Posts em destaque

Feriado em casa? | 6 filmes em cartaz na Netflix para maratonar

Olá, pessoal! Quem aí está animado para o feriadão? Eu brinco que novembro é só felicidade, já que nós temos três feriados em muitas cidades brasileiras (inclusive aqui em São Paulo). Neste ano, temos um motivo a mais para ficar feliz: o feriado da Proclamação da República (15 de novembro) cai em uma quinta-feira e o Dia da Consciência Negra (20 de novembro) cai em uma terça-feira. Quem puder emendar, vai ter 6 dias de folga, quase miniférias! 🙂

Se você não vai viajar, não precisa se preocupar. Dá para fazer muita coisa legal nesse tempo livre, e o melhor: sem sair de casa. Precisa de um exemplo? Vamos lá: nada melhor do que aproveitar a folguinha para colocar aquela série em dia ou assistir aos filmes que você vive adiando.

Preparei uma lista com filmes que estão em cartaz na Netflix, ou seja, é só escolher o que você mais gosta, preparar a pipoca e apertar o play. Bora conferir?

Para Todos Os Garotos Que Já Amei

O filme produzido pela Netflix foi baseado no livro de mesmo nome, que conta a história de Lara Jean, uma adolescente que gosta de escrever cartas para os meninos que gosta, mas nunca teve a intenção de mandá-las. Até que um dia, as cartas somem e vão parar nas mãos dos garotos. Ela decide encarar um namoro de mentira com Peter, o garoto mais popular da escola, para fugir de Josh, ex de sua irmã mais velha e alvo de uma de suas cartas.

Para Todos Os Garotos Que Já Amei estreou em agosto e tem feito bastante sucesso desde então. É aquela história bobinha e adolescente, mas vale a pena assistir para tirar suas próprias conclusões. Pessoalmente, prefiro os livros (são três no total), mas achei o filme muito fofinho.

WALL-E

Já falei sobre WALL-E antes aqui no blog porque acho que é um filme muito legal da Pixar que ninguém dá muita bola. Talvez por ter sido um dos primeiros do estúdio que são mais voltados para adultos e as crianças acham um saco. Confesso que o começo é parado e chatinho, mas tem que ver até o fim porque depois a história muda completamente e a gente tira várias mensagens.

O personagem-título do filme é um simpático robô que vive completamente sozinho na Terra, depois que o planeta foi abandonado. Ele se apaixona por EVA, uma robô enviada para buscar sinais de vida no nosso planeta. Os dois acabam parando em uma grande nave, que agora é a morada dos humanos. O que esse filme tem de tão legal? Bom, os humanos agora não fazem nada, além de tomar sol e comer fast food. Fica a ideia para a gente buscar mais qualidade de vida, sabem? Tem que ver!

Amnésia

Este filme é para quem gosta de histórias em que não dá para piscar, senão você acaba perdendo alguma coisa. Depois de ter sua esposa assassinada, Leonard não consegue guardar memórias recentes. Para descobrir quem foi o culpado, ele começa a tatuar tudo o que descobre no dia.

O “problema” é que o filme não é contado de forma regular, ou seja, ele vai de trás para frente. No começo, é normal achar que você não está entendendo nada, mas vale a pena insistir porque é MUITO bom. Só tem que prestar muita atenção para não perder nenhum detalhe, ok?

O Show de Truman

Sou suspeitíssima para falar sobre porque O Show de Truman é um dos meus filmes favoritos da vida! Sabe quando a gente pensa que está dentro de um reality show? Bom, é exatamente o que acontece nesta história. Truman está preso dentro de um reality show que acompanha a sua vida desde que nasceu. O problema é que ele não sabe disso, então, pensa viver uma vida normal. Até a sua esposa é, na verdade, uma atriz.

O filme traz várias mensagens sobre essa cultura da exposição que a gente vive. E vejam só: ele foi lançado em 1998 (isso mesmo, há 20 anos), quando ainda não tínhamos tantos realities shows. Hoje, com o boom das redes sociais e dos influenciadores, tiramos ainda mais pensamentos deste filme. AMO!

