Posts em destaque

Dia Internacional da Mulher | Filmes sobre empoderamento feminino que comprovam a força das mulheres

 

Olá, pessoal! Chega março e a gente logo lembra do Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março. Claro que nós sabemos (ou, pelo menos, deveríamos) que a mulher precisa ser lembrada todos os dias, já que a gente ainda vive em uma desigualdade enorme de gêneros, mas a questão aqui neste post não é esta rs…

Na verdade, o cinema vem mostrando ao longo dos anos o quanto as mulheres sofreram e ainda sofrem. Por isso, uma das maneiras de começar a entender um pouco mais sobre empoderamento feminino é vendo alguns desses filmes. Ah, é importante assistir com esse foco mesmo, de se colocar no lugar da mulher, para entender mais sobre essa nossa luta contínua e diária.

Confira aqui outra lista de filmes para comemorar o Dia Internacional da Mulher!

Preciosa – Uma História de Esperança

preciosa-cena-do-filme

Um dos destaques do Oscar de 2010, este filme continua muito atual. Isso porque conta a história de Preciosa, uma adolescente de 16 anos que vive no bairro do Harlem, em Nova York, e leva uma vida bem diferente da maioria das mulheres de sua idade. Vejam bem: ela é agredida de todos os jeitos pela própria mãe, abusada pelo pai e tem um filho com Síndrome de Down. Para piorar, ela é gorda, está grávida pela segunda vez e foi expulsa da escola. A situação só melhora quando ela vai para uma escola alternativa e encontra um jeito de fugir de sua realidade.

Lembro que o que mais me deixou chocada foi o tratamento recebido pela mãe, já que a relação entre filha e mãe costuma ser forte e sagrada. Daí a gente lembra que existem muitas mulheres que enfrentam essas situações todos os dias e começa a cair a ficha do quanto a mulher ainda sofre. O filme é incrível e, por sinal, a atriz Mo’Nique, que interpreta a mãe de Preciosa, saiu vitoriosa do Oscar como melhor atriz coadjuvante.

Moana – Um Mar de Aventuras

 

filme-moana-um-mar-de-aventuras

O filme da Disney estreou por aqui em janeiro de 2017 e causou o maior auê justamente por quebrar um padrão entre as famosas princesas da Disney. Eu cresci nos anos 90 acostumada a ver princesas esperando um príncipe ou lutando por causa dele, mas essa ideia não faz o menor sentido e não combina com as mulheres de hoje, certo?

Bom, Moana nem se define como princesa, para começar, e fica irritada quando a chamam assim. Ela sabe que tem seus deveres onde mora, mas resolve partir sozinha em busca de novas soluções para o seu povo. No meio do caminho, ela enfrenta diversas dificuldades, mas nada a faz desistir. Mulher guerreira, né mores?

Confira algumas dicas para cuidar de cabelos mistos!

Que Horas Ela Volta?

que-horas-ela-volta-filme

Contei aqui algumas vezes que eu não sou muito chegada em filmes nacionais. Na verdade, eu detesto aquelas comédias com atores que fazem sucesso no humor. Sou mais de filmes que fazem a gente pensar e nós temos ótimos representantes nacionais nesse quesito. Um deles é Que Horas Ela Volta?, um dos maiores sucessos no cinema brasileiro de 2015, e que retrata bem a realidade de muitas mulheres.

O filme conta a história de Val, uma pernambucana que se muda para São Paulo para trabalhar como babá de Fabinho e morar na casa dos patrões. Treze anos depois, ele vai prestar vestibular e ela recebe um telefonema de sua filha, que pede ajuda para ir a São Paulo para prestar a mesma prova. O problema é que a menina quebra vários protocolos da casa e a confusão começa a se instaurar. Vale MUITO a pena!

A Hora Mais Escura

filme-a-hora-mais-escura

Outro fato que nem todo mundo sabe sobre mim é que eu tenho uma raivinha da Jennifer Lawrence porque ela ganhou o Oscar de 2013 por um papel infinitamente inferior ao da Jessica Chastain. No mesmo ano, ela concorreu pelo filme A Hora Mais Escura, no qual interpretou Maya, uma agente da CIA responsável por participar das buscas para capturar Osama Bin Laden.

