Posts em destaque

6 dicas para finalmente aprender a andar de salto alto

Olá, pessoal! Todo mundo sabe que o salto alto é um dos melhores amigos das mulheres na hora de deixá-las mais poderosas. Pensem bem: ele oferece o truque instantâneo de alongar nossa silhueta e valorizar nossas pernas, além de dar um up na hora de seduzir o crush. Mas, mesmo com todas essas vantagens, preciso contar um segredinho pra vocês: eu não sei andar de salto!

Pois é, amigas, eu até tenho alguns sapatos altos em casa, mas só uso quando vou para algum lugar em que vou passar a maior parte do tempo sentada. Mas estou com um pezinho nos 30 e, com a idade, fiquei com vontade de usar mais o salto e aproveitar todas as vantagens que ele pode trazer. É por isso que eu resolvi compartilhar com vocês alguns truques para deixar esse item da moda fazer parte do seu dia a dia. E antes de começar, aproveita pra já montar sua wishlist de sapatos clicando aqui.

Escolha o modelo certo

 

b29b341381d88759bd594ebc26b55d41

Dica de ouro hein! Andar de salto alto fica muito mais fácil quando você usa um modelo adequado ao seu pé. Lembre-se: ele não pode ser muito apertado nem muito folgado para evitar que você tropece ou até se machuque caminhando. Se você é do tipo que sofre com dores nos pés quando está com salto alto, aí vai outro conselho valioso: prefira opções com salto quadrado (eu amo!) ou com a meia-pata na frente. Eles são mais confortáveis e vão te ajudar a manter a elegância lá em cima, literalmente!

Vá com calma

Pensem aqui comigo: dá para correr andando de salto? Bom, até dá, mas a cena não é muito bonita e a pessoa que está fazendo isso, além virar motivo para piadinhas, pode perder o equilíbrio, tropeçar e se machucar bem feio. A solução? Caminhar calmamente, mantendo toda a classe que você tem. Não é melhor chegar alguns minutinhos mais tarde no local que você quer do que cair e ver todo mundo rindo de você?

Foco na postura

c4cf21313b579eb416e9a97cd64e8d69

Não adianta usar um modelo confortável de sapato e sair arrastando o pé. Para fazer bonito, a dica é manter as pernas fechadas e as pontas dos pés retas. Na hora de caminhar, coloque primeiro o calcanhar no chão e vá distribuindo o peso suavemente até chegar nos dedos do pé. Mantenha-se reta e deixe os braços soltos para que possam balançar naturalmente.

Subindo escadas

Taí uma parte perigosa que todas nós enfrentamos quando estamos usando um sapato de salto. E o medo de tropeçar e sair rolando escada abaixo? Para evitar que isso aconteça, utilize os corrimões e apoie bem o pé no degrau. Procure distribuir o máximo de peso na superfície antes de subir ou descer para o próximo nível.

Treine em casa

29880d7ed2e32730b908a7140a370900

É isso mesmo que você está pensando. Fique descalça e ande nas pontas dos pés para fortalecer a musculatura dessa região e melhorar seu equilíbrio. E já que você está em casa, que tal pesquisar em alguns sites modelos incríveis de sapatos para colocar o treino em prática? Veja aqui algumas opções que você vai amar!

Tenha cuidado

E quando a gente resolve sair de salto e encontra um gramado todo irregular pela frente? É um tal de pisa e afunda, né? Nessas horas, a melhor saída é ter cuidado, manter a calma e tentar colocar o máximo de peso na parte de frente dos pés para evitar que o salto fique preso.

 

E aí, gostaram das dicas?

Um beijo e até o próximo post!

8 tendências dos anos 90 que voltaram

Quem é ligada em moda sabe que a história funciona mais ou menos assim: um item vira tendência, todo mundo usa e, de repente, é visto como cafona e cai em desuso. Décadas depois, volta com força total. É por isso que eu brinco que comprar uma peça que está em alta é como um investimento. A gente deixa guardada no armário e recicla anos depois!

Brincadeiras à parte, a moda se tornou tão rápida que parece que a cada ano, um novo período é revisitado. No ano passado, voltamos até os anos 70 e usamos muitas coisas da época (vide coletinhos de pelo fake e calças flare). Em 2016, o que vai pegar mesmo é a década de 90. Sim, amiga, aquela fase gostosa da nossa infância em que a nossa única preocupação era brincar – saudade define!

