Posts em destaque

Meus desenhos favoritos da Disney

Olá, pessoal! Desde o começo deste blog, descobri que amo escrever listas sobre qualquer assunto. No ano passado, li o livro O Guia Para Ser Você Mesma, das blogueiras Lia Camargo e Melina Souza, e amei que elas também reservaram um espaço para fazer listas aleatórias, entre elas, os filmes da Disney que elas mais gostam. Amei tanto a ideia que decidi fazer o mesmo por aqui!

Antes de começar, queria contar algumas coisinhas para vocês. Nasci no finalzinho dos anos 80 e vivi toda a minha infância nos anos 90, considerada a década de ouro da Disney, então muitas das minhas escolhas são dessa época. Tenho quase 30 anos e continuo apaixonada pelos desenhos, mas é engraçado ver como algumas coisas mudam. Eu sempre gostei de A Bela Adormecida, hoje acho chato (com exceção da Malévola, que continua diva).

Achei que seria superfácil escolher meus 10 filmes favoritos, mas foi muito difícil porque eu amo tantos rs… Mas aí inclui os que realmente não poderiam faltar e a lista ficou um pouquinho maior. Vamos conhecer meus escolhidos?

A Pequena Sereia

Ariel_Eric_boat_L

Eu tinha 1 ano quando este filme foi lançado, então não lembro quando assisti pela primeira vez. Mas sei que sempre fui fascinada pela Ariel e pelo filme. Fui duas vezes para a Disney quando era bem pequena e só voltei com 19, que foi quando eu realmente curti (quero voltar pra lá, gente, não consigo cansar!) os parques e toda a magia Disney que realmente é incrível!

Aproveitei para comprar o DVD de A Pequena Sereia porque fazia anos que não via e descobri que realmente é maravilhoso. A história é bobinha e surreal, mas as músicas são as melhores de todas, a Úrsula é a minha vilã preferida e o Sabidão, aquela gaivota estridente, está na lista dos melhores personagens coadjuvantes da Disney. Amo demais!

Aladdin

snapshot20090711114249

Acho que esse foi o meu preferido da infância. Eu tinha 5 anos quando estreou, mas lembro perfeitamente de quando fui no cinema assistir. Adorei demais a história, as músicas e nutri um amor platônico pelo Aladdin que continua firme e forte até hoje (ele é gatinho vai, gente). O filme é supercolorido, alegre, tem uma pegada diferente por ser passar em terras árabes, além de uma princesa estilosa, ainda que chatinha. Posso assistir agora?

O Rei Leão

228463c10a-lkks17p

Quem viveu na década de 90 sabe da importância deste filme. Foi uma das maiores bilheterias da história da Disney e virou um fenômeno, tanto que serviu de inspiração para o musical da Broadway que já passou aqui no Brasil. Não é o meu favorito, mas eu sei quase todas as falas de cor e adoro as músicas. O vilão Scar também é um dos mais importantes dos desenhos da Disney e é o tipo de história que não cansa – eu já perdi a conta de quantas vezes assisti.

Mulan

1124274

Não disse que as coisas mudam? Achava Mulan chato (mas amava a boneca que cortava o cabelo), até que fui assistir quando já era adulta e tive outra sensação. A Mulan chegou numa época de contos de fada, príncipes e princesas, mas foi uma das primeiras mulheres a romper com essa idealização. Ela se passou por homem, aprendeu a lutar e o que veio depois disso foi consequência dos seus próprios atos. Ela virou minha princesa favorita (nunca entendi porque ela é considerada princesa) e o filme tem a minha música preferida de todas da Disney: I’ll Make a Man Out Of You (escuto essa versão original em inglês quase sempre e canto junto rs)

Divertida Mente

inside_out_trailer.png.CROP.cq5dam_web_1280_1280_png

Este é bem recente e já faz parte da era pós parceria entre a Disney e a Pixar, mas me tocou de tantas formas. Eu amo filmes com fundo psicológico e Divertida Mente é psicologia pura, do início ao fim. Tem diversas mensagens, uma baita criatividade e a incrível capacidade de me fazer chorar todas as vezes em que vi até agora. Adoro a forma como os personagens foram feitos, a escolha das emoções e todo o sistema de controle dos sentimentos. Mas a cena que envolve o Bing Bong (não vou falar mais para não dar spoiler) é uma das mais lindas que já vi na vida!

