Posts em destaque

Eu li: Uma Noite Com Marilyn Monroe – Lucy Holliday

Olá, pessoal! De uns tempos para cá, estão surgindo várias séries de livros para a gente acompanhar, né? Normalmente, eu não gosto muito de sequências porque quase nunca são boas como os primeiros volumes e eu me sinto presa e obrigada a ler todos os livros para saber como vai terminar a história.

Mas, como tudo na vida, existem algumas exceções. No ano passado, li Uma Noite Com Audrey Hepburn já sabendo que era uma trilogia e terminei roendo as unhas de ansiedade esperando pelo próximo volume. Ganhei o segundo livro da série, Uma Noite Com Marilyn Monroe, de presente de Natal e devorei as páginas. Como sempre, aproveitei para gravar a resenha dele lá no canal. Assista aqui:

A trilogia gira em torno de Libby, uma mulher beirando os 30 anos que desistiu da carreira fracassada de atriz para se tornar designer de joias. Na primeira parte da história, ficamos na expectativa para saber se o namoro dela com Dillon, o galã bonitão do momento, vai dar certo. Mas, logo nas primeiras páginas da segunda parte, descobrimos que as coisas não andaram muito bem e eles terminaram depois de alguns meses.

Depois disso, Libby arranja um novo namorado e continua a contar com o apoio de Olly, seu melhor amigo desde a adolescência. Ele está prestes a abrir seu restaurante e pede a ajuda de Libby, mas ela acaba se enrolando e, quando vê, percebe que está perdendo o posto de melhor amiga para Tash, uma mulher obviamente linda e engraçada que deixa Libby morrendo de ciúme.

download

Tudo porque, assim como no primeiro livro, a protagonista precisa lidar com uma hóspede bastante inusitada em seu apartamento. Agora, quem decidiu se instalar por lá é Marilyn Monroe no auge de sua carreira. O mais legal de tudo é que a Marilyn ama ver TV e faz a gente rir horrores com seus comentários sobre o reality show das Kardashians (dá para imaginar a cena? É de chorar de rir!).

E, ao mesmo tempo, Libby ainda precisa lidar com Dillon, que ressurge arrependido de tudo que fez com ela e promete ser um homem melhor. E é aquela coisa: a gente sabe que ele não presta, mas fica na torcida para ela dar mais uma chance!

Como falei lá em cima, amei demais Uma Noite Com Audrey Hepburn, mas também me diverti muito com Uma Noite Com Marilyn Monroe. Fazia tempo que eu não lia um livro em que me pegava rindo sozinha. O único problema é que ele é tão bom que a gente lê rapidinho. Agora estou na expectativa para Uma Noite Com Grace Kelly, último volume da série, que deve chegar nas livrarias nos próximos meses!

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥♥