Posts em destaque

Quadril largo? | 5 truques de moda para disfarçar o quadril e valorizar o look

Olá, pessoal! Todo mundo tem pelo menos uma coisinha que gostaria de mudar no próprio corpo, né? No meu caso, não preciso nem pensar muito. Eu tenho quadril largo (herança de família) e sei que muita gente acha bonito, mas é horrível porque muitas peças de roupa não funcionam para mim, como saia-lápis, vestidos bem justinhos ou do tipo sereia e por aí vai.

Na verdade, eu sempre vou defender aqui que a gente tem que vestir o que gosta e ponto. Não existem regras. Tanto que tem muita gente com quadril largo (alô, Kim Kardashian) que usa vestido justo e faz muito sucesso. Mas eu me incomodo muito de ver meu quadril marcado, sabem?

No meu caso, o que me salva é a altura. Tenho 1,67 cm, uma altura mediana (um pouco a mais do que a média das brasileiras) que ajuda a não chamar tanta atenção para o quadril. Mesmo assim, eu sempre tento disfarçar o quadril o máximo que eu consigo. Por isso, resolvi compartilhar alguns truques que me ajudam bastante e que com certeza vão ajudar quem mais sofre com o quadril largo.

Mantenha o foco na terceira peça

Olha a Bruna Marquezine mostrando como usar a terceira peça para esconder o quadril largo. Mandou bem, né?

Quem é ligada em moda já conhece o truque da terceira peça, né? Trata-se da ideia de compor o look com um casaco, blazer das mulheres ou colete para equilibrar a silhueta. Essa dica funciona perfeitamente em quem tem quadril largo, mas a terceira peça deve ser mais comprida, parando abaixo do quadril. Invista no maxicolete, no blazer mais soltinho, nos casacos compridos e na jaqueta jeans longa. Essas peças são suas melhores amigas e vão tirar a atenção do quadril.

Saiba como inovar no look usando camisa social!

Valorize a parte de cima do look

O modelo de blusa usado pela Thassia Naves é perfeito para disfarçar o quadril largo

É muito simples: se a gente quer tirar a atenção da parte inferior do look, nada mais certo do que valorizar a parte de cima. Ou seja, você deve investir em blusas que tenham informações, como estampas, babados, rendas e decotes. Vale lembrar que você precisa tomar cuidado se tiver seios grandes ou ombros largos? Mas, no geral, usar esses recursos na parte de cima do look vai disfarçar o quadril. Eu uso muito essa dica no dia a dia e sempre dá certo.

Aposte na cintura marcada e peças rodadas

A atriz Paolla Oliveira é fã do combo cintura marcada + saia rodada

Outra dica que eu uso muito e ideal para quem gosta de um estilo mais romântico. Saias e vestidos com cintura marcada são ótimos para valorizar e equilibrar a silhueta. Mas, para dar ainda mais certo, a parte inferior do look deve ter uma peça rodada, tipo saias e vestidos evasês ou em A, assim, seu quadril não fica marcado. É um ótimo truque para usar quando for escolher um vestido de festa, sempre funciona.

Faça da calça flare sua melhor amiga

Quem adora usar calça flare é a atriz Débora Nascimento

Confesso que esta dica foi a mais difícil para mim. Usei muita calça larga na infância e na adolescência e depois me apaixonei perdidamente pela calça skinny. Então, quando provava calça flare, me sentia muito esquisita. Até que um dia resolvi provar um modelo destroyed e percebi que realmente ajudou a diminuir meu quadril. Aí já sabem, né foi amor total. Por ter a boca mais larga, a calça flare ajuda a equilibrar a proporção das pernas e disfarça o quadril. Mas vale a pena usar com salto, ok?

Aprenda a usar as listras a seu favor na hora de montar o look!

