Posts em destaque

7 sapatos que você precisa ter

Olá, pessoal! Não sei vocês, mas eu ando viciada em sapatos. Todo ano prometo pra mim mesma que não vou comprar mais sapatos e quando vejo já tenho algo novo para colocar nos pés. É claro que ninguém precisa seguir meu exemplo, mas vale a pena investir em alguns modelos básicos em qualquer guarda-roupa feminino. Ah, eles são tão importantes que combinam com qualquer estilo. Vamos conferir?

Scarpin

356d08db0729b23cb637e48a8004dc04

Quando o assunto é salto alto, não tem pra ninguém. O scarpin é o queridinho das mulheres e oferece poder e sensualidade de forma instantânea, basta colocar nos pés para ter suas pernas alongadas e um look cheio de atitude. Como características, ele tem a ponta em forma de bico e um salto altíssimo bem fino. Parece desconfortável, mas existem alguns modelos preparados justamente para provar o contrário. Vem ver essas opções que eu selecionei para ver se não é verdade!

Sapatilha

1a5a72ce2351ad0250114022425e8adb

Sou suspeita para falar sobre sapatilhas porque uso praticamente todo dia. Motivos para isso não faltam: é confortável, combina com tudo, deixa o look feminino, oferece praticidade… Fora a variedade né gente? Tem modelo com lacinho ou metal na ponta, com costura, toda lisa, com bico fino ou arredondado, elástico no calcanhar, amarração no tornozelo. Estão vendo como é difícil resistir e não ter vontade de comprar tudo?

Tênis

5303e8354909840e72918b4094c289cb

Vejam bem, sou viciada em tênis, mas recomendo fortemente que você tenha pelo menos dois modelos em casa: um mais esportivo para usar na academia ou quando praticar alguma atividade física e outro mais social para compor looks urbanos como este aqui da foto. Com a influência da moda esporte, você pode combinar esse segundo modelo de tênis com tudo, até com vestido. Vale ou não vale a pena?

Rasteirinha

8d8ffa9a718fe21e72a2d47df3ca68ea

Porque nem só de salto alto a gente vive né, amigas? Têm horas que os nossos pés merecem um descanso e um refresco, principalmente no calor. É aí que entram as rasteirinhas, que são obrigatórios durante os meses mais quentes do ano. Vale para usar com jeans, shorts, vestidinho solto, saia, enfim, quase tudo!

Sandália tipo bloco

8a86115a7a160ccacada6c9d8b5e20b9

Pensando justamente no calor, as sandálias com salto tipo bloco ajudam a manter a elegância sem abafar os pés. Esse tipo de salto, bem largo, também é ótimo para quem procura um sapato alto confortável. Quer mais um motivo para comprar a sua agora mesmo? Dá para usar no trabalho, no cineminha com o boy, na festa de aniversário da amiga e até em um evento mais formal. Gostou? Veja aqui outros modelos!

Oxford

c69c600f1fac9e2363aff901f8b1cb43

E quanto você quer usar um sapato fechado, mas não quer usar tênis? A solução é o oxford, um tipo de calçado social inspirado nos sapatos masculinos que tem a missão de deixar qualquer look mais cool. Com ar de arrumadinho, também cai bem no escritório e nos dias livres. A febre no último inverno foi o oxford tipo plataforma, mas você pode começar com um mais basiquinho.

Bota

63cb3ef2b060d68cb0d935e632bdeb7a

Lindas e charmosas, as botas são o calçado feminino mais usado no inverno, mas a moda taí para provar que elas também podem ser usadas fora do frio. Isso mesmo, experimente usar com uma legging e uma camiseta para ver como o look básico do dia a dia fica mais sofisticado? Quanto à altura do cano, há alguns anos eu recomendaria fortemente uma bota de cano alto, mas agora a de cano curto, na altura do tornozelo, está tão alta que se tornou obrigatória em qualquer closet, inclusive no seu!

 

E aí, qual outro modelo de sapato vocês amam?

Um beijo e até o próximo post!

8 peças masculinas que ganharam o guarda-roupa feminino

Olá, pessoal! Vocês devem ter reparado que nos últimos anos o universo da moda tem apostado na igualdade de gêneros na hora de se vestir. Ou seja, não existe mais aquele papo de que isso é de homem ou de mulher. Qualquer pessoa pode (e deve) usar o que gosta e fim de papo. Eu gosto muito dessa proposta e acho que ainda temos que evoluir muito nesse sentido, mas já é um grande começo.

Essa tendência fez com que o estilo boyish ficasse mais em evidência. Para quem não sabe, esse estilo propõe justamente criar looks com algumas peças masculinas. Muitas delas passaram a ser tão usadas que já viraram parte do guarda-roupa feminino. Vamos conferir algumas?

