Posts em destaque

Os looks do American Music Awards 2015

Sabe quando eu sei que o ano está, de fato, acabando? Quando vejo o American Music Awards (AMAs)! Como o próprio nome indica, a premiação é conhecida por reunir os grandes nomes da música e os famosos que fizeram bonito ao longo do ano. A edição de 2015 rolou ontem (22) e deu o que falar: apresentações diversas (inclua aqui: Selena Gomez, Ariana Grande, Nick Jonas, Justin Bieber, Demi Lovato, Gwen Stefani, Alanis Morissette, One Direction e por aqui vai) com milhões de efeitos e caras e bocas. Ah, tivemos também J.Lo como apresentadora fazendo a gente morrer de inveja do corpaço que ela mantém aos 46 anos de idade (acho injusto a gente se matar no abdominal e ter que lidar com tanta beleza depois, não é mesmo?).

Por falar nisso, o que a gente mais gosta de ver nessas ocasiões é o tapete vermelho. Assisti do começo ao fim e posso garantir que foi uma noite complicada. Muitas apostaram em modelos ultradecotados, deixaram as pernocas de fora e escolheram cores mais neutras – o preto bombou -, mas a principal tendência foi o coque bem no alto da cabeça, no maior estilo cocoruto. Será que essa moda pega? Enquanto pensamos, vamos aos looks:

 

Selena Gomez

Selena

Selenita foi uma das primeiras a cruzar o red carpet e arrancou suspiros do mundo inteiro, além de ter sido considerada uma das mais bonitas da noite. Adoro essa tendência de vestidos metalizados e acho que a cor ficou linda nela, mas tem algo que incomoda MUITO nessa produção: esse cabelão de Maria Madalena. Todas nós sabemos que os cabelos longos não são mais vistos com bons olhos e falta uma tesoura pra dar um movimento nos fios, concordam? Fora que teria ficado bem melhor se ela prendesse e mostrasse as costas com esse decotão todo…

 

Gigi Hadid

Gigi

A modelo tem motivos de sobra para comemorar 2015, afinal, nunca esteve tão em alta. E temos que concordar: ela é linda, tem um corpão, a vida toda pela frente (apenas 20 anos de idade, gente!) e ousadia de sobra para pisar no tapete vermelho com esse modelo feito para poucas. Vamos lá: cropped, recortes em cima, decote profundo, saia justíssima e uma fenda generosa. Ficaria vulgar em qualquer pessoa, mas ela segurou e foi considerada uma das mais bonitas. Eu não curti muito, mas AMEI essa make trabalhada no nude (ponto certo para valorizar a roupa). E tem mais: ela NÃO cortou o cabelo, disse que foi apenas um truque. Passa esse truque pra gente, Gigi!

 

Gwen Stefani

Gwen

AMO a Gwen! Acho que ela tem um pacto secreto para se manter jovem e linda por tanto tempo. A mulher tem 46 anos de idade – sim, você leu certo: QUARENTA E SEIS – e está muito mais bonita do que a época de vocalista do No Doubt. Por isso, a gente releva esse modelito que está mais para mulher-aranha/viúva alegre and sexy. Sabemos que não ficou bom, mas não consideramos a pior da noite porque é a Gwen e ela pode usar o que quiser. Afinal, olha o sorrisão (mais uma que apostou no batom nude, perceberam?) e o cabelo 60s. Quero ser como ela quando crescer!

 

Demi Lovato

Demi

Ok, momento confissão: não gosto da Demi. Passam-se os anos e eu continuo achando que ela canta com voz de dor de pedra no rim (desculpem-me, fãs!). Seja como for, pisquei várias vezes até ter certeza de que era ele nesse vestido. Isso porque ela anda investindo em looks mais sensuais e decotados para mostrar que está em forma, então pra que esse modelo extremamente formal e ainda mais nessa estampa bem duvidosa? O pior de tudo, para mim, é o cabelo estilo diva dos anos 30 que não combinou com o vestido e com a make pesada. Parafraseando nosso amado Hugo Gloss: não ficou cool for the summer. Sorry, Demi!