Use e abuse das cores escuras

O look all black da Bruna Marquezine (de novo) é incrível e perfeito para esconder o quadril

Essa é fácil, vai! Usar peças de cores escuras ajuda e muito na hora de disfarçar o quadril largo. Isso porque esses tons alongam a silhueta e fazem com que o quadril pareça menor (é praticamente a mesma coisa de usar preto para parecer mais magra). Vale até usar um look monocromático nessas tonalidades mais escuras (preto e azul-marinho são ótimas opções) e investir na terceira peça mais comprida. Quer visual mais cheio de estilo do que esse?

 

E você, quais outras dicas usa na hora de disfarçar o quadril?

Um beijo e até o próximo post!

8 peças masculinas que ganharam o guarda-roupa feminino

Olá, pessoal! Vocês devem ter reparado que nos últimos anos o universo da moda tem apostado na igualdade de gêneros na hora de se vestir. Ou seja, não existe mais aquele papo de que isso é de homem ou de mulher. Qualquer pessoa pode (e deve) usar o que gosta e fim de papo. Eu gosto muito dessa proposta e acho que ainda temos que evoluir muito nesse sentido, mas já é um grande começo.

Essa tendência fez com que o estilo boyish ficasse mais em evidência. Para quem não sabe, esse estilo propõe justamente criar looks com algumas peças masculinas. Muitas delas passaram a ser tão usadas que já viraram parte do guarda-roupa feminino. Vamos conferir algumas?

Camisa de alfaiataria

7f968927be9ae125a7aa528154cc1e60

Essa peça é tão básica no dia a dia que fica até difícil acreditar que só começou a fazer parte do armário feminino por volta dos anos 1950, quando figuras como Coco Chanel e Audrey Hepburn apostaram na camisa e se tornaram ícones de estilo. Apesar de ser um item muito presente no ambiente de trabalho, a moda mostrou que dá para usar de diversas formas e em qualquer situação, até mesmo com tênis e por baixo de vestidos.

Oxford

8256699ee83059add6262762d3bf128b

Outra peça-chave do estilo boyish que tem conquistado um número cada vez maior de pessoas é o oxford, sapato que migrou da moda masculina para a feminina, ganhando diversas texturas e saltos. Recentemente, o modelo acompanhado por uma plataforma mais grossa gerou polêmica, mas virou febre. Eu acho muito confortável e estiloso, até cheguei a ter um, mas não sei se combina muito com o meu estilo.

Colete

517e141374952421290fe11427c6eb18

Experimente assistir a alguns filmes históricos e preste atenção no figurino dos homens. A grande maioria usava colete, uma peça que passava a sensação de nobreza e elegância. Hoje ele não é usado com tanta frequência pelos homens, a não ser quando combinam com o terno em alguma ocasião formal. Já as mulheres abraçaram de vez a peça, que ganhou todas as versões e comprimentos possíveis. Entre os queridinhos, estão o colete jeans e o maxicolete. Eu amo usar colete, e vocês?

Jeans boyfriend

9918120657c8fce3d8d717c62c30dd95

O nome já diz tudo: é uma calça jeans mais larguinha e passa a sensação de que você pegou emprestado do boy. Apesar de ser feita para a moda feminina, tem elementos claramente inspirados nas calças masculinas, como o corte reto, a cintura na altura do umbigo e a padronagem mais gasta. Eu não gostava muito, até que comprei uma por acaso e posso garantir que é a melhor calça que eu tenho no armário. Superconfortável, não marca e ainda emagrece. Muito amor!

Gravata

7941d94f33a1747815ff62aac5ef1bf5

Se você, assim como eu, viveu sua infância ou adolescência no comecinho dos anos 2000, com certeza vai se lembrar da Avril Lavinge. Quando ela surgiu, tinha um estilo roqueirinha com direito a várias peças do armário masculino, entre eles, a gravata, chegando a servir de inspiração para muitas garotas. Em 2017, é mais difícil usar a típica gravata masculina, mas as mulheres adoram fazer uma graça na região do pescoço e da gola da camisa. Vale uma gravata mais curta aberta (tipo de smoking), um lenço ou até mesmo camisas com laços chamativos, que explodiram no ano passado e continuam em alta.

