Posts em destaque

Os filmes que marcaram 2017

Olá, pessoal! Como vocês sabem, o blog está especial neste mês com vários posts de retrospectiva de 2017. Na lista das coisas que eu mais gosto de relembrar nesta época, estão os filmes que foram sucesso de bilheteria e de crítica. Antes de começar, é importante lembrar que esta seleção é feita com base em dois critérios: filmes que eu vi e gostei (que não necessariamente são os melhores do ano, mas que marcaram) e outros que, mesmo eu não gostando, agradaram a maioria do público. Dito isso, pegue sua pipoca e venha comigo conhecer os eleitos da vez.

Moana: Um Mar de Aventuras

 

Boneca-Moana

Logo no começo do ano, a Disney surpreendeu a todos a criar um filme protagonizado por uma mulher que foge dos estereótipos. Ela não é princesa (deixa claro que é filha do chefe), está longe de pensar em príncipe encantado e só quer seguir seus instintos para salvar seu povo. Ela é corajosa, destemida e não liga para qualquer comentário negativo que recebe. Para ser bem sincera, eu achei o filme um pouco chatinho e sem história, mas não dá para negar que foi um grande sucesso, ainda mais atualmente. Fora que a música How Far I’ll Go gruda de um jeito na cabeça que nunca mais sai – ah, ela foi indicada ao Oscar de melhor canção original.

La La Land: Cantando Estações

lalalanddestaque

Vamos resumir logo? O MELHOR FILME DO ANO E UM DOS MELHORES DA MINHA VIDA! Exageros à parte, foi um dos filmes mais lindos que eu já assisti e um dos que eu mais identifiquei. Sabe quando você encontra várias coisas que gosta? Nessa lista, incluo musical, história sobre sonhos, Los Angeles, Ryan Gosling, final perfeito. Pois é, gente, chorei feito criança da primeira vez que assisti, chorei mais um pouquinho da segunda e ganhei o DVD de presente de aniversário. É perfeito e eu nunca vou superar o fato de ter perdido o Oscar de melhor filme para Moonlight, que entra na lista dos piores filmes do ano (sério, gente, fui com toda a expectativa do ano, mas o filme é bem fraquinho).

Manchester À Beira Mar

391735

E quando tem aquele filme que você assiste achando que vai ser ruim e acaba totalmente surpreendida? Juro que entrei na sala do cinema com uma impressão bem diferente e, quando vi, já estava apegada na história. A gente se coloca no lugar do protagonista tantas vezes, pensa em tudo que ele passou e, mesmo assim, não consegue sentir a dor dele. É triste, mas mesmo assim, dá para rir em alguns momentos. E neste caso eu super entendi os Oscars de melhor roteiro original (merecidíssimo) e de melhor ator para o Casey Affleck. Claro que eu estava na torcida pelo Ryan Gosling, mas não tem nem como comparar. Também foi muito merecido!

Até O Último Homem

131341

O gênero de filmes de guerra talvez seja o que eu menos gosto. Costumo achar tudo igual e sempre fico com sono. Foi por isso que eu relutei para assistir Até O Último Homem, mesmo sabendo que tinha o Andrew Garfield no elenco e que todo mundo dizia que era muito bom. Só vi depois que entrou na Netflix e para saber se era melhor do que outro filme de guerra que eu vou contar logo mais. E olha, ainda bem que fiz isso porque realmente é LINDO e emociona demais quando lembramos que é uma história real. Para quem não sabe, fala sobre um homem que, mesmo na guerra contra o Japão, reafirmou sua missão de não pegar em armas e salvar o máximo possível de soldados. Maravilhoso!

A Bela e a Fera

landscape-1478512906-beauty-and-the-beast-movie

A versão live action da Disney mais aguardada de todos os tempos. A Bela e a Fera é uma das animações mais famosas da companhia norte-americana e a primeira produção do gênero ao concorrer ao Oscar de melhor filme. Foi justo então que esta versão em carne e osso da história fosse bem fiel ao desenho. A gente volta na infância, canta as músicas (algumas foram criadas exclusivamente para este filme) e torce pelos personagens mesmo já sabendo o final. Muita gente amou, mas eu estava com a expectativa tão lá em cima que acabei achando o filme ok, nada de muito “wow”.