 

Ciara

Ciara

Ela é linda? É! Tem músicas que fazem a gente se acabar de dançar? Tem! Está com o corpo devidamente em dia? Ô, se tá! Particularmente, não gostei muito do vestido porque pareceu que ela queria apelar e ela não tem porque fazer isso (basta analisar os argumentos que falamos antes). Mas juro que ela está tão linda que eu vou passar. Cadê celulite, braço gordinho, gordurinhas a mais e aquela pancinha que a gente não perde por nada? Ela parece até uma boneca de tão surreal. Fora que a make puxada para o bronze está sucesso! Só não curti o rabo, parece ter sido feito aos 45 do segundo tempo. Um coque funcionaria melhor!

 

Nina Dobrev

Nina

Incluí a Nina neste post só para lembrar de que a gente pode fazer mil tratamentos capilares, mas nunca termos fios tão poderosos como estes acima. Mas me incomoda um pouco essa estampa, acho que deu uma envelhecida. Fora que a capa combinada deixou o look ainda mais pesado e ficou desnecessária. Também teria prendido o cabelo para valorizar o decote tomara que caia. Ah, mais um exemplo de make (bem) natural, mas aqui acho que ficou básica demais. Faltou um acabamento! Mas é a Nina e ela já me prendeu em frente à TV por muitas horas e episódios de The Vampire Diaries, então está ok.

 

Rebel Wilson

Rebel

Antes que alguém diga (ou escreva alguma coisa), falo logo que eu estou adorando esse movimento contra a ditadura da beleza e que as gordinhas devem sair por aí sem medo de serem julgadas, ok? Tanto que o problema maior aqui não é nem o vestido, mas o excesso de informações. Tecidos brilhantes já chamam atenção e o torcidinho na altura da cintura aumentou a barriga. O cabelo volumoso com pegada anos 60 também pesou, assim como a maquiagem, trabalhada com tanto contorno que deixou o rosto dela achatado. Seja como for, a Rebel estava toda feliz porque ganhou o prêmio de melhor trilha sonora com o filme Pitch Perfect 2 – aliás, AMO a personagem dela no filme!

 

Kendall Jenner

Kendall

Você pode gostar ou não do clã Kardashian/Jenner, mas tem que concordar quando o assunto é a beleza da Kendall. Ela é tão bonita que segurou com classe a tendência do coque-cocoruto e ficou MARAVILHOSA de franja! Aliás, amei o conjunto do penteado com a make-nada e o brinco com pegada egípcia. Mas o vestido é um pouco estranho né? Principalmente na parte das costas. Mas a pessoa é modelo, magra, com pernas longas e ar fino, então passa.

 

Kylie Jenner

Kylie

Já ouvi falar que a Kylie é a nova Kim. Se o assunto for cafonice nos looks, podemos dizer que ela está seguindo os passos da irmã mais velha. Ficou feio, né? Não tinha necessidade nenhuma de ser tão vulgar. Couro, recortes, fendas… É muita coisa em um look só! Mas gostei do rabo de cavalo e da maquiagem. E vou dar um desconto porque a menina tem só 18 anos e, segundo as revistas norte-americanas de fofoca, está passando por um momento complicado. Outro dia vi um vídeo em que a criticam e realmente pegam pesado!

 

Chloë Moretz

Chloe

Tenho muito carinho pela Chloë porque ela viveu a Mia em Se Eu Ficar, mas ela precisa URGENTEMENTE de um stylist. Pra ontem! Ela já vinha derrapando no tapete vermelho, mas resolveu ir à festa em cima da hora e investiu naquele look que a gente usava quando éramos adolescentes e íamos para a balada querendo impressionar, lembram? Quem pisa em um tapete vermelho usando TIC TACS no cabelo? Sério, quis chorar quando vi. Vou dar mais um crédito porque é a Chloë e ela só tem 18 anos, mas o sinal de alerta foi aceso.

 

Ellie Goulding

Ellie

Gosto muito da Ellie, mas ela também anda precisando de um stylist. Não dá para defender esse look pedrita moderna combinado com o penteado wet hair. Nem vou falar muito porque eu gosto de verdade das músicas dela. Mas sério: me ajuda a te ajudar, miga!

 

Tove Lo

Tove Lo

Sei que muita gente pode torcer a cara, mas a Tove Lo faz a linha estranhona da Lorde, então achei que o look combinou com ela. Fora que deu uma super ilusão ótica, então tá valendo. Curti o cabelo jogado para trás, para destacar mais o modelo, e a make dark. Foi uma escolha ousada, mas assertiva.