Quer saber no que apostar neste ano? Aqui estão ótimas opções que, de cafonas, viraram hit total!

 

Colar tatuagem

colar tatuagem

Era a febre das febres lá no finzinho dos anos 90. Lembro como se fosse ontem da foto da minha turma da quinta série, em que TODAS as meninas (sem exceção mesmo!) estavam com o tal do colar tatuagem. Naquela época, a gente ainda combinava com pulseira e anel do mesmo tipo. Achei que o acessório tinha ficado no fundo do baú, mas eis que ele ressurgiu firme e forte no ano passado e promete continuar a fazer sucesso. Use combinando com colares mais compridos e blusa soltinha!

 

Blusa ombro a ombro

ombro

A estrela deste verão era o desejo de dez entre dez mulheres depois da Babalu, personagem da novela Quatro por Quatro (falei mais sobre o assunto neste post). Todo mundo usava, em qualquer faixa etária, especialmente crianças e adolescentes. Com a alta dos estilos boho e gypsy, a peça voltou com status cool e até mais curtinha, para refrescar o calorão e valorizar o shape conquistado depois do sufoco na academia. Experimente usar com shortinho ou calça sequinha!

 

Sleeping dress

b97aa04bbab4fa4eb5fe78b0d9f4ea2b

Vamos pensar em uma personagem clássica dos anos 90: a Cher, do filme-sucesso As Patricinhas de Beverly Hills. Todo o figurino dela era incrível, mas a gente amava mesmo o vestido-camisola, uma das peças mais marcantes da década. Faz um tempinho que ele voltou (agora com o nome pomposo de sleeping dress), mas a aceitação só foi maior agora. A diferença é que o vestido passou a ser usado com casacos pesados, botas, jaquetas amarradas na cintura e outros truques do street style que funcionam super! Só não vale no ambiente de trabalho, ok?

 

Jardineira

230c4b80d7c8074275c9cd5c910d9895

Ela já vem despertando o nosso interesse há alguns anos, mas segue firme e forte e conquista novas adeptas a cada dia. As lojas têm apostado na versão com shortinho desfiado, colorido ou estampado para fazer bonito nos dias mais quentes. Eu não era muito fã da peça, mas tenho visto tantos looks criativos que passei a ver a jardineira como um sinônimo de charme e estilo. Para entrar no clima da moda, combine com cropped, rasteirinha e arremate com coque alto.

 

Tênis esportivo

8e747a2e840e9d71eaea2201e7a05ee1

Que o tênis está em alta nós já estamos cansada de saber, mas agora ele não aparece apenas em looks do dia a dia. Na última edição do People’s Choice Awards, a atriz Kaley Cuoco combinou um vestido cheio de brilho com um tênis pesado da Dior. Muita gente torceu a cara (eu ainda acho muito esquisito), mas é fato que até as grifes mais famosas apostam no acessório. As estilosas de plantão já sabem como levar o tênis para qualquer lugar, até mesmo para ambientes de trabalho. Se você ainda tem receio, comece com tênis mais levinhos, inspirados nos Keds (outro clássico dos anos 90).

 

Cropped

3922d64a6a75a8922c71601f8ae43e41

Sim, o cropped veio para ficar. Daqui a alguns anos, quando formos lembrar da moda dos anos 2010, ele certamente aparecerá em primeiro lugar. O que nem todo mundo se recorda é que a peça é, na verdade, uma atualização da miniblusa, a favorita das adolescentes na década de 90, que combinavam com calças de cintura alta. Com a febre do piercing no umbigo, nos anos 2000, a blusa tinha a função de mostrar a barriga e a cintura das calças era baixíssima (lembra?). Agora o cropped surge coladinho e propõe deixar apenas uma faixa da barriga à mostra. Eu odiava, mas agora estou amando. E vocês?

 

Jaqueta jeans

48d55c9410af366afca8958b69a560af

Ok, ela é um coringa, mas costumava ficar entre as peças mais básicas do dia a dia. Neste ano, no entanto, ela segue fortalecida pela tendência jeans e passa a ser vista em qualquer situação, até mesmo por cima de vestidos. O bom é que dá para combinar com calça jeans sem parecer cafona ou levar a peça para um evento mais formal e se dar superbem! Eu tinha uma durante a adolescência e fiquei anos sem ter outra, até achar uma linda no ano passado. Vale super a pena investir nela!