Bonés, chapéus e gorros

bc9a05ee04d72989d0e9b3b4bdaef993

Sim, você pode até estar acostumada a usar todos esses acessórios, mas, recentemente, modelos tipicamente masculinos estão fazendo a cabeça (literalmente) das mulheres. Precisa de alguns exemplos? Anote aí: bonés de aba larga, chapéu panamá ou fedora e gorros mais largos e compridos. Todos eles começaram na moda masculina, por influência de modalidades esportivas, de astros da música e até do street style. Qual deles você gosta mais?

Jaquetas bomber

b9365484d0c6350f8f12249daa135de6

Estou em um relacionamento sério e muito profundo com essas jaquetas, gente! Olhando bem para elas, dá até para sacar como surgiram. Tudo começou na Primeira Guerra Mundial com as jaquetas típicas dos aviadores. Depois, ganhou o mundo dos esportes e chegou ao universo escolar, quando recebeu números e nomes bordados. Agora ela é febre nas ruas, com diversas aplicações e modelagens. Para ser classificada como bomber, a jaqueta tem que ter a gola, os punhos e as barras marcados com elástico. Juro, estou completamente apaixonada por elas!

Macacão

db902135ae3e042e0710cdf20a351788

Quem aí curte? Quando surgiu, o macacão era uma peça de trabalho bastante usada por caminhoneiros e funcionários de fábricas. Até que veio o movimento hippie, que começou na segunda metade dos anos 60 e ganhou força na década seguinte, e mostrou que a peça poderia ser usada, sim, no dia a dia e por qualquer gênero. Desde então, o macacão aparecia de forma tímida nos looks, mas virou símbolo de estilo nesta década, quando surgiram modelos de todos os tecidos e comprimentos possíveis. Eu prefiro o macaquinho, e vocês?

 

Quais outras peças do guarda-roupa masculino vocês amam usar?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

5 peças que você usou muito neste inverno

Tem acompanhado o blog com frequência? Então você já sabe que o clima por aqui é de euforia total para a chegada da primavera. A nova estação chega daqui duas semanas, então é hora de curtir este finzinho de inverno com muita classe e estilo. Ou seja, é hora de relembrar as peças que fizeram muito sucesso nesta temporada. Enquanto puxava da minha memória e pesquisava por aí, percebi que a estação mais fria de 2015 não trouxe muitas novidades. Mesmo assim, alguns elementos fizeram a cabeça das mulheres. Vamos a eles?

Pantacourt

a7b9e6fdcf0d185fea3c902f344b5de3

 

A principal peça deste inverno já vem traduzida no próprio nome: é uma versão da pantalona, aquela calça mais justa na cintura e com as barras largas em todo o comprimento, só que mais curta. O modelo tradicional é um dos ícones de estilo da década de 1970 – que foi muito bem revisitada nesta estação – e ganhou uma opção que para logo abaixo dos joelhos (daí o nome: panta + court). Para ser sincera, acho bem esquisita e sobrevivi a essa tendência. Seja como for, a calça diferentona foi vista em muitas mulheres estilosas por aí.

Colete de pelo

80fb8df28ebade9119bc4b5041604ca9

Sim, você com certeza teve vontade de comprar um coletinho de pele fake ou então conviveu com uma amiga que usou muito a peça. Apesar de ter feito muito sucesso neste inverno, ele começou a bombar no ano passado (inclusive foi quando eu comprei o meu). Neste ano, ganharam umas opções mais compridas, com cores mescladas e por aí vai. Sou completamente apaixonada pelo meu e usei sem enjoar nestes meses. Aliás, sou capaz de prever que o colete ainda vai causar muito, então é um bom investimento.

