Posts em destaque

Eu li: Uma Noite com Grace Kelly – Lucy Holliday

Olá, pessoal! Vocês sabem que eu adoro livros e tenho um fraco quando a história tem continuação. Cresci lendo os livros da série Diário da Princesa e sou completamente apaixonada pela Becky Bloom, então vocês conseguem imaginar como é esse meu vício. Recentemente, descobri outra série para amar: a das aventuras da Libby Lomax e seu sofá mágico, capaz de ressuscitar divas do cinema, como Audrey Hepburn, Marilyn Monroe e Grace Kelly.

Em 2016, ganhei um vale presente de uma livraria e troquei pelo livro Uma Noite com Audrey Hepburn, sem saber muito o que esperar. Amei e me diverti horrores com a história, tanto que gravei uma resenha lá no canal (clique aqui para conferir). Logo depois, descobri que tinha um segundo volume, chamado Uma Noite com Marilyn Monroe, que eu li no comecinho do ano passado e também gravei resenha (confira aqui).

E quando eu descobri que a história ainda reservava uma terceira parte? Comprei Uma Noite com Grace Kelly no ano passado, mas eu me apeguei tanto que só deixei para ler neste ano, já que esta é a parte final da aventura de Libby.

A história

Antes de mais nada, preciso dizer que vai ser inevitável soltar alguns SPOILERS do primeiro e do segundo livro, então, se você ainda não leu, vai lá conhecer esses livros maravilhosos e depois volta aqui para saber o que acontece, ok? Não quero estragar nada porque essa série é realmente deliciosa e vale ser lida com muito carinho.

Ok, se você chegou até aqui, já sabe que a Libby largou de vez a carreira de atriz e está investindo mais do que nunca na carreira de designer de joias. Além disso, ela descobriu que está apaixonada por Olly, seu melhor amigo, que cansou de esperar por ela e agora está feliz da vida com a namorada, Tash.

Neste terceiro livro, Libby se mudou para um apartamento mais chique e montou seu ateliê no andar inferior. Enquanto precisa lidar com a desilusão amorosa, a pressão de seus investidores e as loucuras de sua mãe e sua irmã mais nova, ela esbarra por acaso em Joel, um cara lindo, totalmente apaixonada por ela e que, ainda por cima, é bilionário.

Sem falar na presença misteriosa de ninguém mais, ninguém menos, que a diva Grace Kelly, que se materializa de vez em quando a partir do sofá mágico da Libby. E aí, como será que tudo isso vai terminar?

O que eu achei?

Eu AMEI o primeiro livro e me diverti demais lendo o segundo livro (meu favorito). Estava com a expectativa lá em cima para ler o terceiro livro e acabou que eu senti falta daqueles momentos hilários e bizarros que só acontecem com a Libby, sabem? Esta parte da história é um pouco mais séria, mas, mesmo assim, a gente ri bastante em alguns momentos.

Nas duas primeiras partes, as participações da Audrey Hepburn e da Marilyn Monroe são fundamentais e a gente torce para encontrá-las nos capítulos. Já a Grace Kelly aparece pouco e, em minha opinião, não tem o mesmo toque de charme e bizarrice das outras duas, sabe? Às vezes a gente até se esquece dela.

Achei legal que a Lucy Holliday conseguiu, de alguma forma, reunir todos os personagens marcantes da história (até Dillon, ex da Libby, aparece). Mas ela se alongou tanto nesse lance da Libby com o Joel que o final passou muito rápido e algumas cenas que nós estávamos aguardando ansiosamente foram puladas. A Libby falou tanto disso e quando ia acontecer, páh, meses se passaram rs… Sério, fiquei frustrada!

Mesmo assim, foi maravilhoso acompanhar a conclusão dessa série que me acompanhou nos últimos dois anos. Sinceramente, não sei se teria como criar um quarto livro porque a história terminou bem redondinha, sem pontas. Mas, quem sabe, não teremos um novo livro mostrando a vida da Libby daqui a alguns anos? Fica a dica, hein!

 

E você, já leu este livro? O que achou?

Um beijo e até o próximo post!