 

Bolsa saco (Bucket bag)

6691d6678e0523bc28491d109cfa1e73

Era febre total nos anos 90, mas o que quase ninguém sabe é que a peça surgiu bem antes disso, na década de 30. Na época, a Luis Vuitton imaginou o acessório para transportar garrafas de champagne (fino, não?). A partir do finzinho dos anos 80, ela ganhou o aval da moda para invadir os closets femininos. Eu era criança, mas lembro que a minha mãe tinha vááárias bolsas saco. Basta dar uma voltinha no shopping ou olhar fotos de looks do dia das famosas para comprovar o retorno. Ainda não comprei a minha, mas tenho uma leve desconfiança de que farei isso muito em breve.

 

Gostou das opções? Lembra de outra tendência da moda que era sucesso há 20 anos?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

Conheça as diferenças entre 9 tipos de salto

Quase toda mulher ama salto alto, não é mesmo? Digo quase porque eu faço parte do grupo que não nasceu para andar com sapatos altos. Pois é, amo modelos do tipo, tenho vários em casa, mas não aguento ficar muito tempo com eles. Sempre que tenho uma festa ou uma ocasião mais formal, entro em desespero só de pensar no sapato que vou usar. O único que consigo usar (por pouco tempo, claro) é o salto quadrado – de, no máximo, cinco centímetros.

Aí que entra a pergunta: alguém sabe quais são as diferenças entre os estilos mais comuns de salto? Existe uma porção de modelos por aí, mas reuni os principais para te ajudar nas próximas compras. Vamos conhecer cada um?

 

Anabela

anabela

É um dos modelos mais democráticos que existem e praticamente toda mulher tem – ou já teve – um no armário. A principal característica é o solado mais alto que vai do meio dos pés até o calcanhar. É comum que esse solado seja feito de tramas e materiais naturais, o que faz com que seja muito usado durante o verão.

 

Vírgula

Denise-5

O nome desse modelo não é vão, afinal, tem formato bem semelhante ao do sinal de pontuação, com uma curva entre a base e a ponta. Não me parece muito confortável, mas muitas mulheres usam para esbanjar sensualidade e ousadia. Fica lindo com calças bem justinhas ou vestidos mais sequinhos.

 

Cubano

2c32ffc7d987fdaad618a5bb598e64e6

Olha aí o meu modelo favorito, que talvez seja o mais confortável de todos. A base é bem larga e afina um pouco até chegar na ponta, mas o solado é grande o suficiente para proporcionar equilíbrio e conforto. Por essa razão, é o mais usado por dançarinas de flamenco e tango. Fora dos bailes, dá para usar tranquilamente no dia a dia com calça, saia, vestido. Não tem como não amar!

 

Meia pata

28765cf7d7832808ee075f881a7e92c3

Muita gente que sofre como eu na hora de usar salto alto recorreu ao modelo meia pata. O segredo é que ele também apresenta o solado mais alto na parte da frente (quase como uma plataforma), o que garante mais equilíbrio. É o modelo mais usado em festas e baladas justamente porque é superfeminino (e quanto mais alto, melhor!). Mesmo assim, vou ser sincera: comigo não rolou.

 

Agulha

salto-agulha+fivela.tornozelo.fino_

Taí o meu verdadeiro pavor do mundo do salto alto: o famoso alto agulha, aquele bem fininho que causa dor no pé só de olhar. Apesar do meu pânico, é lindo e o mais feminino e delicado de todos, concordam? Basta colocar para se sentir mais poderosa. Sem falar que é a pedida ideal para usar com roupas mais clássicas ou de alfaiataria. Mas é bom ter coragem e disposição, já que o salto deve ter, no máximo, 0,4 cm de diâmetro. Minha dica? Usar em jantares ou outras situações em que você vai ficar bastante tempo sentada.

 

Cone

cone-1

Ao contrário do cubano, que tem salto mais proporcional, o cone – como o próprio nome diz – tem base mais larga e vai afinando até chegar na base, que é bem mais estreita. Normalmente, são bem altos e o desenho do salto é superdelicado e bonito. Dizem que oferece conforto, mas eu nunca usei justamente por achar que não vou conseguir aguentar muito tempo com ele. Alguém gosta?

