Posts em destaque

Testei: Base Born This Way – Too Faced

Olá, pessoal! Não é novidade para ninguém que eu gosto de maquiagem, mas vira e mexe eu descubro novas paixões dentro desse universo. Como assim, Camilla? Calma, eu explico: ultimamente, ando numa fase de me apaixonar por bases. Até ano passado, antes de fazer o curso de maquiagem, eu tinha apenas duas bases. Depois, fui comprando outras e agora ando querendo testar várias. Vocês sabem como é, né?

Eu sempre gostei de marcas fofinhas de make e conheci a Too Faced há alguns anos, em uma viagem que fiz para os Estados Unidos. Ficou mais fácil de testar os produtos da marca depois que ela veio para o Brasil. Eu tenho uma lista dos que eu mais quero e até contei aqui que eu comprei recentemente o Primer Hangover.

Na época, fiquei em dúvida entre o primer a base Born This Way, queridinha de muita gente. Resolvi aproveitar para comprar na viagem que fiz para a Disney da Califórnia e para Las Vegas. Tinha uma wishlist com outros produtos para comprar na Sephora e deixei para fazer isso no penúltimo dia da viagem, em uma loja que fica no hotel The Venetian. Comecei a testar logo que voltei ao Brasil e agora já posso contar tudo para vocês! 🙂

Como funciona?

Bom, antes de mais nada, preciso falar sobre a variedade de cores dessa base. Pesquisei enquanto escrevia este post e vi aqui que são 35 tonalidades ao todo. Como boa geminiana, eu fico doida com essa variedade toda e não sei nem por onde começar.

Normalmente, sempre me dou bem com a segunda ou terceira opção mais clara de base, então fiquei com isso na cabeça, peguei alguns tons mais clarinhos e fiz o teste (aplicando um pouco acima da mandíbula). O ideal é sair da loja e esperar algumas horas para ver a melhor cor, mas, como estava com pouco tempo, esperei só um pouco e acabei escolhendo a cor Swan.

A base Born This Way foi criada com o objetivo de trazer uma cobertura alta sem deixar aquele aspecto pesado na pele. Como o próprio nome diz, ela promete deixar o rosto com um viço tão natural que vai parecer que você nasceu assim, mas sem imperfeições. Importante destacar que ela é livre de óleo – quem tem pele oleosa também pode usar!

Para isso, a base aposta em uma combinação poderosa com os seguintes ingredientes:

  • Água de coco (responsável por hidratar a pele);
  • Rosa alpina (que fortalece toda a região do rosto);
  • Ácido hialurônico (nutriente conhecido por promover uma aparência rejuvenescida).

Vale lembrar que a embalagem segue a proposta fofinha da marca e é toda linda, com tampa preta e logo dourado, além de uma parte transparente que permite visualizar melhor a cor da base. Ah, a Too Faced é uma empresa totalmente cruelty free. Bom demais, né?

Minha opinião

A base Born This Way vem com o formato de pump. Testei com pincel e com esponja, mas sempre aplicando antes o conteúdo na palma da mão (vale também aplicar em placas de metal específicas para maquiagem). Já tive minha fase de amar aplicar base com pincel, mas agora tenho AMADO usar a esponjinha. De qualquer forma, não vi diferença no resultado, dá para aplicar dos dois jeitos, ok?

Contei lá em cima que foi uma tortura encontrar o tom certo para mim e eu estava com pouco tempo. Na hora, a Swan pareceu a melhor opção. Ainda acho que é, sim, a cor da base que mais se aproxima do meu tom de pele, mas acho que ficou um pouquinho esbranquiçada, sabem? Nada muito gritante, até porque dá para amenizar com outros produtos e não interfere no resultado.

Quanto à cobertura, sou bem suspeita. Como eu não uso muita maquiagem no dia a dia, gosto de rebocão quando vou me produzir. Então, eu realmente amei a cobertura dessa base. Não diria que é uma cobertura altíssima, mas de média para alta e o suficiente para cobrir algumas manchinhas que eu tenho. Ah, e ela cumpre o que promete: em nenhum momento, eu sinto a pele ressecada ou pesada. Pelo contrário, ela fica macia, hidratada e com um brilho bem natural.

Agora vamos ao assunto mais polêmico dessa resenha: o preço. Eu paguei U$ 39 dólares, o que equivale a mais ou menos R$ 156. Na Sephora do Brasil, a mesma base sai por R$ 185 (lembrando que dá para parcelar, coisa que não existe nos Estados Unidos). Por essa diferença, eu acho que vale mais a pena comprar aqui, a não ser que você não encontre o seu tom.

Eu sei que é uma base cara e que não é todo mundo que pode gastar tudo isso em um produto de maquiagem, mas considero um investimento. É uma base maravilhosa, que cumpre tudo o que promete e ideal para usar quando você tem uma festa, evento mais chique ou mesmo quando quer uma make estilo rebocão. Estou apaixonada por ela e valeu cada centavo!

 

E você, já conhece essa base?

Um beijo e até o próximo post!