Posts em destaque

Dia do Trabalho |4 lições de filmes para usar no ambiente de trabalho

Olá, pessoal! Chegamos em… maio! Gente, sério, não foi ontem que o ano começou? Bom, mas maio é um mês muito especial para mim porque, claro, tem meu aniversário e um feriado bem no início. Pois é, em 1 de maio comemoramos o Dia do Trabalho. A data simboliza a luta do trabalhador por seus direitos e envolve muitas passeatas em diversos lugares do mundo.

Por aqui, reuni alguns filmes que mostram bem a realidade corporativa. Mais que isso, são histórias com lições que a gente pode levar para o nosso dia a dia no trabalho, seja ele qual for. Vamos conferir?

Relembre outras coisas boas que acontecem no mês de maio!

Respeite seus colegas, independentemente da idade deles (Um Senhor Estagiário)

A gente tende a achar que pessoas novas são inexperientes no ambiente de trabalho e que pessoas mais velhas são lentas e não entendem das coisas. Um baita preconceito, né? O filme Um Senhor Estagiário conta a história de um viúvo com 70 anos que consegue uma vaga de estagiário em um e-commerce de roupas. Ele vai trabalhar diretamente com a CEO da empresa, uma workaholic assumida. Ela não tem a menor paciência com ele, até que um dia resolve seguir seus conselhos e os negócios seguem em frente. Viu só, qualquer um tem boas ideias. Não julgue!

Seu chefe não pode tudo e você não precisa agradá-lo sempre (O Diabo Veste Prada)

Miranda Priestly, eternizada pela atriz Meryl Streep, caiu no gosto do público e sempre aparece nos memes. Só que a personagem, na verdade, nos mostra o que os chefes não devem fazer no trabalho. Mesmo que um funcionário não tenha muita experiência, ninguém (especialmente o chefe) pode humilhá-lo ou pedir que façam coisas para satisfazer vontades pessoais. Um chefe de verdade te respeita e te mostra os caminhos para mudar uma coisa ou outra e continuar crescendo.

Criar uma empresa é MUITO difícil (A Rede Social)

A gente tem vivido um momento bem interessante no mundo corporativo. Muita gente está cansada das longas jornadas de trabalho e decide ter um negócio próprio. Pois é, só que essa missão é tão (ou até mais) difícil do que ser funcionário. A gente nem imagina, mas o filme A Rede Social mostra a criação do Facebook. Mark Zuckerberg cria uma rede social para falar mal da ex-namorada e, de repente, se torna o mais jovem bilionário da história. Mesmo com o sucesso, ele precisa lidar com vários problemas e até com a justiça. Ou seja, só quem tem muito planejamento e visão de negócio consegue ir em frente com a própria empresa.

Confira alguns filmes para comemorar o Dia das Mães!

Saber trabalhar em equipe é fundamental (Vida de Inseto)

Vida de Inseto foi lançado em 1998, ou seja, há 20 anos e ainda continua sendo um dos filmes favoritos. E o mais engraçado de tudo é que eu só fui gostar mesmo depois que vi quando já era adulta (é mais um daqueles desenhos que não são para crianças). A história fala sobre uma comunidade de formigas, que trabalha arduamente na colheita de alimentos. Até que os gafanhotos chegam e elas precisam da ajuda de outros insetos para travar uma verdadeira batalha. No mundo do trabalho, o que tiramos de lição é cada pessoa da equipe é importante e saber trabalhar em conjunto é fundamental para o crescimento da empresa.

 

E você, lembra de outro filme que fala sobre o ambiente de trabalho?

Um beijo e até o próximo post!

[Especial Retrô] Os melhores filmes de 2015 – Parte 2

Postei ontem aqui a parte 1 da lista com os melhores filmes deste ano e a verdade é que, embora 2015 não tenha sido assim tão rico no quesito cinema, tivemos algumas produções de destaque. Nesta segunda parte, trago algumas opções que concorreram (e até venceram) o Oscar e outras que são sequências de filmes famosos, por isso, merecem uma citação especial:

 

Vingadores (Era de Ultron)

20150304-avengers-2-615x344Olha aqui um exemplo de sequência. Os Vingadores estreou no Brasil em 2012 e eu fui assistir sem esperar muita coisa, mas acabei tão surpreendida que mal podia esperar para ver a tão aguardada sequência. Pois bem, ela chegou em abril e os fãs ficaram enlouquecidos. Teve até uma corrida de rua com o tema dos heróis – eu participei e foi bem legal!

Nesta história, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Capitão América, Viúva Negra e Gavião Arqueiro continuam protegendo o mundo de terríveis vilões. Eles tentam inventar um sistema artificial que cuidará da paz mundial, mas a coisa acaba dando errando e origina um perigo daqueles. É bem filme de herói mesmo, com lutas e efeitos especiais, mas é bem feito e prende do início ao fim. Resta saber como será o terceiro filme (quem viu sabe o porquê).

