Posts em destaque

Achadinho: Sweet Kakau

Sou capaz de trocar quase qualquer coisa nessa vida por brigadeiro. Brincadeiras à parte, sou completamente alucinada por esse doce e muito disso se deve ao fato de que eu vivo ao lado de uma das pessoas que faz os melhores brigadeiros deste mundo: minha mãe.

Palavra de filha costuma não valer, mas mamãe sempre fazia bandejinhas de brigadeiros e só ouvia elogios das pessoas, não só da família, mas dos amigos, dos colegas de trabalho e por aí vai. Desde que me entendo por gente, ouço geral dizer para ela vender os docinhos, mas ela só adiava essa ideia.

Até que, no finzinho do ano passado, depois de distribuir kits de Natal cheios de brigadeiros para algumas pessoas, ela decidiu transformar o hobby em negócio. Foi assim que nasceu a Sweet Kakau, batizada em homenagem ao seu nome, Kátia. E, em pouquíssimos meses, ela já tem uma clientela fiel.

12507574_1082254935142069_4371001237955260385_n   12794637_1108685329165696_7707920568726804233_n

Além do sabor incrível – juro que nunca comi outro brigadeiro igual ou pelo menos parecido –, o diferencial é que tudo é feito com muito carinho. Ela acorda cedo e às vezes passa o dia todo na cozinha, mas sempre com sorriso no rosto e muita dedicação.

Fora os sabores, que agradam aos mais diversos paladares. Além do tradicional, tem de leite ninho (com ou sem Nutella), churros, amêndoas, pistache, casadinho, cookies com Oreo (meu favorito), bicho de pé, paçoca e por aí vai. Eu, como boa filha, já comi todos e posso afirmar que são maravilhosos.

12742639_1096540883713474_7322327303890217301_n 12376780_1104823316218564_648597213649009625_n

Para a Páscoa, que vem chegando aí, ela está com embalagens especiais com símbolos da festa, como ovos, cenoura e coelho. Dá para pedir brigadeiros normais ou no pote, além de biscoitinhos em formatos variados.

12715520_1101142849919944_5867981131240834189_n

A Sweet Kakau também faz pão de mel, ovos recheados em vários sabores, bolos e tortas. Ou seja, é só escolher o que mais combina com o seu gosto e com a ocasião e se deliciar! Podem encomendar sem medo que eu recomendo!

Sweet Kakau: Facebook | Instagram

Um beijo e até o próximo post!

Achadinhos: Cacauchioli

Cacauchioli

Embora a gente viva de dieta, todas nós temos um docinho predileto, aquele que nos faz cometer loucuras. O meu, assim como o de muitas pessoas por aí, é o brigadeiro. Tenho um carinho especial pelos que são caseiros, que a gente come um pedacinho e já sabe que está fresquinho. Foi exatamente o que aconteceu quando provei o primeiro brigadeiro da Cacauchioli: uma descoberta pra lá de deliciosa!

Outro dia cheguei em casa e encontrei uma caixinha fofa com vários brigadeiros. Viciada que sou, tratei logo de provar o primeiro e, para a minha surpresa, era de leite ninho, um dos meus sabores preferidos. Pronto, ali já percebi que os docinhos eram feitos com seriedade mas muito, muito amor e carinho!

IMG_5472

Olhem o charme da caixinha que chegou aqui em casa com brigadeiros de leite ninho, beijinho e chocolate tradicional

A Cacauchioli foi criada pela Helen Cauchioli, que me contou que tudo foi acontecendo. Assim como a maioria de nós, ela sonhava em comprar a própria casa e decidiu levar brigadeiros gourmet para a empresa em que trabalhava para ajudar nas despesas. Foi tudo tão rápido que ela passou a receber diversas encomendas. Não demorou muito para receber pedidos de festas, chás de bebê, casamentos e por aí vai.

O nome é uma brincadeira com o seu sobrenome e surgiu em um concurso que ela promoveu dentro do trabalho. Ela estava em busca de algo “gostoso de ver e delicioso de comer” e o vencedor ganharia 100 doces (imaginem a delícia!). Para ela, o diferencial dos docinhos é o carinho e a dedicação com que as receitas são feitas, assim como a matéria-prima de qualidade.

