Posts em destaque

Dicas para decorar seu Bullet Journal e planner

Eu sei que pra montar um Bullet Journal não precisa de nada mais, nada menos que uma caneta(segundo o criador do método Bullet Journal), e para escrever no planner também. Mas como todo maníaco por papelaria, viciado em coisas coloridas, canetas e aquelas semanas maravilhosas, coloridíssimas que chama nossa atenção de uma forma tão surreal e ‘’perfeitas’’.

Para hoje, eu separei alguns tópicos do que eu uso para decorar minhas semanas no planner ou montar meu mês no Bullet Journal. Olha só:

 

 

Washi tapes e adesivos

Eu tinha um certo preconceito com adesivos e achava sem graça usar no Bujo, já no planner é outra história. Eu amo encher minhas semanas no planner de adesivos. Depois de começar a me aprofundar mais em alguns layouts para o Bujo e conhecer o trabalho de pessoas maravilhosas que fazem uns adesivos tão lindos(tipo a Chey Barton), eu me rendi a usar adesivos no Bujo e deixa muito mais fofo? É só jogar no google printables para planner que você vai achar vários arquivos para imprimir, ou busque uns bacanas em lojinhas fofas de papelaria.

Agora vamos falar das famosas fitinhas decorativas e estampadas de diversas maneiras. Washi tape hoje em dia no mercado de papelaria, é uma loucura total. Confesso que não sou tão obcecado como as outras pessoas, mas confesso também que se você quiser um toque extra na sua semana no planner ou no Bujo, a washi tape é sua melhor amiga. Vale a pena!

Imagens

Quem me conhece bem sabe que sou apaixonado por imagens. Essas que encontramos em plataformas como Pinterest, Tumblr e We Heart It. Elas dão um toque gringo, deixa mais harmônico e bem representado. Colo por todos os lugares possíveis e não vivo sem. Imagens é algo que vale a pena. Dependendo do seu estado, você pode escolher um tema, uma cor, buscar por inspirações, sem contar que ver aquela foto, pode te lembrar vários momentos e dar até uma inspirada naqueles dias.

Frases motivacionais e desenhos

Nesses últimos tempos tenho me arriscado no lettering e nos desenhos. Faço os mais simples e depois alguns detalhes que dão aquele charme extra. Tipo escrever com a minha letra comum e depois contornar com a caneta preta(sério, fica lindo). Busco por frases inspiradoras, escrevo e faço meus detalhes.

Já nos desenhos tenho me arriscado menos. Estou treinando bastante flores, por isso meu Bujo (e no planner também) de vez em quando aparece cheio de flores.

Coisinhas que você tem em casa

Sabe aquelas coisinhas, tipo o saco do pão do café da manhã? Imaginamos que é algo descartável, e é mesmo, pensando pelo lado do saco de pão, agora olhando pelo lado bullet journalist, ele é um ótimo decorador, juro. Uso em vários layouts para dar um charme extra, sem contar que ele lembra o papel kraft que é lindo. Dá pra escrever uma data, uma palavra, uma frase e improvisar para muitas coisas.

Outra coisa é aquela revista mega antiga que a gente chega a jogar fora, sendo que ela tem muita utilidade. Talvez uma palavra escrita em uma fonte diferente, o próprio parágrafo de alguma matéria ou alguma foto de comida, lugar, roupa etc. Tem muita utilidade!

E aí, gostaram? Me contem aqui nos comentários o que você usa para decorar seu Bujo ou planner!

 

Até mais pessoal!

Postado por Leo Scarabel – visite meu blog: www.quartoamericano.wordpress.com

Diário dos 30 | 5 dicas para organizar uma festa temática de 30 anos

Olá, pessoal! Agora falta pouco. Lá em janeiro, comecei a fazer uma série de posts (clique aqui para conferir os posts anteriores) falando sobre a festa que eu e minha amiga vamos fazer para comemorar os nossos 30 anos. Faz quase 1 ano que a gente teve a primeira ideia e agora é isso: falta um mês para ver tudo se tornando realidade. Ai meu Deus, será que eu estou preparada?

Bom, o que eu posso tirar de lição dessa história toda é que os 30 são, sim, os novos 20. Não estamos velhas, muito pelo contrário, temos a sabedoria de ver que muita coisa ainda vai acontecer. Por isso, eu acho super válido fazer uma festa para comemorar seus 30 anos. Pode ser um bolinho, um bar com os amigos, um festão, o que for. Só não deixe de comemorar!