Por que coloquei este filme aqui? Bom, porque a CIA ainda é um ambiente bastante masculinizado e, ao longo da história, a gente percebe como Maya vai conquistando seu espaço como mulher e profissional, superando o machismo e a desconfiança. Fora que o filme prende com várias cenas de ação e a gente fica tenso querendo saber como tudo vai acabar. Vocês vão amar!

Histórias Cruzadas

filme-historias-cruzadas

Se hoje ainda é difícil ser mulher, imaginem como essa situação era no passado. Temos um retrato de parte disso no filme Histórias Cruzadas, que se passa no estado norte-americano do Mississipi nos anos 60. Naquela época, as mulheres negras só conseguiam trabalho como empregadas domésticas e ainda sofriam constantemente com o preconceito. Até que uma jornalista retorna à cidade e decide entrevistar essas mulheres para escrever um livro e denunciar esse absurdo.

Eu AMO esse filme e o elenco é maravilhoso, contando como atrizes como Emma Stone, Viola Davis e Jessica Chastain. Mas o ponto alto é a atriz Octavia Spencer, que venceu o Oscar de melhor atriz coadjuvante e faz uma cena IMPERDÍVEL (não vou contar para não estragar, é claro) que nos deixa indignados e contentes ao mesmo tempo.

 

E vocês, lembram de outro filme sobre empoderamento feminino?

Um beijo e até o próximo post!

Testei: Linha Liso Leve and Solto – Lola Cosmetics

 

Olá, pessoal! Quem é ligado em novidades de cabelos sabe que, ultimamente, a gente viveu um boom de produtos para cabelos cacheados. Foi maravilhoso porque ajudou muitas mulheres a assumirem seus cachos, mas acabou abrindo uma lacuna para quem tem cabelo liso. É por isso que as marcas também passaram a apostar em linhas com essa finalidade.

Meu cabelo foi superliso durante a infância e acabou ficando ondulado na adolescência. Como ele é muito fininho, era difícil deixar natural, então eu pedia para a minha mãe fazer chapinha e (tentar) deixar meus fios lisos. Depois, acabei aderindo à progressiva e no meio disso comecei a pintar, então eu sempre encontrei produtos específicos para cabelos com química. Confesso que nunca me vi sem opção.

Depois da ditadura do liso lá no início dos anos 2000, a gente finalmente está no caminho de entender que cada mulher pode ter o cabelo que quiser. Eu tenho visto muito produto para cabelo liso e amei saber que a Lola Cosmetics pegou carona nessa ideia. Sou completamente apaixonada pela Lola e, como gosto de tudo que a marca lança, resolvi testar e contar para vocês.

Aproveite e confira também outras resenhas dos produtos da Lola Cosmetics: http://fikdikblog.com/index.php/tag/lola-cosmetics/

Como funciona?

A linha Liso Leve and Solto é voltada para cabelos lisos naturais ou alisados quimicamente. Trata-se, na verdade, de um tratamento contínuo formado por shampoo, máscara e spray que deixam o cabelo liso por mais tempo e o melhor: sem frizz. Por ser um tratamento contínuo, quanto mais você usa, melhor o resultado.

IMG_0809

Como eu já queria testar essa linha, aproveitei para conhecer a loja da Lola no shopping Vila Olímpia, aqui em São Paulo. Acabei comprando o shampoo e o spray porque eu tenho muita máscara em casa, mas a vendedora me contou que a máscara também pode ser usada como condicionador para cabelos lisos, então é um produto 2 em 1. Bom, né?

Os produtos são formulados com blend de tamarindo, canela e óleo de oliva, que ajudam a formar um “filme”, selando as cutículas do fio. Com isso, ajuda a manter a hidratação e a reduzir o frizz dos cabelos. O shampoo tem a técnica Low Poo, enquanto a máscara e o spray são No/Low Poo.