Bernardo e Bianca

2ec7bd846ba5aa5bf5e8a781067dd7fc

Filme antigo que caiu no esquecimento, mas que deveria ser visto por todo mundo. Sempre amei, especialmente porque os personagens são muito bem descritos. Adoro a postura metidinha da Bianca e o jeito atrapalhado do albatroz Abílio, mas nada se compara à Medusa, uma das melhores vilãs da Disney, junto com a Úrsula e a Malévola. Já imitei tantas vezes a voz e as cenas que ela faz que mesmo sendo horrível, ela ocupa um lugarzinho especial no meu coração.

A Dama e o Vagabundo

960

Filmes com animais já são especiais, ainda mais quando são estrelados por cachorros. Amo cães desde criança e comecei a conviver com eles bem cedo, então o amor por este filme foi imediato. Fiquei um tempo sem assistir e, quando finalmente revi, descobri que ele era ainda melhor. É maravilhoso mostrarem como os cachorros gostam de crianças e fazem de tudo para defendê-las, além de explorarem algumas particularidades de cada raça. Também amo o Joca e o Caco, os amiguinhos da Lady. Muita fofura!

Up! Altas Aventuras

download

Este filme rompeu a ideia de que desenhos são feitos apenas para crianças. Parece começar fofinho, mas logo vem um baque e a gente fica com um nó na garganta. O fofo sr. Fredricksen, que se recusa a deixar sua casa, onde viveu por anos ao lado da esposa, decide realizar um antigo sonho do casal de visitar um paraíso na América do Sul. Só que ele acaba levando junto Russel, um garotinho que precisa ajudar um idoso para ganhar uma medalha no clube de escoteiros. Juro, é tanta lição de vida que a gente aprende que é impossível não chorar. A partir dele, muitas animações começaram a ser desenvolvidas muito mais para os adultos do que para o público infantil. Eu amo demais!

Alice no País das Maravilhas

download (1)

Gosto deste filme desde pequena e o curioso é que as crianças normalmente não gostam porque é muita loucura para entender. Sempre gostei de todos os personagens, aí li o livro durante a faculdade e tive outra visão da história, o que me fez amar ainda mais toda a insanidade do desenho. Gostava demais do Gato Risonho, agora prefiro os gêmeos Tweedledee e Tweedledum. Mas é só ver qualquer coisa do desenho da Alice que eu piro. Todo mundo tem que ver pelo menos uma vez na vida.

Detona Ralph

27_wreckitralph.w529.h352.2x

Polêmico, hein! Muita gente não gosta, acha chato, nunca viu nem tem vontade, mas eu gosto demais de Detona Ralph. A razão número 1 é porque a música do filme é do Owl City, projeto musical que eu amo profundamente, e que rendeu um dos clipes mais lindos e fofos que o Adam Young já fez na vida. Fui ao cinema por causa da música mesmo, confesso, mas saí apaixonada pela criatividade da história e pela Vanellope, uma das minhas personagens favoritas da Disney. É tão fofo, mas tão fofo, que eu fiz questão de ficar um tempão na fila para tirar fotos com os personagens na última vez em que fui para Orlando, em 2013. Ah, e vem uma continuação nos próximos anos. Oba! ♥

Frozen

52af0b24cf71a

Frozen é O Rei Leão desta década. Bateu recordes de bilheterias e deu um novo gás para os filmes da Disney, que andavam meio em baixa depois da chegada das animações feitas pela Pixar. Por isso, se tornou um clássico e não tem como deixar de fora desta lista. Não sou a maior fã do filme, mas tenho um carinho muito grande porque fui ver logo no dia de estreia com a minha irmã, que na época tinha 6 anos. Foi a primeira vez que nós fomos ao cinema sozinhas e o filme fala justamente sobre o amor de irmãs. Ela passou o filme todo de braço dado comigo e foi lindo de verdade, então ficou marcado!

A Princesa e o Sapo

the-princess-and-the-frog

Lembro que fui para a Disney em dezembro de 2009 e só tinham coisas deste filme, então fiquei morrendo de vontade de assistir. Aí só ouvia comentários negativos sobre o filme e fui perdendo o interesse. Anos mais tarde, durante uma viagem de avião, bateu aquele tédio e eu decidi assistir. Tentei duas vezes, mas não fui para frente. Só consegui mesmo ver tudo quando sentei na frente da TV e percebi que ele era realmente muito bom. Assim como a Mulan, a Merida e a Moana, a Tiana é uma princesa diferente que está mais preocupada em trabalhar do que achar um príncipe. E foi aí que eu gostei dela, fora as roupas, os figurinos, o vilão bem macabro. Meu único ponto é que o filme realmente é mais para adultos do que crianças.

 

E vocês, quais filmes da Disney mais gostam?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

[Especial Califórnia] 6 motivos para conhecer o parque California Adventure

IMG_2413[1]

No último post, falei (quase) tudo sobre a Disneyland. Hoje é dia de falar sobre o California Adventure, o segundo parque do complexo da Disney em Anaheim, na Califórnia. Para quem já foi a Orlando, esse parque é bem parecido com o Hollywood Studios (meu favorito por lá), mas também tem algumas áreas que me lembraram muito o Animal Kingdom. Eu estava curiosíssima para conhecer o local porque já tinha visto alguns vídeos das atrações no Youtube e ele me parecia diferente de tudo. De fato, é um parque extremamente gostoso com brinquedos para todas as idades. Eu amei de verdade e digo com certeza que ele virou o meu preferido entre todos os parques que eu já visitei, incluindo os da Flórida. Vamos saber mais sobre?

1. É um dos parques mais recentes de todo o complexo Disney

Mapa do parque

Mapa do parque

Inaugurado em 2001, o California Adventure foi construído em um espaço anteriormente usado como estacionamento e é um dos parques mais novos de todos o complexo Disney no mundo (para quem não sabe, a Disney também tem parques em Paris, em Tóquio e em Hong Kong). Apesar de ser uma delícia, o local enfrentou sérias dificuldades após a inauguração. Acontece que ele tinha poucas atrações para crianças e o número de visitantes era menor do que o esperado. Em 2007 foi feita uma grande reforma com a inclusão de novas áreas temáticas com brinquedos para os pequenos e o resultado agradou a todos. E vale lembrar: fica ao lado (ao lado mesmo) da Disneyland e a divisão é feita pelo centrinho de compras Downtown Disney. Praticidade na certa!

2. Talvez seja o parque mais radical da Disney

Esse pontinho rosa sou eu, lá no alto da montanha-russa

Esse pontinho rosa sou eu, lá no alto da montanha-russa

Justamente por ter sido considerado um parque para adultos, o California Adventure tem atrações muito legais para quem, assim como eu, adora sentir adrenalina. Amo os parques de Orlando, mas sempre sinto falta de uma montanha-russa mais radical. Pois bem, aqui nós temos a California Screamin’, uma montanha-russa de madeira – com trilho de aço – que começa acelerando em questão de segundos e tem um looping generoso (vale a pena assistir ao vídeo).O parque tem ainda a montanha-russa do Pateta, que é para todas as idades – não consegui ir por causa da fila. Vale pegar o fast pass para chegar ao brinquedo mais rápido!

3. Tem o brinquedo mais legal do mundo (ao menos na minha opinião)

IMG_2388[1]

IMG_2496[1]

Minhas reações dentro da roda gigante

Não poderia deixar de fora a Mickey’s Fun Wheel, que, para mim, é o brinquedo mais legal de todos os que eu já andei na vida. O diferencial fica por conta das cabines que balançam. Tinha visto alguns vídeos e achava que era algo inofensivo, mas a verdade é que elas balançam MUITO! É quase como um barco viking. Eu não fiquei com medo, mas senti aquele friozinho gostoso na barriga. Vi algumas pessoas morrerem de medo (inclusive minha mãe) principalmente por não ter nenhum lugar para segurar. Então, se esse for o seu caso, recomendo as cabininhas que não balançam. Para as corajosas, eu reafirmo que é a coisa mais deliciosa deste mundo. Veja mais aqui.

4. Tem um hotel dentro

Nesta foto, o parque ainda não tinha sido reformado, mas dá para ter uma ideia da (super) proximidade

Nesta foto, o parque ainda não tinha sido reformado, mas dá para ter uma ideia da (super) proximidade

Assim como acontece em Orlando, os parques da Califórnia também contam com alguns hotéis dentro do complexo. Mas um deles é realmente dentro do California Adventure. Trata-se do Grand Californian, que tem inclusive uma saída que dá direto no parque. Imagine que legal abrir sua janela e ver o pessoal se divertindo nas atrações. Eu não fiquei lá, mas garanto que deve ser uma delícia assistir aos shows noturnos com todo o conforto necessário ou ter uma visão pra lá de especial de todo o parque. Por outro lado, penso que o barulho deve ser frequente. Quem sabe me hospedo lá da próxima vez para saber?

5. Traz os brinquedos mais legais de Orlando em um único parque

IMG_2401[1]

O que eu mais gostei no California Adventure é que ele reúne algumas das minhas atrações favoritas de Orlando, como a Hollywood Tower Hotel (foto acima), o simulador de asa delta Soarin’ e o game interativo Toy Story Mania. A torre do terror, como eu apelidei, é beeem diferente e, na minha opinião, mais legal. O elevador aqui abre mais vezes e em uma das paradas mostra um espelho no qual nós somos transformados em fantasmas. E ele não anda quando chega no topo. Pelo contrário, fica parado e totalmente no escuro, o que causa um leve e gostoso pânico antes da descida.

Outra atração imperdível é o Radiator Spring Racers, uma espécie de Test Track do parque Epcot, só que toda com a temática do filme Carros. Seu carro faz um trajeto pela cidade do desenho para então passar por testes e disputar uma corrida com outro carro a toda velocidade. É TÃO legal que a fila é quilométrica. Para terem uma ideia, nem tínhamos almoçado quando pegamos nosso fast pass e o horário de retorno era para as 17:30. A área Cars Land, inclusive, é uma das que eu mais gostei e totalmente válida para os fãs do filme. Ficou na curiosidade? Clique aqui para saber mais sobre o brinquedo.

6. World of Color

IMG_2492[1]

O California Adventure não tem fogos de artifício, mas um show muito lindo na água. Chamado de World of Color, projeta cenas dos principais filmes da Disney por meio de jatos coloridos na lagoa em frente à roda gigante, que também recebe iluminação especial. O show lota e é bom chegar pelo menos uma hora antes para pegar um lugar bacana. Mas, se você estiver em busca de conforto, vale a pena fazer o pacote Dining, que inclui um jantar com menu especial em alguns restaurantes e ingresso para a área vip. E põe vip nisso! Ficamos no espaço mais próximo da água com pouquíssimas pessoas na nossa frente. Isso porque chegamos apenas alguns minutos antes da apresentação. Então, a comodidade é 100%. Super recomendo essa experiência!

Por fim, vale dizer que o California Adventure é um parque mais compacto, porém com número maior de atrações do que a Disneyland. Tem uma área exclusiva para crianças e locais para encontrar personagens (incluindo a turma do filme Frozen), mas eu acredito que agrada mais adolescentes e adultos. De qualquer maneira, virou meu xodó. Não vejo a hora de voltar!

