Posts em destaque

Realities musicais que fizeram sucesso no Brasil

Eu adoro qualquer tipo de reality show (mesmo aqueles que a gente sabe que são combinados), mas tenho um fraco pelos programas do estilo com apelo musical. Sou daquelas que fica comentando a escolha do candidato e que briga com o jurado por ter eliminado aquela menina que cantava tão bem. Aproveitei a estreia da nova temporada da versão brasileira do The Voice para lembrar de outros realities musicais que fizeram sucesso por aqui. Prontas para voltar no tempo? Então vamos lá:

 

The Voice Brasil

carlinhos-brown-lulu-santos-claudia-leitte-michel-telo-the-voice-brasil-joao-miguel-junior-tv-globo2

Ok, vamos começar pelo programa musical de maior repercussão da televisão brasileira no momento. Baseado em um formato norte-americano – que, aliás, amamos de paixão, certo? –, consiste em escolher os candidatos na primeira fase ouvindo apenas a voz. Os jurados (formados por quatro cantores de estilos variados) ficam de costas e viram a cadeira ao gostar de uma determinada voz. Fico agoniada quando acho o cara bom, mas demoram para virar, gente! E quando ninguém aperta o botão? Dá um aperto no coração… Fato é que a primeira temporada brasileira foi a melhor até agora, mas continuo assistindo (e adorando).

 

Popstars

1387913-9898-atm14

No saudoso ano de 2002, minhas noites de sábado eram mais felizes por conta do Popstars, exibido pelo SBT. Esperava o reality acabar para então sair e não perder um episódio sequer. A história não mudava muito: o objetivo era montar um grupo de cinco meninas para estourar no Brasil. Até chegar lá, as candidatas faziam as mais variadas provas, brigavam, choravam e tudo o que mais tinham direito. Não faz ideia do que estou falando? Talvez fique mais claro se eu disser que o programa foi responsável por lançar a Banda Rouge, que fez sucesso com a música Ragatanga. Depois disso, veio uma segunda temporada apenas com meninos que resultou no grupo Br’oz, mas parou por aí.

 

Fama

programa-musical-fama-02

Outro que eu amava e que também teve a primeira temporada exibida em 2002 (estão vendo por que eu digo que é um ano saudoso?). O Fama era uma verdadeira academia musical, em que os candidatos tinham aulas de canto, expressão corporal, interpretação e outras mais, e passavam a semana decorando uma música para então apresentá-la ao vivo. Eu adorava, torcia enlouquecidamente pelos participantes e assisti a todas as temporadas, mesmo que as últimas tenham sido mais fraquinhas. Mesmo assim, o programa foi responsável por lançar alguns nomes famosos da música, como o cantor Thiaguinho.

 

Ídolos

IdolosRecord

Sempre amei American Idol, então surtei quando soube que o Brasil ganharia uma versão própria do reality, batizada de Ídolos. As duas primeiras temporadas, exibidas pelo SBT, foram mais marcantes por conta dos candidatos bizarros que apareciam nas primeiras audições. Lembro de rever várias vezes e de rir sem parar. Depois o programa foi para a Record e lá permaneceu até 2012. Amava as primeiras edições e não perdia um episódio, mas depois fui parando de ver por completo. Vale lembrar que o American Idol também vai acabar no ano que vem, depois de 15 temporadas no ar.

 

Superstar

rising-star

Este é o reality musical mais recente da nossa televisão. Ele chegou ao ar no ano passado, prometendo uma inovação incrível que permitia que o público votasse nas bandas participantes por meio de um aplicativo. O problema é que esse aplicativo não funcionava muito bem no começo e o programa foi alvo de várias reclamações. Com o passar dos meses, os grupos foram se revelando bons e a disputa pelo prêmio foi acirrada, terminando com a Banda Malta (sim, aquela da música que a gente já não aguenta mais). A temporada deste ano foi mais organizada, mas, para mim, os candidatos eram beeem mais fracos. Era legalzinho de assistir, mas a próxima temporada ainda não foi confirmada. Vamos aguardar!

Fotos: Circuito Mato Grosso, SBT Fã, Rodrigo Bandas e Café de Ideias

5 sites que mudaram a nossa vida

Quando a gente pensa nos avanços da modernidade, fica quase impossível acreditar que muita coisa aconteceu há pouco tempo. Para as pessoas mais novas, pode parecer comum ligar o computador, acessar a internet e fazer o que bem entender. O mais curioso é lembrar que ela começou a surgiu na década de 90, ou seja, entre 15 e 20 anos atrás. Eu me lembro muito bem de quando fomos apresentados a ela. Era algo totalmente inovador.

Junto com ela, vieram alguns sites que tornaram a nossa vida muito mais prática. Tão prática que a gente já não consegue mais imaginar como viver sem eles. Poderia mencionar vários exemplos, mas resolvi resumir em cinco opções. Aqui vão elas:

Google

Google-Valentine-Day-logo-2015-800x377

Não dava para fazer essa lista e deixar o Google de fora. O buscador mais famoso da web começou a ser desenvolvido em 1997 – há apenas 18 anos – e, em pouco tempo, se tornou poderoso. Eu me lembro muito bem de estar em uma aula de informática na escola e de ser apresentada ao Google. Na época, não dava para entender muito bem o que fazer com ele. Hoje a gente faz de tudo. Para nós, jornalistas, então… é uma maravilha! Nunca mais o simples ato de pesquisar foi o mesmo. Aliás, haja paciência para ver todas as milhões de páginas que abrem quando você digita algo.

O Google é tão forte que criou uma verdadeira comunidade, com aplicativos como Google Earth, Google Maps, Google+ e por aí vai. No Brasil, a empresa chegou há dez anos e é tida como uma das mais incríveis para se trabalhar.

YouTube

YouTube_logo

Já contei aqui várias vezes que eu fui aquela adolescente que marcava na agenda a data de lançamento de um clipe. Era um verdadeiro acontecimento. Quando tinha algum compromisso que me impedia de assistir, eu programava meu VHS para gravar. Era muito gostoso e tinha todo um clima de ansiedade e de ligar para a amiga depois para comentar. Mesmo assim, precisamos comentar que não era muito prático.

Até que, em 2006, o YouTube causou um rebuliço daqueles. Eu me lembro perfeitamente de quando entrei nele pela primeira vez e pensei: “hum, e daí?”. Foram apenas alguns meses até descobrir que, sim, ele era fantástico. Eu descobri que dava para ver QUALQUER clipe musical (isso era algo fantástico na época). E hoje em dia, se tornou uma rede social utilizada por milhares de pessoas ao redor do planeta. Isso que é poder!

Facebook

Facebook_logo-9

A gente sabe que o Facebook não foi pioneiro nessa onda de redes sociais. Antes dele, o Orkut e o Twitter causaram muito barulho por aqui. O Twitter ainda existe, mas o Orkut não teve a mesma sorte e foi desativado no ano passado. Por mais que a gente amasse ler os scraps alheios, o design era, sim, um pouco antiquado.

Aí o Face surgiu, dominou o Brasil a partir de 2010 e se tornou uma ferramenta pra lá de completa. Tem gente que usa para reencontrar amigos de infância, outros que usam para fins profissionais (no jornalismo é muito útil, gente) e também tem aqueles que usam por pura diversão. Dizem que ele vai ter o mesmo caminho do Orkut, mas acho que não tão cedo.

Spotify

download

Se você viveu sua adolescência na década de 90 ou no começo dos anos 2000, sabe que o discman era quase que um item obrigatório de sobrevivência. Graças a ele, podíamos ouvir nossas músicas a qualquer hora e qualquer lugar. Depois que surgiu a moda de gravar CD, então, era uma beleza. A gente fazia aquela playlist marota, apertava o play e a diversão estava garantida. Parece lindo, mas sempre tinha um disco riscado, uma pilha que acabava antes da hora e um aparelho quebrado – eu era MESTRE em quebrar discmans!

Com o iPod, a coisa já foi melhorando. Daí chegou o Spotify e nada mais foi como antes. A rede, que permite ouvir todo tipo de música, ficou mais conhecida recentemente e conquistou mais de 70 milhões de usuários. O que nem todos sabem é que ela foi criada bem antes, em meados de 2008. Seja como for, amamos a possibilidade de ouvir playlists com temas variados e divertidos (como opções para curtir a sexta-feira, trilhas de boyband etc).

Amazon

Amazon-Logo

Preciso confessar uma coisa: sou viciada em compras pela internet. É tudo tão fácil e prático, gente! Mas sempre rolam dúvidas na hora de saber se o site é confiável ou se vai cumprir o prazo de entrega. Quer saber onde apostar sem medo? Na Amazon, claro! A empresa norte-americana fundada em 1994 foi uma das primeiras a comercializar produtos na web. Hoje são tantos itens à venda que a gente fica até tonta.

Eu sempre recorri à Amazon quando queria comprar CDs ou livros. Mas olha só que bacana: lá vende tudo, inclusive produtos de beleza. O site, inclusive, me salvou recentemente porque foi um dos poucos lugares em que achei o Silicon Mix de bambu por um precinho legal. Fora que o prazo de entrega é super-rápido e altamente responsável. A gente ainda pode ler algumas opiniões, compartilhar os nossos pontos de vistas, enfim… Recomendo e sou cliente assumida!

Fik Dik Blog de cara nova

É isso mesmo que você leu ou que provavelmente reparou quando entrou aqui. O blog finalmente está de cara nova depois de meses de expectativa. Esse era um desejo muito antigo meu e fico muito feliz em saber que o meu cantinho agora tem um layout próprio, feito com muito carinho por um time de profissionais excelentes. Saber que eu fiz a escolha certa quando pensei em criar um layout exclusivo, aliás, também me deixa muito contente.

Esse é um passo muito importante para mim e para o blog. Estou tocando este projeto há praticamente um ano e meio e me surpreendo a cada dia com o retorno que ele recebe. Nem todo mundo sabe, mas antes dele eu tive outro blog, que foi mantido por quase três anos. Apesar de ter mais aquela carinha de diário virtual, me deu muitas alegrias e conquistas, além de ter rendido amigas especiais que eu mantenho até hoje.

Há alguns anos, senti necessidade de voltar a blogar. Só que eu queria algo mais sério, sabem? Na época do outro blog, eu ainda estava na faculdade e não tinha o conhecimento que tenho hoje. Mesmo assim, faltava aquele empurrãozinho para voltar de vez.

Foi na época da faculdade que eu descobri que sou completamente apaixonada por qualquer assunto que seja do universo feminino. Já consegui fazer algumas reportagens sobre o assunto, mas queria algo onde eu pudesse me expressar à vontade. Fiz um curso específico sobre jornalismo feminino no ano passado que foi completamente esclarecedor para mim e aí, pronto, surgiu a ideia do blog na minha cabeça. Era a desculpa perfeita para lançar o projeto.

Vi que tinha feito a escolha certa logo no primeiro mês. O retorno foi extremamente positivo, os comentários, maravilhosos e só aumentou minha vontade de continuar. Só que aí eu decidi que queria transformar o blog amador em negócio (acho que toda blogueira tem essa ideia, né?) e comecei a conhecer outros blogs, trocar mensagens, buscar parceiros e por aí vai. Nesse processo, descobri que não dava mais para continuar com o layout padrão do WordPress. Era hora de investir em uma página com a minha cara.

blog

Por investimento vocês já devem imaginar o que eu quero dizer. Sim, era o momento de colocar a mão no bolso e pagar alguém para criar o layout. Fiz algumas pesquisas, levantei alguns nomes, pedi orçamentos e quase caí para trás quando percebi que o valor não ia caber dentro do que eu tinha separado. Aí entra o primeiro de muitos diferenciais das meninas da Euforia Web. Além do atendimento super-rápido, eles me enviaram uma proposta completinha com um valor extremamente justo. Fechei na mesma hora.

Quando digo que não me arrependi, é a mais pura verdade. Mandei um briefing, que nada mais é do que um resuminho com as ideias que eu queria, e em questão de dias ele tinha te transformado em realidade. Pude ver cada detalhe do que eu pedi. Foi muito, mas muito gratificante. Trabalho competente mesmo!

Claro, a gente teve alguns obstáculos no meio do caminho. Sou um zero à esquerda quando o assunto é programação. E as meninas tiveram TODA a paciência do mundo para me ajudar a entender termos e procedimentos. Para resumir: tive que sair do WordPress, pagar uma hospedagem, transferir domínio etc. Mexi mais um pouquinho no bolso, mas sabia que ficaria feliz com o resultado. Quase não aguentei de ansiedade e precisei lidar muitas vezes com a frustração, mas, de fato, fiquei muito satisfeita!

Nessas mudanças, teve só uma coisinha que me deixou um pouco triste. Como o layout é personalizado e livre do WordPress, eu acabei perdendo todos os meus comentários (pois é 🙁 ). A parte boa é que agora qualquer pessoa pode comentar diretamente do Facebook, fazendo com que a gente fique mais próximas. Sem falar que ele está muito mais clean, prático e com a minha cara. Por isso que eu indico as meninas para todo mundo. Tenho certeza de que iniciamos uma parceria que vai durar por muito tempo. Quero agradecer mais uma vez pelo empenho e pela paciência!

Estou curiosíssima para saber o que vocês acharam. Deixem nos comentários? Vou amar ler todos!