Tricô de ursinho

10972541_4602280_322

Assim como a pantacourt, é outro item marcante deste inverno. E sim, você também aderiu à moda ou soube de alguém que comprou o tricô. De onde vem a inspiração para a peça? De um desfile da Moschino, grife que aposta no bom humor para criar suas coleções. Depois de temporadas criadas a partir de itens de fast food e da Barbie, o ursinho caiu no gosto das mulheres. O tricô ganhou modelos inspired (adoro esse termo, gente!) e até mesmo capinhas para celular. Eu quase, quase mesmo, comprei um tricozinho, mas é o tipo de peça que a gente vai usar e depois colocar no fundo do armário porque vai cair em desuso rapidinho. Mas que é fofo, é!

Quimono de frio

72d533352835aad56faa922966f5d3e8

O quimono foi um dos itens mais cobiçados da primavera do ano passado eu até fiz um post falando sobre a peça, lembram? O sucesso foi tanto que os tecidos levinhos foram substituídos por outros mais pesados para ganhar o inverno. As estampas floridas saíram de cena e deram espaço aos motivos étnicos, que dominaram a estação e carregaram o ar do estilo folk (outra tendência da temporada). Além disso, o modelo assimétrico e mais comprido na frente, foi o mais procurado. Eu acho lindo e a cara do inverno, não é mesmo?

Botas de cano médio

7de9115a0957b8dd252dc7ab9986f9b9

Ok, as botas de cano longo nunca saem de moda (principalmente a over the knee, que fica acima dos joelhos). Mas todas nós temos que concordar que as botinhas de cano médio – que param na altura da canela – foram as mais vistas nos últimos meses. E elas vieram bem incrementadas, não é? Inspiradas pelos estilos rocker e biker, foram apresentadas com fivelas, zíperes, faixas e outros acessórios que só as deixaram mais lindas. Eu sempre fui fã das botas longas, mas ganhei uma de cano médio de presente de aniversário e usei muito!

12 passos para aderir à moda dos anos 70

Não restam dúvidas que o inverno 2015 será totalmente inspirado nos anos 70. Já faz alguns meses que a década mais disco de todas voltou com tudo. Agora que o frio aterrissou de vez por aqui, a tendência promete fazer o maior sucesso. Ainda não sabe como fazer parte desse time? Então é hora de explicar quais itens são essenciais para aproveitar a estação com muito estilo:

Cores vintage

ebd2303c47c7251147d44e820d77945c

O primeiro passo para entrar na década é analisar as cores que eram usadas há 40 anos. Experimente olhar atentamente para as vitrines de lojas para ver que as principais estão lá. O verde-militar e o mostarda são vistos com mais frequência por combinarem com o friozinho, mas podem ser combinados com bordô, marrom e azul-escuro. A proposta para os looks deve ser exatamente a de criar um ar retrô.

Calças Flare

f91882dcf68091cf551737a1fc3cebad

Quem gosta de moda sabe que as calça flare, as antigas boca de sino, ocupam um lugar de destaque nas lojas e no closet feminino. Isso porque têm o incrível poder de afinar as coxas e alongar as pernas. Pois bem, a partir de agora devemos aposentar a nossa velha skinny e trocar por flares. E vale para qualquer tecido: jeans, couro, sarja e por aí vai.

Pantalona

cor-da-cala-pantalona-235x300

Estreita na cintura e larga em todo o comprimento, era hit nos anos 70 e promete repetir o sucesso. Para combinar com o clima de inverno, a dica é investir em cores escuras e usar, preferencialmente, com sapatos de salto alto. Outro elemento de destaque desta temporada é a pantacourt, que, como o próprio nome diz, é uma pantalona mais curta, com barra que para no meio da perna. Essa é para quem tem muito estilo, combinado?

Colete de pele (fake, por favor)

b5dc0eaf0bac8fa81598ac0bee8ae887

No ano passado, os coletinhos peludos fizeram a cabeça de muitas mulheres, inclusive a minha. Agora eles devem conquistar um número ainda maior de adeptas. A diferença é que os modelos de 2015 são mais larguinhos, compridos e mais claros. Opte por versões nudes, marrons ou até com esses tons misturados. Fica um charme!