[Especial Califórnia] 7 motivos para conhecer a Disneyland

IMG_2284[1]

Quem me conhece sabe que sou completamente apaixonada pela Disney. Um dos motivos que me fez escolher a Califórnia como destino de férias foi justamente a possibilidade de conhecer mais parques do complexo. Para quem não sabe, a cidade de Anaheim (cerca de 1 hora de Los Angeles) abriga dois parques: a Disneyland e o California Adventure. Fiz questão de passar por lá assim que saímos de San Diego e não me arrependo nem um pouco. Aliás, digo e repito: é uma parada obrigatória para quem gosta de diversão.

E aí entra a pergunta que não quer calar: é melhor do que Orlando? Até pouco tempo, só existia Orlando na minha cabeça quando pensava nos Estados Unidos. Acontece que eu fui cinco vezes para lá e acabei pegando um bode. Continuo amando tudo e voltaria com toda a certeza do mundo, mas é tanta gente, tanta fila, tanto brasileiro (das últimas vezes parecia até que eu não tinha saído do Brasil) que eu acabei gostando mais dos parques da Califórnia.

A decisão de quais parques são melhores é muito pessoal, mas eu vou (tentar) explicar em alguns itens o porquê da minha escolha. Vou começar pela Disneyland, que nós visitamos no nosso primeiro dia:

1. É o primeiro parque de todo o complexo da Disney

IMG_2274[1]

A Disneyland foi inaugurada em julho de 1955, ou seja, está prestes a comemorar 60 anos. Os festejos, aliás, começaram em maio, uma semana depois que eu fui embora. Quem visitar o parque durante os próximos meses poderá ver uma parada exclusiva – mas com filas imensas, vale lembrar.

Seja como for, a Disneyland foi totalmente construída com a supervisão de ninguém mais ninguém menos que Walt Disney (ele já era falecido quando a de Orlando ficou pronta).O mais bacana é que ainda carrega traços originais. A casa na árvore do Tarzan está lá desde o começo, assim como os carrinhos futuristas encontrados na área Tomorrowland. Resumindo: tem um ar nostálgico e histórico fortíssimo!

2. O fato de ser menor ajuda muito

Mapa de todo o parque. Olha só como tem bastante coisa para fazer lá

Mapa de todo o parque. Olha só como tem bastante coisa para fazer lá

Bastou eu colocar no Facebook que estava visitando a Disneyland para um monte de gente comentar: “ah, mas é tão pequeno” ou “é muito sem graça”. Ok, pode até ser compacto, mas isso é ótimo. Em Orlando, a gente fica com dor no pé de tanto que anda para chegar em uma determinada atração. É maravilhoso ter tudo pertinho. E digo mais: dá para fazer todos os brinquedos muito mais rápido. Nós conseguimos ir nos que queríamos e ainda repetimos os mais legais. Tudo isso em um único dia. Faço o Magic Kingdom, de Orlando, em dois dias, porque em um dia é impossível.

Então, não desanime se alguém te falar que o parque é pequeno. Eu fui, amei, iria de novo e não me importei nem um pouquinho com o tamanho. Aliás, adorei essa dimensão.

3. Os brinquedos são mais bem feitos

 IMG_2327[1]

Taí um exemplo: o It’s a Small World. Quem já foi a Orlando sabe que o brinquedo ocupa uma parte discreta na área de Fantasyland. Na Califórnia, ele fica afastado e é praticamente um castelo. Tem O DOBRO do tamanho. Mostra bonequinhos dos personagens de acordo com a região em que vivem (não tem isso no Magic Kingdom). São pequenos detalhes, mas que não passam despercebidos por fãs dos parques. E eu sei que todo mundo aqui gosta de coisas com qualidade – o que não falta nos brinquedos da Disneyland.

Acha o It’s a Small World bobinho? Vamos tentar a Space Mountain, talvez a montanha-russa mais radical da Disney. Aqui ela é mais escura, mais rápida, mais alta e tem uma fila muito legal, que faz com que você pense que está realmente indo para o espaço. Uma amiga minha me deu a dica de ir nessa atração logo quando chegamos e funcionou tanto que saímos de lá e fomos de novo.

