Posts em destaque

Você seca seu cabelo do jeito certo?

Olá, pessoal! Já contei aqui algumas vezes que sou escrava do secador e da chapinha. Meu cabelo é bem fininho e arma com facilidade, então mesmo que eu deixe secar naturalmente, ele pode até ficar lindo no dia, mas é só dormir que ele acorda daquele jeito, todo armado. É por isso que eu prefiro secar com secador sempre que lavo – a não ser em dias de muito calor, quando eu tenho verdadeiro pavor de qualquer coisa quente rs…

Secar o cabelo é um ritual que faz parte da nossa rotina de beleza, mas exige muitos cuidados, afinal, compromete a saúde dos fios. Quem usa o secador com frequência está acostumada a ver o cabelo mais seco, ressecado, sem vida e até mesmo com as pontas espigadas. Isso acontece porque muitas vezes a gente (sim, me incluo nessa) seca bem rápido e com pressa porque está atrasa para o trabalho, a faculdade, uma festa, enfim…

Por isso, convido a deixar a preguiça de lado (eu sei, é difícil) e conferir algumas dicas para deixar o cabelo seco e bonito. Vamos lá?

Usar a escova correta

 

63e24773c7b9c202e70b3761ac5e8e6c

 

A escova que você usa é de metal? Bom, amiga, então está na hora de trocar. Isso porque o material esquenta com facilidade e aumenta ainda mais a temperatura do calor em contato com o cabelo, o que prejudica a saúde dos fios. O ideal mesmo é investir nos modelos de madeira e em formato redondo, que ajudam a deixar aquele aspecto mais próximo do natural.

Tirar a umidade primeiro

Sei bem como é: você sai do chuveiro, passa a toalha bem rapidinho pelos fios e já liga o secador. Acertei? Eu também já fiz muito isso, mas é um dos grandes vilões dos fios. Usar secador com cabelos encharcados demora mais e favorece o aparecimento do frizz. A solução é tirar pelo menos 60% da umidade de todo o cabelo – ou, mais fácil, esperar uns 15 minutos antes de começar a secar.

Aplicar protetor térmico

e3b76367db9ea34b4e55bb95e8a0c261

Essa é uma dica que eu sempre dou aqui no blog porque realmente mudou a minha vida. Sempre fui do tipo que ligava o secador sem passar nada antes nos fios e o resultado é que eu nunca consegui ter cabelo comprido. Até que resolvi comprar um protetor térmico, testei e logo no primeiro uso já senti a diferença. Os fios não só ficam mais protegidos, como alisam com mais facilidade e carregam um brilho lindo. Tem que usar!

Dividir o cabelo

Também conheço muita gente que passa o secador por cima de todo o cabelo e fica pronta em cinco minutos. Seu cabelo pode até secar rápido, mas com certeza não estará 100% seco e algumas partes ficarão molhadas. A melhor solução é dividir o cabelo em quatro partes – divida primeiro no meio da cabeça e depois divida essas partes no meio – para que todas sequem por igual. Dá mais trabalho, mas o resultado é incrível.

Usar a temperatura correta

Aposto que você já queimou seu cabelo pelo menos uma vez na vida usando secador. Todo mundo já sentiu o fio ou o couro cabeludo queimando, não é mesmo? Uma das razões para isso é a temperatura do secador: a gente tem a sensação de que quanto mais calor, mais rápido vai secar. Mas, afinal, qual é o jeito certo de usar? Com a temperatura morna, que seca sem agredir os fios.

Segurar na distância correta

0eb3118532a399c0083824b6b5a5d7e9

Outro erro cometido por muita gente: deixar o secador bem próximo do cabelo. Além de queimar o cabelo, esse hábito contribui para que o processo de secagem demore bem mais. Para não ter mais dúvida, anota aí: mantenha o secador a uma distância de 10 a 20 centímetros em relação ao cabelo. Não esqueça também de usar o bico, que ajuda a direcionar o jato de calor.

Terminar com ar frio

Essa é uma dica que eu aprendi há mais ou menos 1 ano e que realmente fez a diferença na hora de secar meu cabelo. Quando ele seca, é normal que os fios fiquem arrepiados e cheios de frizz. E aí vem a solução: sabe o jato de ar frio, que sempre pareceu insignificante? Experimente ligá-lo depois que o cabelo estiver totalmente seco. Ele ajuda a deixar todos os fios no lugar e a dar aquele ar natural que a gente tanto ama. Praticamente um milagre!

