Posts em destaque

8 tendências da primavera/verão 2017

Olá, pessoal! É só setembro começar para a gente focar nossa atenção nas tendências de moda para a próxima temporada. Explico melhor: em setembro, começa a primavera e, com ela, a promessa de dias mais quentes e peças mais alegres.

Alguns itens já começaram a ser explorados para as próximas estações e dá para perceber que ainda teremos muita influência dos anos 90. Outras peças que foram sucesso no último verão continuarão fazendo sucesso a partir de agora, então pode começar a tirá-las lá do fundo do armário. Vamos conhecer as próximas apostas?

 

Sandália de salto tratorado

ea62ebfc52e93a90e7fcfa3ce352d860

Quem é ligada em moda percebeu que a sandália com salto tratorado já ocupava uma posição de destaque no preview de verão da maioria das lojas. As gladiadoras finalmente saíram de cena (vamos combinar que elas ficam bem em pouquíssimas pessoas) e o modelo da vez tem tiras que se entrelaçam, podendo até ser amarradas ao redor do tornozelo. Fica show com shorts jeans ou vestidinhos mais soltos. Quero uma desde já!

 

Choker

b5e64db842ef2dddd407b84db9a5ab98

Outra peça que veio para ficar. As gargantilhas da próxima temporada serão mais largas e com tecidos leves, às vezes até com sobreposições. Não gostou? Experimente combinar colares curtinhos de couro com pingentes ou amarrar um lenço em volta do pescoço (hit do inverno que vai invadir o verão). Confesso que não sou a maior fã das gargantilhas, mas quem sabe não dou uma chance agora…

 

Slip dress

e2401c09c3c40f4a7592835b2d15ebfc

E não é que o vestido camisola continua fazendo sucesso? Pode apostar nele no verão e fazer um combo com a sandália e a gargantilha aqui de cima. Mas não para por aí! O cetim, tecido do slip dress, vai invadir outras peças, como blusas, saias e vestidos mais encorpados. Eu sei, não é todo mundo que gosta, mas tenho certeza de que ainda vamos curvar e usar muito cetim nos próximos meses.

 

Top com babados

83c612401bec073617412647059ce0b6

A próxima temporada está mais romântica. Prova disso são os babados que prometem invadir os armários. Nos últimos desfiles de moda, o que mais se viu foram tops com babados bem volumosos ou com várias camadas. Não sei, mas quando vi achei um pouco infantil demais. Assim como a sandália gladiadora, acho que é o tipo de coisa que só fica bem em quem tem muito estilo. Vamos aguardar…

 

Oversized

665eefa6c663310cc3a23926c7ab4416

Olha aí outra tendência lá dos anos 90, que a gente usou até cansar neste inverno, e que vai bombar no verão. Durante o frio, a gente se acostumou a sair com calças e jaquetas. Agora, o vestido é que vai ganhar proporções maiores. Quer uma dica de sucesso? Aposte no vestido de alfaiataria sem manga e com listras e arremate com tênis. Sempre me sinto um saco com peças largas assim, mas não tem como negar que o look é cheio de estilo.

 

Ombro a ombro geométrico

7cd44b9059382889cac601862180ae12

Lembram que no último verão, a peça de mais destaque era o top ombro a ombro jeans com um babadinho na frente? Pois bem, o decote vai continuar a chamar nossa atenção, mas agora será mais sequinho, com mangas curtas e detalhes geométricos. Contei aqui para vocês que acho superbonito o ombro a ombro e essa opção mais justa tem tudo a ver com o calor do verão. Ou seja: vamos fazer uma aposta de que eu vou comprar uma peça dessas até o fim da temporada?

 

Vestido avental

57e7e48b731f4c45b3d2025b3c295332

Estava pesquisando as tendências para este post, vi o tal do vestido avental e pensei “que raios é isso?”. Aí comecei a ver algumas fotos e descobri que o principal destaque dele são as duas tiras médias, que continuam nas costas. Por conta do decotão na parte de trás, o pessoal costumava usar com uma camiseta por baixo, mas agora a proposta é sair só com ele mesmo. Alguns modelos são retos, mas também dá para achar outros em A, com a cintura bem marcada e pegada sixtie. Curti e acho que vou aderir, viu?