4; Alguns não existem em Orlando

IMG_2296[1]

Um dos brinquedos mais legais do mundo é o Indiana Jones Adventure, que não existe em Orlando. O que ele tem de especial? Começo pela fila, que dá a sensação de estar em uma floresta com um templo enorme chamado de Forbidden Eye. Depois vem o fato de o carrinho ser o famoso jipe do herói dos filmes e de realmente se sentir em uma sequência cheia de ação, com aparição de esqueletos, cobras (de mentira tá gente) e a clássica bola gigante que vem rolando na sua direção. Tudo é muito rápido, dinâmico e extremamente divertido.

Esse é só um exemplo. Tem várias atrações por lá que são exclusivas. É ir para descobrir!

5. É mais vazio, ou seja, as filas são menores

Fila zero para tirar foto com os personagens

Fila zero para tirar foto com os personagens

Por ser menor e (teoricamente) menos atrativa do que o Magic Kingdom, a Disneyland fica mais vazia e apresenta filas beeem mais rápidas. Claro que no verão e em datas comemorativas o parque é mais cheio, mas a maior fila que eu peguei foi meia hora no Piratas do Caribe. Pegamos chuva durante a tarde e isso foi ótimo porque muita gente foi embora, então aproveitamos ainda mais. Nada de pegar fila de duas horas ou de sair correndo atrás de um fast pass para furar fila. Eu ainda consegui tirar uma foto com o Mickey e a Fada Madrinha e não esperei mais do que dez minutos. Isso é IMPOSSÍVEL em Orlando.

6. Tem a parte de New Orleans

Esta foto é do site da Disney. Estava chovendo horrores quando fomos e eu não consegui tirar fotos :(

Esta foto é do site da Disney. Estava chovendo horrores quando fomos e eu não consegui tirar fotos 🙁

Outra coisa que não tem em Orlando: a parte de New Orleans Square. Para homenagear a principal cidade do estado da Louisiana, a área do parque é cheia de casinhas características e oferece atrativos da região, como o famoso Beignet (espécie de sonho que eu morria de vontade de comer e é realmente maravilhoso). Dois brinquedos clássicos da Disney estão aqui: a Mansão Mal Assombrada (relativamente igual a de Orlando) e o Piratas do Caribe, que é muuuuito maior, tem duas quedas na água e um restaurante lá dentro. Almoçamos lá e estava tudo incrível. Ganhei até um bolinho especial como forma de comemoração antecipada do meu aniversário.

7. O acesso é bem mais fácil

Fachada da loja da Lego em Downtown Disney

Fachada da loja da Lego em Downtown Disney 

Em Orlando, cada parque fica em um determinado local e muitas vezes são distantes entre si. Em Anaheim, os dois parques ficam um ao lado do outro e são separados pela área de Downtown Disney, o famoso centrinho de compras e comidas. Isso é MUITO BOM. Dá para sair no meio do dia e ir ao outro parque sem precisar de carro ou ônibus e visitar as lojinhas no final do dia sem estresse. E tem mais: a maioria dos hotéis fica na mesma rua. Fazíamos tudo a pé, era só atravessar a rua. E do nosso quarto ainda podíamos ver os brinquedos. Resumindo: UMA DELÍCIA!!

Como falei lá em cima, amei demais a Disneyland. Mas amei ainda mais o outro parque, o California Adventure. Falarei sobre ele em breve, então fique de olho! 🙂

As melhores montanhas-russas do mundo

Sempre que sobra um tempinho (o que tem sido bem difícil nos últimos dias), eu corro para o Youtube e procuro vídeos sobre montanhas-russas. Pois é, tenho um lado criança fortíssimo que se anima em questão de segundos quando aperto o play do vídeo. Acontece que, ao contrário de muita gente, eu faço parte daquele time de doidos que adora parques temáticos só por causa das atrações radicais. Não me importo nem um pouco em virar de cabeça para baixo. Aliás, quanto mais inversões o brinquedo tiver, melhor. É justamente por isso que eu tenho uma meta na vida de conhecer as melhores montanhas-russas do mundo. Enquanto isso não acontece, me contento em ver os vídeos. Quer saber quais são? Então vamos lá:

Kingda Ka

Kingda_Ka

Inaugurada em 2005, é a mais alta do mundo, com 140 metros de altura, o que equivale a um prédio de 40 andares. Esse “pequeno” fato já é responsável por causar o famoso frio na barriga, mas não para por aí. O trajeto começa com uma aceleração de zero a 206 km/h em aproximadamente três segundos, seguido por uma subida vertical. A descida também é vertical, só que cheia de torções (dá para sentir assistindo ao vídeo). Precisa de mais? Pois saiba que neste ano a montanha-russa ganhou torres que despencam em queda livre e que ficam acopladas nas estruturas dos trilhos. Medo? Só de ser atacada por pássaros – sim, isso aconteceu em 2012.

Onde fica: Six Flags Great Adventure, em New Jersey – Estados Unidos

Takabisha

Takabisha-roller-coaster

Apesar de ter sido inaugurada em 2011, foi uma descoberta recente na minha vida. Nos primeiros dias deste ano, quis mostrar para minha irmã as montanhas-russas mais legais do mundo. Acabei vendo o vídeo da Takabisha por acaso e me surpreendi. Até então, encarar uma subida ou uma descida em 90 graus era o máximo possível quando o assunto era adrenalina. Até descobrir que essa boniteza faz o carrinho despencar em 121 graus, o que rendeu o título de montanha-russa mais íngreme de todos os tempos. E olha que bacana: o trajeto de dois segundos (que você pode acompanhar clicando aqui) tem vista para o Monte Fuji.

Onde fica: Fuji-Q Highland, em Fujiyoshida – Japão 

Sheikra

SAMSUNG DIGIMAX A503

De todas as que eu já fui, essa com certeza é a melhor. Na época da inauguração, em 2005, não tinha nada parecido. Só fui realizar o sonho de conhecê-la mais de perto em 2008. Antes disso, eu ficava horas e horas assistindo a um vídeo em que tocava Call n’ Return, do Hellogoodbye (esse foi um dos motivos pelos quais eu amava essa banda). E o melhor de tudo: fui sozinha, porque ninguém mais teve coragem. Amei e voltei mais duas vezes. E olha, até hoje me dá medinho, principalmente quando o carrinho para lá no alto, prestes a descer, e te segura por três segundos. Gostou? Então veja essa belezura em ação.

Onde fica: Busch Gardens Africa, em Tampa – Estados Unidos

Revenge of the Mummy

ROTM_3

Eu gosto muito de montanhas-russas temáticas, principalmente se forem inspiradas em filmes ou desenhos. A Múmia era meu filme de aventura favorito na pré-adolescência. Talvez seja por isso que eu fiquei empolgada quando soube que iria andar na montanha-russa feita em homenagem ao longa. Mas confesso que também senti um leve pânico porque eles prometiam sustos e algumas interações. Quer saber? Tem tudo isso mesmo. Tem escaravelhos, múmias enfurecidas, salas com tesouros e muitos gritos. Mas é justamente isso que faz com que ela seja tão divertida. Para terem uma ideia, eu saí da primeira volta e entrei na fila de novo (sim, é impossível andar nela apenas uma vez). Ficou curioso? Dá para ver um pouco aqui.

Onde fica: Universal Studios, em Orlando – Estados Unidos

Está vendo o círculo rosa? Sou eu em um momento de extrema felicidade na Kumba, montanha-russa do Busch Gardens

Está vendo o círculo rosa? Sou eu em um momento de extrema felicidade na Kumba, montanha-russa do Busch Gardens

Gostou da minha lista? Se tiver alguma sugestão de montanha-russa, deixe nos comentários. Vou adorar saber mais sobre ela 😉