Posts em destaque

São Paulo 465 anos | 5 filmes que se passam na terra da garoa

Olá, pessoal! Janeiro tem um gostinho especial para nós, paulistanos, porque é o mês em que a nossa cidade faz aniversário. Amanhã (25), São Paulo completa 465 anos e divide opiniões: tem quem ame e quem odeie.

Eu fico no meio termo (geminiana né, mores, nunca consigo me decidir). Acho que aqui vivemos para trabalhar e sempre me surpreendo quando vou para outra cidade e vejo uma galera saindo do trabalho com o céu ainda claro. Sério, aqui a gente respira trabalho.

Mas, ao mesmo tempo, não conseguiria viver em outra cidade. Eu gosto de agito e tudo acontece aqui, sabe? A gente nunca fica com tédio porque sempre tem algo para fazer.

Para comemorar o aniversário da capital paulista, separei 5 filmes que se passam em São Paulo. Vem ver!

Estômago

Um dos meus filmes nacionais favoritos! Conta a história de Raimundo Nonato, um nordestino que chega à cidade de São Paulo em busca de uma oportunidade de trabalho. Em pouco tempo, ele começa a trabalhar como cozinheiro e se envolve com a garota de programa Iria.

O que eu mais gosto no filme é que ele não é mostrado de forma linear. Ou seja, mistura cenas do começo com cenas do fim e você não vê a hora de descobrir o que aconteceu com ele para acabar naquela situação. É divertido e prende muito.

O Casamento de Romeu e Julieta

 

Gosto muito desse filme porque fala sobre uma rivalidade muito comum aqui em São Paulo: a torcida do Corinthians e a torcida do Palmeiras. Como o próprio nome diz, o filme pega carona na clássica história de Shakespeare e acompanha o relacionamento do corintiano Romeu com a palmeirense Julieta.

Também é divertido e rende boas risadas, daqueles que você pode ver sempre que não cansa, sabe? Fora que é bem nossa realidade: todo mundo conhece um corintiano e um palmeirense fanáticos, né?

Carandiru

Gosto muito de filmes baseados em histórias reais e este aqui me marcou porque li o livro que originou a versão do cinema alguns meses antes. Para quem não sabe, tanto o livro quanto o filme falam sobre o massacre que aconteceu na Casa de Detenção do Carandiru, em 1992. Hoje, o local abriga uma biblioteca em meio a um parque.

No filme, é possível acompanhar o dia a dia no presídio e o cotidiano de alguns presidiários marcantes, como Lady Di, Sem Chance e Deusdete. Se você ainda não viu, tem mais um motivo: o filme foi apontado pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) como um dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.

Domésticas

Outro filme nacional que com certeza está na minha lista de filmes favoritos. Gosto muito de filmes que acompanham a vida de vários personagens ao mesmo tempo e este aqui fala sobre 5 mulheres que trabalham como empregadas domésticas. Cada uma com os seus sonhos: uma quer casar, a outra quer ser famosa e também tem aquela que só quer servir à Deus e à sua patroa.

Mas, sem dúvida, o que eu mais gosto nesse filme é a trilha sonora, cheia de hits da música brega brasileira. Mais um que você pode ver e rever que não cansa. Sério, eu amo!

O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias

Mais um filme para quem prefere algo mais sério e quer saber mais sobre a história do Brasil. A história se concentra em Mauro, um garoto que passa a morar com um senhor judeu, já que seus pais fugiram do País por conta da ditadura militar. O menino espera por um telefonema dos pais e precisa se adaptar a sua nova realidade, enquanto acompanha o rendimento da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970.

Sabe aquele filme que te deixa triste, depois te faz dar risada e alterna esses momentos? Ao mesmo tempo em que sentia dó do Mauro por ser “abandonado” por seus pais, me divertia muito com as aventuras dele e dos novos amigos. Ah, e o filme representou o Brasil na briga pela categoria de melhor filme estrangeiro do Oscar de 2008. Vale muito a pena assistir!

 

E você, lembra de outro filme que se passa em São Paulo?

Um beijo e até o próximo post!