Os sabores mais procurados são gourmet com raspas de chocolate, casadinho, brigonoura (isso mesmo: brigadeiro recheado com bolo de cenoura ♥), erva cidreira, beijinho, ovomaltine, bicho de pé, leite ninho e leite ninho com nutella. Ficou com água na boca? Então dá uma olhadinha nas fotos dos docinhos:

11888072_538281276321329_5956970237185418068_n 11949439_542276159255174_2583741189816433981_n

11219428_543120729170717_5201539529929240160_n

11760083_523732244442899_4759281442357156033_n 11745504_523732314442892_21765142356662711_n

10409746_520450611437729_2848361954929642277_n

Para as festas de fim de ano – que, sim, amigas, estão logo aí -, a Cacauchioli tem novidades deliciosas. Ideal para comemorar o Natal, o brigotone vem recheado de panetone ou chocotone em uma caixa de presente transparente com as cores natalinas. Para o Ano Novo, a dica é o brigadeiro indiano, feito com especiarias, que vem dentro de uma caixa com uma palavra secreta que indica um voto para os próximos meses. Estou supercuriosa para saber qual vai ser o meu rs…

Entre em contato com a Cacauchioli:

WhatsApp: (11) 4374-526 ou (11) 98157-3675 | Facebook | Instagram | cacauchioli@gmail.com

Obs.: Este post não é publi, mas uma forma de agradecimento pelo mimo tão gostoso que a Helen mandou para a minha família! Muito obrigada e todo o sucesso do mundo para você!
Fotos: FanPage – Cacauchioli

Top 5 – Os restaurantes mais inusitados do mundo

Tem coisa melhor do que o simples hábito de comer? Sou dessas que acorda pensando no café, passa a manhã imaginando o que vai comer no almoço e chego em casa suspirando por causa do jantar. Além disso, adoro planejar em qual restaurante vou no fim de semana. Pois é, preciso comer fora nos dias livres, mas não precisa ser em algum lugar caro. Gosto apenas de saborear uma comida gostosa e quentinha na companhia de pessoas queridas.

Então, quando planejo alguma viagem, penso logo nos restaurantes em que posso comer. Para mim, faz parte do ritual. Assim como é legal listar as lojas em que é possível fazer compras, piro só de pensar em todos os pratos que vou ter a oportunidade de saborear. Aqui entra outro diferencial que o restaurante deve ter para me ganhar: ser original. Acho tão bacana locais que apresentam uma proposta diferenciada para chamar a atenção dos clientes

Por isso, resolvi pesquisar os cinco restaurantes mais inusitados do mundo e acabei me surpreendendo. Alguns são tão diferentes que chegam a ser bizarros. Quer saber mais? Vamos lá:

Rainforest Café, Orlando (Estados Unidos)

A Disney concentra uma série de restaurantes que podem entrar nessa categoria de inusitados. O Rainforest é um deles. Com duas unidades no complexo temático de Orlando, um no parque Animal Kingdom e outro no centro comercial Downtown Disney, é daqueles que já chama atenção do lado de fora. Basta se aproximar para ouvir barulhos de animais como gorilas, elefantes, araras e por aí vai.

rainforest-cafe-00

Acontece que o restaurante, como o próprio nome diz, tem a proposta de recriar o ambiente da selva. Você corre o risco de sentar ao lado de uma onça ou de ser sobrevoado por pássaro. A cada tanto, todos os bichos começam a fazer barulhos e a se mexer. Tudo de mentira, claro. E antes que alguém mencione, sim, aqui os animais das selvas e das savanas convivem em perfeita harmonia. É só deixar a criatividade funcionar.

O cardápio, por outro lado, é convencional e apresenta grande variedade. Tem massas, lanches, saladas. Por experiência própria, indico os sanduíches (que são bem no padrão americano, com muito molho e batata frita como acompanhamento) e a sobremesa Volcano, com bolo, sorvete, calda, chantilly e outras delícias.

50’s Prime, Orlando (Estados Unidos)

Você deve estar pensando: outro restaurante da Disney com tanto lugar bacana no mundo? Acontece que é muito mais fácil indicar algo quando nós já experimentamos. Então anote aí: se for visitar o parque Hollywood Studios, meu favorito, não deixe de fazer uma refeição no 50’s Prime. É tão gostoso que nós sempre fazemos questão de incluí-lo no roteiro.

 50s-prime-time-cafe-gallery00

O nome já explica o que vem a seguir: um restaurante situado em uma cozinha típica dos anos 50. Tudo ali remete ao design da época: as mesas têm cantos arredondados, com sofás fofinhos, azulejos coloridos e televisões bem pequeninas que passam imagens de verdade – só que em preto e branco.

As garçonetes usam uniformes típicos de cozinheiras e o cardápio, segundo elas, é feito com base naquela comida de mãe. Ou seja, é tudo bem caseiro, com carne de panela, purê e por aí vai. A sobremesa mais pedida é um sorvetão que vem com tudo, até confeitos coloridos. E nem pense em recusar, viu? As atendentes logo avisam que lá a proposta é comer muito.