Minha opinião

Contei lá em cima que meu cabelo é muito fino, então qualquer coisa acaba armando e tirando o efeito liso. Fora isso, faz alguns meses que eu não corto o cabelo e estou com algumas pontas que acabam espigando e enchendo de frizz. Testei muito produto que prometia deixar liso por mais tempo, mas nunca encontrei um que efetivamente funcionasse. Ainda bem que eu testei essa linha da Lola, viu?

Veja todos os cuidados para manter os cabelos mistos bonitos por mais tempo: LINK DO POST AQUI

Ao aplicar o shampoo, eu já pude perceber que os fios foram ficando mais alinhados. Meu cabelo aceitou superbem e, na hora, começou a ficar desembaraçado. Ah, e rendeu muito, então vale muito a pena!

IMG_0902

Agora, minha paixão mesmo foi o spray antifrizz, que eu tenho usado como protetor térmico antes do secador e da chapinha. Foi o único produto que eu testei na minha vida que deixou as pontas lisas sem espigar. Juro, estou apaixonada!

Importante destacar que os produtos da linha não alteraram em nada a cor do meu cabelo ou a progressiva. Agora eu estou doida para voltar lá na loja da Lola e comprar a máscara, vai ser um ótimo investimento!

 

E vocês, já testaram essa linha? O que acharam?

Um beijo e até o próximo post!

Oscar 2018 | Os melhores (e os piores) looks do maior prêmio do cinema

Olá, pessoal! Hoje (04) foi dia de mais uma entrega do Oscar, o prêmio máximo do cinema. Já contei aqui para vocês os meus palpites de vencedores da noite, mas, além de acompanhar a cerimônia, eu também AMO ver o red carpet. Neste ano, muitas celebs apostaram no nude, no branco e em tons clarinhos, mas também teve quem apostou em tons fortes e brilhantes. Antes de começar a falar sobre os looks da noite, preciso dizer que fiz uma seleção porque realmente tinha MUITA gente e vocês iam ficar lendo este post por dias e dias rs… Então chega de falar e vamos aos meus escolhidos!

Allison Williams

Antes de mais nada, preciso dizer que esta moça é tipo eu, gosta de chegar bem cedo na festa para não perder nenhum detalhe. Foi uma das primeiras a chegar no Globo de Ouro e repetiu o feito no Oscar. A Rose do filme Corra! foi uma das que apostaram em looks nudes e eu estou em dúvida se gostei ou não. Gosto muito da parte de cima e acho que combinou muito com o cabelo cheio de ondas e o brincão (uma coisa meio anos 40), mas a parte de baixo, com essas texturas e manchas, me pareceu um pouco estranho, concordam?

Elizabeth Moss

A atriz das séries Mad Men e The Handmaid’s Tale também apostou nos clarinhos e eu adorei o modelo, achei bem delicado e apropriado para a ocasião. Só acho que a manga fininha fez com que os braços dela parecessem mais grossos e acabou aumentando também a região do abdômen. No restante, adorei a make e o cabelo.

Emily Blunt

Acho a Emily uma fofa, gente! Apesar de também ter ido na onda dos clarinhos, ela optou por um modelo em um tom de azul-acinzentado muito lindo (adoro esse tom). Não sei se é o tipo de vestido que agrada a todo mundo, mas eu adorei esse estilo mais antiguinho, usaria fácil! E vocês, o que acharam?

Emma Stone

Não queria dar spoilers sobre as melhores maquiagens da noite, já que vou fazer um vídeo sobre esse tema, mas minha amiga Emma é uma forte concorrente a aparecer nessa lista. Que make maravilhosa, pessoal! Adorei o cabelo liso chapado também, já que normalmente ela opta por um estilo mais ondulado. Não sou do tipo que usa calça no red carpet, mas achei que ela estava tão linda e tão cheia de atitude. Só não gostei muito da faixa pink, mas esse estilo de color blocking vai ser uma super tendência, então passa!