Corra!

121083

Não sei vocês, mas eu cansei de ver no meu feed do Facebook o trailer do filme “Get Out”, que prometia revolucionar o gênero de terror ao mostrar o preconceito. Fiquei curiosa porque amo terror e queria saber se era mesmo tudo isso. A produção chegou por aqui com o nome “Corra” e eu fui no cinema logo na primeira semana em cartaz para conferir. É realmente incrível como eles mostram a forma como o preconceito é cruel, a partir do ponto de vista de um homem negro que viaja para conhecer a família da namorada branca. Sim, é bem assustador em muitos momentos. Mas sei lá, gente, achei o final tão besta. Começou maravilhosamente bem, mas aí segue por uma linha trash que eu não curti. De qualquer forma, é um daqueles casos que agradou à crítica e merece estar aqui.

Mulher Maravilha

mulher-maravilha-filme_1

Outro forte candidato ao título de melhor filme de 2017. Você pode até não gostar de filme de super-heróis, mas não dá para negar a força que este aqui trouxe para a história recente do cinema. Vamos começar pelo fato que ele se tornou o filme de origem (que mostra o surgimento de um herói) com a maior bilheteria do mundo. Depois, é importante lembrar do impacto que ele traz para a questão atual (e superimportante) do feminismo. É dirigido por uma mulher e protagonizado por outra mulher que é mais forte que qualquer homem em cena. Ah, não por acaso, terá uma sequência garantida para os próximos anos.

Okja

350223

Este filme ficou mais conhecido pela polêmica que gerou ao ser um dos primeiros da Netflix a concorrer à Palma de Ouro em Cannes. A história fala sobre a criação de uma nova espécie de super-porcos que deve ser criada em países diferentes por dez anos para então concorrer a um concurso que elegerá o melhor animal entre eles. Quando esse prazo chega, a jovem Mija decide proteger a super-porca Okja custe o que custar. Também gerou muito burburinho, especialmente nas redes sociais, e é um filme que faz a gente pensar. Vale a pena!

Dunkirk

maxresdefault

Lembram que falei lá em cima que filmes de guerra não me agradam? Pois bem, vi TODO MUNDO (todo mundo mesmo) falando que Dunkirk era o melhor filme de todos os tempos e, mesmo sendo de um gênero que eu não gosto, resolvi dar o braço a torcer e assistir. Também baseado em fatos reais, fala sobre o resgate de solados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França, que estão cercados pelo exército alemão. Os efeitos especiais realmente são muito bons e é bem diferente ver a mesma história contada de três formas diferentes, mas, de verdade, não vi nada de surpreendente neste filme. Para mim, está bem longe de ser o melhor de todos os tempos, mas arrisco o palpite de que pode ser um dos grandes concorrentes ao Oscar do ano que vem.

It – A Coisa

maxresdefault (1)

Ah como eu estava esperando por este filme, gente! Adoro a primeira versão, de 1990, e foi graças a ela que eu fiquei com medo de palhaço, acreditam? Bom, mal sabia eu que em 2017 veria um remake mais “terror”, com classificação para maiores de 18 anos e cenas pesadíssimas. Mas posso falar? É sensacional, um dos melhores filmes do gênero que eu vi. Não por acaso, se tornou a maior bilheteria de filmes de terror de todos os tempos. E a sequência já está confirmada para 2019. Quem vai ver com certeza?

Bingo: O Rei das Manhãs

427419

Quem já me acompanha aqui no blog há um tempo sabe que eu tenho verdadeiro pavor daquelas comédias que marcam o cinema nacional. Então, quando soube que iam fazer um filme do Bozo, achei que seria horrível e mais da série de filmes sem conteúdo. Até que todo mundo começou a me falar muito bem, a nota no IMDB só subia e eu resolvi dar uma chance. E realmente achei SENSACIONAL, prende a gente que é uma beleza. Fora que tem um enredo bem gostoso, principalmente para quem gosta dos bastidores da televisão e para quem viveu nos anos 80. Ah, não por acaso, foi a escolha deste ano para representar o Brasil como indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Mãe!