 

Fifth Harmony

Fifth

Vou ser rápida: nunca vi tanto vestido feio reunido em uma única foto. Salvo o primeiro, que tem a transparência, mas acho que merecia um pouco mais de classe. Será que elas não têm uma amiga para dar conselhos sinceros? Sério, estão precisando.

 

Jennifer Lopez

JLO

J. Lo usou VÁRIOS modelitos, mas trago aqui o mais polêmico. Teve gente até dizendo que parecia uma melancia. Mas querem minha opinião? Eu AMEI! Usaria aqui e agora, claro que com um pouquinho menos de volume na saia. Curti a cor, o brilho, a tendência do degradê (tá em alta, gente!), o sapato claro que alonga a perna e o comprimento mídi. O problema mesmo é o coque-cocoruto. Faço esse penteado direto quando vou tomar banho e não quero molhar o cabelo, então não consigo ver como algo glamouroso.

 

Meghan Trainor

Meghan

Meghan é a prova de que menos é mais: o vestido básico preto ficou bonito e clássico. O cabelo ondulado jogado para frente deu um toque mais jovem (lembro que ela só tem 21 anos), mas o olho marcado + batom vermelhão pesou. Seria melhor se fosse com uma opção mais puxada para o rosa. Verdade seja dita, a cantora foi a grande vencedora da noite. Não, ela não levou prêmios, mas deu um beijaço no Charlie Puth. Juro, fiquei sem ar e com uma pontada de vontade de beijar alguém assim também:

E essa mãozinha boba?

E essa mãozinha boba?

 

Ariana Grande

Ari

Ari finalmente deu adeus ao aplique cafona de debutante, fez uma apresentação bacana, está com uma música boa, mas falta um salzinho, né? Para mim, ela ainda se comporta como uma garotinha de 15 anos. Olha a pose na hora de tirar foto e o bendito do coque no alto da cabeça. Fora que eu acho o vestido feio, pronto falei. Mas ela desbancou Taylor Swift e ganhou como artista feminina do ano. Tá bom para vocês?

 

A pior da noite: Zendaya

Zendaya

Conheço essa moça de nome, não faço ideia do que ela canta, mas tenho certeza absoluta de que ela saiu de casa querendo se tornar um flamingo. Que coisa mais feia! Uma rendinha bem mequetrefe, daquelas que a gente paga baratinho no centro, sabem? Ficou tão brega e tão cafona. E o sapatinho combinando? Seria uma versão pomposa da Penélope Charmosa? Uma roupagem moderna da Pantera Cor-de-Rosa? Um algodão doce de salto alto? Juro, amiga, volta para casa e tenta de novo porque não rolou MESMO.

 

A melhor da noite: Carrie Underwood

Carrie

 

Fiquei muito na dúvida entre a Meghan Trainor e a Carrie Underwood para ocupar o posto de melhor da noite, mas optei pela Carrie porque ela já está no meu radar do tapete vermelho há muitos e muitos anos. Acho que a musa country é uma das mulheres mais bonitas do mundo (acho mesmo) e normalmente ela arrasa. Não gostei 100% do look (tem brilho demais), mas ela segurou com muita classe. E eu AMEI o cabelo solto bem escovado e a make com olhos marcados. Ficou diva na medida certa!

 

E você, assistiu ao AMAs? O que achou dos looks?

 

Fotos: Just Jared e Pure People

[Resenha] Máscara para cílios – Love Alpha

IMG_5939

Levante a mão quem nunca quis ter cílios grandes e marcantes. Eu mesma sempre sonhei com isso e até comprei cílios postiços, mas a verdade é que eu nunca consegui aplicar (ô trequinho difícil, né?). Minha solução era usar as máscaras normais mesmo e passar mil camadas até chegar a um resultado bacana.

Por isso, quase caí para trás quando soube do rímel da Love Alpha. A marca, conhecida por fabricar um produto realmente capaz de turbinar os cílios, começou a ser divulgada por aqui há alguns anos, mas caiu no nosso gosto de vez no ano passado. O único problema é que ela (ainda) não é vendida por aqui.