 

E você, quais dicas usa na hora de secar o cabelo?

Um beijo e até o próximo post!

Inverno: Looks para cada dia da semana

Olá, pessoal! Hoje o post vai ser um pouquinho diferente. Quem aí precisa de inspiração para se vestir com charme e estilo todos os dias? Preparei algumas dicas para arrasar nos looks semanais. Vamos conferir?

Segunda-feira

camisa

Segunda é dia de voltar à realidade do trabalho e da vida dura, então nada melhor que um look social cheio de estilo! Que tal sobrepor uma camisa branca social com um suéter colorido quentinho? Melhor ainda é escolher uma bolsa clássica e elegante para ficar estilosa e não ter erro!

Terça-feira

camadas

Um segredo importante no inverno é investir em camadas! Peças e mais peças deixam você ainda mais fashionista. Vale sobrepor as camisetas mais fresquinhas com casacos grossos, cachecóis, jaquetas, etc. E a cor não precisa ser a mesma! Misturar estampas e texturas dá um toque incrível ao look.

Quarta-feira

couro

Quase no meio da semana e você já não vê a hora de chegar na sexta, por isso, nada melhor que um look elegante e arrasador! Para isso, peças de couro ou que imitem couro são incríveis! Invista em calças, jaquetas, sapatos, bolsas… o céu é o limite!

Quinta-feira

maxi casaco

Não tem peça de frio mais poderosa que um belo maxi casaco statement. Além de quentinho esse modelo traz estilo para os looks mais básicos, como calça jeans e tênis. Em uma quinta-feira de inverno, invista nesse look para sair desfilando pelas ruas da sua cidade.

Sexta-feira

bota

Sexta feira é o melhor dia da semana, então nada mais apropriado que um look inverno lacrador! A bota over the knee é perfeita para esse tipo de look. Com ar sexy e fashionista ela vai te deixar maravilhosa e vai dar um up em um look de festa.

Sábado

short

Fim de semana chegando, é a hora de colocar as perninhas de fora, mas sem congelar! Por isso, pensei no look ideal: short com meia calça, botinha e um casacão maravilhoso. Pronta para deixar todo mundo de queixo caído.

Domingo

body

Se você pensa que domingo é dia de ficar no sofá mofando, está enganado! Que tal usar o dia para um passeio cool com amigos e família? Para isso, nada melhor que um maravilhoso look monocromático. A base desse look está na mistura de texturas em peças do mesmo tom, com o body liso, a jaqueta de couro e a saia plissada não tem erro!

 

E aí, gostaram das ideias?

Um beijo e até o próximo post!

Post feito em parceria com a AMARO

O guia da lingerie à mostra

Peça feminina essencial, a lingerie passou por grandes mudanças ao longo das décadas. Hoje exposta sem medo, de maneira descontraída, e vista muitas vezes como a peça-chave de vários looks, é difícil imaginar que até pouco tempo atrás, o conceito da lingerie era totalmente diferente, e deixar a roupa íntima à mostra era visto como algo indecente, vulgar e inapropriado.

1

Uma breve história da lingerie

A lingerie tem uma densa história cheia de transformações, e nem sempre foi confortável e versátil como é hoje. Cada década teve seus destaques, mas a revolução da moda íntima aconteceu de fato nos anos 50, com as divertidas Pinups, mulheres consideradas sex symbol, exibindo seus corpos de maneira sensual e delicada. Foi também a partir dessa década que as lingeries começaram a ser mais parecidas com as peças que vemos hoje em dia.

Mas como usar a lingerie aparente?

Mesmo com essa tendência em alta, muitas mulheres têm dúvidas quanto a montagem de looks com a peça à mostra e medo de fazer feio. Com a influência do street style na moda atual, podemos nos inspirar e ter uma ideia de como é amplo o leque de opções e truques de styling certeiros na montagem de looks com lingerie aparente. Podemos criar looks dos mais discretos aos mais chamativos. Só não se esqueça de brincar com as cores, estampas e tecidos para deixar a combinação de peças descolada, atual e cool.

