Posts em destaque

Testei: Shampoo e condicionador Complex Care Mirtilo – Lowell

Olá, pessoal! Vocês já imaginaram como seria a vida sem shampoo e condicionador? Lavar o cabelo é parte obrigatória do nosso ritual de cuidados, mas fica ainda melhor quando encontramos um produto que torna este processo ainda melhor. Foi o que aconteceu quando eu testei a linha Complex Care Mirtilo, da Lowell.

image1 (6)

Sempre ouvi elogios da marca e era doida para testar algum produto, até que eu recebi o shampoo e o condicionador da linha Complex Care, que, até então não conhecia. De cara, o que eu gostei foi o mirtilo. Gosto muito da fruta (tem gente que também conhece o mirtilo como blueberry), mas não sabia que ele podia ser usado para cuidar do cabelo, então corri para testar na mesma hora.

Como funciona?

A linha Complex Care Mirtilo é de uso diário e foi criada justamente para fazer uma limpeza profunda nos fios. A diferença dela para os shampoos antirresíduos, que também foram desenvolvidos para remover todas as impurezas, é que a ação é bem suave. Ou seja, os fios ficam limpos e livres de oleosidade, mas macios, brilhantes e hidratados.

O destaque fica por conta do mirtilo, que é rico em vitamina C, um antioxidante poderoso que combate os radicais livres que prejudicam a saúde do cabelo. E se a frutinha é uma delícia, o cheiro dos produtos não deve em nada. Juro, toda hora eu pegava uma mecha para cheirar de tão bom que é (sim, parecia uma doida cheirando cabelo rs).

image3 (1)

A aplicação não tem segredo. O shampoo deve ser aplicado em primeiro lugar, com atenção para massagear e aplicar o produto por todas as regiões do cabelo, incluindo couro cabeludo, nuca, têmpora e franja. O condicionador vem em seguida e pede uma pequena pausa (cerca de 1 a 2 minutos) para agir completamente. Depois, é só enxaguar bem e finalizar como achar melhor.

Minha opinião

Estava muito curiosa para testar a linha e confesso que acabei surpreendida. Na hora da aplicação, o cheiro realmente me ganhou, mas depois de enxaguar e de ver meus fios secos, deu para perceber que realmente estavam mais limpos, brilhantes e revitalizados. Tanto que, normalmente, eu lavo meu cabelo a cada dois dias, mas consegui segurar por mais um dia de tão bom que estava!

image2 (3)

Também gostei que o preço é bem amigo do bolso. Eu fiquei superfeliz por ter ganho os meus produtos da linha, mas vi que saem por volta de R$ 30. Se contarmos todos os efeitos e o rendimento (cada um tem cerca de 240 ml), vale muito a pena! Eu amei e já quero fazer estoque em casa.

Se você ficou interessada em conhecer esses e outros produtos da Lowell, sugiro falar com a Tatiana no e-mail tatipetelinkar@hotmail.com ou pelo WhatsApp (11) 99713-1760

 

Alguém mais usa a linha? O que acharam?

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥♥

8 causas dos cabelos ressecados

Olá, pessoal! Quem me conhece, sabe que nada me dá mais pavor do que um cabelo mal cuidado. Deixar os fios em ordem não é apenas uma questão de aparência e vaidade, mas ajuda a passar uma boa imagem (inclusive no ambiente de trabalho) e tem tudo a ver com higiene.

Só que nem sempre é fácil cuidar deles, não é mesmo? Vivemos numa correria tão grande que às vezes falta tempo para dar atenção aos cabelos. A falta de manutenção pode causar uma série de problemas e o mais comum é o ressecamento. Mas, afinal, o que vem a ser esse tal de ressecamento?

Antes de mais nada, é importante lembrar que o cabelo ressecado é diferente do seco. Enquanto o seco tem essa textura por falta de hidratação, o ressecado é uma versão bem piorada: nesse segundo caso, os fios têm as escamas abertas, o que faz com que tenham frizz, ausência de brilho, pouco movimento e facilidade para quebrar. Na grande maioria dos casos, esse combo de efeitos do mal aqui em casa é causado por uma série de fatores. Vamos saber mais sobre cada um?

Poluição

causes-environmental-pollution_1b8b6a8bf4c61726

A gente sabe que estar em contato com poluição faz mal para a saúde e nos deixa suscetíveis a uma série de doenças. Por que, então, seria diferente com os cabelos? Assim como a sujeira gruda no nosso rosto, ela também se fixa nos fios e tira o brilho, favorecendo o ressecamento. Para reverter o quadro, é preciso lavar muito bem e caprichar na hidratação.

