Posts em destaque

Beauty Fair: loucura que vale (muito) a pena

Sem título

Hoje em dia, principalmente aqui em São Paulo, existe feira para tudo. Desde o mercado pet até produtos para banheiros, passando por motos, livros e construção civil. Eu já estive em vários eventos, mas morria de vontade de conhecer a Beauty Fair, a maior feira de beleza das Américas. Ao mesmo tempo, tinha preguiça de encarar a multidão de visitantes. Finalmente, decidi vencer o cansaço e encarar a edição deste ano, que começou no último sábado e termina amanhã. O que achei? Sim, tem muita gente. Sim, é praticamente uma saída de show por causa do empurra empurra. Mas também é incrível para quem é apaixonada por qualquer coisa que envolva o mercado da beleza – ou seja, nós!

O tamanho da feira realmente impressiona. São 82 mil metros quadrados e 500 expositores. Eu sou rata de feira e já cobri muito evento desse tipo como jornalista, mas olha… Nunca na vida tinha visto algo assim. Mesmo chegando bem cedo (começa às 10h), é impossível conhecer tudo em apenas um dia. Meu conselho para quem tem disponibilidade é ir em pelo menos dois dias. Vale super a pena. Te explico o porquê.

Esse é o "pequeno" mapa da feira. Os estandes circulados são aqueles que eu pretendia visitar. Obviamente não deu certo!

Esse é o “pequeno” mapa da feira. Os estandes circulados são aqueles que eu pretendia visitar. Obviamente não deu certo!

A megaestrutura é dividida em sete espaços: profissional, varejo profissional, estética, internacional, negócios, profissional negócios e nails. Apesar de ser mais voltada para os profissionais de beleza, a maioria é formada por consumidores. Por isso, a dica é começar pela área profissional (a vermelha da foto). É lá que fica concentrada a maior parte do público. Isso porque os estandes são bem conhecidos e aproveitam a feira para divulgar produtos que prometem efeitos incríveis aos cabelos. Xampus, máscaras e outros tipos de tratamento dividem espaço com secadores e chapinhas.

É nesse espaço que fica a Ikesaki, Para quem não conhece, é uma loja que vende tudo, absolutamente tudo, de beleza. A empresa possui vários estandes na feira, mas o maior funciona como supermercado. Sério, tem até carrinho para fazer as compras. Parece bom, né? Só que a fila é assustadora. No dia em que eu fui deviam ter mais de 50 pessoas esperando. Ou seja, se você é de São Paulo, tenha paciência e compre nas lojas físicas que o transtorno será bem menor.

Em 2014, a Beauty Fair comemora dez anos e espera receber 145 mil visitantes por dia (Foto: Make a Little Make)

Em 2014, a Beauty Fair comemora dez anos e espera receber 145 mil visitantes por dia (Foto: Make a Little Make)

Depois dessa loucura, vale a pena passear pelo setor de unhas e maquiagem. A Fenzza, por exemplo, levou uma coleção de make da Barbie que me deixou de queixo caído. Além das embalagens serem fofíssimas, tinha uma palheta gigantesca de sombra com mais de cem opções de cores. Dá vontade de comprar tudo, mas já adianto: como tem muita gente que visita a feira porque trabalha com beleza, as coisas não são baratas. Aí depende do quanto você pretende gastar.

A Beauty também é conhecida pela quantidade de artistas que leva. O tempo todo você escuta os gritos histéricos da mulherada. E não dá para fugir muito, porque as atrações duram todos os dias. Vale mesmo pela diversão. Eu já quero voltar. Quem vem comigo?

9 produtos básicos de maquiagem para levar em viagens

IMG_6481

Quem me conhece sabe que eu sou a doida da maquiagem, aquela que começa a se arrumar duas horas antes da festa só para ter mais tempo para o ritual de beleza. O problema maior é quando tenho alguma viagem e preciso levar apenas parte dos meus produtos. E, como toda geminiana, sou extremamente indecisa e passo horas pensando no que vai entrar na nécessarie. Por isso, preparei um kit básico com o meu próprio acervo para te acompanhar em qualquer viagem.

A maioria dos produtos é importada porque eu prefiro gastar um pouquinho a mais quando o assunto é make. Mas nada impede que você substitua por outras marcas. O importante é ficar bonita, ok?

1. Primer: Stay Flawless (Benefit)

IMG_6484

Não dá para começar a pensar na maquiagem e deixar o primer de fora. É um item indispensável! Eu, particularmente, gosto muito da Benefit. E o que mais me chamou atenção nesse primer é que ele realmente tem duração de 15 horas. Fora que a embalagem é uma graça, então vale super a pena!