Aproveitei minha última viagem de férias para acrescentar a bendita máscara na minha listinha de desejos. A vontade de testar era tão grande que eu resolvi pesquisar o preço no Amazon – site gringo que vende de TUDO e que mora no meu coração – e, para o meu espanto, era muito barato. Para terem uma ideia, estava à venda por 7 dólares. Não tive dúvidas e fechei o pedido na hora.

O encanto começou assim que eu vi o produto de perto. Isso porque ele vem em um estojinho muito fofo com estampa de leopardo (fino, vai?). O kit vem com duas máscaras diferentes, mas eu penei para descobrir como usar cada uma porque o manual vem em japonês. Fiquei um pouquinho frustrada, mas assisti alguns tutoriais e consegui descobrir.

rimel

A máscara Transplanting Gel é tradicional, com um gel preto e a escovinha que nós já estamos acostumadas, e deve ser passada primeiro. Em seguida, vem a Natural Fiber, feita com pequenas fibras “peludinhas” que grudam no gel e se incorporam aos cílios, causando aquele efeito ampliado que a gente tanto ama – taí o diferencial da marca! <3

Apesar de ter gostado muito e de usar com frequência, confesso que leva um tempinho para aprender esse ritual aqui de cima. Por isso, ela não é muito indicada para quem não tem costume de se maquiar ou que está começando a entrar nesse mundo. Ah, tem mais uma coisinha: não é a prova d’água. Apesar disso, ela não escorre e não mancha. Ponto superpositivo!

1

rimel 2

Como falei antes, paguei a maravilhosa quantia de 7 dólares, o que dá mais ou menos uns 30 reais (sem taxas). Ainda assim, vale a pena encomendar ou economizar para comprar quando for viajar porque por aqui não sai por menos de 50 reais.

Avaliação: ♥♥♥♥

[Resenha] Naked Smoky – Urban Decay

IMG_5696

Costumo brincar que cada marca de maquiagem tem a sua especialidade. Tem as que são melhores em base, outras que arrasam nas máscaras de cílios e as que vendem batons maravilhosos. Quando o assunto é sombra, não consigo pensar em nada além da Urban Decay. Afinal, minha vida nunca mais foi a mesma depois que eu descobri as paletas Naked, que fazem um sucesso danado em todo o mundo!

O legal desses conjuntos é que as cores são básicas e próprias para qualquer situação do dia a dia. A Naked 1 é mais colorida, enquanto a 2 é mais focada em tons marrons e a 3 (minha favorita♥) tem diversos tons rosados. Muito se falava sobre o lançamento da próxima paleta e ela finalmente chegou há alguns meses: a Naked Smoky.

Como o nome indica, a proposta é justamente trazer cores perfeitas para fazer aquele esfumado bacana. O preto está lá, claro, mas também dá para criar efeitos bem interessantes com opções de cinza, marrom e até algumas variações mais suaves de rosa e nude. Fora que a embalagem é diferente das outras e inspirada justamente nessa textura esfumaçada.

sombra

Dá para imaginar a minha loucura quando soube do lançamento. O problema é aquele drama que nós, viciadas em beleza, já estamos acostumadas: a demora para os produtos chegarem no Brasil. Para terem uma ideia, fiz uma pesquisa rápida no site da Sephora e vi que ela não está à venda. Ou seja, tive que encomendar para a minha avó, que foi viajar no mês passado.

Testei assim que ela me entregou, óbvio, e o que mais gostei é a qualidade. A pigmentação das sombras é muito boa e em duas doses já ficou do jeito que eu gosto (prefiro um olhão bem marcado, mas também dá para fazer mais suave).

O único cuidado é pegar apenas o suficiente com o auxílio do pincel e usar um primer de olhos antes porque as sombras são em pó e podem cair um pouquinho embaixo dos olhos. A boa notícia é que elas saem fácil com demaquilante. Então, ninguém precisa desperdiçar produto ou esfregar além da conta e machucar a pele para retirá-las.

sombra2

Se você, assim como eu, já tem algumas noções básicas de esfumado, vai adorar saber que as sombras se misturam com muita facilidade. É tudo muito prático, sabe? Além disso, é uma ótima opção para quem está aprendendo a se maquiar, já que dá para ver o resultado em questão de segundos.

resenha

Resultado final em duas luzes diferentes. Ficou bom, né?