2

Strappy Bra

O Strappy Bra foi conquistando lentamente o coração das fashionistas e hoje é um super hit. Em várias cores e tecidos que vão dos mais sofisticados aos mais simples, podemos encontrar o sutiã em renda, cetim, veludo, com ou sem estampas, recortes… incontáveis opções! Uma maneira super cool de usar essa peça é combinar o sutiã com uma blusa mais decotada, deixando em evidência o transpasse de tiras. Não tenha medo de ousar!

3

Sobreposição

4

Outro hit do momento é a inversão das peças, onde a lingerie fica por cima da blusa, dando um ar divertido ao look. Celebridades como as Kardashian-Jenner e irmãs Hadid usam e abusam dessa nova tendência. Combine um sutiã preto de renda delicado com uma camiseta branca básica e a chance de erro é nula. Mas não se prenda ao preto e branco. Brinque com as cores e crie combinações diferentes e coloridas.

O body

5

Uma das maiores tendências da última temporada, o body não vai voltar para fundo do closet tão cedo. Semelhante a um maiô, a peça é super versátil e combina com tudo, do jeans básico à saia midi. Transparências, rendas, recortes, estampas… tem body para todos os gostos! Para uma pegada mais formal, jogue um blazer por cima da peça e voilá, pronta para aquele encontro de negócios. Para os looks mais informais deixe o blazer de lado. O body sozinho vai dar conta do recado e deixar a combinação de peças extremamente descolada.

Contraste de cores

6

Contraste também é uma boa opção para os adeptos da lingerie à mostra. Um blazer branco com um top de renda preto, ou peças Color Block, por exemplo, criam uma combinação chique, mas que ainda assim, tem uma pegada de descontração.

Para as mais discretas, eis a solução!

Tem medo de arriscar e não se sentir confortável? Não se preocupe! Aposte em uma terceira peça que deixe a lingerie mais discreta. Uma jaqueta, casaco ou suéter complementam o look e deixam a lingerie de segundo plano. Abrir um botão da camisa para deixar uma pequena parte do sutiã à mostra também pode ser uma boa opção para as mais tímidas.

 

E vocês, o que acham dessa proposta de deixar a lingerie à mostra? Eu, particularmente, adoro!

Um beijo e até o próximo post!

Post feito em parceria com a AMARO

Vestido canelado: como usar?

Olá, pessoal! Chega esta época de fim de ano e a gente só quer saber das próximas tendências de moda para aproveitar o verão, não é mesmo? Já falei aqui sobre as principais peças que vão bombar nos próximos meses, mas tem uma que ficou de fora e que já está fazendo muito sucesso: o vestido canelado.

As fashionistas de plantão sabem que a peça é uma das preferidas da Kim Kardashian. É só jogar o nome dela na web para ver a quantidade de looks que ela criou nos últimos tempos usando vestidos canelados. Não é à toa, afinal, ela gosta de qualquer roupa que mostre suas curvas e o vestido é feito justamente para ficar bem coladinho.

Por conta disso, você pode até pensar que o vestido (feito de malha) só fica bom em quem está em dia com a balança, mas a verdade é que ele tem o poder de se adaptar a qualquer corpo. E o mais importante é vestir e se sentir bem. Olha o exemplo da Kim para provar a versatilidade da peça!

5e9da5a3c287c07def4dfeec0c4114dd

O segredo para arrasar é escolher uma calcinha sem costura ou que não marque e, se preferir, vale até usar uma cinta por baixo para esconder as gordurinhas. Outra dica para quem não gosta de peças muito justas é optar por um modelo mais soltinho, ok?

As primeiras versões chegaram por aqui ainda no inverno e eram feitas com a cor cinza para combinar com as temperaturas mais baixas. Mas agora que o calor chegou para ficar já dá para encontrar opções com todas as cores, especialmente listradas. Separei uma seleção com várias ideias para te inspirar nos próximos looks:

7bea8cd65cd467ac3964dd87de2addc0 93aa9ea7c82269c6c68506a7079f441b

be3b5766dc6dfe1fcfcb53dbb07338e1 ce7194ec06d348ac596c4a73547cb716

dbde7a39b07793da39be8fe9987a8f85 ee349dce0edcb30fc87926f62907f26a

 

E vocês, o que acham do vestido canelado?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

[Resenha] O Casamento da Princesa – Meg Cabot

O Casamento da Princesa

Já contei diversas vezes aqui no blog que eu sou completamente apaixonada pela série de livros O Diário da Princesa, da Meg Cabot. Foi a série que marcou a minha adolescência e o meu início de vida adulta. E antes que você pergunte: sim, eu também gosto dos filmes e tenho os DVDs, mas não se comparam (na verdade, não chegam nem perto) aos livros.