2.  Corretivo: Studio Finish Concelear (M.A.C.)

IMG_6510

Eu tenho muitas olheiras e não vivo sem corretivo. Passo até para ir à padaria. Eu prefiro os corretivos na versão creme porque funcionam melhor na minha pele e esse da M.A.C. consegue corrigir minhas imperfeições na primeira aplicação. Uma alternativa mais barata é o Making Of, da Contém 1g. Comprei depois que eu fiz um curso de automaquiagem em uma das unidades da rede e uso sempre.

3. Base: Bare Minerals

IMG_6489

O mais legal dessa base é que ela consegue deixar a pele uniforme sem ficar com uma textura grossa e pesada. Quando eu comprei, tive o auxílio de uma vendedora muito fofa que me ensinou o jeito certo de usar. Não tem segredo: é só colocar um pouco na tampa e agitar com o pincel para ativar os compostos minerais. Esse também é carinho, mas é muuuuuito bom!

4. Sombras: Naked (Urban Decay)

IMG_6511

Como eu sou a indecisão em pessoa, gosto dos estojinhos com mil opções de sombras. Além de oferecer várias combinações, a Naked tem uma textura bem leve que deixa o traçado mais delicado. E sabe o que é melhor? Cada estojo tem uma paleta em tons diferentes. Eu tenho a Naked 2, que puxa mais para o dourado, e a Naked 3, com sugestões voltadas para o rosa.

5. Lápis: Powerpoint Eye Pencil (M.A.C.)

m.a.c.-powerpoint-eyeliner-in-engraved

O lápis preto é capaz de salvar qualquer olhar e pode ser usado em todas as ocasiões. O problema é que nem todos duram por muito tempo. Ponto positivo para o lápis da M.A.C., que tem um traçado bem forte. O único porém é que ele precisa ser apontado a cada tanto e tem uma vida útil curta. Outra opção é investir no lápis retrátil, com mecanismo que faz a ponta deslizar. Comprei o da Vult por acaso e gostei muito!

6. Rímel: Voluminous (L’Oreal)

IMG_6495

Como o próprio nome indica, o diferencial desse rímel é o volume. Basta uma camada para perceber os cílios maiores e destacados. Por conta disso, é mais grosso que o normal e fácil de borrar. Para dar uma segurada, eu combino com o They’re Real, da Benefit, que é mais fininho, mas também aumenta o volume.

7. Blush: Orgasm (Nars) e Blushbaby (M.A.C)

IMG_6497

Olhos prontos, é hora de deixar as maçãs do rosto coradas. Tenho dois favoritos e nunca consigo me decidir por um só quando vou arrumar a nécessarie de viagem. Acontece que o Orgasm é mais rosado e fica lindo para usar durante a noite. Já o Blushbaby tem tom próximo do pêssego e combina com a minha pele, que é mais clarinha. Os dois são fáceis de aplicar e funcionam na primeira aplicação.

8. Batom: Bombshell, On Hold e Angel (todos M.A.C.)

IMG_6512

Ok, confesso: sou completamente viciada nos batons da M.A.C. e já perdi a conta de quantos eu tenho. Em viagens, eu costumo levar três – um mais suave para usar durante o dia (Angel) e dois mais fortes para usar à noite. O Bombshell é mais puxado para o rosa enquanto o On Hold lembra um vermelho queimado. O segredo é sempre ter mais de uma opção para combinar com diferentes tipos de make.

9. Iluminador: Girl Meets Pearl (Benefit)

IMG_6508

Tenho três iluminadores da Benefit e todos são muito bons, mas esse oferece um brilho perolado e tem sistema retrátil. Com isso, eu consigo aplicar somente a dose necessária. As áreas que devem ser iluminadas dependem do formato do rosto. Eu aplico na zona T (testa + nariz), nas têmporas e nos lábios, como se fosse um gloss.

Makes e unhas para a Copa

Que me perdoem aqueles que torcem contra, mas é hora de celebrar a Copa do Mundo. Pelo próximo mês, a combinação de verde e amarelo tomará conta das ruas, das casas, dos carros e, por que não, de você? Pois é, agora é tempo de dar adeus ao visual mais certinho e se jogar nas cores. Claro que é preciso ter calma e atenção para não cair no exagero. Mas dá para entrar no clima e mostrar seu lado brasileira. Quer ver só?

