Posts em destaque

Oscar 2018 | Meus palpites de vencedores do grande prêmio do cinema

Olá, pessoal! Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu sou APAIXONADA pelo Oscar. Sempre corro feito doida nos primeiros meses do ano para tentar ver o máximo possível de filmes indicados para poder torcer e comentar com propriedade rs. A entrega do Oscar 2018 acontece no próximo domingo (04) e eu não consegui assistir a todos os filmes, mas vi uma boa leva.

Como sempre acontece, vou postar aqui os melhores e os piores looks da cerimônia, mas hoje queria falar sobre os meus palpites de vencedores do Oscar 2018. Para ser bem sincera, não teve nenhum filme que me deixou completamente apaixonada (como aconteceu no ano passado) e acho que os atores favoritos estão concorrendo sozinhos, mas vamos lá, vou falar mesmo assim!

Aproveite e relembre os looks que marcaram a entrega do Oscar do ano passado!

Melhor filme: Três Anúncios Para Um Crime

Foto: CinePOP

Sem dúvida, o melhor filme entre todos que eu vi que estão concorrendo na principal categoria do Oscar 2018. A história se concentra em uma mulher que teve sua filha brutalmente assassinada e resolve alugar três outdoors que ficam na entrada da cidade para chamar a atenção da polícia, que não encontrou o culpado do crime. O problema é que esse simples fato acaba mexendo com a vida de todos os moradores. Sei que lendo assim não parece um grande filme, mas é muito humano e prende do início ao fim. Estou na torcida por ele (mas queria muito que Eu, Tonya – outro filmão – estivesse entre os candidatos).

Melhor atriz: Frances McDormand – Três Anúncios Para Um Crime

Foto: A Tribuna

Favorita, levou todos os prêmios na categoria até agora e, verdade seja dita, ela merece mesmo. Segura o filme todo, chora, dá risada, faz a gente sentir o drama dela, entender tudo que ela faz, sentir a mesma raiva que ela sente e por aí vai. Sally Hawkings (A Forma da Água) e Margot Robbie (Eu, Tonya) estão maravilhosas em suas atuações e merecem um destaque aqui, mas a Frances tem que levar, não tem para mais ninguém nesta categoria do Oscar 2018.

Melhor ator: Gary Oldman – O Destino de uma Nação

Foto: CinePOP

Não assisti a esse filme, mas o Gary Oldman, assim como a Frances McDormand, ganhou tudo até agora e tem todas as chances de repetir o feito no Oscar 2018. Ele interpreta Winston Chruchill e, pelo que sei, o filme fala sobre as estratégias que a Inglaterra adotou para não ser derrotada pela Alemanha na Segunda Guerra Mundial. Junto com ele, concorrem Daniel Day-Lewis, por Trama Fantasma, e Daniel Kaluuya, por Corra!, mas também acho que o Gary Oldman concorre sozinho. Vocês já assistiram? O que acharam?

Relembre os melhores e os piores looks do Globo de Ouro 2018!

Melhor atriz coadjuvante: Allison Janney – Eu, Tonya

Foto: Gazeta Online

Todo ano temos aquele ator ou aquela atriz que arrebenta e que tem um trabalho elogiado por todos os críticos. No Oscar 2018, quem representa isso é Allison Janney, que interpreta a mãe da patinadora Tonya Harding no filme Eu, Tonya. Praticamente irreconhecível, ela maltrata a filha (fisicamente e mentalmente) e é parte do motivo que explica a tragédia que foi a vida da ex-atleta. Como falei lá em cima, eu AMEI esse filme e é baseado em uma história real, então o trabalho de interpretar uma pessoa que existe é ainda mais intenso. Torcendo MUITO para ela!

Melhor ator coadjuvante: Sam Rockwell – Três Anúncios Para Um Crime

Difícil pensar no filme Três Anúncios Para Um Crime e não lembrar da Frances McDormand, mas Sam Rockwell é responsável por fazer a gente rir em muitos momentos e é aquele personagem que dá uma quebrada na história, que é megapesada. Tudo bem, ele interpreta um policial racista e explosivo, faz coisas bizarras ao longo do filme, mas é justamente ele que tem momentos heroicos e uma redenção daquelas. Quando percebemos, já estamos torcendo por ele. Aliás, ele é o que mais merece entre todos os candidatos do Oscar 2018, concordam?

Melhor diretor: Guillermo del Toro – A Forma da Água

Foto: Super Cinema UP

A Forma da Água foi o filme recordista de indicações do Oscar 2018, com presença em 13 categorias. Eu estava looouca para assistir, até que vi e foi aquela coisa: minha expectativa estava alta demais e eu acabei não gostando. É muito bom tecnicamente, mas achei fraco em história, principalmente quando a gente compara com Três Anúncios Para Um Crime e Eu, Tonya. Agora, o enquadramento das cenas é perfeito, a trilha sonora é incrível, a fotografia é linda. Então, nada mais justo do que o diretor Guillermo del Toro vencer na categoria. Sou apaixonada pelo filme O Labirinto do Fauno e torço por ele desde então.

 

E aí, concordam com os meus palpites?

Um beijo e até o próximo post!