jennifer-lawrence-em-mae-1504618181222_v2_900x506

Este aqui foi o filme mais polêmico do ano, que dividiu opiniões e rendeu até aqueles debates eternos no Facebook que ninguém aguenta mais. Teve gente que ODIOU e gente que AMOU, assim, em letras maiúsculas mesmo. Como vocês sabem, eu amo coisas assim e corri logo para saber de qual lado eu ficaria. Segui o conselho de uma amiga e estudei antes algumas mensagens do filme. Mas, no geral, eu AMEI. O filme é cheio de metáforas muito bem feitas sobre a criação do mundo do ponto de vista cristão. É forte, é pesado e deixa muitas dúvidas, exatamente do jeito que eu gosto.

Star Wars 8: Os Últimos Jedi

Star-Wars-Last-Jedi-Opening-Scene-Snoke-Vs

Aqui eu faço a mesma observação que fiz quando falei de Mulher Maravilha. Você pode não gostar de Star Wars, mas a série ganhou um novo fôlego depois do lançamento do episódio 7, há dois anos. Os novos filmes reconquistaram os fãs antigos, conquistaram novas pessoas e ajudaram a resgatar o mesmo clima da primeira trilogia. Eu não sou fanática, mas gosto de assistir aos filmes e adorei este episódio, que falou sobre o encontro de Rey com Luke Skywalker.

 

Gostaram das minhas escolhas?

Um beijo e até o próximo post!

Os filmes mais aguardados de 2017

Olá, pessoal! Chegou a hora de falar sobre o post que eu mais gosto de fazer nesta época de fim de ano. Não é novidade para ninguém que eu amo ver filmes e adoro aquele clima de expectativa em relação aos filmes que vão estrear nos próximos 12 meses, então estas listas com certeza estão entre as minhas preferidas!

Antes de começar, preciso dizer que 2017 vai ser o ano das continuações no cinema. Fiz minha pesquisa habitual antes de escolher os filmes e juro que me surpreendi com a quantidade de longas com 2 ou 3 no nome. Precisei até fazer uma seleção, senão essa lista ia ser só de continuações rs…

Mas, para quem gosta, o ano promete com sequências de Smurfs, Piratas do Caribe, Wolverine, Thor, Velozes e Furiosos, Guardiões da Galáxia, Transformers e outros que eu cito a seguir. Vamos conferir?

Moana – Um Mar de Aventuras

Data prevista de estreia: 5 de janeiro

homepage_trailerthumbnail_moana_720_f3266261

Sempre fico ansiosa para ver os filmes que a Disney lança no início do ano porque normalmente são as apostas da companhia para o ano. Já escuto falar sobre Moana há pelo menos 1 ano e meio, então estou super ansiosa. Isso porque a protagonista é filha do chefe de uma tribo da Polinésia e zero romântica, ou seja, esqueça príncipes. O que ela quer mesmo é partir em busca de seus ancestrais para salvar seu povo. Tenho amado essa rebeldia das princesas Disney e acho que esse filme promete. A música tema, pelo menos, tem sido indicada para tudo que é prêmio. É esperar para ver…

La La Land – Cantando Estações

Data prevista de estreia: 12 de janeiro

lalalanddestaque

Já contei aqui para vocês que eu assisto qualquer filme que tenha o Ryan Gosling. Mas esse não é o único fator que me deixou empolgadíssima para ver La La Land. Além dele, tem a fofa da Emma Stone no elenco, o diretor é o mesmo de Whiplash (que é um filme maravilhoso) e a história parece bem bonitinha. Ele é um pianista de jazz e ela, uma atriz iniciante. Os dois se apaixonam bem no auge da época de ouro de Hollywood. De cara, amei o figurino, o cenário e a trilha sonora. A crítica está ótima, então não vejo a hora de assistir.

Cinquenta Tons Mais Escuros

Data prevista de estreia: 9 de fevereiro

filme-50-tons-mais-escuros-sinopse-lancamento-2

Ai gente, vocês sabem que eu morro de preguiça da trilogia Cinquenta Tons de Cinza, né? Odiei os livros, achei o primeiro filme pior ainda, mas tem muita gente que gostou. Foi só o trailer da continuação surgir para bater recordes de visualização. Para quem não sabe, Ana volta com o Christian e a história não tem muita novidade, a única diferença é que o passado dele vem mais à tona. Só isso. Espero que o filme seja melhor do que o livro, mas acho difícil…

A Bela e a Fera

Data prevista de estreia: 17 de março

landscape-1478512906-beauty-and-the-beast-movie

Já faz um tempinho que a Disney apostou em criar versões live actions de seus filmes mais clássicos. Em 2017, será a vez de A Bela e a Fera ganhar sua história com atores reais e a gente já está com palpitações de tanto nervoso porque este é um dos filmes mais queridos e lindos da companhia. Pelo que pude acompanhar, a história é bem fiel à animação e tem um elenco recheadíssimo, como Emma Watson no papel da Bela e Ewan McGregor, que ficou ótimo com os recursos para se transformar no castiçal Lumière. Nem assisti, mas já amei!

Mulher Maravilha

Data prevista de estreia: 1 de junho

mulher-maravilha-filme_1

Ela é uma das heroínas mais queridas dos quadrinhos e roubou a cena em Batman x Superman, lançado em 2016 e que deixou a desejar para muita gente. Nada mais justo do que criar um filme só dela. Nesta versão, o público vai conhecer um pouco mais sobre a história da Mulher Maravilha e descobrir que ela vai deixar seu lar para enfrentar uma verdadeira missão na Terra. Não sou a maior fã de filmes de heróis, mas tenho um carinho por ela, quem sabe não vou ao cinema assistir…

Meu Malvado Favorito 3

Data prevista de estreia: 29 de junho

396508-jpg-c_640_320_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Olha aí uma das continuações que vamos ter no ano que vem. Essa provavelmente será uma das continuações mais aguardadas, já que Gru, Agnes, Minions e todos os outros personagens de Meu Malvado Favorito esbanjam carisma e têm muitos fãs ao redor do mundo. A terceira aventura da turma promete mais fofura, risadas e muita diversão. Espero que a saga continue boa e que siga o caminho do filme anterior. É um dos poucos casos em que a segunda parte é melhor do que a primeira. Alguém mais concorda?

Carros 3

Data prevista de estreia: 6 de julho

267300

Mais uma continuação que estou ansiosa para ver. Muita gente vira a cara para Carros porque acha chato e eu demorei anos e anos para assistir. Só fui ver mesmo meses antes de viajar para os parques da Disney na Califórnia (porque lá tem um brinquedo inspirado nos filmes) e acabei adorando. Pelo que consegui pesquisar, a história vai mostrar que Relâmpago McQueen agora é considerado um carro velho e vai contar com seus amigos para mostrar que pode competir com carros mais modernos na Copa Pistão. Deve ser legal, né?

Jumaji

Data prevista de estreia: 27 de julho

457f97fdf9fd31788461fbdc9b16434a

Se você tem mais de 25 anos, com certeza assistiu ao filme homônimo lançado nos anos 90 e estrelado pelo Robbie Williams. Eu era bem pequena, mas lembro que fui ver no cinema e achei o máximo porque era um jogo de tabuleiro meio do mal que ganhava vida. Vi no ano passado com a minha irmã de 9 anos e ela se divertiu horrores, ficou superatenta. O remake vai ser protagonizado pelo Dwayne Johnson e promete seguir a história do outro filme. Será? Fiquei bem curiosa para conferir!

Liga da Justiça

Data prevista de estreia: 16 de novembro

a7b08d5920f93faa7f191f07083b7937

Outro filme de super-heróis que já está gerando burburinhos há tempos. Isso porque o diretor de Liga da Justiça é o mesmo que fez Esquadrão Suicida neste ano e que não agradou nem um pouco. Era um dos filmes mais aguardados de 2016 (saiu até na lista aqui do blog) e ninguém gostou. Resta saber se ele vai conseguir virar o jogo nesta aventura comandada por Superman, Batman, Mulher Maravilha, Aquaman, Flash e outros heróis. Se vai dar certo, a gente não sabe. Mas com certeza vai ter muita gente lotando as salas de cinema!

