Posts em destaque

Top 5 – Filmes de Natal e Ano Novo

Eba, chegou a hora de falar sobre o Top 5 mais fofo e aguardado do ano. Não tem como passar pelo Natal e pelo Ano Novo sem pensar nos filmes criados justamente para falar sobre estes períodos tão marcantes. Eu adoro esta época gostosa de fim de ano e sempre aproveito para rever alguns dos milhares de filmes clássicos destes dias.

Normalmente, gosto de fazer um Top 5 para o Natal e outro para o Ano Novo, mas, como estou prestes a viajar (esta época pede um descanso, não é mesmo?), aproveitei para reunir as duas datas em apenas uma lista. Alguns filmes são tão marcantes, mas tão marcantes, que eu tentei não repetir, mas não teve como. Vamos conhecer as opções?

 

Simplesmente amor

natal-capaNão sei vocês, mas quando eu penso em filmes sobre Natal, este é o primeiro que me vem na cabeça. Adoro longas que reúnem várias histórias e este aqui é um ótimo exemplo. Lançado no finzinho de 2003, mostra diversas situações amorosas que se passam nos poucos dias que antecedem a festa natalina. Vai desde o garoto que quer chamar a atenção da menina mais bonita da escola até a mulher que desconfia do marido.

Gostei tanto do filme que baixei a trilha sonora logo depois (e gravei em CD porque naquela época ainda não conhecíamos o iPod). O mais legal é que todas as histórias são bem marcantes e próximas da nossa realidade. Quem nunca sentiu vontade de sair com o cara bonitão do trabalho? E quem não conhece um homem que se apaixonou por uma colega? Contadas com o clima mágico do Natal, ficam ainda mais especiais. Para ver com a pipoquinha ao lado e muitas amigas por perto.

 

Noite de Ano Novo

2Eis aqui mais um filme com várias histórias que se passam no dia de ano novo em Nova York, uma das cidades que mais celebram a virada. Todas as situações, claro, envolvem amor. Tem o caso dos vizinhos que se odeiam, mas ficam presos no elevador e são obrigados a conviver. Ou então a mulher insegura que pede a um jovem que a ajude a realizar todos os seus sonhos até a meia noite. E, claro, a executiva que organiza todos os detalhes da tradicional festa na Times Square.

A pegada é bem parecida com a de Simplesmente Amor, mas é interessante ver como o romance pode surgir das formas mais surpreendentes e inusitadas. Fora que rende um passeio e tanto por uma das cidades mais importantes dos Estados Unidos. Quem nunca foi, morre de vontade de viajar. E quem já conhece precisa se controlar para não fazer as malas e embarcar no dia seguinte.

 

Milagre na Rua 34

2550_detailEste talvez seja o meu filme favorito da infância. Foi lançado em 1994, quando eu só tinha seis anos, e lembro-me de ter me emocionado para valer na sala do cinema. Aqui a existência do Papai Noel é colocada em dúvida: afinal, ele existe ou não? A garotinha Susan acha que ele não passa de uma farsa, mas começa a mudar de ideia depois de conhecer um senhor, que foi contratado para trabalhar como o bom velhinho na loja de brinquedos de sua mãe.

Claro que nós, adultas, sabemos a verdade sobre a figura mais lendária do Natal, mas o filme tem todo um contexto por trás: é importante acreditar nos seus sonhos para que eles se tornem reais. Essa é a pedida ideal para ver com filhos, irmãos mais novos, primos e sobrinhos que não sabem o que pensar sobre o Papai Noel. E se não tiver crianças por perto, assista sozinha ou em família. É uma delícia de filme, eu garanto!

 

Os Penetras

penetras_5Não sou muito fã de filmes nacionais porque eles costumam ser cheios de clichê (alguns até de mau gosto) e fracos em história. Claro que existem algumas exceções, mas a maioria fala sobre favela ou comédias bem fraquinhas. Os Penetras é um exemplo de comédia que não acrescenta nada, mas entrou aqui para animar quem está em busca de algo diferente para ver no fim de ano.

O nome do filme não é vão, já que conta a história de um homem que gosta de dar golpes e que decide se aproveitar de um homem tímido que conhece. Grande parte da trama se passa em uma festa de ano novo em uma luxuosa mansão do Rio de Janeiro. Espere tudo: muita gente de branco, fogos, champanhe e por aí vai. Apesar de estar longe de ser o melhor filme do mundo, rende boas risadas.

 

Férias frustradas de Natal

Minha relação com este filme é curiosa. Descobri que ele existia enquanto fazia minha pesquisa para o Top 5 natalino do ano passado e tentei procurar em diversos lugares para assistir. Encontrei no Netflix (o que a gente não acha lá, né?) e assisti recentemente. Essa busca se deve ao fato de que eu AMO o primeiro longa da série, Férias Frustradas. Para mim, é a melhor comédia de todas, inclusive falei sobre a história no post com filmes que se passam em estradas.

Aqui a confusão gira em torno do Natal, começando pela escolha da árvore. Tudo, é claro, dá errado: ele se esquece do machado para cortar o pinheiro, as luzes que enfeitam a casa não se acendem e todos se estranham. Nada que não aconteça nas melhores famílias, certo? Não é o meu filme favorito de Natal, mas rende boas risadas. Aproveite que muitos de seus parentes estão reunidos para assistir em grupo, que tal?