Gal Gadot

Gal é a mulher maravilha no cinema e na vida real, né gente? Sério, que mulher LINDA! Nossa heroína foi na linha dos brilhantes e parecia uma diva mesmo, adorei o look! O colar foi estratégico para valorizar o decote sem ficar vulgar e o cabelo preso em um coque simples deixou tudo em harmonia, já que o destaque era o vestido.

Gina Rodriguez

Gina foi mais uma representante dos nudes e eleita por muita gente como a mais bonita da noite. Verdade seja dita, ela estava mesmo muito linda e o vestido era digno de uma princesa. Achei super apropriado para o Oscar e gostei que ela escolheu um penteado mais simples para não brigar com o look, mas sinto que faltou alguma coisa. Não sei se um brinco de mais destaque ou uma make mais elaborada. O que acham?

Jennifer Garner

Nossa musa das comédias românticas (quem amais ama o filme De Repente 30?) chamou atenção por fugir do senso comum e se jogar em uma cor forte. Como esse tom de azul ficou lindo nela, né? Adorei o modelo e o cabelão solto, ficou com um ar de deusa grega moderna. Muito linda!

Jennifer Lawrence

Bom, vocês sabem que eu tenho birra da Jennifer Lawrence desde que ela ganhou o Oscar num ano em que as outras concorrentes eram bem melhores. Confesso que ela até parou de se achar tanto e juro que não é por ter bode dela, mas eu não curti muito esse look. Achei a parte do quadril estranha (parece até que tem algo marcando, repararam?). Também não gostei do cabelo, até combina com a proposta meio anos 80 do look, mas ficou com aquele ar de “acordei e fui”. Agora a maquiagem eu amei, especialmente o delineado.

Lupita Nyong’o

Mais uma princesa que encheu nossos olhos de alegria nesta noite! Fala se a Lupita não é maravilhosa? Adoro quando as famosas usam dourado no Oscar e arrisco dizer que esse foi o look dourado mais lindo que eu já vi na premiação. Amei esse detalhe com preto e valorizou muito o look como um todo. Uma das mais lindas da noite para mim!

Margot Robbie

A estrela do filme Eu, Tonya era uma das mais aguardadas da noite. Estava apostando todas as fichas na Margot e tinha certeza que ela ia ser a minha escolha como melhor look, mas ela é sempre incerta, às vezes arrasa e outras não. Vejam bem, o vestido é lindo e totalmente apropriado para uma candidata a melhor atriz, mas o problema para mim foi a maquiagem. Achei muito simples e, com isso, deixou a atriz com uma carinha de cansada. Acho que o penteado também não favoreceu. Concordam?

Mary J. Blige

Olha aí mais uma representante dos vestidos brancos. Mary foi a primeira mulher a ser indicada como atriz e cantora na mesma noite (poderosa né). Gostei muito do look, combinou demais com o cabelo e a make, mas acho que acabou se perdendo no meio de tanto vestido lindo.

Meryl Streep

Nossa diva Meryl dispensa comentários, não é mesmo? Mas olhem só como o vermelho favorece, fica bem em todo mundo! Achei que ela estava a própria rainha com um look clássico e muito delicado. Diva é diva, né mores?

Nicole Kidman

Alguém chama a Jojo Todynho? QUE TIRO FOI ESSE, NICOLE? Nossa amiga Nic normalmente usa coisas bem estranhas no tapete vermelho, mas quando dá para acertar, ninguém segura! Em uma noite cheia de branquinhos e nudes, esse tom de azul metálico fez sucesso! Amei de verdade o tom e o decote em estilo coração. E vejam só: tem decote, fenda, cor forte, um laço enorme, mas mesmo assim ficou lindo. É tudo uma questão de saber segurar o look, concordam? Mais um truque para quem não gosta de prender o cabelo: é só jogar para trás e manter lá para valorizar o decotão! Com certeza, uma das mais lindas da noite!

Sally Hawkings

Coloquei a Sally aqui porque ela foi merecidamente indicada como melhor atriz pelo filme A Forma da Água e muita gente estava na torcida por ela. Achei que o look combinou bastante com ela, adorei o coque soltinho porque tirou o ar pesado do vestido, que é totalmente fechado. No geral, achei chique e elegante, tudo a ver com o clima de Oscar.

Salma Hayek

Quer brilho, @? Então toma brilho! Salma foi uma das poucas a apostar no roxo, mas achei que tem tanta informação nesse look. AMEI o detalhe de pedraria, mas concordam que acabou pesando em um vestido que tem camadas, babados, decote e paetês? Não que esteja horrível, mas acho que acabou destoando. Só o cabelo que eu adorei, um coque baixo com algumas ondas na frente.

Sandra Bullock

Sandrinha é sucesso! Eu amei esse modelo e usaria fácil, fácil! Adoro esse tipo de decote e tenho um fraco por vestidos com a cintura marcada, então gostei de verdade do look. Achei uma ótima opção para a noite.

Saoirse Ronan

Os anos se passam e eu ainda não aprendi a falar o nome dessa menina, alguém me ensina? Adoro rosa, vocês sabem, mas achei esse modelo tão simples, mesmo com o laço atrás. Acho que ficou apagado nela. É o mesmo caso da Margot Robbie: cabelo sem graça e pouca make. Acaba que a gente passa batido, sabem?

Taraji P. Henson

Lembram dela em Estrelas Além do Tempo? Bom, acho que a Taraji se acha o último biscoito do pacote, mas não dá para negar que ela é linda e tem bom gosto. O mais incrível é que ela foi uma das poucas a ir de preto, um clássico das festas. Claro que ela aproveitou para dar um toque ousado no pretinho básico. Não sei muito bem se gosto, mas acredito que ela segurou bem e estava muito bonita!

Viola Davis

Silêncio na sala porque a minha musa chegou! Viola é o tipo de mulher que sempre se transforma, né? Olha que poder nesse pink texturizado MARAVILHOSO! Amei a cor, o decote, a clutch com suporte para a mão e esse cabelo lindo todo na vibe anos 70. Quero ser amiga dela, juro! Alguém me ajuda?

Whoopi Goldberg

Como não amar a Whoopi? Seria estranho se a gente visse a atriz usando um look “normal”, então achei esse modelo a cara dela. Usaria? Não. Ficaria bom em qualquer outra atriz? Também não. Mas é a Whoopi, então a gente libera.

Zendaya

Ultimamente, todo mundo que eu sempre peguei no pé por se vestir mal tem acertado. Zendaya já usou cada look que este aqui está perfeito. Não usaria, acho que tem muito pano, não gosto desse coque no alto da cabeça, mas sério, é o look mais lindo dela que eu já vi. Fora que eu amei esse tom de marrom. Continua assim, garota!

A pior da noite: Andra Day

Olhei rápido e pensei: Rihanna, é você? Depois, vi mais de perto e precisei fazer aquela pesquisa para descobrir que, na verdade, a moça é cantora e foi indicada na categoria de melhor música. Quanto ao look, tem coisa demais aí, não? Para começar, achei que a estampa do vestido lembra a das colchas que a gente encontra nas lojas e quer levar para casa na mesma hora. Mas é muita camada, muita dobra, muito colar, muito acessório no cabelo. Tinha tanta gente linda que ela acabou destoando, sabem?

A melhor da noite: Allison Janney

Sabe quando a pessoa chega com aquele look matador, do tipo “vim para ganhar”? Bom, a Allison (que eu gosto de chamar de mãe da Tonya por conta do trabalho MARAVILHOSO que ela fez no filme Eu, Tonya) foi indicada pela primeira vez ao Oscar e fez bonito, né gente? Além da cor, que eu achei maravilhosa (está comprovado que não existe mais problema nenhum em usar vermelho no red carpet), realmente amei o modelo, com esse decote sexy sem ser vulgar e as magas bem divônicas. Uma prova de que mulheres mais velhas podem, sim, se vestir de forma ousada com classe. ARRASOU!