 

Jurassic World

chris-pratt-velociraptor-jurassic-worldOutra boa surpresa de 2015. Morria de medo dos primeiros filmes do Jurassic Park, mas assistia sempre que passava. Só que aí veio o último e eu achei bem ruinzinho, por isso, não esperava muito deste aqui, criado em forma de homenagem pelos mais de 20 anos (sim, amiga, VINTE ANOS) da história original. Entrei no cinema só para agradar minha amiga que queria muito ver, mas a verdade é que eu AMEI!

Isso porque o parque agora funciona como se fosse a Disney e quem visita este blog com frequência sabe que eu sou alucinada em parques temáticos, então o encantamento foi de primeira. Fora que prende mesmo, agarrei a mão da minha amiga em vários momentos de tanto nervoso. E, sim, tem muitas coisas surreais (como a menina correr de salto agulha o filme inteiro), mas fica ótimo se você relevar. Sério, é MUITO bom!

 

Whiplash – Em Busca da Perfeição

Whiplash-3

Outra coisa pelo qual eu sou fanática é o Oscar. Tento ver o máximo possível de filmes antes da premiação para comemorar ou odiar cada vencedor. Foi nessa corrida contra o tempo que eu acabei assistindo Whiplash. Sabia que era bom, mas não fazia ideia de como era maravilhoso. Foi tão surpreendente que levou diversas estatuetas, desbancando muitos filmes mais caros.

O longa conta a história de um menino que sonha em se tornar baterista e passa a ter aulas com um professor tirano. Ele é do tipo que exige o máximo possível de seus alunos, ou seja, gosta de vê-los sofrendo, xinga, ofende e acha que é melhor do que todos (na verdade, ele até é). Basicamente é isso: como se superar em quase 120 minutos. Destaco a sequência final, que deixa qualquer pessoa sem fôlego. Sem dúvida, um dos melhores de 2015!

 

Para Sempre Alice

05_dementia2_wOutro grande sucesso do Oscar, que rendeu o prêmio de melhor atriz para a maravilhosa Julianne Moore, é um filme que fala sobre um assunto extremamente atual: o mal de Alzheimer. A diferença aqui é que a doença é explorada quando se manifesta de forma precoce. Resumindo: a personagem do título é uma professora diagnosticada com o problema aos 50 anos, ou seja, no auge de sua vida.

Ao longo da história, percebemos o quanto o Alzheimer é cruel, já que ele faz com que a pessoa perca completamente sua identidade. Alice é bem-sucedida e muito inteligente, mas passa a sofrer por não ser mais capaz de se lembrar de nomes e momentos. Além disso, mostra a dificuldade que os familiares podem ter para lidar com a doença. É aquele filme para pensar, sabem?

 

Um Senhor Estagiário

maxresdefaultEste filme estreou agora no finzinho do ano e está cotado como um dos melhores de 2015. A trama é leve e ideal para qualquer idade e foca principalmente na diferença de gerações. Imaginem o que acontece quando um idoso resolve entrar em uma empresa pra lá de tecnológica que vende roupas pela internet? Claro que ele tem dificuldade para entender a modernidade, mas a diversão é certa!

E a história vai muito além, já que mostra o pré-julgamento que todas nós fazemos, a amizade, os desafios familiares no século 21, o empreendedorismo feminino e por aí vai. Dá para ver sozinha, com as amigas, com o namorado, com os pais e até mesmo com os avós (eu garanto que eles vão amar!). E se ainda não está convencida, o longa conta com a atriz Anne Hathaway. Sim, a nossa amada Princesa Mia – ou, para outras, a jornalista que sofreu nas mãos da terrível Miranda Priestly em O Diabo Veste Prada.

 

A Teoria de Tudo

bscap0003Outro grande sucesso do Oscar deste ano, mostra a trajetória do físico Stephen Hawking desde os tempos da faculdade, quando começou a fazer suas importantes descobertas (que, para falar a verdade, acho complexas demais e nunca consegui entender muito bem) e se apaixonou por Jane, que mais tarde se tornaria sua esposa.

Ao longo do filme, acompanhamos também o diagnóstico e os avanços da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doença degenerativa que lhe tirou os movimentos da fala e de locomoção. Muita gente amou, mas eu achei mais legal por conta da interpretação do ator Eddie Redmayne, que ganhou o Oscar. É um daqueles que a gente precisa ver ao menos uma vez na vida.

 

Star Wars – O Despertar da Força

cena-do-novo-star-wars-episodio-vii---o-despertar-da-forca-do-diretor-j-j-abrams-1450206828523_956x500Quase não deu tempo de incluir este filme nesta lista. Isso porque ele acabou de estrear, mas já está fazendo muito sucesso. Para onde olhamos, há milhares de produtos inspirados na franquia e os fãs se desesperam para garantir um ingresso para a pré-estreia. Depois de dez anos de espera, estava mais do que na hora de saber como a história continuaria.

Vou ser muito sincera: ainda não vi. Até gosto e vi todos os outros filmes, mas não sou tão fanática assim. De qualquer forma, a nova sequência conta com a participação do trio original dos primeiros longas: Harrison Ford, Carrie Fisher e Mark Hamill. A sinopse não foi divulgada, então só resta descobrir esse mistério no cinema.

 

Gostou das indicações? Tem outro filme que você gostou muito neste ano? 🙂