Posts em destaque

Makes e unhas para a Copa

Que me perdoem aqueles que torcem contra, mas é hora de celebrar a Copa do Mundo. Pelo próximo mês, a combinação de verde e amarelo tomará conta das ruas, das casas, dos carros e, por que não, de você? Pois é, agora é tempo de dar adeus ao visual mais certinho e se jogar nas cores. Claro que é preciso ter calma e atenção para não cair no exagero. Mas dá para entrar no clima e mostrar seu lado brasileira. Quer ver só?

Maquiagem

image (1) 2

Você é do tipo que adora jogar uma corzinha na make? Então pode comemorar! Durante a Copa, a dica é abusar de tons de amarelo, verde, azul, dourado e branco. Para não virar motivo de piada, é importante avaliar o local em que você assistirá a partida. No estádio, vale chamar a atenção. Por isso, use e abuse de cores fortes  (dá até para incluir um brilho com glitter e sombras metalizadas, viu?). A mesma regra vale para festas, desde que seja algo informal e mais descontraído – nada de chegar toda trabalhada no look pátria amada em um lugar onde você não conhece ninguém, combinado?

Em comemorações mais formais, o ideal é fazer uma maquiagem mais discreta e suave. Procure usar cores mais claras e deixar o brilho para outra ocasião.

Unhas

image

Apesar de não chamarem tanto a atenção quanto o rosto, as mãos também pode mostrar a sua torcida pela seleção. O melhor de tudo é que dá para deixar a imaginação rolar solta. As mais contidas podem optar apenas por uma cor de esmalte dentro da paleta brasileira, enquanto as mais ousadas podem fazer desenhos da bandeira e brincar com texturas diferentes. Quem acompanha as tendências de nail art pode aplicar os temas da Copa com técnicas como francesinha, meia lua, ombré e border nail.

A mesma regra da make vale aqui: unhas mais chamativas devem ficar restritas aos festejos mais badalados, ok?

Vai ter Copa sim (e vai ser na sua casa!)

Não adianta mais brigar e se recusar a ligar a televisão. A Copa do Mundo chegou e começa nesta quinta-feira. Que tal  fazer da sua casa a arquibancada mais gostosa do Brasil? Não importa se você gosta ou não de futebol e se você vai ou não torcer para a nossa seleção. O objetivo é arrumar a casa e receber os amigos – tem coisa melhor? Então anote aí algumas dicas:

Espaço físico

Regra número um: os convidados precisam se sentir à vontade. Por isso, calcule o número de pessoas com base no espaço disponível. Mesmo que seu apê seja pequeno, dá para criar um ambiente aconchegante e prazeroso com os amigos mais próximos. Quer aumentar a metragem? Tire as mesas de centro ou de jantar e decore com almofadas e futons, assim o clima fica ainda mais bacana. Lembre que a televisão é o destaque do dia, então coloque-a em uma posição que favoreça vários ângulos diferentes. Por conta da abertura da Copa, dia 12 será feriado. Então pode ser que alguém traga o filho que não gosta de futebol. O que isso significa? Que você deverá ter um kit de diversão por perto, com folhas para colorir e desenhar.

copa3

Comidinhas

Não adianta: futebol combina com aperitivos e pratos rápidos. Se você quer apostar na linha saudável, opte por canapés mais naturais. Quem não tem restrições pode apostar em sanduíches, pipocas e salgadinhos para entreter os torcedores. As bebidas devem estar sempre geladas, por isso fique de olho para ver se estão preparadas e abasteça sempre a geladeira. Não se esqueça de que é melhor sobrar do que faltar, então capriche no cálculo na hora da compra.

copa2

Decoração

Não dá para fugir do verde e amarelo. Para ficar fofo e delicado, a mesa pode ser decorada com toalhas, copos e guardanapos temáticos. Se você quer um local mais colorido, aposte na mistura do branco, azul e dourado. Tome cuidado na hora de espalhar os enfeites para não prejudicar a visão da TV, ok? Ah, e não se esqueça dos apitos, cornetas, vuvuzelas e tudo que faz barulho!

copa1

De resto é só preparar o grito e torcer pelo hexa!

Comidas de festas juninas para comer sem medo!