6 alimentos para um efeito detox

fruit-detox

 

Quem tem acompanhado este blog com frequência sabe que o clima aqui já é de preparação para o verão que vem por aí. Teve post sobre as tendências de moda que estão bombando no verão do hemisfério norte e das razões para começar a ficar com o corpo em forma agora mesmo. A gente sabe, no entanto, que existe um cuidado fundamental para entrar de cabeça na próxima estação: a alimentação. O objetivo não é exagerar na dieta e muito menos passar fome, mas lembrar dos benefícios de um cardápio balanceado – o que não exclui aquela escapadinha de vez em quando, né? Afinal, somos humanas!

Por isso, criei uma listinha com seis alimentos superfáceis de encontrar e que prometem aquele efeito detox, ou seja, um resultado rápido. Ficou curiosa? Então vamos lá:

 

Maçã

folhas-de-mac3a7c3a3-nb4505

 

Vamos combinar: a maçã parece mesmo sem graça, não parece? Rola até uma preguiça na hora de comer. Pois está na hora de revermos os nossos conceitos. Isso porque a fruta oferece uma série de benefícios para a saúde. Por onde começar? Bom, ela protege os ossos, afasta o risco de doenças respiratórias e, adivinhem só, auxilia na perda de peso! Com o poder de desintoxicar o fígado e de reduzir os níveis de colesterol, ela é uma baita ajuda na missão de ficar com o corpo em forma (Viva!).

 

Couve

semente-couve-hibrida-manteiga-kobe-f1-1000-mx-201410031003181

Eu sei, você fez cara feia quando pensou na verdura. Eu também não sou muito fã (só consigo consumir se for bem misturadinha no suco verde), mas a couve é uma superamiga. Rica em fibras, causa a sensação de saciedade e ajuda a combater aquela vontade de comer algo gorduroso no meio da tarde por pura gula. O que mais? Ela também dá uma renovada na pele e filtra a gordura, fazendo com que a gente consiga eliminar tudo de ruim que comemos ao longo do dia. Ah, também controla o nosso humor. Ficar feliz é uma ajuda e tanto, não é mesmo?

 

Pepino

pepino

Outro que não agrada muito, mas que deve ser incluído no dia a dia porque contribui e muito para a nossa saúde. Em primeiro lugar, é pouco calórico e rico em água, ou seja, hidrata e ajuda no emagrecimento ao mesmo tempo. Ele também melhora o processo de digestão, controla o colesterol e… É ótimo para ressaca. Por ter açúcar e vitaminas, ajuda a repor os nutrientes perdidos após uma noite de excessos. Basta comer algumas fatias antes de dormir para acordar renovada.

 

Melancia

imagem_release_306899 (1)

Sou suspeita, gente! Adoro melancia, acho uma fruta tão gostosa e fresquinha. Além de ter um sabor bem doce, ela tem quase 90% de sua composição formada por água e contribui para hidratar o corpo todo. Também é um ótimo remédio para quem sofre de inchaços ou de problemas de circulação. E tem mais: ao contrário do que muita gente pensa, ela é pouco calórica (são só 20 calorias a cada 100 gramas) e rica em vitaminas, minerais e potássio. O resultado? Aquele empurrãozinho para te ajudar no Projeto Verão.

 

Chá verde

cha-verde-650

Você já deve ter escutado muitas coisas sobre o chá verde. Existe até uma discussão de especialistas para saber sobre os benefícios da bebida, mas já é comprovado que ele ajuda, sim, a regular a queima de gorduras. Esse efeito vem dos flavonoides, substâncias que atuam no sistema nervoso e contribuem para atingir o peso dos sonhos. Só tem um probleminha: o chá verde é rico em cafeína e não deve ser consumido próximo da hora de dormir porque pode atrapalhar na qualidade do sono, combinado?

 

Água

dicas_copo_agua

Não dava para deixar a água de lado, não é? É o jeito mais fácil de manter todo o corpo hidratado e protegido. A pele também agradece, já que a água elimina toxinas e resulta em uma aparência mais saudável. Se a intenção é perder peso, aqui vai uma boa notícia: beber água gelada é um bom recurso para promover queima calórica. O consumo médio diário varia de acordo com a pessoa, mas vale consumir mesmo quando não tiver sede, ainda mais se o tempo estiver seco.