Modern Toilet, Taiwan

Que tal comer como se estivesse sentado no seu banheiro? Pois esse é exatamente o conceito desse restaurante que abriu as portas em 2004 em Taiwan e fez tanto sucesso que abriu outras unidades na China e no Japão. A ideia é exatamente a que está pensando: sentar em vasos sanitários e comer em uma mesa em formato de pias e banheiras.

 toilet_restaurant1

Dá para deixar ainda mais nojento? Opa, dá sim. Vamos começar dizendo que os pratos – que incluem nomes nada agradáveis como cocô e diarreia – são servidos em privadas. E na hora de limpar o rosto, nada de guardanapo. Por aqui só existem papeis higiênicos.

Confesso que eu achei tudo muito bizarro, mas todas as filiais do restaurante vivem lotadas. Essa é a pedida ideal para quem não tem frescuras e topa comer qualquer coisa em qualquer lugar. Eu prefiro passar longe.

Waterfalls, Filipinas

Imagine que loucura sentar-se para comer aos pés de uma cachoeira e correr o risco de ter alguns pingos respigando no seu almoço. Parece o cenário de um pesadelo, mas é real e parte de um restaurante localizado em San Pablo, nas Filipinas. O estabelecimento fica logo embaixo de uma cachoeira gigante e inclusive requer que clientes e funcionários estejam descalços – a não ser que não liguem de ficar com os pés molhados.

 article-0-1ECF469400000578-463_634x478

O local paradisíaco pertence ao resort Villa Escudero e propõe manter o contato mais próximo com a natureza. Por isso, grande parte das mesas fica ao ar livre, no meio de uma reserva natural, e todas são feitas de bambu. Os hóspedes correm para garantir um lugar perto da cachoeira e nem se incomodam de comer algo com sabor molhadinho causado pelos respingos. Aliás, eles adoram e passam horas fazendo poses para fotos incríveis.

Apesar do cenário inspirador, o cardápio oferece pratos tradicionais da região, muitos feitos a base de frutos do mar. Apesar de não curtir muito a culinária asiática, devo dizer que a ideia desse restaurante me agradou. Quem sabe um dia visito…

‘s Baggers, Alemanha

Dizem por aí que, em um futuro próximo, não será mais necessário ter garçons para garantir o funcionamento de um restaurante. Parece difícil acreditar nessa suposição, mas o ‘s Baggers é prova de que é possível ter um estabelecimento que opera de modo automático.

f2b3fcc7bf8d1e4bde37491c5dbdeb-scaled1000

Quando o cliente chega, recebe uma espécie de tablet onde diz o número de pessoas que vão se sentar à mesa. A partir daí, é só escolher os pedidos de forma virtual e aguardar. Da cozinha, saem trilhos em espiral que levam os pratos diretamente para cada mesa. Dizem que a sensação é como se as comidas estivessem caindo do céu.

Ok, é inusitado. Mas que tal pensar nas vantagens? Há menos tempo de espera, mais economia para o proprietário do restaurante e menor chance de erro (já que o computador não erra). E vale lembrar: as refeições seguem um conceito saudável e com pouca gordura. Ou seja, além de se divertir, o cliente ainda pode ficar tranquilo com aquilo que está consumindo.

Gostou da lista? O bom é que existem muitos outros restaurantes diferentes por aí. Prometo continuar essa saga em breve…

Fontes: Casa e Jardim, Obvious e Segredos de Viagem

Receita de Dia das Crianças: Brigadeiro de Oreo

1737639_1479638275633054_2126266577_n

Quem é ou já foi criança sabe que não tem data mais gostosa do que o dia 12 de outubro. É quando você ganha aquele presente tão esperado e passa 24 horas ao lado da família. Se você já é grandinha, não precisa desanimar. Que tal preparar um quitute de infância para relembrar os melhores anos da sua vida? A dica de hoje é uma receita preparada pela minha mãe, que é mestre – de verdade mesmo – na arte de fazer brigadeiro. Dessa vez, o doce foi recheado com Oreo.

Para quem não sabe, Oreo é uma linha americana com biscoitos de chocolate ao leite e chocolate branco (algo meio Negresco). Eu sempre amei e voltava com mil pacotes na mala sempre que ia viajar. A boa notícia é que o biscoito finalmente desembarcou no Brasil e dá para encontrá-lo facinho na maioria dos supermercados. Vamos ao que interessa? Papel e caneta na mão porque aí vai a receita:

Ingredientes

1 lata de leite condensado

a-historia-do-leite-condensado-1

1 barra de chocolate branco (170 g)

chocolate_nestl_galak_barra_30g

1 pacote grande com 24 biscoitos Oreo

oreo 5

Modo de fazer

Triture os biscoitos em um recipiente à parte. Na panela, misture o leite condensado, a barra de chocolate branco – que também deve ser triturada – e a manteiga e mexa bem até chegar no ponto de  brigadeiro. Desligue o fogo e acrescente os biscoitos. Ligue novamente o fogo e mexa até sentir que a massa está uniforme. Deixe esfriar e coma na panela mesmo ou enrole em forminhas. A dica da mamãe é finalizar enrolando com leite ninho. Pronto! Agora é só servir!