Chega junho e a gente pensa em quê? Não, não é no Dia dos Namorados. Também não é na Copa do Mundo. Estamos falando de festas juninas e todas aquelas barraquinhas cheias de guloseimas – crepes, pastéis, cachorro quente, doces típicos… Hum, só  de pensar dá água na boca! – O problema é que esse excesso de comida não é nada bom quando a gente sobe na balança. Mas se você não vê a hora de pisar no próximo arraiá, pode comemorar! Alguns alimentos típicos da festa podem, sim, ser consumidos sem ficar com peso na consciência. Vamos conhecer quais são?

Milho

 image

Dá para pensar em festa junina sem milho? Praticamente impossível. O ingrediente é base para quitutes típicos da época como pamonha, curau e canjica e também pode ser encontrado na própria espiga. O fato é que o milho é rico em vitaminas A e C e uma ótima fonte de potássio e ferro, além de auxiliar a função intestinal. A melhor forma de consumo é o milho cozinho, com pouco sal e manteiga. Se você não resiste a um bolo feito com o ingrediente, anote aí: existem opções lights com apenas 80 calorias por porção. Oba!

Vinho quente

image

Você sabia que o vinho tem antioxidantes que ajudam a combater problemas cardiovasculares? Pois é! Então nada melhor do que aproveitar a época e tomar a bebida quentinha. Mas atenção: evite as opções carregadas em açúcar e procure tomar apenas uma dose, já que o álcool em excesso é calórico. De resto, é só aproveitar cada gole e fazer um brinde!

Tapioca

image

Não, você não leu errado. A tapioca é feita com farinha de polvilho e água, então a massa é pouco nutritiva. Por isso, dá para compensar no recheio. Dê preferência a frutas e deixe de lado acompanhamentos calóricos, como doce de leite, leite condensado e chocolate (eu sei, é difícil, mas vale a pena!). Bem gostosinho, vai?

Espetinho

image

Olha só que coisa boa: os espetinhos de carne magra (maminha e alcatra, por exemplo) e frango são superindicados! Isso porque são ótimas fontes de proteína e pouco calóricos. Mas fique só neles, viu? A linguiça contém muita gordura e sódio, o que provoca retenção de líquido e aumento de peso. Então é bom maneirar, ok?

(Via Minha Vida)

As Melhores Adaptações de Livros Para o Cinema

A Culpa é das estrelas

É hoje! Finalmente poderemos conferir o filme baseado no livro “A Culpa é das Estrelas”, John Green. Quem já viu em pré-estreias garante que o longa é extremamente fiel à obra e que o número de lágrimas derramadas é tão grande quanto (sim, você vai precisar de um lencinho para ir ao cinema). Para quem não conhece, a história fala sobre uma paciente terminal de câncer que se apaixona por um menino que também está doente. Juntos, eles decidem aproveitar o tempo de vida que ainda têm da melhor forma. Enquanto você corre para garantir o seu ingresso (dica: compre com antecedência), confira outras adaptações que são melhores do que os livros.

O Diário de Uma Paixão (The Notebook)

The notebook

Qualquer livro do Nicholas Sparks é fofo, mas esse é especial. Talvez pelo fato de ser narrado na visão do homem, o que normalmente não acontece, ou por mostrar que, sim, é possível ter um único amor a vida toda. Embora a obra seja linda, o filme é muito melhor! Normalmente as adaptações de livros do Nicholas não são muito boas, mas essa complementa as informações escritas. Isso porque no livro, a história se passa depois que o casal principal se conheceu e se separou. Mas, no filme, sabemos o que de fato aconteceu quando os dois eram mais novos e se apaixonaram. E vamos confessar que a química entre o Ryan Gosling e a Rachel McAdams fez toda a diferença. Até as brigas entre os dois são legais – no livro, o negócio é meio parado, sabe?

O Diabo Veste Prada (Devils Wear Prada)

O diabo veste

Na maioria das vezes, a gente lê o livro para depois ver o filme, não é? Mas, no caso de “O Diabo Veste Prada”, a situação se inverteu e muita gente assistiu primeiro o longa. São vários pontos positivos: quem faz a personagem principal é a Anne Hathaway e eu já disse aqui o quanto eu gosto dela, a vilã Miranda Priestly fica ainda mais incrível na pele de Meryl Streep e a trilha sonora é muito boa! (Tem U2, Madonna, Alanis Morissette e muito mais!). É uma ótima pedida para quem gosta de moda ou quem é jornalista – afinal, a história se passa em uma revista conceituada. Ou até mesmo para quem já teve um(a) chefe terrível. Vale muito a pena, de verdade! Sobre o livro: eu comprei assim que lançou e tentei ler por duas vezes, mas achei bem chato e não consegui passar da página 50.

Água Para Elefantes (Water For Elephants)

água para elefantes

Sou daquelas que assiste o filme só por causa do trailer. E eu lembro que decidi assistir “Água para Elefantes” só porque o trailer era lindo, cheio de efeitos e parecia ser bom. O livro saiu algumas semanas antes da estreia, então eu comprei logo e li rapidinho. Tanto o livro como o filme são difíceis e não é tão fácil compreender a história, mas é bem bonito, principalmente para quem gosta de animais. O livro é mais completo, mas também é mais parado. Em compensação, o filme pode parecer cansativo mas tem um vilão muito melhor do que o da obra. No fim, acho que entra na categoria “leia antes de assistir”.

127 Horas (127 Hours)

127

Ok, não é romance, não é fofo, não tem beijo, mas vale mesmo assim! Imagine uma história de mais de 200 páginas onde um homem conta sua experiência dos cinco dias em que ficou com o braço preso em uma fenda. Pois é, essa história é real e aconteceu com o alpinista Aaron Rolston. Tanto o livro  quanto o filme começam igual: mostram o espírito aventureiro da Aaron e as horas que antecederam o acidente. A partir daí, vira um tédio. No livro, ele recorre a episódios do passado enquanto fala da dor e da luta pela sobrevivência enquanto tenta se soltar da fenda. Mas no filme, temos o James Franco, que consegue segurar o filme sozinho. Ele brinca, chora, sorri e faz com que a gente sofra junto com ele no final (não vou contar para não prejudicar quem ainda não viu). O livro é muito parado e eu demorei muito para terminar, mas só fui até o final porque eu gostei MUITO do filme. Até hoje não me conformo por não terem dado o Oscar para o James Franco. Ele super mereceu!

Dia dos namorados sem mesmice

image (2)

O Dia dos Namorados é comemorado no próximo dia 12. Ainda não sabe o que fazer? Normalmente, a comemoração envolve a dupla clássica cinema + jantar e muitos restaurantes já estão com as reservas esgotadas. Mas vamos combinar que já virou clichê esse programa. Que tal fazer alguma coisa diferente? Nenhuma ideia veio à cabeça? Não se preocupe, confira as sugestões abaixo e escolha a que mais agradar:

Abertura da Copa

image (3)

Não podemos esquecer que a edição brasileira da Copa do Mundo começa exatamente no Dia dos Namorados. O que isso significa? Que muito provavelmente você será obrigada a assistir a cerimônia e o jogo de abertura se quiser passar o dia ao lado do seu amor. Se  você já sentiu dor de cabeça só de pensar nessa programação, uma alternativa é propor uma comemoração dupla com a sua melhor amiga e o namorado dela. Assim, enquanto eles assistem a festa, vocês podem colocar o papo em dia. Muitos bares e restaurantes estão com cardápio exclusivo para celebrar o torneio. Como alguns têm preço elevado, você pode fazer algo com mais privacidade na sua casa.

Viagem a dois

image (4)

Se você mora na capital paulista, tem ainda mais motivos para comemorar a abertura da Copa do Mundo, já que será feriado no dia 12. Então, caso seu namorado não faça questão de ver o jogo, nada melhor do que aproveitar o tempo livre para fazer uma viagem. Como a data vai cair em uma quinta – e muitas empresas não emendarão a sexta – a dica é fazer um bate-volta. O bom é que tem atrações para todos os gostos: desde locais para aproveitar o frio, como Campos do Jordão, até praias, caso das localizadas no litoral sul. É só abrir o mapa e escolher o destino da vez.

Por sua conta

image (1)

Ok, você gosta da combinação cinema + jantar. Mas, ao invés de enfrentar salas lotadas de casais e restaurantes barulhentos, fique no comando da programação. Faça surpresa e escolha um filme especial e prepare o jantar. A ideia não é fazer algo mega elaborado, então não se preocupe se você não é uma chef de cozinha. O importante é preparar um prato que ele goste com muito carinho. Ou então você pode pedir para ele fazer o jantar e escolher o filme como forma de presente. Que tal?

Presente diferente

image

Você anda estressada? Então troque as flores, o chocolate e outros presentes tradicionais por uma sessão de massagem ou banhos relaxantes. Várias clínicas oferecem descontos durante o mês de junho, então aproveite para descansar. Outra ideia é pedir para o namorado bancar uma mudança de visual. Pode ser aquele corte que você tanto tem vontade ou pintar de uma nova cor. O resultado pode até melhorar o namoro, vai por mim!