Como falei lá em cima, a Naked Smoky ainda não está à venda no Brasil, mas está disponível no site da Sephora norte-americana por 54 dólares, o que dá mais ou menos 200 reais. Caro? Sim, muito. Mas vale cada centavinho, eu garanto!

Avaliação: ♥♥♥♥♥

Como usar Rosa Quartzo, a cor de 2016

image1

Sempre brinco que o alerta de que o fim do ano está chegando não começa a piscar apenas quando eu vejo as decorações natalinas nos shoppings, mas quando a Pantone divulga a cor que será referência no próximo ano. Não sei se foi impressão minha, mas o anúncio foi feito um pouco mais cedo do que o costume. Tanto que muita gente por aí já anda enlouquecida com o rosa quartzo (rose quartz), tom escolhido para 2016.

Sou fã assumida de tons de rosa, então fiquei feliz só de ler o nome da cor, que pode até parecer pomposo, mas nada mais do que o bom e velho rosa-bebê (ou rosa-pastel). A origem tem a ver com a pedra de mesmo nome, que é luminosa e brilhante, sem deixar de ser delicada. Romântica, pode ser associada com pôr-do-sol e bochechas coradas (profundo, né?).

rose quartz tendencia

Paleta de variações… achei fino!

Mas a questão que realmente importa é: como usar a cor? Para ajudar na missão, mostro como inserir o rosa-quartzo no make, nas unhas e no look.

 

Maquiagem

IMG_6163[1]

Como falei lá em cima, o tom é bem suave, ou seja, não fica bom em quase nenhuma pele. O problema é que ele some em mulheres muito branquinhas e não valoriza as morenas. O lado bom dessa história é que a Pantone sempre monta uma cartela com variações da cor e aí, sim, podemos encontrar algumas opções bacanas para o make. O rosa mais puxado para o pêssego, por exemplo, fica ótimo no blush e dá aquele arzinho de saúde, sabe? As clarinhas também podem usar batons próximos do nude e sombras do mesmo tom, que funcionam como iluminadores. As morenas podem (e devem) optar por nuances mais escuras e próximas do vermelho.

 

Unhas

IMG_6169[1]

Rosa é uma das cores mais versáteis do mundo dos esmaltes, concordam? São tantas variações possíveis que é impossível não encontrar pelo menos uma que combina com o seu estilo e o seu tom de pele. A diferença aqui é que o universo é mais livre e sem regras. Quer um exemplo? Sou bem branquinha e deveria usar tons mais fechados para realçar as unhas, mas gosto muito de passar esmaltes clarinhos de vez em quando. Nada impede que as morenas também usem cores clarinhas, escuras, intermediárias, enfim… Se você é do tipo que adora brincar com esmaltes, que tal fazer uma filha única com tom mais claro? Fica original e delicado ao mesmo tempo!

 

Moda

IMG_6174[1]

No ambiente de trabalho, vale optar por looks mais discretos e combinar o rosa-quartzo com cores neutras, como branco, preto e bege. Nos dias livres e em ocasiões importantes, é possível montar uma produção monocromática, em que todas as peças são da mesma cor, ou resgatar a tendência candy color e misturar com outros tons pastel, como amarelo, verde e azul. Se estiver em busca de algo menos ousado, invista em acessórios, como bolsas e sapatos feitos com a cor. Existem até tênis e mochilas rosinhas, ou seja, será praticamente impossível sobreviver ao ano que vem sem comprar ao menos alguma coisa com a cor de 2016.

 

Fotos: Fashion Boom e Pinterest

Beleza em tempos de crise: comprar no Brasil x comprar fora

def939ab3bc44d0130fbca3392a37114

Todas nós sabemos que o Brasil está em crise e um dos resultados mais claros disso é a alta do dólar. Não, este post não tem a menor intenção de falar sobre política. Mas nós, apaixonadas por beleza, sabemos que a valorização da moeda norte-americana tem um peso muito importante quando o assunto é compras, especialmente produtos de maquiagem.

A coisa ficou tão feia para o nosso lado que alguns produtos, por mais caros que sejam, estão saindo mais barato aqui do que lá fora. Isso porque o dólar está sendo cotado por volta de R$ 4, mas o dólar de turismo, aquele que a gente troca na casa de câmbio, está beirando os R$ 4,50. E tem mais: quem já viajou para os Estados Unidos sabe que lá não pode parcelar e que todas as taxas são cobradas por fora, então o valor da “etiqueta” encarece no final.