Camisa de alfaiataria

7f968927be9ae125a7aa528154cc1e60

Essa peça é tão básica no dia a dia que fica até difícil acreditar que só começou a fazer parte do armário feminino por volta dos anos 1950, quando figuras como Coco Chanel e Audrey Hepburn apostaram na camisa e se tornaram ícones de estilo. Apesar de ser um item muito presente no ambiente de trabalho, a moda mostrou que dá para usar de diversas formas e em qualquer situação, até mesmo com tênis e por baixo de vestidos.

Oxford

8256699ee83059add6262762d3bf128b

Outra peça-chave do estilo boyish que tem conquistado um número cada vez maior de pessoas é o oxford, sapato que migrou da moda masculina para a feminina, ganhando diversas texturas e saltos. Recentemente, o modelo acompanhado por uma plataforma mais grossa gerou polêmica, mas virou febre. Eu acho muito confortável e estiloso, até cheguei a ter um, mas não sei se combina muito com o meu estilo.

Colete

517e141374952421290fe11427c6eb18

Experimente assistir a alguns filmes históricos e preste atenção no figurino dos homens. A grande maioria usava colete, uma peça que passava a sensação de nobreza e elegância. Hoje ele não é usado com tanta frequência pelos homens, a não ser quando combinam com o terno em alguma ocasião formal. Já as mulheres abraçaram de vez a peça, que ganhou todas as versões e comprimentos possíveis. Entre os queridinhos, estão o colete jeans e o maxicolete. Eu amo usar colete, e vocês?

Jeans boyfriend

9918120657c8fce3d8d717c62c30dd95

O nome já diz tudo: é uma calça jeans mais larguinha e passa a sensação de que você pegou emprestado do boy. Apesar de ser feita para a moda feminina, tem elementos claramente inspirados nas calças masculinas, como o corte reto, a cintura na altura do umbigo e a padronagem mais gasta. Eu não gostava muito, até que comprei uma por acaso e posso garantir que é a melhor calça que eu tenho no armário. Superconfortável, não marca e ainda emagrece. Muito amor!

Gravata

7941d94f33a1747815ff62aac5ef1bf5

Se você, assim como eu, viveu sua infância ou adolescência no comecinho dos anos 2000, com certeza vai se lembrar da Avril Lavinge. Quando ela surgiu, tinha um estilo roqueirinha com direito a várias peças do armário masculino, entre eles, a gravata, chegando a servir de inspiração para muitas garotas. Em 2017, é mais difícil usar a típica gravata masculina, mas as mulheres adoram fazer uma graça na região do pescoço e da gola da camisa. Vale uma gravata mais curta aberta (tipo de smoking), um lenço ou até mesmo camisas com laços chamativos, que explodiram no ano passado e continuam em alta.

Bonés, chapéus e gorros

bc9a05ee04d72989d0e9b3b4bdaef993

Sim, você pode até estar acostumada a usar todos esses acessórios, mas, recentemente, modelos tipicamente masculinos estão fazendo a cabeça (literalmente) das mulheres. Precisa de alguns exemplos? Anote aí: bonés de aba larga, chapéu panamá ou fedora e gorros mais largos e compridos. Todos eles começaram na moda masculina, por influência de modalidades esportivas, de astros da música e até do street style. Qual deles você gosta mais?

Jaquetas bomber

b9365484d0c6350f8f12249daa135de6

Estou em um relacionamento sério e muito profundo com essas jaquetas, gente! Olhando bem para elas, dá até para sacar como surgiram. Tudo começou na Primeira Guerra Mundial com as jaquetas típicas dos aviadores. Depois, ganhou o mundo dos esportes e chegou ao universo escolar, quando recebeu números e nomes bordados. Agora ela é febre nas ruas, com diversas aplicações e modelagens. Para ser classificada como bomber, a jaqueta tem que ter a gola, os punhos e as barras marcados com elástico. Juro, estou completamente apaixonada por elas!

Macacão

db902135ae3e042e0710cdf20a351788

Quem aí curte? Quando surgiu, o macacão era uma peça de trabalho bastante usada por caminhoneiros e funcionários de fábricas. Até que veio o movimento hippie, que começou na segunda metade dos anos 60 e ganhou força na década seguinte, e mostrou que a peça poderia ser usada, sim, no dia a dia e por qualquer gênero. Desde então, o macacão aparecia de forma tímida nos looks, mas virou símbolo de estilo nesta década, quando surgiram modelos de todos os tecidos e comprimentos possíveis. Eu prefiro o macaquinho, e vocês?

 

Quais outras peças do guarda-roupa masculino vocês amam usar?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest