Posts em destaque

8 tendências dos anos 90 que voltaram

Quem é ligada em moda sabe que a história funciona mais ou menos assim: um item vira tendência, todo mundo usa e, de repente, é visto como cafona e cai em desuso. Décadas depois, volta com força total. É por isso que eu brinco que comprar uma peça que está em alta é como um investimento. A gente deixa guardada no armário e recicla anos depois!

Brincadeiras à parte, a moda se tornou tão rápida que parece que a cada ano, um novo período é revisitado. No ano passado, voltamos até os anos 70 e usamos muitas coisas da época (vide coletinhos de pelo fake e calças flare). Em 2016, o que vai pegar mesmo é a década de 90. Sim, amiga, aquela fase gostosa da nossa infância em que a nossa única preocupação era brincar – saudade define!

Quer saber no que apostar neste ano? Aqui estão ótimas opções que, de cafonas, viraram hit total!

 

Colar tatuagem

colar tatuagem

Era a febre das febres lá no finzinho dos anos 90. Lembro como se fosse ontem da foto da minha turma da quinta série, em que TODAS as meninas (sem exceção mesmo!) estavam com o tal do colar tatuagem. Naquela época, a gente ainda combinava com pulseira e anel do mesmo tipo. Achei que o acessório tinha ficado no fundo do baú, mas eis que ele ressurgiu firme e forte no ano passado e promete continuar a fazer sucesso. Use combinando com colares mais compridos e blusa soltinha!

 

Blusa ombro a ombro

ombro

A estrela deste verão era o desejo de dez entre dez mulheres depois da Babalu, personagem da novela Quatro por Quatro (falei mais sobre o assunto neste post). Todo mundo usava, em qualquer faixa etária, especialmente crianças e adolescentes. Com a alta dos estilos boho e gypsy, a peça voltou com status cool e até mais curtinha, para refrescar o calorão e valorizar o shape conquistado depois do sufoco na academia. Experimente usar com shortinho ou calça sequinha!

 

Sleeping dress

b97aa04bbab4fa4eb5fe78b0d9f4ea2b

Vamos pensar em uma personagem clássica dos anos 90: a Cher, do filme-sucesso As Patricinhas de Beverly Hills. Todo o figurino dela era incrível, mas a gente amava mesmo o vestido-camisola, uma das peças mais marcantes da década. Faz um tempinho que ele voltou (agora com o nome pomposo de sleeping dress), mas a aceitação só foi maior agora. A diferença é que o vestido passou a ser usado com casacos pesados, botas, jaquetas amarradas na cintura e outros truques do street style que funcionam super! Só não vale no ambiente de trabalho, ok?

 

Jardineira

230c4b80d7c8074275c9cd5c910d9895

Ela já vem despertando o nosso interesse há alguns anos, mas segue firme e forte e conquista novas adeptas a cada dia. As lojas têm apostado na versão com shortinho desfiado, colorido ou estampado para fazer bonito nos dias mais quentes. Eu não era muito fã da peça, mas tenho visto tantos looks criativos que passei a ver a jardineira como um sinônimo de charme e estilo. Para entrar no clima da moda, combine com cropped, rasteirinha e arremate com coque alto.

 

Tênis esportivo

8e747a2e840e9d71eaea2201e7a05ee1

Que o tênis está em alta nós já estamos cansada de saber, mas agora ele não aparece apenas em looks do dia a dia. Na última edição do People’s Choice Awards, a atriz Kaley Cuoco combinou um vestido cheio de brilho com um tênis pesado da Dior. Muita gente torceu a cara (eu ainda acho muito esquisito), mas é fato que até as grifes mais famosas apostam no acessório. As estilosas de plantão já sabem como levar o tênis para qualquer lugar, até mesmo para ambientes de trabalho. Se você ainda tem receio, comece com tênis mais levinhos, inspirados nos Keds (outro clássico dos anos 90).