Pensando nisso, preparei uma lista com várias dicas para você que também está prestes a completar 30 anos e não sabe por onde começar. Vamos lá!

Estilo da festa

O primeiro passo é definir como você vai querer sua festa. Desde pequena, eu sempre soube que festejaria meus 30 anos com uma festa a fantasia, então esse processo foi mais fácil para mim. Mas pense no que você e seus amigos gostam. De repente uma festa em estilo buteco ou um buffet de crepe. Enfim… use e abuse da sua criatividade. Como falei lá em cima, 30 anos é um marco e tanto e merece uma comemoração à altura!

Lugar

Em um dos posts anteriores da série Diário dos 30, contei que nós queríamos fazer nossa festa em um lugar enorme para poder reproduzir algumas das brincadeiras clássicas dos programas dos anos 90. Não deu muito certo por um simples fator de grana e nós adaptamos nossa ideia. Agora é com você: vai fazer a festa no salão do prédio? Prefere alugar um espaço? Vai reservar uma mesa em um bar? Importante: pesquise MUITO antes de fechar, ok? Com certeza, em algum momento, você vai encontrar aquele lugar que vai fazer seu coração bater mais forte (aconteceu isso com a gente!).

Tema e decoração

Sabe outro jeito de começar a planejar sua festa de 30 anos? Pensando no tema, claro. Já vi gente que comemorou os 30 anos com festa temática de flamingo ou unicórnio, portanto, não precisa ser necessariamente algo que remeta à sua infância. Seja qual for sua escolha, é legal que os seus convidados se sintam transportados para o tema da festa. Capriche na decoração e não deixe de fazer uma mesa bonita para o bolo. Afinal, ela vai ter um destaque nas suas fotos depois, né?

Música

Nesta parte de música eu sou bem suspeita, mas acho, sim, que vale a pena fazer uma retrospectiva das músicas que marcaram a sua infância e adolescência. Se for para ouvir músicas atuais, a gente liga o rádio e não precisa de festa, né? Está cheio de playlists bacanas por aí para relembrar antigos sucessos. Até eu montei uma playlist no Spotify cheia de hits dos anos 90/2000, mas só vou liberar depois da festa para não estragar a surpresa rsrs… (vocês entendem, né?)

Peça ajuda

Aposto que muitos de vocês chegaram aqui e pensaram: “Camilla, mas eu não tenho dinheiro para fazer uma festa assim”. Bom, não é por causa disso que você vai deixar de comemorar seus 30 anos. Você pode pedir uma ajuda para os amigos. Alguns ajudam na decoração, outros na escolha da música ou no preparo das comidas e por aí vai. Vale até pedir uma ajudinha com dinheiro no lugar do presente (não pega nada mal, quem é seu amigo de verdade vai entender).

 

E aí, gostaram das dicas? Agora vou cuidar dos últimos preparativos da minha festa e lembrar de tudo para contar depois para vocês!

Um beijo e até o próximo post!

Dia do Trabalho |4 lições de filmes para usar no ambiente de trabalho

Olá, pessoal! Chegamos em… maio! Gente, sério, não foi ontem que o ano começou? Bom, mas maio é um mês muito especial para mim porque, claro, tem meu aniversário e um feriado bem no início. Pois é, em 1 de maio comemoramos o Dia do Trabalho. A data simboliza a luta do trabalhador por seus direitos e envolve muitas passeatas em diversos lugares do mundo.

Por aqui, reuni alguns filmes que mostram bem a realidade corporativa. Mais que isso, são histórias com lições que a gente pode levar para o nosso dia a dia no trabalho, seja ele qual for. Vamos conferir?

Relembre outras coisas boas que acontecem no mês de maio!

Respeite seus colegas, independentemente da idade deles (Um Senhor Estagiário)

A gente tende a achar que pessoas novas são inexperientes no ambiente de trabalho e que pessoas mais velhas são lentas e não entendem das coisas. Um baita preconceito, né? O filme Um Senhor Estagiário conta a história de um viúvo com 70 anos que consegue uma vaga de estagiário em um e-commerce de roupas. Ele vai trabalhar diretamente com a CEO da empresa, uma workaholic assumida. Ela não tem a menor paciência com ele, até que um dia resolve seguir seus conselhos e os negócios seguem em frente. Viu só, qualquer um tem boas ideias. Não julgue!

Seu chefe não pode tudo e você não precisa agradá-lo sempre (O Diabo Veste Prada)

Miranda Priestly, eternizada pela atriz Meryl Streep, caiu no gosto do público e sempre aparece nos memes. Só que a personagem, na verdade, nos mostra o que os chefes não devem fazer no trabalho. Mesmo que um funcionário não tenha muita experiência, ninguém (especialmente o chefe) pode humilhá-lo ou pedir que façam coisas para satisfazer vontades pessoais. Um chefe de verdade te respeita e te mostra os caminhos para mudar uma coisa ou outra e continuar crescendo.

Criar uma empresa é MUITO difícil (A Rede Social)

A gente tem vivido um momento bem interessante no mundo corporativo. Muita gente está cansada das longas jornadas de trabalho e decide ter um negócio próprio. Pois é, só que essa missão é tão (ou até mais) difícil do que ser funcionário. A gente nem imagina, mas o filme A Rede Social mostra a criação do Facebook. Mark Zuckerberg cria uma rede social para falar mal da ex-namorada e, de repente, se torna o mais jovem bilionário da história. Mesmo com o sucesso, ele precisa lidar com vários problemas e até com a justiça. Ou seja, só quem tem muito planejamento e visão de negócio consegue ir em frente com a própria empresa.

Confira alguns filmes para comemorar o Dia das Mães!

Saber trabalhar em equipe é fundamental (Vida de Inseto)

Vida de Inseto foi lançado em 1998, ou seja, há 20 anos e ainda continua sendo um dos filmes favoritos. E o mais engraçado de tudo é que eu só fui gostar mesmo depois que vi quando já era adulta (é mais um daqueles desenhos que não são para crianças). A história fala sobre uma comunidade de formigas, que trabalha arduamente na colheita de alimentos. Até que os gafanhotos chegam e elas precisam da ajuda de outros insetos para travar uma verdadeira batalha. No mundo do trabalho, o que tiramos de lição é cada pessoa da equipe é importante e saber trabalhar em conjunto é fundamental para o crescimento da empresa.

 

E você, lembra de outro filme que fala sobre o ambiente de trabalho?

Um beijo e até o próximo post!

Como sobreviver a ideia de ter um blog e estar no ensino médio?

Olá pessoal!

Estou em pleno final de primeiro semestre na escola e arrumei de fazer um ‘’beda’’ no meu blog para aumentar a frequência de postagens no blog. Só queria dizer que estou quase morrendo com a quantidade de matéria para estudar, a quantidade de matéria atrasada fora o planejamento com os textos e as fotos do blog.

No post de hoje eu venho dar dicas para você sobreviver a tudo isso. Não apenas tudo isso porque eu sei que muitos de vocês fazem o dobro e pior, estão na faculdade, trabalhando e tem canal no YouTube. Ou seja, requer muito mais planejamento.

Tenha um planejamento mensal e fixo

O primeiro passo para dar conta de tudo é buscando um método fixo para se organizar. Um lugar onde você possa colocar seus afazeres, organizar seus estudos, trabalho, provas etc. Eu faço tudo isso no meu Bullet Journal, mas pode ser que pra você funcione um planner, uma agenda ou os lembretes do celular. Vai de cada um a forma para se organizar e planejar o dia a dia. O importante é encontrar algo que de certo.

No dia a dia eu utilizo meu Bullet Journal, um calendário mensal que faço nele e outro que coloco na parede. Sem contar que em semanas corridas e mega cheias eu uso um planner de mesa e trabalho em forma de to do, com horários e tudo.

Escreva uma série de posts antecipados e deixe prontos

Comentei várias vezes com a Cami que gosto de pegar um horário certinho para sentar em frente ao computador e escrever no mesmo dia em que o post vá ao ar. Deu certo durante 3 anos, até chegar em 2018. Surgiam compromissos importantes e não dava para escrever. Causava uma frustração por ter organizado meu dia todo certinho e não fluíam do jeito que eu esperava (quem nunca passou por isso né?).

