Posts em destaque

Testei: Sombra líquida Glitter & Glow – Stila

Olá, pessoal! Quem gosta de acompanhar as novidades do mundo de maquiagem já reparou que as sombras líquidas estão com tudo, especialmente as de glitter. Confesso que eu nunca fui muito fã de sombra líquida (prefiro as em pó mesmo e morro de medo de fazer meleca com as líquidas), mas é uma novidade que veio para ficar. Tanto que a maioria das empresas nacionais de maquiagem apostou nessa tendência durante a última Beauty Fair.

A Stila foi uma das marcas pioneiras nesse boom da sombra líquida de glitter e lançou a linha Glitter & Glow Eu sempre gostei da marca e até tinha alguns produtos em casa, mas só fui saber da sombra líquida no começo deste ano, por conta de uma foto postada pela Niina Secrets. E eu não nego: sou fortemente influenciada por ela. Foi só ler que ela estava amando a sombra da Stila que eu já fiquei com vontade de testar também.

Bom, a sombra líquida  da Stila era o primeiro item da wishlist que eu levei para a viagem que eu fiz em julho para a Disney da Califórnia e para Las Vegas. Era o que mais queria comprar e aproveitei para fuçar o preço e as cores que tinham na Sephora que fica dentro do Ceasar’s Palace. Lá, a atendente me informou que a Sephora não estava mais trabalhando com a Stila. PENSEM NO MEU DESESPERO. Já estava até vendo quem seria a alma caridosa que ia trazer a sombra para mim.

Dias depois, fui em outra Sephora (a do hotel The Venetian) e lá tinham todas as cores da sombra líquida Glitter & Glow. Horas mais tarde, passei na Sephora do shopping Fashion Show e lá também tinham todas as cores. No fim, não entendi nada rsrs… Acabei comprando a cor Rose Gold Retro porque era a que eu mais queria (qualquer coisa rose gold ganha meu coração fácil fácil).

Como funciona?

A sombra líquida Glitter & Glow é feita com um mix de blends de pérola e glitter, que ajudam a deixar os olhos brilhantes. O diferencial é que os produtos são formulados com água para uma perfeita fixação nas pálpebras, além de melhorar o processo de aplicação.

Ao todo, a linha conta com 17 cores de sombra líquida, divididas da seguinte forma:

Acabamento de glitter

  • Diamond Dust
  • Gold Goddess
  • Kitten Karma
  • Rose Gold Retro (a que eu comprei)
  • Smoldering Satin
  • Smoky Storm
  • Wanderlust
  • Bronzed Bell
  • Gypsy
  • Next to Notte
  • Molten Midnight

Acabamento metálico

  • Perlina
  • Enchantress
  • Fairy Tail
  • Sunset Cove
  • Sea Siren
  • Into the Blue

Como falei antes, eu acabei comprando a sombra líquida na cor Rose Gold Retro pelo simples motivo de ser rose gold e porque foi a cor que eu vi na foto da Niina. Na hora, eu até fiquei com vontade de levar outra cor, mas não sabia ainda se eu ia gostar e fiquei com medo de gastar muito e me arrepender depois. Importante destacar que elas são livres de parabenos, sulfatos e ftalatos. Ah, a Stilla é cruelty free!

Minha opinião

Bom, minha expectativa estava alta porque muita gente dizia que essa sombra líquida era maravilhosa. Testei pela primeira vez poucos dias depois de voltar de viagem e foi amor à primeira vista. Eu postei nos meus stories que estava amando a sombra da Stila e recebi muitos comentários de seguidoras e amigas que ficaram com vontade de testar.

A embalagem é muito linda e vem com 4,5 ml, além de um aplicador próprio na tampa. Passo a sombra líquida com ele mesmo e é muito fácil. Por ser bem pigmentada, a gente logo nota o brilho nos olhos e uma aplicação é suficiente. Dá para usar só ela e fazer aquele olho de impacto, mas também dá para esfumar com outra sombra.

Como a rose gold retro tem um tom de bronze rosado, eu gosto muito de misturar com sombras marrom opacas. Aí é só passar a sombra marrom primeiro, a sombra líquida depois e usar um pincel próprio para esfumar. Ela mistura superfácil com a sombra opaca e deixa um resultado bem natural. Você só precisa esfumar logo depois de aplicar a sombra líquida porque ela seca rápido, o que também é ótimo e evita a meleca.