Cloro da piscina

9d8ab5562ff085b1b4b2e052af19ed46

Concordo que não tem nada mais gostoso do que um banho de piscina em um dia quente. O problema é que ela abriga um dos maiores inimigos da beleza: o cloro. Usado para deixar a água limpa e protegida, ele também gruda nos cabelos, abre a cutícula dos fios e os deixa mais quebradiços. Quem é loira, então, sabe que pode sair da piscina com os fios verdes. O que fazer? Lavar os fios no chuveiro antes e depois de mergulhar e usar a dupla spray de proteção + reparador de pontas.

Água salgada do mar

download

Gosto muito de praia e acho mesmo que mergulhar no mar é uma das melhores técnicas para aliviar a tensão e renovar as energias. Pena que o cabelo sofre muito com isso. O sal pode até parecer inofensivo, mas “puxa” toda a água dos fios. Essa desidratação é um pulo para o ressecamento. Alguém aí já percebeu como os cabelos ficam mais quebradiços, opacos e difíceis de pentear no verão? Por isso, tente maneirar nos banhos de mar e use um bom leave-in, além de um protetor solar específico para os cabelos.

Água quente

Ter os cabelos ressecados não é uma exclusividade do verão. Ok, ficamos livres da piscina e do mar, mas, por outro lado, tomamos banhos mais quentes. E quem lê este humilde cantinho com frequência sabe que vira e mexe eu bato na tecla dos perigos desse hábito: a água quente atinge a queratina dos fios, desregula a função natural de oleosidade e abre as cutículas, deixando os cabelos inchados. A parte boa é que é fácil de evitar tudo isso. Basta tomar banhos com água morna.

Processos químicos

246c20449f84840311e10b886e3a3cfc

Se você tem o hábito de pintar os cabelos ou de passar por alguma química (inclua aqui alisamentos, luzes, relaxamento etc.), provavelmente já se viu com os fios bem ressecados. Isso é uma consequência desses processos, que são bem agressivos aos cabelos, pois também abrem as cutículas e retiram a camada de brilho natural. Então, não tem jeito: sempre que terminar de passar por algum desses tratamentos, faça uma hidratação. Aliás, essa hidratação deve ser repetida quinzenalmente para proteger os fios e prolongar os efeitos do processo químico.

Secador + chapinha

Secando-cabelo

Eles são ótimos e eu não vivo sem. Mas é visível que, depois de alguns meses de uso, os fios (especialmente as pontas) ficam mesmo mais ressecados. Aqui funciona mais ou menos como o banho com água quente. O calor do secador e da chapinha atinge diretamente os fios, retira o brilho, abre as cutículas e tira o movimento. Se não der para deixá-los secar naturalmente, o segredo é aplicar um protetor térmico. Sério, faz muita diferença!

Alimentação

embutidos-na-alemanha

Sim, amiga, o cabelo ressecado também pode ser fruto da má alimentação. Itens como bebidas alcoólicas, embutidos (salame, mortadela, presunto) e produtos industrializados provocam a perda de água e são ricos em gordura. O resultado é que não é só a pele a saúde que acabam prejudicadas. Os fios também perdem o brilho e ficam mais quebradiços. Olha aí mais um motivo para evitar esses alimentos e seguir o regime à risca.

Falta de corte

img-524126-pontas-duplas20130723191374617361

Não tem nada melhor que o corte para devolver força e brilho para os fios. Se você está deixando o cabelo crescer, sabe que tem que ter muita paciência e dedicação para mantê-los bonitos. Afinal, é só ficar alguns meses longe do salão que as pontas começam a ficar mais ressecadas. Isso é normal, já que estamos todas expostas a esses fatores que eu listei aqui em cima. Por mais que você hidrate e cuide bem dos fios, uma hora ou outra vai ter que encarar a tesoura. Eu odeio cortar o cabelo, tenho verdadeiro pavor, mas me sinto bem mais leve quando renovo o corte.

 

Gostaram das dicas? O que mais vocês fazem para evitar que os cabelos fiquem ressecados?

Um beijo e até o próximo post!

 

Testei: Morte Súbita Verão – Lola Cosmetics

Olá, pessoal! Estamos no auge do verão e eu contei aqui algumas vezes que meu cabelo sofre demais nesta época por inúmeros motivos: além dos meus fios serem fininhos e com pouco volume, faço reflexo e progressiva. Ou seja, a combinação de sol, mar, areia, piscina, vento e calor faz com que eles fiquem secos e ressecados. Todos os anos, eu chegava em fevereiro e não tinha outra solução a não ser cortar.

Ainda bem que o universo da beleza está sempre se reinventando e atendeu nossas preces! Diversas marcas estão apostando em linhas de cuidados específicos para o verão, com proteção UV e ingredientes que ajudam a reparar os fios e devolver brilho, maciez, hidratação e tantas outras coisas que a gente sente falta.