 

Mais uma vez, a dica é se sentir bem com o próprio corpo. Olhou para o espelho e gostou do resultado, mesmo não sendo aquele das capas de revista? Então se joga e aproveita a vida! 🙂

4 boybands dos anos 90/2000

Contei aqui no blog algumas vezes que minha adolescência foi marcada por boybands. Entre o final dos anos 90 e a primeira metade dos anos 2000, quase toda menina tinha um grupo preferido que era formado só por meninos. Tinham tantas bandas que às vezes até rolavam umas brigas para ver quais eram melhores. Mas eu sou suspeita porque sempre amei os da minha época e confesso: comprava os CDs de todos, era superfã, decorava as letras. Sempre gostei de todos, sem exceções!

O gênero fez tanto sucesso que recentemente voltou liderado pelos garotos do One Direction. As músicas deles tocam frequentemente nas rádios, mas que tal voltar no tempo e relembrar o que a gente gostava de ouvir lá atrás?

Backstreet Boys

anos90

BackstreetBoys-88okkkkkkkkkk

Recentemente, compartilhei aqui minha emoção ao ir no meu quarto show dos Backstreet Boys. Eles sempre foram os meus favoritos, em especial o Nick. Era tanto amor que fica até difícil explicar. O mais legal é que era tudo muito diferente naquela época: a gente ouvia o CD inteiro, do começo ao fim, e decorava até a posição das músicas (sempre fazia comentários do tipo: “Nossa, a música 7 é tão boa!”). Também éramos obrigadas a esperar pela data de estreia dos clipes na MTV, rolava toda uma expectativa! Contei um pouquinho da história deles no outro post, mas aqui vai um resumo: eles formaram o grupo há mais de 20 anos (sim, estamos velhas), tiveram uma pausa para seguirem carreiras solo, voltaram, o Kevin saiu logo depois e agora estão com a formação original de volta! E eles continuam em alta, viu? Estiveram em turnê no Brasil em junho e arrasaram corações. Não é para menos, né?

‘N Sync

nsync-justin-timberlake

25AF81FC00000578-0-Reuniting_NSync_have_hinted_that_they_are_reuniting_for_Sunday_s-m-84_1423954965446

Muito antes de se tornar um dos cantores mais conhecidos desta geração, Justin Timberlake era um garoto cheio de cachinhos e magrelinho que liderava o ‘N Sync. Sempre soube que eles eram os maiores rivais dos Backstreet Boys, mas não fazia ideia de que eles foram criados pelo mesmo empresário da outra boyband justamente para provocar essa rivalidade. Seja como for, eu gostava muito, mas achava que eles tinham um estilo mais puxado para o hip hop e o eletrônico. Era legal porque eles faziam mega produções nos clipes e nos shows. Um desses shows, inclusive, veio para o Rock in Rio de 2001 e eu estava lá, no auge dos meus 12 anos. O grupo durou até 2002, quando Justin resolveu se lançar como cantor solo, acabou o namoro com a Britney Spears e o resto da história a gente já sabe…

5ive

SNF30FIVE---_1480749a

five_eb_271112

Talvez muita gente não faça ideia de quem são esses caras aí das fotos, mas eles faziam muito sucesso nos anos 2000. Os ingleses do 5ive tinham uma pegada pop, assim como os outros, mas colocavam umas influências de rock e eletrônico e o som era bem legal. Eu adorava que os CDs tinham váááárias faixas e algumas escondidas, então quase ninguém conhecia. Eles também vieram ao Rock in Rio de 2001 e eu estava lá, fazendo as coreografias e tudo mais! O grupo acabou bem no auge, no final de 2001, e tentou algumas voltas, mas sem muito sucesso. Eles até continuaram a fazer alguns shows como quarteto – J, o que tinha a voz mais marcante, saiu em 2007, e nunca mais voltou!

Westlife

westlife2000

Sem título

Essa era a mais desconhecida, mas eu AMAVA de verdade! Os irlandeses do Westlife eram os mais românticos da época e tinham músicas bem melosinhas, daquelas que faziam a gente chorar achando que a vida era difícil. Os clipes eram bem dramáticos, com castelos, penhascos, cavalos… enfim, tudo bem brega e legal ao mesmo tempo. Os CDs também eram bem longos, mas eu decorava todas as músicas e tentava convencer minhas amigas a ouvirem também. Tenho, inclusive, até hoje um DVD com um show deles no auge da banda. Em 2004, Brian saiu da banda para se dedicar aos cuidados com a filha, mas os outros integrantes seguiram firmes e fortes até 2011, quando optaram pelo fim total do grupo.

Tinham outras boybands que faziam sucesso na época, mas essas eram as minhas favoritas. Quem mais curtia o som dos meninos?