo para prestar a mesma prova. O problema é que a menina quebra vários protocolos da casa e a confusão começa a se instaurar. Vale MUITO a pena!

A Hora Mais Escura

filme-a-hora-mais-escura

Outro fato que nem todo mundo sabe sobre mim é que eu tenho uma raivinha da Jennifer Lawrence porque ela ganhou o Oscar de 2013 por um papel infinitamente inferior ao da Jessica Chastain. No mesmo ano, ela concorreu pelo filme A Hora Mais Escura, no qual interpretou Maya, uma agente da CIA responsável por participar das buscas para capturar Osama Bin Laden.

Por que coloquei este filme aqui? Bom, porque a CIA ainda é um ambiente bastante masculinizado e, ao longo da história, a gente percebe como Maya vai conquistando seu espaço como mulher e profissional, superando o machismo e a desconfiança. Fora que o filme prende com várias cenas de ação e a gente fica tenso querendo saber como tudo vai acabar. Vocês vão amar!

Histórias Cruzadas

filme-historias-cruzadas

Se hoje ainda é difícil ser mulher, imaginem como essa situação era no passado. Temos um retrato de parte disso no filme Histórias Cruzadas, que se passa no estado norte-americano do Mississipi nos anos 60. Naquela época, as mulheres negras só conseguiam trabalho como empregadas domésticas e ainda sofriam constantemente com o preconceito. Até que uma jornalista retorna à cidade e decide entrevistar essas mulheres para escrever um livro e denunciar esse absurdo.

Eu AMO esse filme e o elenco é maravilhoso, contando como atrizes como Emma Stone, Viola Davis e Jessica Chastain. Mas o ponto alto é a atriz Octavia Spencer, que venceu o Oscar de melhor atriz coadjuvante e faz uma cena IMPERDÍVEL (não vou contar para não estragar, é claro) que nos deixa indignados e contentes ao mesmo tempo.

 

E vocês, lembram de outro filme sobre empoderamento feminino?

Um beijo e até o próximo post!

5 filmes para levantar sua autoestima

Olá pessoal!! Este post vai exatamente para você que acabou de entrar para a vida adolescente, até mesmo serve para mim. Bem-vindo a vida sem tempo pra nada, era das notas vermelhas e pessoas querendo colocar sua autoestima em baixo do sapato delas, rs.

Sabemos que tudo isso não é fácil, é frustrante e desanimador, mas amigos, ergam essa cabeça e levantem esse nariz, afinal, nada é tão nosso quantos nossos sonhos. Resolvi fazer um top 5 com filmes para você recuperar totalmente sua autoestima e a vontade de viver, olha só:

Ele Não Está Tão a Fim de Você

ele não está tão afim de vc

Resolvi colocar esse filme aqui na minha lista exatamente porque na vida adolescente, jovem e ‘’antes do casamento’’ nós colocamos em nossas cabeça que temos que ter uma namoradinha(o), e é a fase em que a gente mais sofre pelas pessoas erradas e babacas. Tem sempre aquele ‘’amigo’’ que fica com algum dos nossos ex e o filme mostra isso de uma forma mais clara, óbvio, mas no final todo mundo consegue se dar bem e sempre vai ter alguém que realmente vale a pena correr atrás.

De Repente 30

de repente 30

Outro que não poderia faltar na minha lista, afinal, ele é uma lição e tanto em nossas vidas. Quantas vezes já não ignoramos ou simplesmente desfizemos daquele amigo verdadeiro só para andar com os populares e ser ‘’popular’’, ou simplesmente ignoramos família, amigos, somente para ter o emprego dos sonhos. Valorize mais suas amizades verdadeiras, famílias ou aquele emprego que você odeia. Aprenda a amar mais e deixar de pensar somente em você. O filme mostra exatamente isso!

Histórias Cruzadas

histórias cruzadas

Outro clássico das lições de vida e autoestima. O filme se passa nos 60 e uma mulher rica da sociedade começa a entrevistar mulheres negras para cuidar de sua filha, essas mulheres abandonaram tudo, inclusive suas vidas. Além de inspirador e muito lindo, há uma cena em que a mulher branca prepara um banquete para sua empregada, é emocionante por detectarmos finalmente sentimentos naturais a qualquer ser humano: solidariedade, compaixão, gratidão e respeito. 

O Diabo Veste Prada

o diabo veste prada

Não é por ser um dos meus filmes favoritos da vida, mas ele merecia estar aqui e todo mundo algum dia terá um chefe igual Miranda Priestly. Retrata exatamente o caso de nos matar, abandonar o amor de nossas vidas para simplesmente agradar alguém e ter aquele emprego dos sonhos.

O Lado Doce da Vida

o lado doce da visa

Neste filme conseguimos notar que as coisas mais valiosas estão nos pequenos momentos da vida. O filme começa quando uma mulher muito bem casada, bonita e rica é pedida em divórcio e não consegue lucrar com nenhum bens, ela volta a sua cidade natal e começa a trabalhar na padaria de seu pai. É demais!

 

E aí, gostaram? Me contem aqui nos comentários!

Um beijo e até o próximo post! 🙂

17662116_1290934147691503_7664532206735327232_a Postado por Leo Scarabel – visite meu blog clicando aqui