Cidade de Deus

Contei aqui algumas vezes que eu não sou muito fã de filmes brasileiros, especialmente de comédias sem pé nem cabeça. Mas sempre digo que quando a gente quer fazer filme bom de verdade, a gente manda muito bem. Um exemplo é Cidade de Deus, meu filme brasileiro favorito. Sério, já vi tantas vezes que eu até decorei as falas principais.

Para quem não sabe, a história gira em torno do surgimento das guerras entre facções em favelas do Rio de Janeiro. É um filme extremamente forte e violento, mas, ao mesmo tempo, muito real. Alguns personagens são tão carismáticos que ficam na nossa memória, como Buscapé, Bené e o próprio Zé Pequeno.

Os Vingadores

Conheço muita gente que não assiste aos filmes dos Vingadores porque não viu os primeiros e acha que não vai entender nada da história. Eu não assisti todos (são muitos, gente, é praticamente impossível), mas eu gosto dessa coisa toda de heróis, então eu consigo assistir fora de ordem e entender. Só que eu sei que não é todo mundo que gosta de fazer isso.

Bom, agora não tem mais desculpa. Os Vingadores, o primeiro filme dessa saga que reuniu vários super-heróis, está em cartaz na Netflix e apenas aguardando o seu play. Lá, você vai acompanhar a turma original, formada por Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro em uma aventura para devolver a paz à sociedade. É sempre uma boa diversão, vai?

 

Já escolheu qual filme desta lista vai ver no feriadão? Vai ser sucesso!

Um beijo e até o próximo post!

[Especial Retrô] Os melhores filmes de 2015 – Parte 2

Postei ontem aqui a parte 1 da lista com os melhores filmes deste ano e a verdade é que, embora 2015 não tenha sido assim tão rico no quesito cinema, tivemos algumas produções de destaque. Nesta segunda parte, trago algumas opções que concorreram (e até venceram) o Oscar e outras que são sequências de filmes famosos, por isso, merecem uma citação especial:

 

Vingadores (Era de Ultron)

20150304-avengers-2-615x344Olha aqui um exemplo de sequência. Os Vingadores estreou no Brasil em 2012 e eu fui assistir sem esperar muita coisa, mas acabei tão surpreendida que mal podia esperar para ver a tão aguardada sequência. Pois bem, ela chegou em abril e os fãs ficaram enlouquecidos. Teve até uma corrida de rua com o tema dos heróis – eu participei e foi bem legal!

Nesta história, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Capitão América, Viúva Negra e Gavião Arqueiro continuam protegendo o mundo de terríveis vilões. Eles tentam inventar um sistema artificial que cuidará da paz mundial, mas a coisa acaba dando errando e origina um perigo daqueles. É bem filme de herói mesmo, com lutas e efeitos especiais, mas é bem feito e prende do início ao fim. Resta saber como será o terceiro filme (quem viu sabe o porquê).

 

Jurassic World

chris-pratt-velociraptor-jurassic-worldOutra boa surpresa de 2015. Morria de medo dos primeiros filmes do Jurassic Park, mas assistia sempre que passava. Só que aí veio o último e eu achei bem ruinzinho, por isso, não esperava muito deste aqui, criado em forma de homenagem pelos mais de 20 anos (sim, amiga, VINTE ANOS) da história original. Entrei no cinema só para agradar minha amiga que queria muito ver, mas a verdade é que eu AMEI!

Isso porque o parque agora funciona como se fosse a Disney e quem visita este blog com frequência sabe que eu sou alucinada em parques temáticos, então o encantamento foi de primeira. Fora que prende mesmo, agarrei a mão da minha amiga em vários momentos de tanto nervoso. E, sim, tem muitas coisas surreais (como a menina correr de salto agulha o filme inteiro), mas fica ótimo se você relevar. Sério, é MUITO bom!

 

Whiplash – Em Busca da Perfeição

Whiplash-3

Outra coisa pelo qual eu sou fanática é o Oscar. Tento ver o máximo possível de filmes antes da premiação para comemorar ou odiar cada vencedor. Foi nessa corrida contra o tempo que eu acabei assistindo Whiplash. Sabia que era bom, mas não fazia ideia de como era maravilhoso. Foi tão surpreendente que levou diversas estatuetas, desbancando muitos filmes mais caros.

