Posts em destaque

Os looks do Video Music Awards 2014

Ontem foi dia de acompanhar a edição de 2014 do Video Music Awards (VMAs), premiação realizada pela MTV norte-americana. Já faz um certo tempo que eu percebo que essa festa perdeu um pouco do brilho. O último grande prêmio que eu vi foi em 2007. Desde então, não tem mais polêmica e performances ultramegaproduzidas. Virou mais do mesmo. Outro ponto que me chamou atenção é que teve muito artista que eu nem sequer conhecia. Tirando isso, o tapete vermelho continua sendo minha parte favorita. Então vamos ao que interessa:

Taylor Swift – Mary Katrantzou

IMG_0801

Eu não gosto da Taylor, mas ela sempre acertou no red carpet. Até ontem, minhas amigas! Sério, o que aconteceu? Cadê a saia rodada, os babados, a pose de lady? De onde veio essa ideia de virar um mulherão? O body é até bonito, mas não combina nem um pouco com ela. Até porque ela não tem corpo para segurar o look (as fãs que me perdoem, mas é verdade) e ninguém aguenta mais essa cara de “levei um pé na bunda”. Outra coisa que me irrita: ela é amiga de todo mundo, conhece TODAS as músicas, faz questão de dançar como se estivesse na balada, super curtindo… Sério mesmo, querida? Preguiça, hein!

Demi Lovato – Lanvin

IMG_0803

Ainda acho que ela canta com voz de dor de pedra no rim, mas considero válida a tentativa de sair do estereótipo de estrela da Disney e se firmar como uma cantora pop. Só que tem limite, né? Qual a necessidade desse decote? Fiquei com a sensação de que o vestido acabou marcando demais – talvez por estar um pouco apertado. Também não gosto dessa modinha do sidecut (também conhecida como o ato de raspar uma das laterais do cabelo). Resultado: muita informação. Quem sabe no ano que vem…

Kesha – Johanna Johnson

IMG_0797

Desde que decidiu escovar os dentes e pentear os cabelos, ela se transformou em uma nova mulher. Tanto que ela ganhou a medalha de ouro no post que fiz com os looks do Billboard Music Awards. Dessa vez ela foi correta e o vestido é lindo, mas achei que faltou algo. Talvez um penteado diferente para destacar os detalhes da roupa. Por falar em cabelos, eu não gostei muito dessas mechas coloridas, mas é algo pessoal. Passou com nota acima da média, mas pode se esforçar mais.

Rita Ora – Donna Karan

IMG_0793

Eu me pergunto o que essa moça ainda faz no showbiz. Conheço só duas músicas dela (que, aliás, são beeem mais ou menos), mas ela insiste em se achar a nova Beyoncé. Só que, ao contrário da diva, ela nunca acerta no tapete vermelho. Taí a prova de que misturar fenda gigante, decote na frente e nas costas deixa qualquer mulher sexy e vulgar. O cabelo também não ornou. Ou seja, não tenho nada de falar de bom desse look. Ritinha, chama um stylist porque você precisa resolver essa situação urgentemente!

Ariana Grande – Moschino

IMG_0798

Ok, eu confesso: estou viciada em “Problem”, hit que rendeu a ela o prêmio de melhor vídeo pop. Mas não dá né, gente? Isso mais parece uma fantasia de policial sexy. E esse cabelo? Ninguém aguenta mais esse penteado de debutante. Agora que ela está famosa e cheia de din din, não tem mais desculpa para mudar o visual e dar adeus ao aplique. Porque, enquanto continuar assim, vai ser tratada como um adolescente ao invés de uma mulher de 21 anos (Sabiam que ela é maior de idade? Pois é, fiquei chocada!).

Jennifer Lopez – Charbel Zoe

IMG_0802

J.Lo tem mais de 40 anos, corpão, pele impecável, mas sempre aparece com vestidos colados que abusam da transparência. A gente já sabe que ela arrasa. Está na hora de mudar e vir com algo novo. Mas, no geral, eu gostei bastante e diria que ela foi uma das mais bem vestidas da noite.

Miley Cyrus – Alexandre Vauthier

IMG_0799

Não gosto, mas é melhor que o body de coelhinho de pelúcia. Poderia dizer que ela resolveu tomar vergonha na cara, mas vai saber o que ela ainda pretende aprontar.  Para não ser chata, vou dar uma chance para a senhorita Hannah Montana, mas a nota fica na média.

Jessie J – Halston Vintage

IMG_0795

A Jessie subiu muito no meu conceito depois que eu assisti ao show dela no Rock in Rio do ano passado, mas essa saída de praia não colou. Tenta de novo que você consegue!

Iggy Azalea – Versace

IMG_0800

Até este exato momento, eu achava que a Iggy Azalea era aquela cantora que brigava com todo mundo no Twitter, mas descobri que a valentona é a Azealia Banks. E aí cheguei a conclusão de que eu não sei bem quem é a Iggy. Só sei que ela tem um quadril enorme e jamais deveria usar um vestido com esse. Pior que isso só a fantasia de mulher aranha que ela usou para cantar no evento. Ainda bem que não deixaram ela chegar no prêmio assim.

Medalha de ouro: Beyoncé – Nicolas Jebran

IMG_0804

Até ela aparecer, o red carpet mais parecia um festival de bizarrice. Mas aí entra a voz da experiência. Beyzinha já participou de tantos eventos que sabe muito bem o que combina com o seu tipo de corpo. Ao contrário das outras bonitas, aqui não tem decote e apelação. A transparência com renda deixou o vestido mais feminino e delicado e o brilho serviu para quebrar o romantismo e dar um ar de gala. Uma verdadeira diva. Arrasou!

Miss simpatia: Katy Perry

IMG_0794

Eu gosto muito da Katy, principalmente porque ela consegue tirar sarro de tudo. E quem cresceu ouvindo Britney Spears sabe que esse look foi uma homenagem ao vestido que a princesinha do pop usou na mesma premiação quando ainda namorava o Justin Timberlake. Sim, é feio e brega, mas pelo visto a dona do hit “Fireworks” não liga muito para isso – tanto que subiu ao palco com esse modelito para receber o prêmio de melhor vídeo feminino.

Crédito das imagens: Lilian Pacce, SF Gate e Harper’s Bazaar

Vem aí: Giuliana Romanno para C&A

Atenção, fashionistas de plantão! Marquem agora mesmo o dia 19 de agosto. Essa foi a data escolhida pela C&A para lançar sua nova coleção assinada em parceria por um grande estilista. Desta vez, quem entra em cena é a Giuliana Romanno e pelo que a gente pode ver, as peças carregam o ar minimalista e sexy da grife. O mais bacana de tudo é que tem muitas opções (no facebook da rede de fast fashion são aproximadamente 145 peças diferentes). Ou seja, é bom preparar o bolso porque ninguém vai sair de mãos vazias.

Os tecidos vão do couro à alfaitaria e as cores giram em torno de preto, branco, turquesa, laranja e amarelo. As versões lisas são práticas e versáteis, mas também tem muita estampa para quem gosta de ousar – aliás, os vestidos coloridos são uma graça!

Ah, boa notícia: A Giu não poupou esforços e trouxe muuuuuuitos acessórios. Tem vários modelos de pulseira, colar, brinco e, claro, sapatos e bolsas à rodo.

Os preços vão de R$ 59,90 a R$ 189. Vamos conhecer algumas peças?

Muito amor por esses casaquinhos lindos. Destaque para o modelo estampado que vai do trabalho à balada (R$ 169)

Muito amor por esses casaquinhos lindos. Destaque para o modelo estampado que vai do trabalho à balada (R$ 169)

Também sou suspeita para falar de calças coloridas (tenho vááárias). As flares vão sair R$ 129 e a legging, que já é meu xodó, R$ 99.

Também sou suspeita para falar de calças coloridas (tenho vááárias). As flares vão sair R$ 129 e a legging, que já é meu xodó, R$ 99

E essas blusinhas lindas cheias de recortes? Quero todas!  A maioria vai custar R$ 89,90

E essas blusinhas lindas cheias de recortes? Quero todas! A maioria vai custar R$ 89,90

IMG_0754

Regatinhas-sucesso para arrasar! Para arrematar a amarela com transparência (linda), será preciso desembolsar R$ 59,90

Gosta de saias? Então corre: a de couro com zíper custará R$ 99,90. O shortinho estampado fofíssimo sairá por R$ 129.

Gosta de saias? Então corre: a de couro com zíper custará R$ 99,90. O shortinho estampado fofíssimo sairá por R$ 129

Como escolher só um entre tantos vestidos lindos? O de couro é coringa absoluto e custará R$ 149, mesmo preço do azul com detalhe nas costas

Como escolher só um entre tantos vestidos lindos? O de couro é coringa absoluto e custará R$ 149, mesmo preço do azul com detalhe nas costas

Os braceletes ficam entre R$ 25 e R$ 40. Coisa boa, né?

Os braceletes ficam entre R$ 25 e R$ 40. Coisa boa, né?

IMG_0780

Laranja em alta: preciso dessa rasteirinha (R$ 119,90) e da bolsa tiracolo (R$ 149,90) para ontem!

E aí, gostaram? Eu já estou contando os dias!

Colete no inverno: cinco maneiras de usar

Contei recentemente que ando viciada em coletes. Percebi que não sou a única. Basta a temperatura cair para eles apareceram como elemento de destaque nas produções de inverno. Antes que você faça cara feia, que tal ouvir um bom motivo para começar a usar? Além do couro e do social (já vistos nos anos 70 e 90), os coletes agora aparecem em diversas versões e tamanhos. Tudo para combinar com os mais diversos tipos de corpo e estilo. Com tantas opções, fica difícil escolher um só! Por isso, apresento cinco formas de aderir ao visual do momento:

Colete jeans

image (4)

Tem um ar mais despojado, então fica melhor se usado nos finais de semana. Essa é a melhor opção para aqueles dias com tempo incerto – nem calor nem frio. Pode jogar à vontade por cima de blusas e vestidos. Alguns modelos são feitos com capuz acoplado e são ótimos para esquentar o corpo. Aproveite!

Colete esportivo

image (3)

Normalmente feitos de náilon, eles já eram usados por atletas e pelos fanáticos por corridas ao ar livre. A boa notícia é que agora não ficam restritos à academia. Dá, sim, para usar em almoços e jantares e até no trabalho. A dica é escolher uma cor mais neutra, como preto ou branco, e combinar com camisas, leggings e botas. Essa versão também é ótima para te acompanhar em viagens para países frios.

Colete de couro

image (2)

Já usado pelos fãs de heavy metal, o colete de couro foi adaptado para entrar nas produções do dia a dia. Com tantos estilos e cortes, o segredo é avaliar a imagem que você quer passar. Se a ideia for criar um look com uma pegada rocker, invista nas versões com zíperes e botões. Já os modelos lisos e assimétricos oferecem um visual mais clássico e sofisticado. Boa notícia: vai desde o trabalho ao jantar com as amigas.

Colete de pelo

image (1)

Tendência absoluta desta temporada, eles esquentam para valer e também carregam um ar de elegância. Durante o dia, prefira uma produção mais básica, com cores discretas. Se for usar à noite, vale combinar com estampas, como a animal print, e ficar ainda mais chique. Quem tem corpo pera, ou seja, quadril acentuado, pode usar à vontade os coletes compridos. Os curtinhos também são bem-vindos, mas é preciso tomar cuidado para equilibrar a silhueta. E vale lembrar: pelo só se for sintético, viu? Nada de crueldade!

Colete de alfaiataria

image

Eles eram febre nos anos 90 e voltaram aos poucos. Nesta temporada, eles aparecem remodelados com corte na altura do quadril. Fica melhor se usado em looks sociais, combinado com a dupla camisa + calça. Fora do ambiente de trabalho, vai bem com camisetas e saias mais justinhas ou até mesmo jeans.

 

(Crédito das imagens: Pinterest)

Achadinho: Amaro Fashion

amaro_logo_black_200pxheight

O post da minha experiência na Copa do Mundo fez tanto sucesso que eu resolvi compartilhar mais um relato. Já faz um certo tempo que eu estou viciada em coletes (mais alguém reparou que o danado aparece como destaque em várias produções de inverno?). Tenho um de couro e um jeans, mas queria comprar um mais quentinho. Depois de procurar em várias lojas do shopping, parti para uma busca na internet. E foi assim, do nada, que eu entrei no site da Amaro.

De início, o que chamou minha atenção foram os preços. Como estamos em época de liquidação, algumas peças estão bem acessíveis, caso desse top bordado. Mas, além desse fator extremamente positivo, eu amei a proposta das roupas. A grande maioria tem uma mistura boho e folk, que estão em alta e devem repetir o sucesso na próxima temporada. Já estava com aquela vontade de comprar tudo quando eu encontrei um colete bem fofo e quentinho, exatamente como eu queria.

amaro1

Já estava decidida a comprar quando tive mais surpresas boas no caminho. Na primeira compra, a cliente ganha R$30 de desconto em valores acima de R$150. Foi ótimo porque eu aproveitei para acrescentar um turbante de oncinha (que também estava na minha wishlist há séculos) no carrinho e ter direito ao benefício. Outra promoção é que você pode indicar três amigas e ganhar descontos se ela comprarem alguma coisa – aliás, alguém aí quer minha indicação?

Aí entra o que mais gostei: a entrega é feita em apenas um dia útil (isso mesmo, UM dia!) com um serviço chamado Total Express e sem custo adicional (pelo menos no meu caso). E realmente funciona! Eu fiz a compra na noite do último sábado (dia 12) e a encomenda chegou ontem. Como se já não bastasse tudo isso, o pacote chegou em um embrulho lindo. Deu para perceber que tudo é feito com muito carinho.

10554269_544307012340774_691206636_n

Olha eu aí toda feliz com o meu coletinho. Nos detalhes, o turbante de oncinha e o embrulho fofíssimo do pacote

Além de blusas, camisas, casacos, calças e shorts, a loja também oferece bolsas e outros acessórios, como chapéus, cintos e tiaras. Eu gostei muito e com certeza vou fazer mais compras assim que terminar de pagar essa. Espero que aprovem também!

 

Crédito das imagens: Amaro e arquivo pessoal

Prepare-se: Yummi Colors na primavera 2014

image

Sim, estamos em julho, auge do inverno e época de usar roupas quentinhas para espantar o frio. Mas é exatamente nesse período que as lojas se dividem entre as liquidações e as prévias das próximas coleções. Atualmente, o que mais chama atenção nas prateleiras e araras é a mistura de cores alegres e vibrantes. Não é para menos! Na próxima estação, a tendência será pegar carona no color block e nas candy colors, hits dos últimos verões, e apostar em um novo nome: Yummi Colors.

Na prática, a ideia é a mesma: mesclar peças de roupas coloridas e clarinhas, próximas a um tom pastel. Mas aí entra a novidade: nesta temporada, as cores são mais cítricas e um pouco mais fortes do que as candies e receberam esse novo nome por se aproximarem dos tons de doces e guloseimas. A paleta não muda muito: tem rosa, azul, amarelo, laranja, verde…

image (1)

Lupita Nyong’o, Riri, Emma Stone e Helena Bordon são algumas das adeptas do estilo (Crédito das imagens: Got Celeb, M de Mulher e blog Cena Fashion)

Assim como nos outros anos, o movimento não fica restrito ao vestuário e invade bolsas, sapatos e outros acessórios. Na hora de usar, é bom tomar cuidado. A proposta de misturar as cores pode deixar o visual pesado e passar uma imagem errada. O primeiro passo é escolher peças que combinem com o seu tipo de corpo. Ou seja, quem tem muito quadril deve dar preferência a cores mais suaves e deixar as mais fortes para a parte de cima.

Para as mais ousadas, a dica é investir em uma produção monocromática. Fica tão lindo quanto, espia só:

image (2)

Nos últimos desfiles, a tendência foi explorada ao máximo (Crédito das imagens: blogs Cena Fashion e Maison A)

Gostou da ideia? Então corre que já dá para garantir as primeiras peças, principalmente em lojas de fast fashion.