 

Bolsa sacola

8bdac748f882b75c4deabb3ad483c309

Pode aposentar a mochila e a bolsa saco. O modelo que vai reinar nos próximos meses é o sacola, com tamanho de médio para grande e alças finas centrais. É prático para quem, assim como eu, carrega um monte de coisa, mas também é bem legal investir em tecidos leves e naturais para levar para a praia ou para a piscina. Depois, é só trocar o look e continuar com a bolsa nos programas noturnos. Gostei e já estou pensando em aderir.

 

E vocês, estão prontas para começar a usar as próximas tendências de moda?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

8 tendências que você usou muito neste inverno

Olá, pessoal! Estamos na contagem regressiva para a chegada da primavera. A estação mais florida do ano começa no próximo dia 22 e o frio promete ir embora de vez. Mas, enquanto isso, é tempo de fazer aquela retrospectiva gostosa sobre o nosso closet durante a temporada de outono/inverno. Não sei vocês, mas eu curti bastante a moda desta estação e já dá até um climinha de saudade. Vamos conferir o que bombou?

Suede

9e3332a197af851063d9b9a4964fb8f4

Não tem como começar esta lista de forma diferente. O tecido da vez já tinha surgido de forma tímida no último verão, mas chegou com força total e invadiu todas as peças do armário feminino. Com pegada boho e clima dos anos 70, o suede (nome chique para a boa e velha camurça) foi visto em calças, bermudas, blusas, casacos, bolsas e até mesmo botas. O mais legal é que ele veio em várias lavagens, como caramelo, vermelho, azul e preto. Saiba mais sobre como usar o suede neste post.

Tênis branco

1752128bbf1854f042b3011c906f5731

Se você é ligada em tendência, tenho certeza absoluta de que passou esta temporada desejando um tênis branco. Mas não era qualquer tênis branco, não. O modelo da vez pegou força no Superstar, da Adidas, lançado há alguns anos, e que voltou com tudo. Ele tem pegada esportiva e listra de várias cores, sendo que o tradicional P&B foi o mais disputado. A parte boa é que várias marcas de calçados entraram na onda e lançara versões mais baratas (O meu é da marca própria da Dafiti e custou R$ 80). A gente usou com tudo: calça, saia, vestido e por aí vai!

Metalizado

20e7855581dd802a9f1bc428730f147d

Reparou que as últimas temporadas de outono/inverno não tinham muito brilho? Esse talvez tenha sido um dos motivos que elevou o toque metalizado ao topo do sucesso. As roupas ganharam versões prateadas, douradas e bronze com clima futurista, mas que deixou o look chique e sem pesar. E não para por aí: o metal também foi visto nos calçados (inclusive no tênis branco) e até mesmo no universo da beleza, com linhas de batons e esmaltes com esse acabamento. A decoração não ficou de fora e investiu em peças com acabamento rosê gold. Isso sim que é bombar!

Veludo molhado

2fdee08fdffed4b1b608cd09abcff190

Muitas de vocês já sabem que eu vivi toda a minha infância nos anos 90 e eu me lembro muito bem de uma calça preta de veludo que eu amava. O tecido foi esquecido, mas a década voltou com força total neste ano e o veludo pegou carona. Só que agora ele tem uma lavagem com efeito molhado, mais “molinho” e que se assemelha muito ao toque metalizado aqui de cima. Entre as cores que fizeram sucesso, estão vermelho, azul e verde. O que a gente mais desejou eram os conjuntos de terninhos e os macacões com esse acabamento.

Maxicolete

cd9c6bd551ee7ae97ddb305fe54e9616

O colete já se tornou indispensável no inverno. É só esfriar para vermos todo tipo de versões por aí, especialmente o de pele fake e o de matelassê. Mas, nesta temporada, o comprimento da peça cresceu e quem roubou a cena foi o maxicolete, com estilo de alfaiataria e barra na altura do joelho. Estranhamos no começo, mas aprendemos a usar por cima de vestido ou até mesmo para servir como destaque de looks do dia a dia. Ah, e ficou ótimo com tênis, não ficou?

Gola alta

654e941f3cb5a2e53a3867c6fbf067c7

Sempre achei chique gola alta, mas nunca soube como usar e ficar estilosa. Ainda bem que ela voltou a ter nossa atenção nos últimos meses, assim pude pesquisar melhor sobre as combinações ideais. Antes eu tinha até um pouco de vergonha de sair de gola alta (ela tinha caído em desuso e eu me achava meio vó quando usava), mas usei até cansar nesta temporada. Principalmente nos dias de frio rigoroso que fizeram aqui em São Paulo. Tomara que ela continue em alta porque eu amo!

Jaqueta jeans oversized

04aedfe183330c3e9448b8d16a78a65a

Lá nos anos 90, a gente usava tudo mais largo. Lembro das calças baggy, que faziam o maior sucesso e que entraram na minha vida na minha pré-adolescência. Daí o tempo foi passando e a gente usou tudo mais justinho, até que a moda fez a proposta de voltar com as peças oversized. E as lojas investiram em blusas soltinhas, calças largas e na jaqueta jeans comprida, uma das peças de maior sucesso da temporada. O look mais cobiçado dos últimos meses era combinar o jaquetão com vestido sequinho e tênis (reparou que ele está em todas, né?). Confesso que meu coração não suspirou pela jaqueta, mas quem sabe no próximo inverno?

Patches

8f2f606a2b68528d3863823f0b9bf212

Mais uma tendência inspirada nos anos 90. Os patches são como broches de tecido que a gente costura ou cola por cima das peças. A diferença é que eles são coloridos e engraçados, com frases e expressões que deixam o look mais divertido. Foi uma verdadeira febre, especialmente nas lojas de fast fashion, que investiram em calças, blusas, jaquetas, bolsas e sapatos com o acessório. Outras lojas vendiam cartelas separadas com patches para você mesma customizar. Eu comprei uma regatinha e fez tanto sucesso quando usava que me arrependi de não ter comprado mais. Gosto MUITO de dar esse toque engraçadinho nos meus looks!

 

E vocês, o que mais usaram neste inverno?

 

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

Achadinho: Dress & Go

Olá, pessoal! Vocês também sofrem na hora de escolher um vestido para casamentos, formaturas ou eventos mais formais? Eu tenho muitos problemas com isso porque não gosto de repetir roupa e sou geminiana, ou seja, sou indecisa por natureza e demoro horas, dias ou até meses para me decidir por qualquer coisa. Imaginem, então, escolher um vestido…

Estou naquela fase em que os amigos começam a casar e fui convidada para o casamento de uma amiga muito querida desde os tempos da escola (minha primeira amiga da escola que casa, gente, estamos tão grandinhas!). Eu já tinha alguns vestidos em casa e pensei em escolher alguns deles para ir na festa por muito tempo, até que eu cheguei à conclusão de que queria algo diferente. E aí, amigas, foi uma loucura…

Pensei em aproveitar minha viagem de férias para Nova York e ver se achava um vestido lindão por lá. O problema é que a moda festa dos Estados Unidos não é lá muito bonita e compras em dólares ficaram caras. Depois, decidi pesquisar preços e comprar algo por aqui mesmo, mas era tudo tão caro que eu teria que me endividar pelo resto da vida para comprar um vestido de festa no Brasil rs…

A solução veio do nada. Uma conhecida alugou um vestido de formatura na Dress & Go e eu fiquei babando de tão lindo que era. Já conhecia a loja de algumas matérias em revistas femininas e aí pensei: pronto, é a hora perfeita de saber se é legal mesmo.

IMG_1989[1]

Caixa em que você recebe o vestido em casa

Para quem não sabe, a Dress & Go é um e-commerce de aluguel de vestidos de festa (tem venda também, mas a galera usa mais para alugar). O legal é que todos os modelos são assinados por grifes chiquérrimas e o preço é superacessível. A ideia é essa mesma: permitir que você use um vestido de marca pelo menos um dia da sua vida – quem nunca sonhou com isso, vai?

Bom, a Dress & Go não é bem um achadinho porque muitas famosas (e as blogueiras que a gente mais gosta) são adeptas da loja, dá uma pesquisada rápida para ver. Entrei no site muitos meses antes do casamento para ver algumas opções. Dá para escolher por cor, tamanho, comprimento (curto ou longo), marca, preço e por aí vai. Achei que só teria vestido para mulheres magérrimas, mas tinha muita coisa nos tamanhos 40 e 42.

Sem título

Quantidade absurda de vestidos lindos no site

Tenho quadril, coxão, pernão e não consigo comprar uma peça de roupa sem provar antes. Por isso, agendei uma visita lá no ateliê da loja para experimentar os vestidos. Você pode escolher até dez modelos e levar uma acompanhante (no caso, fui com a minha mãe). Achei que seria difícil ter todos porque poderiam estar alugados no dia da prova, mas só dois não estavam disponíveis.

O mais engraçado é que o meu preferido até então não ficou bom. Escolhi um da Le Lis Blanc que nem parecia tão bonito na foto, mas vestiu maravilhosamente bem. E olha que era um vestido sereia, que eu sempre achei que não poderia usar porque marca meu quadril. Foi amor à primeira vista e fechei na hora. Importante: eu fiz a prova logo quando o sistema liberou, cerca de três meses antes do casamento.

A data foi chegando e eu, ansiosa desde que nasci, já fiquei preocupada achando que o vestido não iria chegar, isso porque a Dress & Go entrega o seu vestido em casa. Achei que ele chegaria na sexta, véspera do evento, mas na quinta à noite já estava comigo. Me enviaram uma mensagem no celular com o link para acompanhar o caminho do motorista que fez a entrega e veio em 20 minutos. Sério, foi TUDO DE BOM! E a praticidade de receber o vestido em casa, bonitinho, passado e já com capa e cabide?

O dia em que eu usei um vestido sereia... Gostaram?

O dia em que eu usei um vestido sereia… Gostaram?

Ele chegou em uma caixa e, dentro dela, já estava a embalagem para embrulhar a caixa para a devolução, junto com algumas instruções. Existem duas opções para devolver o vestido: entregar pessoalmente no ateliê ou mandar um portador retirar na sua. Escolhi essa segunda, que tem uma taxa (não lembro qual é o valor, mas sei que não é muito), mas vale muito a pena por conta da praticidade. Você só coloca o vestido de volta na capa, na caixa e embrulha com um envelope que eles entregam e que já vem com todos os seus dados. Uma maravilha né?

A Dress & Go é a melhor alternativa para estar sempre linda e diferente em qualquer evento e eu já virei cliente. O atendimento é maravilhoso, as meninas que me atenderam no ateliê foram muito atenciosas e toda hora a empresa me mandava mensagens para que eu pudesse me sentir segura de que tudo daria certo. Só posso parabenizar pela iniciativa!

Mais um aviso importante: eles não fazem ajustes no vestido, só mexem na barra. Por isso é importante marcar um dia para experimentar e já ir com o sapato que você vai usar na festa, assim ela consegue medir na hora a barra.

 

E vocês, já conheciam a Dress & Go?

Um beijo e até o próximo post!

6 itens que eram moda há dez anos

Olá, pessoal! Ando numa fase saudosista que tá difícil de aguentar. Dizem que a gente fica assim com a chegada dos 30 e eu fico preocupada porque ainda tenho dois anos para chegar lá. Se estou assim agora, imaginem quando estiver próxima de completar três décadas de vida rs…

Enfim, tudo isso para dizer que parece incrível pensar na nossa vida há dez anos. Tenho memórias maravilhosas de 2006, o ano em que eu entrei na faculdade, cheguei à maioridade e fiz amigas que levo comigo até hoje. Mas sabem o que é mais chocante? A moda daquele ano. Muita coisa mudou no nosso visual de lá para cá. Querem exemplos? Anotem aí:

Bota por cima da calça

bota-feminina-country-08

Hoje em dia, parece normal usar bota de cano alto por cima de calça skinny, certo? Bom, até 2006, esse visual era exclusivo dos rodeios. Aí a moda mostrou que, sim, dá para ser chique e ainda esquentar as pernocas durante o inverno com esse truque. O problema é que as botas da vez eram aquelas com plataformas altíssimas, no maior estilo pata de vaca. As botas não duraram muito (até me envergonho de ter usado aquele troço feio), mas a pegada de usar por cima da calça deu muito certo. Eu amo!