O longa conta a história de um menino que sonha em se tornar baterista e passa a ter aulas com um professor tirano. Ele é do tipo que exige o máximo possível de seus alunos, ou seja, gosta de vê-los sofrendo, xinga, ofende e acha que é melhor do que todos (na verdade, ele até é). Basicamente é isso: como se superar em quase 120 minutos. Destaco a sequência final, que deixa qualquer pessoa sem fôlego. Sem dúvida, um dos melhores de 2015!

 

Para Sempre Alice

05_dementia2_wOutro grande sucesso do Oscar, que rendeu o prêmio de melhor atriz para a maravilhosa Julianne Moore, é um filme que fala sobre um assunto extremamente atual: o mal de Alzheimer. A diferença aqui é que a doença é explorada quando se manifesta de forma precoce. Resumindo: a personagem do título é uma professora diagnosticada com o problema aos 50 anos, ou seja, no auge de sua vida.

Ao longo da história, percebemos o quanto o Alzheimer é cruel, já que ele faz com que a pessoa perca completamente sua identidade. Alice é bem-sucedida e muito inteligente, mas passa a sofrer por não ser mais capaz de se lembrar de nomes e momentos. Além disso, mostra a dificuldade que os familiares podem ter para lidar com a doença. É aquele filme para pensar, sabem?

 

Um Senhor Estagiário

maxresdefaultEste filme estreou agora no finzinho do ano e está cotado como um dos melhores de 2015. A trama é leve e ideal para qualquer idade e foca principalmente na diferença de gerações. Imaginem o que acontece quando um idoso resolve entrar em uma empresa pra lá de tecnológica que vende roupas pela internet? Claro que ele tem dificuldade para entender a modernidade, mas a diversão é certa!

E a história vai muito além, já que mostra o pré-julgamento que todas nós fazemos, a amizade, os desafios familiares no século 21, o empreendedorismo feminino e por aí vai. Dá para ver sozinha, com as amigas, com o namorado, com os pais e até mesmo com os avós (eu garanto que eles vão amar!). E se ainda não está convencida, o longa conta com a atriz Anne Hathaway. Sim, a nossa amada Princesa Mia – ou, para outras, a jornalista que sofreu nas mãos da terrível Miranda Priestly em O Diabo Veste Prada.

 

A Teoria de Tudo

bscap0003Outro grande sucesso do Oscar deste ano, mostra a trajetória do físico Stephen Hawking desde os tempos da faculdade, quando começou a fazer suas importantes descobertas (que, para falar a verdade, acho complexas demais e nunca consegui entender muito bem) e se apaixonou por Jane, que mais tarde se tornaria sua esposa.

Ao longo do filme, acompanhamos também o diagnóstico e os avanços da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doença degenerativa que lhe tirou os movimentos da fala e de locomoção. Muita gente amou, mas eu achei mais legal por conta da interpretação do ator Eddie Redmayne, que ganhou o Oscar. É um daqueles que a gente precisa ver ao menos uma vez na vida.

 

Star Wars – O Despertar da Força

cena-do-novo-star-wars-episodio-vii---o-despertar-da-forca-do-diretor-j-j-abrams-1450206828523_956x500Quase não deu tempo de incluir este filme nesta lista. Isso porque ele acabou de estrear, mas já está fazendo muito sucesso. Para onde olhamos, há milhares de produtos inspirados na franquia e os fãs se desesperam para garantir um ingresso para a pré-estreia. Depois de dez anos de espera, estava mais do que na hora de saber como a história continuaria.

Vou ser muito sincera: ainda não vi. Até gosto e vi todos os outros filmes, mas não sou tão fanática assim. De qualquer forma, a nova sequência conta com a participação do trio original dos primeiros longas: Harrison Ford, Carrie Fisher e Mark Hamill. A sinopse não foi divulgada, então só resta descobrir esse mistério no cinema.

 

Gostou das indicações? Tem outro filme que você gostou muito neste ano? 🙂