 

Sino

miumiu2

É um dos mais ousados, já que apresenta a base mais fina e vai engrossando (daí o nome). Esse formato dificulta o equilíbrio, por isso, é comum que os sapatos com salto sino acompanhem uma meia pata. Seja como for, o desenho também é muito bonito. Fora que ele carrega um ar meio anos 70 que tem tudo a ver com a temporada. Gosta de salto? Não tem problema para usar modelos bem altos? Então pode investir sem medo!

 

Plataforma

135922665785

Se você não é boa de equilíbrio, mas não dispensa um sapato alto, eis aqui a melhor opção. A plataforma se destaca por ter todo o seu solado elevado, podendo ser inteira da mesma altura ou mais alta na região do calcanhar. O mais legal é que dá para ser feita com qualquer tecido, principalmente camurça ou tramas. Essa segunda opção, aliás, é muito usada no verão. Só não dá para usar em ocasiões muito formais, pois pode dar um resultado “grosseiro”.

 

Flat

9bddc04ea3cb121b6c777bd38028f7ed

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, dá para ficar muito bem vestida sem salto. Quer exemplo melhor do que as sapatilhas? Sou completamente apaixonada por elas e uso praticamente todo dia (tenho várias aqui em casa). São delicadas, femininas, práticas, ultraconfortáveis. Claro que não substituem o charme e a elegância do salto alto, mas são suas melhores amigas, desde um dia pesado no trabalho até o jantar com as amigas.

 

Gostaram das opções? Quais vocês costumam usar mais?

 

Fotos: Snapchat

Os sapatos do verão 2016

Estamos praticamente na última semana de inverno. É hora de pensar nas tendências que prometem agitar os meses que vem por aí. As fashionistas de plantão já sabem que as vitrines estão cheias de opções maravilhosas para receber o calor com muito charme e estilo. A boa notícia é que as próximas estações estão superalegres e ousadas, com opções para todos os gostos. Vamos conferir?

 

Gladiadoras

ed6d6117875235d04f43fe78fc123feee9e9aaca

 

Se você deseja apostar em um único item nesta temporada, esta é a opção certeira. As gladiadoras nada mais são do que sandálias com tiras que cobrem a perna. O nome pode parecer complicado, mas remete aos calçados que os gladiadores usavam nas batalhas (lembra?). O mais bacana de tudo é que o verão 2016 está tão democrático que traz opções com todas as alturas de tiras, desde as que vão até o joelho até outras mais curtinhas. Eu acho que não combina muito comigo – tenho coxas grandes e acho que elas ficam maiores com este sapato – mas estou super cogitando comprar uma…

 

Espadrilles

235501-580x515

 

Sou completamente apaixonada por este tipo de sapato e acho que é a cara do verão. Assim como a gladiadora, tem diversas opções: sem salto, com salto anabela (este da foto que tem plataforma mais alta no calcanhar), com fita para trançar ao redor do tornozelo, de couro, de palha, enfim… A espadrille caiu tanto no gosto das brasileiras que todo mundo tem que ter pelo menos uma no armário para aproveitar o verão. Dica para a próxima temporada: invista nas versões coloridas, especialmente amarelo e laranja, cores que vão bombar nos meses que vem por aí!

 

Alpargatas

29_8

 

Lembro muito bem do sucesso das alpargatas no começo dos anos 90. Minha mãe tinha várias e até eu tinha uma infantil. Aos poucos, ela foi caindo no desuso até desaparecer completamente e voltar completamente renovada há uns dois anos. Desde então, segue firme e forte como um dos principais calçados de verão. O que tem de tão boa? Os tecidos naturais e leves e o conforto. É uma delícia sair por aí com elas, não acham? As lisas ou coloridas apenas no bico continuam em alta, mas agora dividem espaço com as coloridas e estampadas. Amo tanto que já estou pensando nas minhas próximas!

 

Rasteirinhas

rasteirinha-riachuelo-r-6990-616x616

 

Sim, as rasteirinhas já fazem sucesso há anos, mas neste ano estão um pouquinho diferentes. As opções brilhantes e com pedrarias, que reinam nas prateleiras por muito tempo, passaram a dividir espaço com versões étnicas e com mistura de materiais. Couro com tramas em um mesmo calçado? Sim, ué! E por que não deixá-la mais alegre com alguns toques de cor? Pode ir sem medo que o look vai ficar a cara do próximo verão!