Para terem uma ideia, comparei os valores de cinco produtos que eu amo de paixão e que sei que muita gente também gosta. O resultado foi chocante:

 

Batom M.A.C. – Preço no Brasil: R$ 69 / Preço nos EUA: R$ 81

{A8D9BAC7-C68F-4025-91BA-C3E1FDC8D230}_Lipstick_225px

Nos tempos áureos em que o dólar estava cotado a R$ 2, o batom da M.A.C. saía por U$ 15. Era uma felicidade só, ainda mais para mim, viciada assumida dos batons da marca. Sempre tenho uma listinha com várias opções de cores e fazia a festa lá fora. Lembro de uma vez ter comprado um aqui e pensado “gente, mas que absurdo esse valor”. Pois bem, imaginem agora que um “tubinho” gringo sai por mais de 80 reais. Socorro!

 

They’re Real Benefit Preço no Brasil: R$ 119 / Preço nos EUA: R$ 108

theyrereal-benefit-1jul

Sou fã da Benefit e fico louca quando a marca lança um novo produto. O meu favorito, sem sombra de dúvidas, é a máscara de cílios They’re Real. Ele é tão querido pelas mulheres que se tornou o best-seller da empresa. Ou seja, é aquele item que a gente precisa ter, sabe? A Sephora foi a primeira loja a vender o rímel no Brasil e eu achava o valor surreal. Quem diria que hoje os preços estão quase próximos. Ainda que seja um pouco mais barato lá fora, vale a pena comprar aqui e parcelar.

 

Paleta de sombras Naked Urban Decay – Preço no Brasil: R$ 229 / Preço nos EUA: R$ 333

 

604214916630_naked

Essa comparação foi a mais chocante! Amo os estojos de maquiagem da Urban Decay e levo as sombras para qualquer lugar que vou. Quando a Sephora abriu suas portas no Brasil, lá em 2012, lembro de ter ficado completamente assustada com os preços dos conjuntos Naked. Comprei todas as minhas lá fora (inclusive a Smoky, a mais recente lançada pela marca), mas ficou impossível, né? Se você já tem a sua, cuide muito bem porque agora ela vale ouro.

 

Shampoo Aussie Moist – Preço no Brasil: R$ 39,90 / Preço nos EUA: R$ 19

shampoo-aussie-moist-400-ml--frente-1000x1000

Faz tempo que eu ouço falar do Aussie, mas só testei no ano passado. Desde então, sou completamente viciada e comprei vários produtos da marca na minha última viagem. Na época, era quase impossível pensar que algo que custa 4 dólares era vendido acima de 60 reais por aqui. A desculpa é que era importando, muito procurado e por aí vai, mas recentemente ele passou a ser vendido no Brasil por um preço justo (não que seja barato, mas…) e nossa vida ficou um pouco melhor. Ainda assim, vale a pena trazer de fora se você for viajar.

 

Base Original Bare Minerals – Preço no Brasil: R$ 99 / Preço nos EUA: R$ 126

 

base+mineral+original+bareminerals+sorocaba+sp+brasil__8CC541_1

Conheci a Bare Minerals em um dia qualquer, passeando no shopping, e fiquei tão apaixonada pela base que uso todos os dias. Sério, passo até para ir à padaria no domingo, sabem? Comprei meu primeiro potinho aqui, mas depois só comprei lá fora (uso tanto que sempre fico pedindo para alguém trazer para mim). Mas fiz a comparação e descobri que aquele preço que eu achei bizarro há alguns anos agora é mais barato do que o valor em dólar. Pelo visto vou ter que começar a frequentar a loja brasileira da marca com mais frequência…

 

Claro que o objetivo do post não é impedir que você se programe para viajar. Aliás, eu adoro viajar e acho que não tem nada mais válido do que gastar dinheiro com viagem. Mas agora temos aquela difícil missão de colocar os gastos na balança e ver o que vale mais a pena!

Fotos: Pinterest, Sephora, Claudia Dal Pozzo, Urban Decay, Ponto Com e Que Barato