De todas elas, a que eu mais queria testar era a Morte Súbita Verão, da Lola Cosmetics. Primeiro porque é uma marca que eu amo (clique aqui para conferir todas as resenhas) e, em seguida, porque é uma versão da máscara Morte Súbita – um dos best sellers da Lola –  com componentes que ajudam a dar o mesmo efeito nestes meses que a gente precisa de um cuidado extra.

image2

Fui viajar entre o Natal e o Ano Novo para o Rio de Janeiro e descobri que tinha uma farmácia bem pertinho que vendia produtos da Lola. Aproveitei um tempinho livre e dei um pulo lá. Não é que tinha o Morte Súbita Verão? Comprei na mesma hora, testei e aqui vão minhas impressões.

Como funciona?

Morte Súbita Verão é uma máscara com proteção UVA/UVB que protege e restaura cabelos expostos ao sol. O mais bacana de tudo é que ela é 2 em 1: pode ser usada tanto como condicionador de uso diário, logo após o shampoo, quanto como máscara de uso semanal. Neste segundo caso, é preciso deixá-la agindo por 10 minutos e, em seguida, enxaguar.

Isso é possível graças a uma fórmula diferenciada, com dois queridinhos do mundo dos cabelos: manteiga de karité e óleo de coco. Juntos, eles desembaraçam e tratam os fios sem pesar. Além disso, tem antioxidante de vitamina E, extrato de chá verde, óleo de girassol e extrato de canela. O resultado é um cheirinho MARA com proteção conta os radicais livres e os danos causados pelo sol.

Este produto é indicado para todos os tipos de cabelos (inclusive os que passam por química) e, assim como todos os outros da Lola, estão liberados para as técnicas Low/No Poo, além de ser vegano e conter o selo Cruelty Free (não testado em animais). Para quem está fazendo cronograma capilar, a máscara entra nas etapas de hidratação e nutrição. Estão vendo por que eu amo a Lola?

Minha opinião

Deixei para testar o Morte Súbita Verão alguns dias depois, quando voltei para São Paulo e, de cara, fiquei apaixonada pelo cheiro. Que delícia, gente! Cheguei aqui em casa com o cabelo daquele jeito e foi só aplicar o produto e massageá-lo nos fios para sentir que estavam ficando mais macios. Depois de esperar o tempo de ação e enxaguar, deixei secarem naturalmente (afinal, quem aguenta secador com esse calor?) e fiquei espantada com o resultado. Eles não só estavam mais macios, como também ficaram mais brilhantes e fortes. Foi praticamente um milagre! Amei de verdade!

image1 (3)

Como falei lá em cima, comprei em uma farmácia do Rio de Janeiro e paguei R$ 44. Pesquisei em alguns sites que também vendem o produto e a faixa de preço é essa mesma. Se você considerar que o pote vem com 450 g e dura bastante, além de proporcionar todos esses efeitos, vale muito a pena! 

O melhor de tudo é saber que agora eu não vou mais precisar cortar o cabelo após o verão. Com certeza, esse produto vai fazer parte do meu estoque quando fizer calor. Aprovadíssimo!

 

E vocês, já testaram o produto? O que acharam?

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥♥

Testei: Shampoo e Condicionador Efeito Photoshop – Inoar

Olá, pessoal! Quem me acompanha aqui no blog sabe que uma das coisas que eu mais gosto de fazer na vida é testar produtos de beleza e conhecer marcas novas. Meu primeiro contato com a Inoar foi durante uma Beauty Fair, mas acabei indo embora sem levar nada.

Aí os anos passaram, comecei a prestar mais atenção na marca e fiquei encantada pela linha Efeito Photoshop por causa da embalagem, toda colorida e divertida. Tentei comprar na Beauty Fair do ano passado, mas a fila era tão grande que eu desisti. Mas vocês sabem como as coisas são, a gente não compra e depois fica com aquilo na cabeça.

image1 (1)

Até que uma pessoa da família postou no Facebook que tinha usado e amado e eu decidi que era hora de matar minha vontade. Aproveitei uma promoção na Ikesaki, comprei o kit com shampoo e condicionador e usei no mesmo dia que chegou!

Como funciona?

Lançada em 2016, a linha Efeito Photoshop recebeu esse nome por fazer uma brincadeira com aquele programa usado para retocar imagens de celebridades. A proposta é fazer com que o cabelo fique pronto para sair em capa de revistas, mas cuidado em casa. Para isso, garante uma hidratação profunda e completa.

O resultado vem de uma fórmula complexa, com nutrientes que a gente sabe que realmente fazem bem para os fios. A mistura do óleo de coco com queratina vegetal é responsável por dar vida, brilho e luminosidade, equilibrar o pH e – o que o mais gostei – selar as cutículas e hidratar o interior da fibra capilar. Não falei que eram vários benefícios?

image2

Tem mais: tanto o shampoo quanto o condicionador são liberados para técnicas Low Poo, No Poo e Co Wash e livres de sulfatos e parabenos. Eles podem ser usados em qualquer tipo de cabelo e a aplicação sugerida é diária, para que o resultado do tratamento seja ainda melhor.