Maquiagem

image (1) 2

Você é do tipo que adora jogar uma corzinha na make? Então pode comemorar! Durante a Copa, a dica é abusar de tons de amarelo, verde, azul, dourado e branco. Para não virar motivo de piada, é importante avaliar o local em que você assistirá a partida. No estádio, vale chamar a atenção. Por isso, use e abuse de cores fortes  (dá até para incluir um brilho com glitter e sombras metalizadas, viu?). A mesma regra vale para festas, desde que seja algo informal e mais descontraído – nada de chegar toda trabalhada no look pátria amada em um lugar onde você não conhece ninguém, combinado?

Em comemorações mais formais, o ideal é fazer uma maquiagem mais discreta e suave. Procure usar cores mais claras e deixar o brilho para outra ocasião.

Unhas

image

Apesar de não chamarem tanto a atenção quanto o rosto, as mãos também pode mostrar a sua torcida pela seleção. O melhor de tudo é que dá para deixar a imaginação rolar solta. As mais contidas podem optar apenas por uma cor de esmalte dentro da paleta brasileira, enquanto as mais ousadas podem fazer desenhos da bandeira e brincar com texturas diferentes. Quem acompanha as tendências de nail art pode aplicar os temas da Copa com técnicas como francesinha, meia lua, ombré e border nail.

A mesma regra da make vale aqui: unhas mais chamativas devem ficar restritas aos festejos mais badalados, ok?

O tal do batom roxo

Ele carrega um ar dark e já foi visto nos lábios das vilãs mais famosas do cinema e da televisão. Também foi usado por muitas mulheres que queriam se assumir como punks ou góticas. Antes restrito ao mundo sombrio, o batom roxo assume papel de destaque e aparece como o tom da vez. Delicado e, ao mesmo tempo ousado, já foi escolhido por famosas como Bruna Marquezine, Claudia Leitte e Katy Perry. Quer fazer parte desse time? Confira os passos a seguir:

image

O motivo do sucesso do batom roxo e suas variações – lilás, lavanda, berinjela e violeta – tem a ver com a escolha da cor do ano, feita pela Pantone. Batizada como Orquídea Radiante, traz a delicadeza e o perfume das flores em versão atual e versátil. Por isso, não importa o estilo. É um tom democrático que combina com qualquer tipo de mulher, desde as clássicas até as mais modernas.

O que influencia no efeito final é o tipo de pele. As mais clarinhas, por exemplo, ficam ótimas com tons mais suaves e abertos durante o dia. Para eventos noturnos, a dica é investir no Bordeaux, tonalidade que se aproxima do rosa e quebra o ar pesado. Morenas devem dar preferência a opções próximas do vinho para realçar o rosto. As negras também são muito bem-vindas e ficam mais poderosas com cores fechadas e escuras.

image (1)

Apesar de toda a praticidade, é bom prestar atenção na hora de escolher a cor do batom para não deixar o visual carregado. Tons mais fortes chamam atenção, por isso as outras áreas do rosto são neutras. No entanto, tome cuidado para não sair com a aparência pálida. Ilumine a pele com bronzer e aplique blush pêssego ou rosa-claro. Os olhos podem ser realçados com traços finos feitos com delineador e bastante rímel. O primer também é essencial para preparar os lábios e garantir um efeito uniforme.

Quanto ao cabelo, não há regras. A boca da estação vai bem com qualquer tipo de corte e penteado. O que vale é a intenção da make. Se o objetivo for se apresentar como uma mulher forte, invista no rabo de cavalo baixo. Para se sentir mais sexy e feminina, deixe os fios soltos e com ondas leves. Looks delicados e românticos combinam com coques e tranças. Seja qual for a decisão, o importante é soltar a imaginação.

 image

Nem preciso lembrar a importância de retirar a maquiagem antes de dormir, não é mesmo? Mesmo que a boca já tinha perdido a cor do batom ao longo dia, vale retirar o restante e aplicar um lip balm para manter a região hidratada e protegida.

Agora é só escolher a melhor opção e deixar-se levar pelo poder do roxo. Vamos começar?

Existe maquiagem perfeita?

Toda mulher sabe que a maquiagem é capaz de mudar o visual por completo e melhorar a autoestima. O problema é que muitas ficam inseguras na hora de se produzir e abrem mão de makes ousados.

Quer ver como é possível se transformar em uma nova pessoa? Veja só esses exemplos produzidos pelo artista plástico russo Vadim Andreev:

 

transformacao-01

transformacao-03

transformacao-04

transformacao-06

Nem parece que é a mesma mulher, não é? Mas ele prova que bastam pinceis, sombras, bases e batons para transformar o visual. Para comprovar, ele publicou um vídeo que mostra uma garota antes, sem nenhum produto, e o passo a passo da maquiagem. Confira:

Vamos treinar?