 

Cropped

3922d64a6a75a8922c71601f8ae43e41

Sim, o cropped veio para ficar. Daqui a alguns anos, quando formos lembrar da moda dos anos 2010, ele certamente aparecerá em primeiro lugar. O que nem todo mundo se recorda é que a peça é, na verdade, uma atualização da miniblusa, a favorita das adolescentes na década de 90, que combinavam com calças de cintura alta. Com a febre do piercing no umbigo, nos anos 2000, a blusa tinha a função de mostrar a barriga e a cintura das calças era baixíssima (lembra?). Agora o cropped surge coladinho e propõe deixar apenas uma faixa da barriga à mostra. Eu odiava, mas agora estou amando. E vocês?

 

Jaqueta jeans

48d55c9410af366afca8958b69a560af

Ok, ela é um coringa, mas costumava ficar entre as peças mais básicas do dia a dia. Neste ano, no entanto, ela segue fortalecida pela tendência jeans e passa a ser vista em qualquer situação, até mesmo por cima de vestidos. O bom é que dá para combinar com calça jeans sem parecer cafona ou levar a peça para um evento mais formal e se dar superbem! Eu tinha uma durante a adolescência e fiquei anos sem ter outra, até achar uma linda no ano passado. Vale super a pena investir nela!

 

Bolsa saco (Bucket bag)

6691d6678e0523bc28491d109cfa1e73

Era febre total nos anos 90, mas o que quase ninguém sabe é que a peça surgiu bem antes disso, na década de 30. Na época, a Luis Vuitton imaginou o acessório para transportar garrafas de champagne (fino, não?). A partir do finzinho dos anos 80, ela ganhou o aval da moda para invadir os closets femininos. Eu era criança, mas lembro que a minha mãe tinha vááárias bolsas saco. Basta dar uma voltinha no shopping ou olhar fotos de looks do dia das famosas para comprovar o retorno. Ainda não comprei a minha, mas tenho uma leve desconfiança de que farei isso muito em breve.

 

Gostou das opções? Lembra de outra tendência da moda que era sucesso há 20 anos?

Um beijo e até o próximo post!

Fotos: Pinterest

Por dentro da coleção Sarah Chofakian para C&A

sarah-chofakian-cea

Praticamente toda mulher precisa se controlar quando pensa em sapatos e bolsas. Por mais que a gente diga que não é assim tão viciada em acessórios, sabemos lá no fundo que é mentira. Basta ver um modelo em especial para sentirmos aquele calor tomar conta do corpo. É aquela necessidade, aquela vontade de fazer o que for preciso para comprar o objeto e voltar feliz para casa. Então dá para imaginar a piração que tomou conta das brasileiras quando souberam que a Sarah Chafakian, estilista da marca mara que leva seu nome e responsável por produzir milhares de peças-desejo, resolveu assinar uma coleção em parceria com a C&A.

A série, que chegou às lojas nesta terça-feira (25), traz a incrível quantidade de 30 opções de pares de sapatos. É sério mesmo: TRINTA modelos maravilhosos que fazem a gente pirar e ter vontade de levar tudo ao mesmo tempo. E digo isso não apenas por serem de uma marca pra lá de reconhecida. É que eles são feitos de forma artesanal, parece até que a gente consegue ver o carinho e a preocupação com que são feitos.

moldura_sarah-chofakian_parcial_6

Ah, tem mais um detalhe: grande parte das peças tem uma pegada bem ladylike. Por aí entendemos lacinhos, corações, babados, enfim… tudo muito delicado. As cores também são bem legais por serem versáteis: nude, coral, pink, roxo, preto, vermelho e por aí vai. Outra coisa muito legal é que realmente tem opções para todos os gostos. A coleção tem rasteirinhas, sapatilhas, sapatos do estilo boneca, outros com meia pata e mais alguns com cara de item de festa.

Além dos sapatos, a série traz alguns modelos LINDOS de bolsas, carteirinhas e cintos:

moldura_sarah-chofakian_parcial_acess_7

Juro que eu achei que passaria por essa coleção sem comprar nada, mas me surpreendi com a beleza e a variedade. E claro que voltei com a sacola cheia né. Sabe essa bolsinha de coração aí em cima? Pirei logo que vi. E também comprei algumas sapatilhas para usar no dia a dia. Se você ainda não está convencida, anote aí: são MUITO confortáveis. Só por isso já vale a pena, né? Mas é bom correr porque as peças já estão fazendo o maior sucesso e prometem esgotar rapidinho!

Fotos: El Ropero

12 passos para aderir à moda dos anos 70

Não restam dúvidas que o inverno 2015 será totalmente inspirado nos anos 70. Já faz alguns meses que a década mais disco de todas voltou com tudo. Agora que o frio aterrissou de vez por aqui, a tendência promete fazer o maior sucesso. Ainda não sabe como fazer parte desse time? Então é hora de explicar quais itens são essenciais para aproveitar a estação com muito estilo:

Cores vintage

ebd2303c47c7251147d44e820d77945c

O primeiro passo para entrar na década é analisar as cores que eram usadas há 40 anos. Experimente olhar atentamente para as vitrines de lojas para ver que as principais estão lá. O verde-militar e o mostarda são vistos com mais frequência por combinarem com o friozinho, mas podem ser combinados com bordô, marrom e azul-escuro. A proposta para os looks deve ser exatamente a de criar um ar retrô.

Calças Flare

f91882dcf68091cf551737a1fc3cebad

Quem gosta de moda sabe que as calça flare, as antigas boca de sino, ocupam um lugar de destaque nas lojas e no closet feminino. Isso porque têm o incrível poder de afinar as coxas e alongar as pernas. Pois bem, a partir de agora devemos aposentar a nossa velha skinny e trocar por flares. E vale para qualquer tecido: jeans, couro, sarja e por aí vai.

Pantalona

cor-da-cala-pantalona-235x300

Estreita na cintura e larga em todo o comprimento, era hit nos anos 70 e promete repetir o sucesso. Para combinar com o clima de inverno, a dica é investir em cores escuras e usar, preferencialmente, com sapatos de salto alto. Outro elemento de destaque desta temporada é a pantacourt, que, como o próprio nome diz, é uma pantalona mais curta, com barra que para no meio da perna. Essa é para quem tem muito estilo, combinado?

Colete de pele (fake, por favor)

b5dc0eaf0bac8fa81598ac0bee8ae887

No ano passado, os coletinhos peludos fizeram a cabeça de muitas mulheres, inclusive a minha. Agora eles devem conquistar um número ainda maior de adeptas. A diferença é que os modelos de 2015 são mais larguinhos, compridos e mais claros. Opte por versões nudes, marrons ou até com esses tons misturados. Fica um charme!

Chapéu floppy

6928e0662fd311c9146049d33ebafb92

Olha ele aí de novo, gente! Com abas largas e molengas, o floppy apareceu no inverno do ano passado e invadiu o verão em versões de palhas outros materiais leves. É um item indispensável para fazer parte da década de 70. Substituto de gorros e toucas, volta em cores mais sóbrias e fica uma graça quando combinado com lenços e cachecóis.

Camurça

69f11b485d9b66c4fcdcb56d61b02c75

Taí o tecido símbolo dos anos 70. Quentinha e a cara do inverno, pode invadir qualquer peça do vestuário feminino. É mais comum encontrar em calças e jaquetas, mas nada impede que apareçam em blusas, saias, vestidos e coletes. Vale também para os acessórios, ok? Sair por aí com botas e bolsas de camurça é sucesso absoluto.

Franjas

de9698c9ad705f0b3dfde31a294ec4bc

Sabemos que elas vieram para ficar. Faz alguns anos que as franjas acumulam fãs e aparecem em diversos estilos. Só que agora elas são fundamentais e também invadiram todas as peças femininas. Dica para arrasar? Procure uma peça que misture as franjas com a camurça. Ou então as bolsas com franjas enormes, que já são moda no Brasil. E, olha, para fazer bonito mesmo, lembre-se de usar apenas um item franjado por vez, ok? Excessos podem cair no brega.

Vestidos estampados

retro-fashion-model-in-chiffon-dress-ibiza-seventies-flowing-feminine

A década de 70 não tinha uma proposta muito romântica, mas as mulheres da época gostavam, sim, de usar vestidos. E quanto mais estampado, melhor. Por isso, a dica é escolher um modelo que combine as cores da estação. O mais importante é que ele siga a silhueta setentinha, ou seja, que fique abaixo dos joelhos e que tenha mangas compridas, larguinhas e assimétricas.

Macacões

eaa1186cddfd0e59746e49fe273cdfd6

Tudo começou com as jardineiras, que estouraram no ano passado. No último verão, as versões com shorts viraram febre. Agora, os macacões são estampados e podem ser mais sequinhos, com calças marcadas no tornozelo, ou juntando duas tendências já descritas aqui: mangas assimétricas e boca de sino. Uma coisa meio Abba, sabe?

Botas de cano alto

hbz-skirts-boots-04

As mulheres dos anos 70 gostavam de sentir poderosas e investiam pesado nas botas de cano alto com salto quadrado. O ideal é que sejam marrons e que parem antes nos joelhos (sim, estamos falando do modelo over the knee). Experimente usar com vestidos ou com saias. Fica lindo e superfeminino!

Clogs

clogs-4

No início do ano, fiz uma lista com itens de moda que fizeram muito sucesso, mas que caíram em desuso rapidamente. Nela estavam os clogs, os famosos tamancos da vovó, que foram hit no inverno de 2010. Achei que eles nunca mais voltariam a ter um local de destaque, mas os safadinhos voltaram com tudo porque eram muito usados nos anos 70. Posso ser sincera? Continuo não gostando deles.

Óculos arredondado com armação grossa

8154259c83d16a3417c4f343f4fa5c93

Se o vestuário setentinha é estampado e chamativo, por que não levar esse visual para os acessórios? Esqueça os óculos espelhados do último verão e dê preferência para aqueles que carregam um ar vintage. Em outras palavras: formato arredondado + armações grossas + lente colorida. Modelos com armação bege e lente marrom-avermelhada, por exemplo, são os principais da lista. Sou superfã dessa versão e já estou me segurando para não comprar um!

Com todas essas informações, agora é só correr até a loja mais próxima e garantir o que mais agrada ao seu gosto. Boas compras!

A origem das bolsas Wayuu

Você pode até não saber o nome, mas com certeza já viu as bolsas coloridas e artesanais, típicas de países da América do Sul. Batizadas em homenagem a uma tribo localizada entre a Venezuela e a Colômbia, as Wayuu fizeram o maior sucesso no último verão e devem continuar em alta. Por isso, se você ainda não adquiriu a sua, ainda dá tempo! Mas, antes de escolher o modelo, que tal saber mais sobre a origem desse acessório?

image

Nessa tribo, as mulheres ocupam posições de destaque e aprendem, desde cedo, a tecelar (daí a riqueza de detalhes!). Engana-se quem pensa que, com o sucesso, as peças passaram a ser produzidas em massa. Muito pelo contrário! Cada bolsa é feita por uma única pessoa e pode levar até um mês para ficar pronta.

10424265_649483075138140_4598255321125594333_n

As cores fortes e os desenhos também são pensados com muito cuidado. Isso porque cada símbolo e tonalidade deve traduzir os princípios da tribo. Em algumas bolsas é possível ver figuras geométricas, estrelas, plantas… Ou seja, tudo que é considerado importante para os membros da comunidade. Outras peças são mais abstratas, mas também representam a forma de pensar e se vestir dos Wayuu. Quanto mais detalhe tiver, mais valiosa!

10488128_649483215138126_7891191796432248355_n

Por toda essa história, não é de se espantar os preços elevados. Mas pense pelo lado bom: parte do valor é revertida para as tribos. Viu só? Além de ficar na moda, você ajuda a fazer com que esse estilo de vida seja mantido.

10505343_649483078471473_4803438958122454165_n

______________________________________________

Gostou das bolsas das fotos? Elas estão à venda!

É isso mesmo! Todas as bolsas usadas para ilustrar esse post estão à venda e esperando um lugarzinho no seu closet. Interessados em adquirir as peças e ter mais informações podem mandar um e-mail para wayuu_original@yahoo.com.  Ah, são originais mesmo, viu? Trazidas com muito carinho lá da Colômbia! Eu já tenho a minha e você?

O que levar na bolsa?

Carteira, maquiagem, celular, óculos, chave de casa e do carro… Ufa! Haja espaço na bolsa para carregar tudo isso. Seja pelo excesso de objetos ou pelo peso, muitas mulheres sofrem com dores nas costas e nos ombros por causa desse acessório tão indispensável para o nosso dia a dia. Se esse é o seu caso, não desanime! Que tal dar uma geral em tudo que você leva para ver o que é realmente necessário? Para te ajudar nessa missão (quase) impossível, veja a seguir um guia do que precisamos ter por perto:

Regra número um: o modelo certo

Não adianta levar pouco peso se a bolsa não for própria para o seu tipo de corpo. Avaliar se o modelo combina com você é um exercício fundamental para ter conforto e ficar livre de dores. Mulheres altas, por exemplo, combinam com bolsas grandes e alças largas. Com as baixinhas, a situação se inverte e as opções médias e pequenas entram em cena. Magras com poucas curvas ficam lindas com bolsas cheias de detalhes, enquanto as de alças mais curtas caem superbem em quem tem quadril largo (use sempre na altura do busto para equilibrar as proporções).

image2

Carteira

Não dá para ficar livre dela. Afinal, onde mais podemos agrupar tanta coisa? Além dos documentos e cartões, leve sempre uma quantia viva de dinheiro para situações de emergência. Normalmente, é o item mais pesado da bolsa. Prefira modelos feitos com materiais mais leves e guarde somente o for importante – nada de acumular notas fiscais e cartões sem uso.

Chaves

Imagine chegar em casa depois de um longo dia de trabalho e ficar trancada do lado de fora. Pois é, ninguém merce esquecer as chaves. Antes de sair, certifique-se de que elas estão dentro da bolsa. Para evitar o desespero, reserve sempre um espaço para a bolsa (os compartimentos internos são ideais). O mesmo vale para a chave do carro, ok?

Celular

Precisa mesmo dizer que, com ele, a gente pode checar nossos e-mails, combinar a programação do final de semana com as  amigas, ver como fugir do trânsito,  mandar recados e, claro, telefonar? Então, o importante é lembrar de colocar também o carregador já que, com tantas funcionalidades, a bateria do nosso companheiro acaba em segundos.

image

Maquiagem

Por mais que a vontade seja grande, não caia no exagero e leve somente o básico (batom, rímel, lápis de olho e corretivo). A bolsa de maquiagem deve ser pequena para não ocupar muito espaço. Ah, não esqueça da lixa para deixar as unhas em ordem – elas sempre insistem em quebrar, não é mesmo?

Remédios

Não tem nada mais do que chato do que uma dor de cabeça no final do dia ou aquela cólica monstra que nos inferniza todo mês. Por isso, tenha sempre os remédios que te aliviam por perto. A mesma regra de cima cabe aqui: os remédios devem ser colocados em uma bolsinha. E nada de entulhar! Escolha somente os que te fazem bem, combinado?

Escova de cabelo

A gente mexe tanto no cabelo ao longo do dia que não tem como ele não ficar bagunçado. E quando bate um vento então? Parece que todos os fios ficam fora do lugar. A boa notícia é que existem várias opções de escovas. Prefira as pequenas e retráteis, perfeitas para qualquer tipo de bolsa.

image (1)

Guarda-chuva

Você sai de casa debaixo de um céu azul, sem nuvens, e volta em meio a uma tempestade. Como não dá mais para confiar na previsão no tempo, não dá para sair sem levar um guarda-chuva. Eu sei, por menor que seja, ele é pesado e atrapalha a visibilidade dos outros itens na bolsa. Mas o que você prefere: ficar com ele ou tomar chuva e estragar a chapinha? Opção 1 com certeza!

Óculos de sol

Tem quem consiga andar sem eles, mas vale lembrar da importância de proteger a visão (principalmente em dias de muito calor e sol). Modelos grandes estão em alta, mas é importante verificar se eles cabem na sua bolsa antes da compra. E prefira caixas que não ocupem muito espaço – as molengas são as mais indicadas.

Viu só? Você não precisa de mais nada além disso.