 

Calça com cintura baixa

1ef93c876e21c6680f5880783f34cd90

Elas viraram febre no início dos 2000 e tinham que acompanhar miniblusas (as mães do cropped) para deixar o umbigo de fora. Elas estavam começando a subir um pouquinho em 2006, mas ainda eram baixas para os nossos padrões atuais. O que a gente ganhou com isso? Barriga. Pois é, já foi comprovado que essas calças ajudam a aumentar a barriga. E, desde então, a gente voltou para a cintura alta em questão de segundos. E nunca mais – bom, só em algumas raras situações – mostramos o umbigo.

 

Influência do hip hop

high-school-musical-2-stills-37

Sabem o que bombava entre os adolescentes de 2006? A série High School Musical, da Disney. Se você não faz ideia do que eu estou falando, joga no Google para dar uma olhadinha no visual dos atores. As calças eram largas, sempre acompanhadas de um moletonzinho, com camisetas básicas ou de times de basquete. Sem falar nos tênis esportivos e nos bonés. Manja o bom e velho estilo hip hop? Era uniforme obrigatório de quem queria fazer bonito naquela época.

Início dos cabelos platinados

52af7dace98e820fb67373abe00e6e8b

Até 2006, loiras tinham os fios mais puxados para o amarelo e cabelo branco era coisa de vó. Aí apareceu a Carolina Dieckmann na novela Cobras e Lagartos com os fios completamente platinados e pronto, todo mundo foi na dela. No começo era um pouco chocante e a gente não via a coisa com bons olhos, mas fomos aceitando e hoje cabelo amarelo é sinal de descuido. Gostamos mesmo é de deixar ele mais para o cinza e aprendemos a amar os matizadores. Eu já tinha meus reflexos nessa época, mas não fazia a menor ideia de como platinar.

 

A era emo

104a48eb33760afd8a4841fe64ebcbc9

Olha aí o símbolo máximo de 2006: as bandas emo. As músicas dramáticas das bandas daquele momento faziam tanto sucesso que inspiraram toda uma cultura. Os cabelos eram coloridos, a maquiagem hipercarregada no lápis de olho, as roupas também eram coloridas com direito a frases ou rasgos. Eu ouvia praticamente todas essas bandas e curtia pra caramba, mas vamos confessar que era uma coisa estranha, né? Um gótico meio misturado com a pegada clubber dos anos 2000. Enfim, ainda bem que superamos essa fase.

 

Os vestidos floridos esvoaçantes

291489-6513-cp

Essa pegou mais o pessoal adulto. A novela das nove da época tinha a Vitória, interpretada pela Claudia Abreu, e fã de vestidões compridos e floridos. Virou febre e todas as lojas que apostavam na peça vendiam absurdos. Chegou ao ponto de um professor falar da personagem durante uma aula. Eu também me lembro de usar um modelo que eu amava no dia do meu aniversário de 18 anos. E eles ainda ressurgem a cada tanto, ainda mais agora que respiramos o estilo boho (falei mais sobre os vestidos da Vitória neste post).

 

E você, o que mais se lembra de ser moda em 2006?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

Look do dia: Tudo cinza

Olá, pessoal! Estamos em pleno inverno (aqui em São Paulo está um frio de rachar), mas mês que vem já começa a primavera, então já podemos pensar em looks mais fresquinhos. Aproveitei uma viagem para uma fazenda no interior e fotografei este look monocromático com a cor mais elegante de todas: cinza. Para quebrar um pouco, usei um moletom bem fofo com estampa de coração.

IMG_4408

IMG_4292

 

IMG_4338

IMG_4294

IMG_4368

IMG_4307

IMG_4348

IMG_4405

IMG_4273

Moletom: C&A

Saia: José Paulino

Sapatilhas: Shoestock

Fotos: Alessandra Souza

 

Gostaram do look?

 

Um beijo e até o próximo post!