 

E vocês, o que acharam?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: E! Entertainment

Oscar 2018 | Meus palpites de vencedores do grande prêmio do cinema

Olá, pessoal! Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu sou APAIXONADA pelo Oscar. Sempre corro feito doida nos primeiros meses do ano para tentar ver o máximo possível de filmes indicados para poder torcer e comentar com propriedade rs. A entrega do Oscar 2018 acontece no próximo domingo (04) e eu não consegui assistir a todos os filmes, mas vi uma boa leva.

Como sempre acontece, vou postar aqui os melhores e os piores looks da cerimônia, mas hoje queria falar sobre os meus palpites de vencedores do Oscar 2018. Para ser bem sincera, não teve nenhum filme que me deixou completamente apaixonada (como aconteceu no ano passado) e acho que os atores favoritos estão concorrendo sozinhos, mas vamos lá, vou falar mesmo assim!

Aproveite e relembre os looks que marcaram a entrega do Oscar do ano passado!

Melhor filme: Três Anúncios Para Um Crime

Foto: CinePOP

Sem dúvida, o melhor filme entre todos que eu vi que estão concorrendo na principal categoria do Oscar 2018. A história se concentra em uma mulher que teve sua filha brutalmente assassinada e resolve alugar três outdoors que ficam na entrada da cidade para chamar a atenção da polícia, que não encontrou o culpado do crime. O problema é que esse simples fato acaba mexendo com a vida de todos os moradores. Sei que lendo assim não parece um grande filme, mas é muito humano e prende do início ao fim. Estou na torcida por ele (mas queria muito que Eu, Tonya – outro filmão – estivesse entre os candidatos).

Melhor atriz: Frances McDormand – Três Anúncios Para Um Crime

Foto: A Tribuna

Favorita, levou todos os prêmios na categoria até agora e, verdade seja dita, ela merece mesmo. Segura o filme todo, chora, dá risada, faz a gente sentir o drama dela, entender tudo que ela faz, sentir a mesma raiva que ela sente e por aí vai. Sally Hawkings (A Forma da Água) e Margot Robbie (Eu, Tonya) estão maravilhosas em suas atuações e merecem um destaque aqui, mas a Frances tem que levar, não tem para mais ninguém nesta categoria do Oscar 2018.

Melhor ator: Gary Oldman – O Destino de uma Nação

Foto: CinePOP

Não assisti a esse filme, mas o Gary Oldman, assim como a Frances McDormand, ganhou tudo até agora e tem todas as chances de repetir o feito no Oscar 2018. Ele interpreta Winston Chruchill e, pelo que sei, o filme fala sobre as estratégias que a Inglaterra adotou para não ser derrotada pela Alemanha na Segunda Guerra Mundial. Junto com ele, concorrem Daniel Day-Lewis, por Trama Fantasma, e Daniel Kaluuya, por Corra!, mas também acho que o Gary Oldman concorre sozinho. Vocês já assistiram? O que acharam?

Relembre os melhores e os piores looks do Globo de Ouro 2018!

Melhor atriz coadjuvante: Allison Janney – Eu, Tonya

Foto: Gazeta Online

Todo ano temos aquele ator ou aquela atriz que arrebenta e que tem um trabalho elogiado por todos os críticos. No Oscar 2018, quem representa isso é Allison Janney, que interpreta a mãe da patinadora Tonya Harding no filme Eu, Tonya. Praticamente irreconhecível, ela maltrata a filha (fisicamente e mentalmente) e é parte do motivo que explica a tragédia que foi a vida da ex-atleta. Como falei lá em cima, eu AMEI esse filme e é baseado em uma história real, então o trabalho de interpretar uma pessoa que existe é ainda mais intenso. Torcendo MUITO para ela!

