Posts em destaque

[Especial Dia do Rock] Top 5 – Filmes inspirados em astros da música

download

Amantes do mundo da música sabem que ontem (13) foi comemorado o dia do rock. O que talvez nem todos saibam é a origem da data. Tudo aconteceu após a realização do Live Aid, evento que reuniu grandes shows simultâneos para protestar contra a fome na Etiópia no dia 13 de julho de 1985. Esse também foi o dia da criação do grupo Rolling Stones, em 1962.

O mais curioso é que, apesar de tantos significados por trás da data, somente o Brasil a comemora. Seja como for, é hora de homenagear grandes astros da música. Como? Fácil. Basta escolher um filme inspirado na história de grandes astros. Opções não faltam, mas selecionei os cinco que eu mais gostei. Vamos lá?

Ray

ray-g-20091208

Lançado no final de 2004 nos Estados Unidos, o filme chegou por aqui no comecinho de 2005 com a promessa de mostrar a trajetória do cantor Ray Charles, uma das maiores lendas do gênero R&B/Soul. A história começa quando ele ainda é criança e descobre, aos sete anos, que está cego por conta de um glaucoma. Depois disso, descobrimos que ele tinha várias amantes e como foram compostas suas canções mais famosas. Indicado para diversos prêmios, entre eles seis categorias do Oscar, o longa é destacado pela atuação de Jamie Foxx. E a gente tem que concordar que ele está realmente incrível!

Johnny & June

Mesmo Se Nada Der Certo 4_Crédito_Divulgação

Outro filme que fez muito sucesso na última década, foi lançado em 2005 e é baseado na vida do cantor Johnny Cash desde sua infância até finalmente alcançar a fama e o sucesso. Em certo ponto da história, o foco passa a girar em torno da relação de Johnny com a também cantora June Carter, que mais tarde se tornaria sua esposa. Com pitadas de drama e de romance, ganhou o Globo de Ouro como melhor filme e o Oscar de melhor atriz para Reese Whiterspoon.

The Runaways

Kristen-Stewart-et-Dakota-Fanning-sur-le-tournage-de-The-Runaways

O nome do filme faz referência à banda homônima, formada em 1975 e famosa por ser composta apenas por mulheres. O roteiro não foge muito dos outros longas do gênero e conta como as meninas se conheceram, como decidiram formar um grupo musical, brigas, drogas e tudo mais. Na época em que foi lançado, a atriz Kristen Stewart ainda era conhecida por ser a Bella da série Crepúsculo e muita gente viu este filme por causa dela. Aliás, vale a pena assistir por conta da semelhança entre Kristen e Joan Jett, cantora que interpretou e que faz muito sucesso até hoje.

The Wonders

The Wonders

Hora de voltar no tempo. Enquanto os filmes acima são dos últimos anos, este aqui é de 1996 (pois é, há quase 20 anos) e fez muito sucesso ao retratar uma banda fictícia. Em plena década de 60, o grupo tem uma apresentação de calouros e precisa encontrar um baterista às pressas. É assim que o protagonista da história aparece e é responsável por modernizar as músicas da banda e levá-los ao sucesso. Apesar de a banda não existir, é bacana acompanhar cada conquista, desde a primeira vez em que o single toca no rádio até os grandes shows. E por falar nisso, a música That Thing You Do se tornou um clássico. O filme é bem bonitinho, vale muito a pena assistir!

Escola de Rock

31_218-escola de rock

Não fala especificamente sobre uma banda, mas é tão fofo que merece um destaque nesta lista. O enredo é cheio de clichês: depois de ser expulso de uma banda de rock, um músico se passa por professor em um colégio tradicional. Só que, até então, as crianças estavam acostumadas a cantar e tocar música clássica e a chegada do rock não é muito bem-vista pelos pais e diretores. Mesmo assim, ele convence as crianças a montar uma banda e torna-se muito querido pelos alunos. O mais bacana é que o filme é daquele tipo que não enjoa. A gente pode ver um milhão de vezes sem reclamar.

Menção honrosa: Back and Forth

os-integrantes-do-foo-fighters-durante-gravacao-do-programa-hoppus-on-music-em-nova-york-12042011-1303773658557_615x300

O Top 5 especial do dia do rock só trouxe filmes, mas vale a pena deixar um destaque para o documentário que conta a história da banda Foo Fighters, um dos maiores grupos de rock da atualidade. Narrado pelos próprios membros e ex-membros da banda, começa falando da relação do vocalista Dave Grohl com Kurt Cobain, líder do Nirvana, e passa pelo início do grupo, escolha e saída dos integrantes, brigas e as gravações de um disco da banda. Sou completamente apaixonada por documentários, ainda mais de música, e este é um dos meus favoritos do tipo. Indico inclusive para quem não é fã do grupo, mas está em busca de algo para assistir.

Agora é só seguir o ritual de escolher o que mais agradou, apertar o play e deixar a música tomar conta.

Top 5: Filmes para comemorar a chegada do inverno

November 1st, 2013 @ 20:49:50

O inverno começou oficialmente no último domingo e o frio chegou com tudo (pelo menos aqui em São Paulo). Sou suspeitíssima para falar sobre frio porque eu adoro o clima desta época do ano. Tanto que fiz um post especial sobre o lado bom do inverno.