Minha opinião

Como falei antes, estava morrendo de vontade de testar essa linha e só tinha retornos positivos em relação a ele, então a expectativa estava lá em cima. Eu gosto de usar produtos que deixam meu cabelo macio logo no banho e confesso que o shampoo me preocupou um pouco no início porque meus fios pareceram duros. Mas foi só enxaguar que eles ficaram leves do jeito que eu gosto. Na hora, já percebi que eles estavam limpos e hidratados.

Depois, apliquei o condicionador, espalhei mecha por mecha e deixei agir por cerca de três minutos. Meu cabelo respondeu superbem e ficou ainda mais macio e brilhante. Esperei secar naturalmente por um tempinho, mas finalizei com o secador, o que ajudou a potencializar os resultados. Meus fios ficaram mais alegres e com vida, sabem? Fora que deu uma boa hidratada nas pontas, que normalmente ficam mais secas.

E olhem só que legal: comprei meu kit durante a promoção de Black Friday da Ikesaki e paguei só R$ 39,90. Quando chegou em casa, descobri que veio o tamanho maior: shampoo e condicionador com 1 litro cada um. Ou seja, vai render demais! Fora da promo, o valor do kit é R$ 54,90. Continua sendo um ótimo valor para ter 2 litros de uma linha completa e que realmente cumpre o que promete. Vale ou não vale a pena?

 

E vocês, já testaram a linha Efeito Photoshop?

Um beijo e até o próximo post!

Avaliação: ♥♥♥♥♥

Testei: Óleo Pinga – Lola Cosmetics

Olá, pessoal! Não é novidade para ninguém que me acompanha que eu sou fã assumida da Lola Cosmetics. Até agora, gostei de todos os produtos que testei (clique aqui para conferir as resenhas). Fora as embalagens e as tiradas dos nomes e dos descritivos, que são engraçadíssimos! Só para vocês terem uma ideia, tenho até uma listinha com os produtos da marca que ainda quero comprar.

Logo que terminou a Beauty Fair 2016, em setembro, a Ikesaki lançou uma promoção especial no site em que compras acima de um determinado valor – não lembro agora, mas acho que era R$ 80 – em produtos da Lola davam direito a um Lola Book, um caderninho lindo da marca. Eu já estava doida por esse caderno, então aproveitei para comprar alguns dos itens da minha lista, entre eles, o Óleo Pinga, um dos itens mais vendidos da Lola.

IMG_3304

Como funciona?

O Óleo Pinga é um óleo de reparação multifuncional, que pode ser usado como protetor térmico antes do secador e da chapinha, misturado em máscaras de hidratação, como reparador de pontas duplas e por aí vai. Existem várias versões desse óleo com ingredientes diferentes, mas todos naturais, como patuá e moringa e cenoura e oliva.

Escolhi a de açaí e pracaxi por dois motivos: 1) era a única que tinha no site e 2) já usei muitos produtos à base de açaí no meu cabelo e o resultado sempre foi muito bom. Vale lembrar que essa combinação natural também é responsável por prevenir o desbotamento da cor, reduzir o frizz e dar brilho. Bom né?

Minha opinião

Como o óleo é multifuncional, dá para usar tanto com o cabelo molhado quanto seco. Usei depois de lavar, como protetor térmico antes de secar. A primeira coisa que eu gostei foi do cheiro, é bem gostoso, doce na medida certa e zero enjoativo. Depois, me agradou bastante o fato de ser em conta-gotas, assim, é mais fácil usar a quantidade adequada de produto, que depende de cada cabelo, mas no meu caso, três gotinhas de cada lado foram suficientes.

IMG_3307[1]

Pinguei as gotinhas na palma da mão e deu para espalhar por todo o cabelo, do meio do comprimento para as pontas. É bom tomar cuidado para não passar muito próximo do couro cabeludo, pois pode deixar um aspecto oleoso. Até a quantidade deve ser bem dosada, para o cabelo não ficar pesado demais. Antes mesmo de secar, já senti que meus fios estavam mais macios. Depois de secos, percebi que estavam brilhantes e com a cor em dia.

Como falei lá em cima, comprei o óleo no site da Ikesaki por R$ 24,50. Sei que existem óleos reparadores mais baratos, mas pela qualidade da Lola, eu acho que o investimento vale a pena. O produto vem com 55 ml e rende bastante, então taí outro bom motivo para comprar. Eu já estou viciada e vou montar um estoque em casa de tão bom que é!

 

E vocês, já usaram o Óleo Pinga da Lola? O que acharam?

Um beijo e até o próximo post!

Nota: ♥♥♥♥♥