Star Wars VIII

 

Data prevista de estreia: 14 de dezembro

8_pxnnpln

Este aqui a gente sabe que vai ser sucesso de bilheteria de qualquer forma. O oitavo episódio da saga (e o segundo da nova trilogia) pega carona no filme anterior, lançado no finzinho de 2015, e que agradou plateias do mundo todo. Ainda não se sabe muita coisa sobre a história, mas com certeza dará andamento às dúvidas deixadas no episódio VII e terá os mesmos protagonistas, com junção de outros grandes, como Benicio del Toro. Não sou alucinada e só sei o básico de Star Wars, mas sempre gosto dos filmes e vou assistir com certeza!

A Escolha Perfeita 3

 

Data prevista: 22 de dezembro

a-escolha-perfeita-2

Mais alguém aí ama Pitch Perfect (chamo o filme pelo nome original, não reparem)? Assisti ao primeiro filme depois de anos que foi lançado porque gostava da música tema, amei tanto que comprei até os bonequinhos funkos das personagens. O segundo filme não é tão legal quanto o primeiro, mas tem músicas bem fofas também e fala bastante sobre a importância da amizade. Agora, vamos saber como está a vida das Bellas depois de formadas. Amei que vai ser lançado pertinho do Natal, então vou aproveitar para ver no cinema nas minhas férias de fim de ano. Oba!

 

E vocês, quais filmes mais querem ver no ano que vem?

Um beijo e até o próximo post!

[Especial Retrô] Os melhores filmes de 2015 – Parte 2

Postei ontem aqui a parte 1 da lista com os melhores filmes deste ano e a verdade é que, embora 2015 não tenha sido assim tão rico no quesito cinema, tivemos algumas produções de destaque. Nesta segunda parte, trago algumas opções que concorreram (e até venceram) o Oscar e outras que são sequências de filmes famosos, por isso, merecem uma citação especial:

 

Vingadores (Era de Ultron)

20150304-avengers-2-615x344Olha aqui um exemplo de sequência. Os Vingadores estreou no Brasil em 2012 e eu fui assistir sem esperar muita coisa, mas acabei tão surpreendida que mal podia esperar para ver a tão aguardada sequência. Pois bem, ela chegou em abril e os fãs ficaram enlouquecidos. Teve até uma corrida de rua com o tema dos heróis – eu participei e foi bem legal!

Nesta história, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Capitão América, Viúva Negra e Gavião Arqueiro continuam protegendo o mundo de terríveis vilões. Eles tentam inventar um sistema artificial que cuidará da paz mundial, mas a coisa acaba dando errando e origina um perigo daqueles. É bem filme de herói mesmo, com lutas e efeitos especiais, mas é bem feito e prende do início ao fim. Resta saber como será o terceiro filme (quem viu sabe o porquê).

 

Jurassic World

chris-pratt-velociraptor-jurassic-worldOutra boa surpresa de 2015. Morria de medo dos primeiros filmes do Jurassic Park, mas assistia sempre que passava. Só que aí veio o último e eu achei bem ruinzinho, por isso, não esperava muito deste aqui, criado em forma de homenagem pelos mais de 20 anos (sim, amiga, VINTE ANOS) da história original. Entrei no cinema só para agradar minha amiga que queria muito ver, mas a verdade é que eu AMEI!

Isso porque o parque agora funciona como se fosse a Disney e quem visita este blog com frequência sabe que eu sou alucinada em parques temáticos, então o encantamento foi de primeira. Fora que prende mesmo, agarrei a mão da minha amiga em vários momentos de tanto nervoso. E, sim, tem muitas coisas surreais (como a menina correr de salto agulha o filme inteiro), mas fica ótimo se você relevar. Sério, é MUITO bom!

 

Whiplash – Em Busca da Perfeição

Whiplash-3

Outra coisa pelo qual eu sou fanática é o Oscar. Tento ver o máximo possível de filmes antes da premiação para comemorar ou odiar cada vencedor. Foi nessa corrida contra o tempo que eu acabei assistindo Whiplash. Sabia que era bom, mas não fazia ideia de como era maravilhoso. Foi tão surpreendente que levou diversas estatuetas, desbancando muitos filmes mais caros.