Hoje eu aprendi que escrever os posts antecipados sempre que dá é muito bom. Eu consigo aproveitar mais do meu dia para ler um livro ou ver um filme. Pode ser que você fique até depois da meia-noite escrevendo vários textos para adiantar, mas é normal. Pode crer que vale muito a pena!

Procure por conteúdos prontos

Eu sei que este tópico não está muito dentro do tema ‘’organização’’, mas está dentro do tema ‘’sobreviver’’, afinal, buscar por conteúdos prontos na hora de estudar ajuda muito você ficar fazendo milhões de resumos para memorizar. Acho até mais prático e prefiro. É só jogar o nome do conteúdo e digitar em frente pdf. Você vai encontrar várias apostilas prontas para serem baixadas e se você preferir imprimi-las ou ler em seu tablet, melhor ainda.

Faça uma tabela com horários de estudos

Planejar os horários que você quer estudar no dia e o conteúdo é muito prático e bem melhor. Procure por tabelas prontas para imprimir ou faça a sua. Faça em um lugarzinho no Bullet Journal/planner ou no próprio celular. Coloque o dia, os horários e o quer estudar. Quando terminar é só fazer um check. Bem simples e muito útil.

 

Bom pessoal, essas são as 4 dicas que eu venho dar para vocês e que mais funcionam para mim! Gostaram?

Até o próximo pessoal!

Postado por Leo Scarabel – visite meu blog: www.quartoamericano.wordpress.com

Diário dos 30: Escolhendo a fantasia

Olá, pessoal! Vocês estão acompanhando os posts da série Diário dos 30? Se você não sabe do que eu estou falando, clique aqui para saber dos primeiros preparativos da festa que eu vou fazer com a minha amiga para comemorar os nossos 30 anos (dá para acreditar que é daqui dois meses? Passou voando).

Contei para vocês que nós decidimos, logo de cara, fazer uma festa à fantasia temática anos 90/2000. A Cláu e eu nos conhecemos durante a faculdade, que é conhecida por fazer uma festa à fantasia bombada no meio universitário. Fomos em muitas edições e sempre rolava um concurso das melhores fantasias de cada ano.

Vejam bem, vivemos isso por mais de cinco anos, então quando o assunto é festa à fantasia, a gente tem uma referência enorme, porque o pessoal levava a coisa a sério na faculdade. Então, decidimos fazer a mesma coisa: premiar as melhores fantasias, divididas nas seguintes categorias:

  1. a) Casal
  2. b) Grupo
  3. c) Mulher
  4. d) Homem

Esse foi o primeiro passo, mas a gente precisava definir as nossas fantasias. Óbvio que eu não vou contar para vocês qual vai ser (não vamos estragar a surpresa, né?), mas posso falar que quando me sugeriram, eu logo pensei: “é isso! ”. E ansiosa do jeito que eu sou, já estava com a fantasia na mão em novembro do ano passado – comprei ela prontinha, então fica a dica para vocês pensarem em qual será meu traje rs…

Bom, contei antes que esse período dos anos 90/2000 foi um momento muito louco em que várias coisas diferentes aconteceram ao mesmo tempo. Foi uma época em que podia tudo, principalmente na TV, então nosso acervo de sugestões de fantasias para os nossos convidados é beeeeeeem vasto (até acho estranho quando alguém diz: “NOSSA, ANOS 90? E AGORA, DO QUE EU VOU? ”. Como assim né, tem tanta coisa legal que dá para pensar).

Quem aí assistiu ao seriado Barrados no Baile?

Hoje eu vejo alguns vídeos antigos e percebo que a gente cresceu vendo muita coisa apelativa (pesquise por “prova da banheira” no Google para entender o que eu estou falando). Mas, ao mesmo tempo, foi interessante perceber como a gente – pelo menos eu – não via maldade naquilo.

Então, temos diversas sugestões de cantores e bandas muito doidas, casais de namorados bem bizarros (vocês sabiam, por exemplo, que o Luciano Huck já namorou a Ivete Sangalo?), participantes dos primeiros reality shows da televisão brasileira, personagens icônicos de novelas quando todo mundo ainda assistia, personagens de comerciais, boybands, personagens de filmes e muuuuuuito mais!

 

Esse processo de pensar nas fantasias também foi muito gostoso e nós estamos na expectativa de ver todo mundo com roupas bem criativas. Será?

Um beijo e até o próximo post!