Leva aproximadamente meia hora para ficar pronto e rende 30 brigadeiros.

 

Dá para perceber que é bem rápido e fácil, né? Então aproveite para liberar a criança que mora dentro de você e coma sem culpa. Vai valer a pena, prometo!

 

 

Achadinho: Restaurante Madero

Sem título

Não sei vocês, mas eu adoro conhecer um restaurante novo. Fui mais feliz no domingo passado (21) por conta do Restaurante Madero, rede  da Região Sul do Brasil que inaugurou recentemente uma unidade no Shopping Eldorado, em São Paulo (SP). Mamãe já tinha ido há duas semanas e disse que eu iria adorar, mas sabe como é dica de mãe né, a gente deveria, mas nunca leva a sério. Fui sem esperar muito e acabei completamente surpreendida. Tudo porque o local reúne ambiente espaçoso, ótimo atendimento e uma comida que dá água na boca só de falar (posso voltar lá agora?).

A fachada parece tímida, mas logo se revela original, porque as mesas ficam no segundo andar. Ou seja, para chegar até elas é preciso subir uma escada escultural que fica ainda mais bonita por conta do teto que recebe iluminação natural. Confesso que eu já estava encantada, mas fiquei ainda mais satisfeita quando vi a disposição do salão espaçoso, dividido em dois ambientes. Algumas mesas são feitas com troncos de madeira e outras ficam encostadas em simpáticos sofás – nem preciso dizer que eu ♥ qualquer sofazinho, então o local já ganhou mil pontos com a decoração.

Olha só que linda a entrada com a escada e como o ambiente é acolhedor (Fotos: Gerson Lima)

Olha só que linda a entrada com a escada e como o ambiente é acolhedor (Fotos: Gerson Lima)

Outra boa notícia: o cardápio tem opções para todos os gostos. São vários tipos de saladas, carnes, massas e sanduíches. De entrada, eles oferecem um palmito grelhado que super me apeteceu, mas acabei indo na coxinha porque minha mãe já tinha provado e adorado e disse que eu ia gostar também. Mãe sempre acerta e o que mais chamou minha atenção foi o recheio bem cremoso. Pedimos também a porção de pasteis de carne e a massa era bem parecida com a dos famosos (e deliciosos) pasteis de feira. Sem falar que a coca é de garrafa – até vale a pena sair um pouquinho da dieta porque refri de garrafa é sempre bom, né?

Como prato principal, fui de cheeseburguer Madero. Todos os sanduíches da casa são montados com alface, tomate e maionese e eu sou mega fresca, então pedi meu lanche só com carne e queijo. Minha família também fez alguns ajustes. Quando isso acontece, eu sempre acho que vai vir tudo errado, mas nossa atendente era ótima e não errou absolutamente nada. Aliás, cada sanduba veio com uma plaquinha para dizer o que havia de diferente. Como se não bastasse essa preocupação, tudo é muito gostoso. O pão é bem crocante, o queijo cheddar é zero enjoativo e a carne vem no ponto. Saboroso e bem levinho, super delícia! Ah, todos os lanches acompanham batatas fritas. Tem como melhorar?

Já estou com vontade de comer novamente esse pão crocantinho! (Foto: Gazeta do Povo)

Já estou com vontade de comer novamente esse pão crocantinho! (Foto: Gazeta do Povo)

Para fechar, fiz questão de provar o brigadeiro de panelinha, cuja foto estava em um display na nossa mesa. Achei que seria outra versão mais do mesmo do meu doce preferido, mas o quitute vem bem quentinho, como se tivessem acabado de fazer. E a panelinha é uma graça, parece um mimo de vó, sabe? Já entrou super para a minha lista de sobremesas favoritas da vida.

madero-burger-grill

Coisa mais linda – e deliciosa – esse brigadeiro na panelinha (Foto: Trip Advisor)

O preço também é bem acessível.  Os sanduíches giram em torno de R$ 30 e as sobremesas ficam em R$ 20. Nos finais de semana, o público costuma ser formado por famílias, mas também vi alguns casais. Não vejo a hora de voltar e já fico na torcida pela abertura de mais unidades. Recomendadíssimo!

_________________________________________________

Serviço

Restaurante Madero

São Paulo: Shopping Vila Olímpia – Rua Olimpíadas, 360 – Itaim Bibi | Rua Bandeira Paulista, 823 – Itaim | Shopping Eldorado – Avenida Rebouças, 3.970 – Pinheiros

(Para ver outros endereços, acesse o site)