O longa conta a história de um menino que sonha em se tornar baterista e passa a ter aulas com um professor tirano. Ele é do tipo que exige o máximo possível de seus alunos, ou seja, gosta de vê-los sofrendo, xinga, ofende e acha que é melhor do que todos (na verdade, ele até é). Basicamente é isso: como se superar em quase 120 minutos. Destaco a sequência final, que deixa qualquer pessoa sem fôlego. Sem dúvida, um dos melhores de 2015!

 

Para Sempre Alice

05_dementia2_wOutro grande sucesso do Oscar, que rendeu o prêmio de melhor atriz para a maravilhosa Julianne Moore, é um filme que fala sobre um assunto extremamente atual: o mal de Alzheimer. A diferença aqui é que a doença é explorada quando se manifesta de forma precoce. Resumindo: a personagem do título é uma professora diagnosticada com o problema aos 50 anos, ou seja, no auge de sua vida.

Ao longo da história, percebemos o quanto o Alzheimer é cruel, já que ele faz com que a pessoa perca completamente sua identidade. Alice é bem-sucedida e muito inteligente, mas passa a sofrer por não ser mais capaz de se lembrar de nomes e momentos. Além disso, mostra a dificuldade que os familiares podem ter para lidar com a doença. É aquele filme para pensar, sabem?

 

Um Senhor Estagiário

maxresdefaultEste filme estreou agora no finzinho do ano e está cotado como um dos melhores de 2015. A trama é leve e ideal para qualquer idade e foca principalmente na diferença de gerações. Imaginem o que acontece quando um idoso resolve entrar em uma empresa pra lá de tecnológica que vende roupas pela internet? Claro que ele tem dificuldade para entender a modernidade, mas a diversão é certa!

E a história vai muito além, já que mostra o pré-julgamento que todas nós fazemos, a amizade, os desafios familiares no século 21, o empreendedorismo feminino e por aí vai. Dá para ver sozinha, com as amigas, com o namorado, com os pais e até mesmo com os avós (eu garanto que eles vão amar!). E se ainda não está convencida, o longa conta com a atriz Anne Hathaway. Sim, a nossa amada Princesa Mia – ou, para outras, a jornalista que sofreu nas mãos da terrível Miranda Priestly em O Diabo Veste Prada.

 

A Teoria de Tudo

bscap0003Outro grande sucesso do Oscar deste ano, mostra a trajetória do físico Stephen Hawking desde os tempos da faculdade, quando começou a fazer suas importantes descobertas (que, para falar a verdade, acho complexas demais e nunca consegui entender muito bem) e se apaixonou por Jane, que mais tarde se tornaria sua esposa.

Ao longo do filme, acompanhamos também o diagnóstico e os avanços da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doença degenerativa que lhe tirou os movimentos da fala e de locomoção. Muita gente amou, mas eu achei mais legal por conta da interpretação do ator Eddie Redmayne, que ganhou o Oscar. É um daqueles que a gente precisa ver ao menos uma vez na vida.

 

Star Wars – O Despertar da Força

cena-do-novo-star-wars-episodio-vii---o-despertar-da-forca-do-diretor-j-j-abrams-1450206828523_956x500Quase não deu tempo de incluir este filme nesta lista. Isso porque ele acabou de estrear, mas já está fazendo muito sucesso. Para onde olhamos, há milhares de produtos inspirados na franquia e os fãs se desesperam para garantir um ingresso para a pré-estreia. Depois de dez anos de espera, estava mais do que na hora de saber como a história continuaria.

Vou ser muito sincera: ainda não vi. Até gosto e vi todos os outros filmes, mas não sou tão fanática assim. De qualquer forma, a nova sequência conta com a participação do trio original dos primeiros longas: Harrison Ford, Carrie Fisher e Mark Hamill. A sinopse não foi divulgada, então só resta descobrir esse mistério no cinema.

 

Gostou das indicações? Tem outro filme que você gostou muito neste ano? 🙂