De verdade, só tenho coisas boas para falar sobre essa maravilha. É fácil de aplicar, seca rápido, faz uma mistura ótima com outras sombras e é muito pigmentada. Bem mais tranquilo do que tentar aplicar glitter solto. O único “problema” é que agora eu quero outras cores da sombra líquida, então, já vou anotar para comprar na minha próxima viagem (que eu não faço ideia de quando vai ser rsrs…).

A parte ruim é o preço. Eu paguei U$ 24 na Sephora, o que equivale a cerca de R$ 96 (carinho né?). A Stila não é vendida oficialmente nas lojas brasileiras da Sephora, mas eu pesquisei e encontrei alguns revendedores no Mercado Livre. O preço é bom, então, minha dica é avaliar direitinho esses revendedores e verificar se oferecem segurança, qualidade e originalidade do produto. Se estiver tudo certinho, vale a pena comprar por aqui, já que ainda dá para parcelar.

 

Vocês já testaram essa maravilha? Sério, essa sombra líquida é muito amor!

Um beijo e até o próximo post!

Feriado em casa? | 6 filmes em cartaz na Netflix para maratonar

Olá, pessoal! Quem aí está animado para o feriadão? Eu brinco que novembro é só felicidade, já que nós temos três feriados em muitas cidades brasileiras (inclusive aqui em São Paulo). Neste ano, temos um motivo a mais para ficar feliz: o feriado da Proclamação da República (15 de novembro) cai em uma quinta-feira e o Dia da Consciência Negra (20 de novembro) cai em uma terça-feira. Quem puder emendar, vai ter 6 dias de folga, quase miniférias! 🙂

Se você não vai viajar, não precisa se preocupar. Dá para fazer muita coisa legal nesse tempo livre, e o melhor: sem sair de casa. Precisa de um exemplo? Vamos lá: nada melhor do que aproveitar a folguinha para colocar aquela série em dia ou assistir aos filmes que você vive adiando.

Preparei uma lista com filmes que estão em cartaz na Netflix, ou seja, é só escolher o que você mais gosta, preparar a pipoca e apertar o play. Bora conferir?

Para Todos Os Garotos Que Já Amei

O filme produzido pela Netflix foi baseado no livro de mesmo nome, que conta a história de Lara Jean, uma adolescente que gosta de escrever cartas para os meninos que gosta, mas nunca teve a intenção de mandá-las. Até que um dia, as cartas somem e vão parar nas mãos dos garotos. Ela decide encarar um namoro de mentira com Peter, o garoto mais popular da escola, para fugir de Josh, ex de sua irmã mais velha e alvo de uma de suas cartas.

Para Todos Os Garotos Que Já Amei estreou em agosto e tem feito bastante sucesso desde então. É aquela história bobinha e adolescente, mas vale a pena assistir para tirar suas próprias conclusões. Pessoalmente, prefiro os livros (são três no total), mas achei o filme muito fofinho.

WALL-E

Já falei sobre WALL-E antes aqui no blog porque acho que é um filme muito legal da Pixar que ninguém dá muita bola. Talvez por ter sido um dos primeiros do estúdio que são mais voltados para adultos e as crianças acham um saco. Confesso que o começo é parado e chatinho, mas tem que ver até o fim porque depois a história muda completamente e a gente tira várias mensagens.

O personagem-título do filme é um simpático robô que vive completamente sozinho na Terra, depois que o planeta foi abandonado. Ele se apaixona por EVA, uma robô enviada para buscar sinais de vida no nosso planeta. Os dois acabam parando em uma grande nave, que agora é a morada dos humanos. O que esse filme tem de tão legal? Bom, os humanos agora não fazem nada, além de tomar sol e comer fast food. Fica a ideia para a gente buscar mais qualidade de vida, sabem? Tem que ver!

Amnésia

Este filme é para quem gosta de histórias em que não dá para piscar, senão você acaba perdendo alguma coisa. Depois de ter sua esposa assassinada, Leonard não consegue guardar memórias recentes. Para descobrir quem foi o culpado, ele começa a tatuar tudo o que descobre no dia.