Em uma coisa temos que concordar: não tem época mais gostosa para ver filmes do que agora. O ritual de escolher o que assistir, esquentar a pipoca e se jogar no sofá (de preferência com o cobertor) faz bem para a alma. E para incentivar esse hábito que, sim, é saudável, trago um Top 5 com histórias que se passam no frio. Tem neve, cenários congelantes e personagens que agradam aos mais variados estilos. Dá uma olhada:

A Era do Gelo

eradogeloEscolhi uma das animações mais fofas do começo dos anos 2000 porque é a que mais combina com o clima de inverno. O nome não é à toa, já que a história se passa há cerca de 20 mil anos, quando a Terra era composta apenas por gelo. É nesse cenário frio que moram a preguiça Sid, o mamute Manfred e o tigre dentre-de-sabre Diego, que encontram um bebê humano por acaso e partem em uma missão para devolvê-lo à sua família.

Os personagens são muito fofos, principalmente o esquilo Scrat e a mensagem que fica é a de que a amizade é mesmo poderosa, praticamente uma família. O sucesso foi tanto que rendeu quatro sequências. A quinta já está a caminho e será lançada no ano que vem. Por isso, aproveite os próximos meses para ver (e rever) todas as aventuras dessa turma.

Branca de Neve e o Caçador

snow-white-and-the-huntsmanVersão épica de um dos contos mais clássicos do mundo, tem muitas cenas de guerra que se passam em um inverno rigoroso, com direito a muita neve. Como o título do longa sugere, o filme é mais focado na relação entre Branca de Neve e o Caçador Eric, contratado para matá-la e entregar o coração da garota para a Rainha Ravenna. Só que ele acaba se afeiçoando pela garota e resolve ensiná-la a lutar.

O filme não é lá essas, mas só a presença do Chris Hemsworth no papel do caçador já é um ótimo motivo para assistir. O figurino também é muito bonito e inclusive foi indicado ao Oscar. Para os órfãos da saga Crepúsculo, vale também por conta da Kristen Stewart como a Branca de Neve. E tem mais: a continuação já começou a ser gravada e chega às telonas no ano que vem.

Deixe-me entrar

Owen_Abby_2010O clima típico de inverno, com dias cinzas, temperaturas lá embaixo e árvores sem folhas, favorece filmes sombrios. É o caso da versão americana de 2010 baseada no filme sueco Deixa Ela Entrar. A história é tão misteriosa que não tinha como se passar em outra estação do ano. É considerado um filme de suspense/terror e até dá uns sustinhos, mas não é daqueles que dão medo na hora de dormir.

A trama gira em torno de Owen, um garoto de 12 anos que vivia sozinho até conhecer sua nova vizinha, Abby. Os dois começam a conversar, mas ela tem alguns hábitos esquisitos e pede que ele pare de procurá-la, o que não acontece. Conforme ficam mais próximos, ele passa a descobrir que ela carrega um segredo muito perigoso. Não vou contar qual é para não estragar a surpresa, mas é muito interessante ver a Chloe Grace Moretz (protagonista de Se Eu Ficar) ainda novinha no papel principal.

Inverno da Alma

winters-bone-5Contei aqui algumas vezes que não gosto muito da Jennifer Lawrence (me julguem). Fiquei com birrinha por ela ter ganhado um Oscar em que as concorrentes eram nitidamente melhores e acho que ela é muito forçada. Mas, antes de ser queridinha de Hollywood, J-Law fez bonito em um de seus primeiros papeis, o da protagonista de Inverno da Alma.

Ela é Ree, uma garota de 17 anos que mora em uma cidade pacata e resolve procurar o pai, que está desaparecido. Ela precisa encontrar o homem já que ele usou a casa em que ela mora com os irmãos pequenos como garantia de sua liberdade condicional e agora eles podem perdê-la. Ree desafia as regras da cidade e lida com as figuras mais perigosas da região para alcançar o objetivo. Tudo, claro, em meio à montanhas e temperaturas geladas. A atriz foi indicada pelo papel e, se ganhasse, seria mais justo. O filme é pesado e um pouco parado, mas é imperdível.

Escrito nas Estrelas

tumblr_ms540lh51t1ri4lyuo8_r1_1280Sabemos que o friozinho torna as ruas mais charmosas e oferece o clima perfeito para namorar. Então esta lista não poderia ser encerrada sem um romance bem água com açúcar. Escrito nas Estrelas é cheio de clichês sobre o destino, mas tem como paisagem a cidade de Nova York em pleno inverno, então tudo fica mais especial.

Era apenas um dia normal de compras na vida de Sara, quando ela esbarra em Jonathan e os dois se identificam de cara. Eles passam a noite andando por Manhattan e fazem passeios fofos, como patinar no gelo. Só que os dois estão comprometidos em outros relacionamentos e decidem deixar suas vidas na mão do destino. Ela escreve seu número de telefone em um livro e o vende em um sebo no dia seguinte. Se for para ficarem juntos, o destino fará com que Jonathan encontre o livro. O final? Bom, só vendo para saber…

Como sempre, a regra é escolher uma ou mais opções e se entregar ao clima do inverno. Bom friozinho por aí!