 

Flatform

31706-51708

O verão do ano passado trouxe como novidade a volta das sandálias Birken. Neste ano, o que vai pegar mesmo é a flatform, sandália com tiras grossas e plataforma reta. Tudo indica que ela foi inspirada nos chopines, sapatos utilizados pelas mulheres venezianas nos séculos 15 e 16 quando queriam parecer mais altas. Para ser sincera, acho que é um calçado pesado e que não tem muito a ver com o meu estilo, mas é cheio de estilo e com certeza vai estar nos pés de muita gente por aí!

 

Agora já sabe, é só correr para garantir os sapatos que você mais gostou! 🙂

Fotos: Beira Rio, Bottero, Carbonilla, Riachuelo e Melissa

5 peças que você usou muito neste inverno

Tem acompanhado o blog com frequência? Então você já sabe que o clima por aqui é de euforia total para a chegada da primavera. A nova estação chega daqui duas semanas, então é hora de curtir este finzinho de inverno com muita classe e estilo. Ou seja, é hora de relembrar as peças que fizeram muito sucesso nesta temporada. Enquanto puxava da minha memória e pesquisava por aí, percebi que a estação mais fria de 2015 não trouxe muitas novidades. Mesmo assim, alguns elementos fizeram a cabeça das mulheres. Vamos a eles?

Pantacourt

a7b9e6fdcf0d185fea3c902f344b5de3

 

A principal peça deste inverno já vem traduzida no próprio nome: é uma versão da pantalona, aquela calça mais justa na cintura e com as barras largas em todo o comprimento, só que mais curta. O modelo tradicional é um dos ícones de estilo da década de 1970 – que foi muito bem revisitada nesta estação – e ganhou uma opção que para logo abaixo dos joelhos (daí o nome: panta + court). Para ser sincera, acho bem esquisita e sobrevivi a essa tendência. Seja como for, a calça diferentona foi vista em muitas mulheres estilosas por aí.

Colete de pelo

80fb8df28ebade9119bc4b5041604ca9

Sim, você com certeza teve vontade de comprar um coletinho de pele fake ou então conviveu com uma amiga que usou muito a peça. Apesar de ter feito muito sucesso neste inverno, ele começou a bombar no ano passado (inclusive foi quando eu comprei o meu). Neste ano, ganharam umas opções mais compridas, com cores mescladas e por aí vai. Sou completamente apaixonada pelo meu e usei sem enjoar nestes meses. Aliás, sou capaz de prever que o colete ainda vai causar muito, então é um bom investimento.

Tricô de ursinho

10972541_4602280_322

Assim como a pantacourt, é outro item marcante deste inverno. E sim, você também aderiu à moda ou soube de alguém que comprou o tricô. De onde vem a inspiração para a peça? De um desfile da Moschino, grife que aposta no bom humor para criar suas coleções. Depois de temporadas criadas a partir de itens de fast food e da Barbie, o ursinho caiu no gosto das mulheres. O tricô ganhou modelos inspired (adoro esse termo, gente!) e até mesmo capinhas para celular. Eu quase, quase mesmo, comprei um tricozinho, mas é o tipo de peça que a gente vai usar e depois colocar no fundo do armário porque vai cair em desuso rapidinho. Mas que é fofo, é!

Quimono de frio

72d533352835aad56faa922966f5d3e8

O quimono foi um dos itens mais cobiçados da primavera do ano passado eu até fiz um post falando sobre a peça, lembram? O sucesso foi tanto que os tecidos levinhos foram substituídos por outros mais pesados para ganhar o inverno. As estampas floridas saíram de cena e deram espaço aos motivos étnicos, que dominaram a estação e carregaram o ar do estilo folk (outra tendência da temporada). Além disso, o modelo assimétrico e mais comprido na frente, foi o mais procurado. Eu acho lindo e a cara do inverno, não é mesmo?

Botas de cano médio

7de9115a0957b8dd252dc7ab9986f9b9

Ok, as botas de cano longo nunca saem de moda (principalmente a over the knee, que fica acima dos joelhos). Mas todas nós temos que concordar que as botinhas de cano médio – que param na altura da canela – foram as mais vistas nos últimos meses. E elas vieram bem incrementadas, não é? Inspiradas pelos estilos rocker e biker, foram apresentadas com fivelas, zíperes, faixas e outros acessórios que só as deixaram mais lindas. Eu sempre fui fã das botas longas, mas ganhei uma de cano médio de presente de aniversário e usei muito!