O “problema” é que o filme não é contado de forma regular, ou seja, ele vai de trás para frente. No começo, é normal achar que você não está entendendo nada, mas vale a pena insistir porque é MUITO bom. Só tem que prestar muita atenção para não perder nenhum detalhe, ok?

O Show de Truman

Sou suspeitíssima para falar sobre porque O Show de Truman é um dos meus filmes favoritos da vida! Sabe quando a gente pensa que está dentro de um reality show? Bom, é exatamente o que acontece nesta história. Truman está preso dentro de um reality show que acompanha a sua vida desde que nasceu. O problema é que ele não sabe disso, então, pensa viver uma vida normal. Até a sua esposa é, na verdade, uma atriz.

O filme traz várias mensagens sobre essa cultura da exposição que a gente vive. E vejam só: ele foi lançado em 1998 (isso mesmo, há 20 anos), quando ainda não tínhamos tantos realities shows. Hoje, com o boom das redes sociais e dos influenciadores, tiramos ainda mais pensamentos deste filme. AMO!

Cidade de Deus

Contei aqui algumas vezes que eu não sou muito fã de filmes brasileiros, especialmente de comédias sem pé nem cabeça. Mas sempre digo que quando a gente quer fazer filme bom de verdade, a gente manda muito bem. Um exemplo é Cidade de Deus, meu filme brasileiro favorito. Sério, já vi tantas vezes que eu até decorei as falas principais.

Para quem não sabe, a história gira em torno do surgimento das guerras entre facções em favelas do Rio de Janeiro. É um filme extremamente forte e violento, mas, ao mesmo tempo, muito real. Alguns personagens são tão carismáticos que ficam na nossa memória, como Buscapé, Bené e o próprio Zé Pequeno.

Os Vingadores

Conheço muita gente que não assiste aos filmes dos Vingadores porque não viu os primeiros e acha que não vai entender nada da história. Eu não assisti todos (são muitos, gente, é praticamente impossível), mas eu gosto dessa coisa toda de heróis, então eu consigo assistir fora de ordem e entender. Só que eu sei que não é todo mundo que gosta de fazer isso.

Bom, agora não tem mais desculpa. Os Vingadores, o primeiro filme dessa saga que reuniu vários super-heróis, está em cartaz na Netflix e apenas aguardando o seu play. Lá, você vai acompanhar a turma original, formada por Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro em uma aventura para devolver a paz à sociedade. É sempre uma boa diversão, vai?

 

Já escolheu qual filme desta lista vai ver no feriadão? Vai ser sucesso!

Um beijo e até o próximo post!

Lavanda | Dicas para usar a cor da vez em make, nas unhas e no look

Olá, pessoal! Vocês já sabem que os tons pastel estão entre as principais tendências desta temporada de primavera/verão, certo? Bom, entre as tonalidades clarinhas que nós já estamos usando e vamos usar muito nos próximos meses, o destaque fica com o lavanda. É aquela cor bem suave de roxo, quase um branco, sabem?

Sou suspeita para falar sobre essa febre dos tons pastel porque AMO cores clarinhas. Mas é fato que o roxo está cada vez mais inserido nos nossos corações. Fora que esse tom de lavanda tem tudo a ver com o frescor da primavera e do verão, né? Sem falar que combina com todos os tons de pele.

Por isso, se você ainda não aderiu a essa tendência ou não sabe como começar a usar, a hora é essa! Preparei várias dicas para usar lavanda na maquiagem, no look e até nas unhas!

Na maquiagem

Apaixonada no brilho dessa make. Bem verão, né?

A melhor forma de usar lavanda na make é fazendo aquele olho todo trabalhado. É importante, no entanto, escolher uma cor de sombra que combine com o seu tom de pele. Para o dia, dá para usar um tom de sombra só e caprichar na máscara de cílios. À noite, acho bacana misturar a sombra lavanda com marrom ou preto e criar um resultado mais poderoso.

Embora a cor lavanda combine com todos os tons de pele, os blushes arroxeados são mais indicados para mulheres morenas. Já os batons em lavanda combinam muito com mulheres clarinhas. Fica muito delicado, né?

Nas unhas

Status: APAIXONADA pelo esmalte Lilacism, da Essie

Não sei vocês, mas estou numa fase de AMAR esmaltes clarinhos. Acho chique e versátil, já que combina com todas as ocasiões, até para uma festa importante. A cor lavanda é ideal para quem quer fugir do clássico branquinho nas mãos, mas precisa de um tom prático. É uma boa especialmente quando a gente vai viajar e quer aquele esmalte que não vai aparecer tanto se borrar, sabem?

Quem gosta de ousar nas unhas, pode combinar o lavanda com outros tons pastel (entrando na tendência de unhas coloridas). Também dá para fazer uma esmaltação filha única, com o lavanda em apenas uma das unhas da mão e usar uma tonalidade mais escura de roxo ou de rosa. Gosto de todos os jeitos! 🙂

No look

Como falei antes, usar um look com a cor lavanda está super em alta e tem tudo a ver com esse clima de verão. O mais legal é que dá para levar a tonalidade para qualquer peça. E por que não se jogar no look monocromático e combinar uma blusa e uma saia lavanda, por exemplo?

Se preferir algo mais básico, use apenas uma peça em lavanda e faça com que ela seja o destaque do seu look, combinando com cores neutras. Vale ainda usar a tonalidade nos acessórios, como bolsas, óculos de sol e sapatos. Você que manda!

 

E vocês, o que acham dessa tendência da cor lavanda?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

Testei: Paleta de sombras Love, Trust & Fairy Dust | Tarte

Olá, pessoal! Vocês sabem que se tem uma coisa com a qual eu gasto meu dinheirinho é maquiagem, né? Depois que fiz o curso e me formei como maquiadora profissional, aprendi a escolher melhor os produtos de make que eu compro e a entender que eu não preciso de tudo. Mesmo assim, confesso que eu ainda sou muito consumista quando o assunto é maquiagem.

Eu acompanho diariamente o blog Pausa para Feminices, da Bruna Tavares, e eu sempre gosto de ver o que tem de novidade no mundo de make. Foi lá que eu soube que a Tarte tinha lançado uma linha de produtos inspirados em…FADAS! Eu pirei quando vi as fotos dos produtos porque era tudo muito lindo, rosa e brilhante rsrs. Aproveitei para colocar na minha wishlist da viagem que eu fiz em julho para a Disney da Califórnia e para Las Vegas.

Não tinha certeza se encontraria alguma coisa dessa linha porque viajei alguns meses depois que ela foi lançada e tinha outra promessa comigo mesma: NÃO comprar mais paleta de sombra porque eu tenho muitas aqui em casa. Aí fui na Sephora do hotel The Venetian e pah, vi a paleta Love, Trust & Fairy Dust. Foi amor à primeira vista, desde a caixinha da embalagem até as cores das sombras. E aí não teve jeito: comprei, usei MUITO e agora posso contar tudo para vocês!

Como funciona?

A paleta de sombras Love, Trust & Fairy Trust segue a mesma proposta dos outros produtos da linha, ou seja, tem cores inspiradas em sonhos e flores. Tudo bem delicado e romântico. Ao todo, são 10 cores em tons de rosa, roxo e nude. Como toda boa paleta, temos cores com brilho e outras mattes.

As cores dessa paleta de sombras são:

  • Magic: bronze metálico e brilhante
  • Mystical: fúcsia metálico e brilhante
  • Wish: marsala matte
  • Gossamer: nude matte (ótimo para fazer a base dos olhos)
  • Frolic: marrom matte
  • Twinkle: nude metálico e brilhante
  • Flitter: rosinha metálico e brilhante
  • Wonder: marrom escurão matte (bom para aquele smokey eye que a gente ama)
  • Whimsical: rosa queimado matte
  • Giggle: nude rosado matte

É importante destacar que todas as cores foram feitas com argila amazônica e pigmentos minerais para fazer com que durem por mais tempo e se misturem com facilidade na hora de esfumar. Livre de parabenos e ftalatos, a paleta de sombras é dermatologicamente testada. Ah, a Tarte é cruelty free, então, ganha ainda mais o nosso amor!