Chapéu floppy

6928e0662fd311c9146049d33ebafb92

Olha ele aí de novo, gente! Com abas largas e molengas, o floppy apareceu no inverno do ano passado e invadiu o verão em versões de palhas outros materiais leves. É um item indispensável para fazer parte da década de 70. Substituto de gorros e toucas, volta em cores mais sóbrias e fica uma graça quando combinado com lenços e cachecóis.

Camurça

69f11b485d9b66c4fcdcb56d61b02c75

Taí o tecido símbolo dos anos 70. Quentinha e a cara do inverno, pode invadir qualquer peça do vestuário feminino. É mais comum encontrar em calças e jaquetas, mas nada impede que apareçam em blusas, saias, vestidos e coletes. Vale também para os acessórios, ok? Sair por aí com botas e bolsas de camurça é sucesso absoluto.

Franjas

de9698c9ad705f0b3dfde31a294ec4bc

Sabemos que elas vieram para ficar. Faz alguns anos que as franjas acumulam fãs e aparecem em diversos estilos. Só que agora elas são fundamentais e também invadiram todas as peças femininas. Dica para arrasar? Procure uma peça que misture as franjas com a camurça. Ou então as bolsas com franjas enormes, que já são moda no Brasil. E, olha, para fazer bonito mesmo, lembre-se de usar apenas um item franjado por vez, ok? Excessos podem cair no brega.

Vestidos estampados

retro-fashion-model-in-chiffon-dress-ibiza-seventies-flowing-feminine

A década de 70 não tinha uma proposta muito romântica, mas as mulheres da época gostavam, sim, de usar vestidos. E quanto mais estampado, melhor. Por isso, a dica é escolher um modelo que combine as cores da estação. O mais importante é que ele siga a silhueta setentinha, ou seja, que fique abaixo dos joelhos e que tenha mangas compridas, larguinhas e assimétricas.

Macacões

eaa1186cddfd0e59746e49fe273cdfd6

Tudo começou com as jardineiras, que estouraram no ano passado. No último verão, as versões com shorts viraram febre. Agora, os macacões são estampados e podem ser mais sequinhos, com calças marcadas no tornozelo, ou juntando duas tendências já descritas aqui: mangas assimétricas e boca de sino. Uma coisa meio Abba, sabe?

Botas de cano alto

hbz-skirts-boots-04

As mulheres dos anos 70 gostavam de sentir poderosas e investiam pesado nas botas de cano alto com salto quadrado. O ideal é que sejam marrons e que parem antes nos joelhos (sim, estamos falando do modelo over the knee). Experimente usar com vestidos ou com saias. Fica lindo e superfeminino!

Clogs

clogs-4

No início do ano, fiz uma lista com itens de moda que fizeram muito sucesso, mas que caíram em desuso rapidamente. Nela estavam os clogs, os famosos tamancos da vovó, que foram hit no inverno de 2010. Achei que eles nunca mais voltariam a ter um local de destaque, mas os safadinhos voltaram com tudo porque eram muito usados nos anos 70. Posso ser sincera? Continuo não gostando deles.

Óculos arredondado com armação grossa

8154259c83d16a3417c4f343f4fa5c93

Se o vestuário setentinha é estampado e chamativo, por que não levar esse visual para os acessórios? Esqueça os óculos espelhados do último verão e dê preferência para aqueles que carregam um ar vintage. Em outras palavras: formato arredondado + armações grossas + lente colorida. Modelos com armação bege e lente marrom-avermelhada, por exemplo, são os principais da lista. Sou superfã dessa versão e já estou me segurando para não comprar um!

Com todas essas informações, agora é só correr até a loja mais próxima e garantir o que mais agrada ao seu gosto. Boas compras!