Melhor ator coadjuvante: Sam Rockwell – Três Anúncios Para Um Crime

Difícil pensar no filme Três Anúncios Para Um Crime e não lembrar da Frances McDormand, mas Sam Rockwell é responsável por fazer a gente rir em muitos momentos e é aquele personagem que dá uma quebrada na história, que é megapesada. Tudo bem, ele interpreta um policial racista e explosivo, faz coisas bizarras ao longo do filme, mas é justamente ele que tem momentos heroicos e uma redenção daquelas. Quando percebemos, já estamos torcendo por ele. Aliás, ele é o que mais merece entre todos os candidatos do Oscar 2018, concordam?

Melhor diretor: Guillermo del Toro – A Forma da Água

Foto: Super Cinema UP

A Forma da Água foi o filme recordista de indicações do Oscar 2018, com presença em 13 categorias. Eu estava looouca para assistir, até que vi e foi aquela coisa: minha expectativa estava alta demais e eu acabei não gostando. É muito bom tecnicamente, mas achei fraco em história, principalmente quando a gente compara com Três Anúncios Para Um Crime e Eu, Tonya. Agora, o enquadramento das cenas é perfeito, a trilha sonora é incrível, a fotografia é linda. Então, nada mais justo do que o diretor Guillermo del Toro vencer na categoria. Sou apaixonada pelo filme O Labirinto do Fauno e torço por ele desde então.

 

E aí, concordam com os meus palpites?

Um beijo e até o próximo post!

D.I.Y: Quadro de inspiração

Existe coisa melhor pra ter em nossos cantinhos que um quadro com coisas que amamos para nos inspirar no dia a dia ou na hora de trabalhar? Eu já fiz vários para colocar na parede do meu quarto, onde fica minha escrivaninha com meu computador, e onde trabalho. Por isso eu já tenho um pouco de noção de como fazer um e por onde começar para ensinar a vocês como fazer um.

foto 1

Para começar você vai precisar de um quadro de cortiça que você encontra na Kalunga por um preço super bacana. É ele quem vai dar todo o charme de um ‘mural de inspiração’. Utilizei ele todas às vezes que quis mudar a decoração do meu. O legal do quadro de inspiração é que quem manda nele é você. A decoração vai do seu gosto e eu vou compartilhar as mais legais que eu costumo usar para vocês. Vamos nessa?

Você vai precisar de:

  • Fotos que nos inspiram. Fotos de uma viagem que fizemos e cada momento fica na nossa memória, fotos com nossos bichinhos, amigos, familiares, ou qualquer outra foto que temos um carinho enorme. Costumo imprimir mesmo e às vezes utilizo o PicMonkey, para deixá las em forma polaroid. Que fica um charme!
  • Calendários mensais ou anuais. Pode ser que não mas dá um charme extra colocar um calendário mensal no seu quadro. Eu utilizo os da minha colega a Maria do instagram de estudos @motivatudy e ela disponibilizou alguns calendários lindos(que são os que estou usando), para a gente imprimir, é só clicar AQUI.
  • Planner semanal ou calendário mensal com suas anotações e compromissos do mês. Eu adoro colocar isto para dar um toque a mais e deixar tudo mais fofo e encantador. Claro que é um modo mais divertido de visualizar seus afazeres e se organizar. Eu uso esses printables aqui ó.
  • Por último, procure cartões antigos, lembranças de viagem, frases inspiradoras e adesivos. Tudo do seu gosto!

O quadro de inspirações é algo muito pessoal e depende muito de você. Quem tem que escolher ou gostar é você! Só demonstrei algumas coisinhas que eu uso para personalizar o meu. Você pode fazer apenas com fotos, ou com recortes de revistas que fica super legal também. Apenas com frases, cartões postais. É tudo muito pessoal.

Depois de ter pego todas suas coisinhas para o seu quadro é só começar a montar e encaixar como se fosse um quebra cabeça.

foto 2

foto 3

Gostaram? É super simples de fazer né? Sem contar que fica a coisa mais linda e inspiradora!

Depois me contem aqui embaixo o que acharam!

Até mais pessoal!

17662116_1290934147691503_7664532206735327232_a Postado por Leo Scarabel – Visite meu blog: www.quartoamericano.wordpress.com