Minha opinião

Bom, eu amo cores e amo paleta de sombras, então, sou suspeita para falar algo sobre essa belezinha. O que eu mais gostei foi da variedade de tons. Já usei de todas as formas: para uma make mais clean (só com os tons de nude), para uma proposta mais romântica (misturando rosa e roxo) e até para noite, usando as cores mais escuras. Amei todas vezes e é uma paleta muito versátil!

Eu gosto de aplicar com pincéis porque acho que fica mais fácil para esfumar. Mas nada impede que você use seus dedos, se prefere fazer a maquiagem assim. Todas as cores são MUITO pigmentadas e rendem bem!

Agora vamos ao preço. Como falei no começo do post, comprei a paleta de sombras Love, Trust & Fairy Trust na Sephora de Las Vegas e paguei U$ 39 (o que equivale a R$ 159). A marca Tarte (ainda) não é vendida oficialmente aqui no Brasil e eu só encontrei um lugar que vende a mesma paleta por R$ 275.

Para evitar qualquer problema, a minha sugestão é juntar dinheiro e comprar durante uma viagem ou encomendar para alguém que vai viajar. Sim, é caro, mas é uma ótima paleta de sombras (além de linda) e eu acho que vale a pena por conta da versatilidade, já que dá para usar de diversas formas.

 

Alguém mais já testou? O que achou?

Um beijo e até o próximo post!

Eu li: Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? | Sophie Kinsella

Olá, pessoal! Vocês sabem que eu adoro os livros da Sophie Kinsella, né? A escritora deu origem a ninguém mais, ninguém menos, que Becky Bloom, a minha personagem favorita do mundo dos livros. Por isso, é só ela lançar alguma obra nova que eu já corro para comprar.

Seu livro mais recente, Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?, foi lançado aqui no Brasil no primeiro semestre. Aproveitei que ganhei um vale de uma livraria de presente do meu aniversário de 30 anos e troquei por esse livro. Acabou que demorou um pouquinho para chegar e, no meio disso tudo, eu fui viajar. Comecei a ler assim que voltei e agora chegou a hora de contar tudo para vocês.

História

O livro fala sobre Sylvie e Dan, que são casados há 10 anos e pais de duas gêmeas, Anna e Tessa. Eles formam o casal perfeito, daqueles em que um completa a frase do outro. Tudo vai muito bem, até que eles vão a uma consulta médica e escutam que estão tão saudáveis que vão viver mais 68 anos. E aí eles pensam: “quase 70 anos juntos?”.

Os dois começam a pirar e Sylvie decide criar um projeto, no qual os dois devem criar pequenas surpresas um para o outro. A ideia é legal, mas logo as coisas começam a dar errado e um segredo do passado, envolvendo Dan e a família de Sylvie, entra em cena.

O que eu achei?

Os livros da Sophie Kinsella são conhecidos por serem bem engraçados. Eu sempre choro de rir quando leio. E sim, o começo deste livro é hilário. Quando os dois começam com a história das surpresas, algumas cenas são tão divertidas que eu tive que me segurar para não rir alto. Só que aí entra nessa coisa do segredo do Dan e o livro muda completamente. De todos os livros da Sophie Kinsella que eu li, este é o mais sério.

Eu acho que a história se perde um pouco, sabe? No começo, entendi que era para ser um dilema de um casal que se ama e que não sabe se realmente se ama quando descobre ter mais 7 décadas de casamento. A relação entre os dois começa a esfriar do nada e eu achei que ficou uma coisa um pouquinho forçada, sabem?

Depois, quando enfim o segredo de Dan é revelado, a história fica ainda mais séria. Fez sentido e eu meio que já imaginava o que era (acho até que é bem óbvio, na minha visão), mas acho que ficou muito para o final do livro e a Sylvie aceitou tudo muito fácil. Quem já leu pode não concordar comigo, mas senti falta daquelas histórias divertidíssimas que só a Sophie Kinsella sabe fazer.

Vale a pena ler, principalmente se você já é casada há alguns anos e vive o dia a dia do casamento. Não é uma super história, mas pelo menos vai te deixar querendo saber o que vai acontecer nas próximas páginas.

 

Alguém já leu? O que achou?

Um beijo e até o próximo post!