Quase fiquei sem ar quando soube que a Meg daria continuação para a série depois de longos seis anos. Para ser sincera, eu achava que a história pararia no décimo volume por ser um número meio cabalístico e tal. Mas a coisa foi tão rápida que num dia desses eu recebi o release informando sobre o lançamento do novo volume. ERA REAL!

Corri para a livraria para ter certeza e lá estava o livrinho me esperando. Foi como voltar no tempo, gente! Lá estava eu apresentada aos meus velhos companheiros: além da minha amada Princesa Mia, o Michael, as amigas Lilly, Tina e Lana, o guarda-costas Lars, o pai dela e Grandmère (que está longe de ser boazinha e fofinha como no fime).

“Embora eu deva ter dormido um pouco, porque tive um sonho mais cedo em que era convidada pela Kate, duquesa de Cambridge, para um almoço no qual ela me daria dicas de como lidar com o estresse de ser uma princesa nos dias de hoje (algo que obviamente ainda não dominei, mesmo depois de uma década de prática). Só que quando Kate me recebeu na porta de casa, ela disse que não tinha tempo para falar comigo sobre esse negócio de princesa porque tinha um encontro com o Bruce Willis. E me deixou sozinha no Palácio de Buckingham com o príncipe George!”

A história apresenta um salto de oito anos. Tudo tinha parado quando Mia tinha 18 anos e estava prestes a entrar na faculdade, lembram? Pois bem, agora ela tem 26 anos, já se formou, é fundadora de um centro comunitário, mora sozinha e está superengajada com os negócios da realeza. Para justificar esse tempo de ausência, ela diz que deixou um pouco de lado o uso do diário, mas que agora voltou por ordem médica.

O título do livro já indica o que todas as fãs esperaram por muitos anos: o casamento com Michael. O pedido acontece logo no começo e eu achava que o restante do livro seria tomado por episódios deliciosos como a escolha do vestido, as comidinhas, as madrinhas e por aí vai. Mas acho que a empolgação do início é deixada de lado, já que a história passa a se centrar em outros acontecimentos.

Isso acabou me frustrando um pouco. Sabem quando o livro toma um rumo diferente daquele que planejamos? Lia e pensava: “as páginas estão acabando e tem muita coisa ainda para acontecer”. Pois bem, a trama acompanha uma semana da vida de Mia. Quando tudo fica bem e parece que o casamento voltará a ser o assunto principal, há um pulo de quase um mês.

“Fico triste quando pergunto às garotas (e aos garotos) no centro o que querem ser quando crescerem (tosco, eu sei, e um sinal de que estou ficando velha, porque somente adultos perguntam isso aos jovens. Por que fazemos isso? Porque estamos atrás de ideias! Tenho 26 anos e ainda não sei o que quero ser quando crescer, só sei, é claro, que quero ajudar as pessoas e ser incrivelmente feliz e ficar com o Michael, obviamente) e muitas vezes respondem: ‘Quando eu crescer, quero ser famosa como você, Princesa Mia!'”

Vou contar um SPOILER agora, então parem de ler aqui se não quiserem saber.

O tal do casamento não é mostrado. Há apenas o antes e o depois. Não há muitos detalhes do vestido, nem da cerimônia e tudo fica muito jogado no ar. Sabemos apenas que ela disse sim e que os dois vão morar na Genovia, mas para por aí. Fiquei um pouco triste, poxa!

A parte boa é que há vários ganchos para o próximo livro. Ainda não sei se isso de fato acontecerá, mas nós precisamos saber o que virá pela frente. Assunto não falta.

Como falei lá em cima, O Casamento da Princesa me deu uma sensação maravilhosa de nostalgia. É muito bom perceber que os toques dos primeiros livros ainda estão lá e acompanhar a formação da personalidade de adolescentes que conhecemos quando eram adolescentes. Está longe de ser o meu favorito, mas é um livro que todas as fãs devem ler!

Avaliação: ♥♥♥♥♥